Mensagem do Técnico Renê Simões ao torcedor tricolor

Prezado torcedor tricolor,

“O segredo do sucesso é saber enxergar as estrelas em dias nublados”. Tenho
seguido esse ensinamento fielmente e posso garantir que ele é verdadeiro.
Peço sua permissão e paciência para relatar alguns acontecimentos ao longo
de minha carreira como treinador.

Em 1985 assumi o Mesquita da baixada Fluminense no Rio de Janeiro e
disputaria a segunda divisão do Campeonato Carioca. O presidente só queria
não cair e me recusei a dirigir o time com esse objetivo. Fiz ele enxergar
que era possível brigar pela primeira divisão. Subimos e no ano seguinte
fomos o sexto colocado na primeira divisão carioca.

Em 1989 assumi o Al Rayan do Qatar, que acabara de retornar a primeira
divisão e o medo de nova queda era grande. Acabamos o primeiro turno em
último lugar e o pânico era geral. A direção teve calma e invictos no
segundo turno fomos campeões nacionais.

Em 1997, depois de passar por quatro fases de classificação na Concacaf
(Confederação de Futebol da América Central e Caribe), com a Jamaica,
estávamos em último lugar com dois pontos ganhos em quatro jogos na última
fase de classificação. Nos seis jogos finais ficamos invictos e
classificamos pela primeira vez um país de língua inglesa do caribe para a
Copa do Mundo. Nunca houve tantas estrelas no céu da Jamaica.

Em 2004, a seleção feminina de futebol do Brasil fez um amistoso contra a
seleção feminina dos estados unidos e perdemos por 5 a 1. Poderia ter sido
mais de dez, tamanha a diferença. Vi as estrelas e disse para nosso time que
subiríamos no pódio. No final das Olimpíadas, as estrelas estavam todas brilhando.

Foi assim também no Coritiba em 2007, Fluminense em 2008, no Atlético
Goianiense em 2010 e em tantas outras historias que ficaria longo demais
essa mensagem.

Nunca houve derrotas? Claro que sim, mas elas sempre foram resultados da
falta de coragem em enfrentar as tempestades, da falta de perseverança em
seguir as convicções e da covardia em aceitar as derrotas antes da luta.

O Bahia não foi a final do estadual, foi eliminado da Copa do Brasil de
forma trágica, não ganha um estadual há dez anos e não tem um título há nove
anos. Nuvens carregadas e pesadas demais.

Precisamos e devemos acreditar que as estrelas estão lá nos esperando.
Trabalho, dedicação e comprometimento serão nossas ferramentas para furar
essas nuvens.

Não podemos nos deixar levar pelo desânimo dos profissionais do pessimismo.
Não devemos aceitar as previsões dos metereologistas das desgraças
antecipadas e nem aceitar a derrota sem o combate.

O amor e a dedicação de cada torcedor pelo clube terão que ser o nosso
combustível. O céu e as estrelas precisam ser o nosso limite, vamos com
força.

Acreditando muito,

*René Simões*

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e política e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s