Trabalhando com Poesia

“… Quem me dera ao menos uma vez, ter de volta todo o ouro que entreguei a quem, conseguiu me convencer que era prova de amizade, se alguém levasse embora até o que eu não tinha… Quem me dera ao menos uma vez, esquecer que acreditei que era por brincadeira, que se cortava sempre um pano-de-chão, de linho nobre e pura seda… Quem me dera ao menos uma vez, explicar o que ninguém consegue entender, que o que aconteceu ainda está por vir e o futuro não é mais como era antigamente… Quem me dera ao menos uma vez, provar que quem tem mais do que precisa ter, quase sempre se convence que não tem o bastante, fala demais por não ter nada a dizer… Quem me dera ao menos uma vez, que o mais simples fosse visto, como o mais importante, mas nos deram espelhos e vimos um mundo doente… Quem me dera ao menos uma vez, entender como um só Deus ao mesmo tempo é três e esse mesmo Deus foi morto por vocês, sua maldade, então, deixaram Deus tão triste… Eu quis o perigo e até sangrei sozinho, entenda! Assim pude trazer você de volta pra mim, quando descobri que é sempre só você, que me entende do iní­cio ao fim e, é só você que tem a cura pro meu vício de insistir, nessa saudade que eu sinto de tudo que eu ainda não vi… Quem me dera ao menos uma vez, acreditar por um instante em tudo que existe e acreditar que o mundo é perfeito e que todas as pessoas são felizes… Quem me dera ao menos uma vez, fazer com que o mundo saiba que seu nome está em tudo e mesmo assim, ninguém lhe diz ao menos, obrigado… Quem me dera ao menos uma vez, como a mais bela tribo, dos mais belos índios, não ser atacado por ser inocente… Eu quis o perigo e até sangrei sozinho, entenda! Assim pude trazer você de volta pra mim, quando descobri que é sempre só você, que me entende do início ao fim e, é só você que tem a cura pro meu vício de insistir nessa saudade que eu sinto, de tudo que eu ainda não vi… Nos deram espelhos e vimos um mundo doente… Tentei chorar e não consegui…” (Legião Urbana – indios – Comp.: Renato Russo)

“…Tenho andado distraído, impaciente e indeciso e, ainda estou confuso, só que agora é diferente: sou tão tranqüilo e tão contente… Quantas chances desperdicei, quando o que eu mais queria era provar pra todo o mundo que eu não precisava provar nada pra ninguém… Me fiz em mil pedaços, pra você juntar e queria sempre achar explicação pro que eu sentia… Como um anjo caído fiz questão de esquecer, que mentir pra si mesmo e sempre a pior mentira… Mas, não sou mais tão criança a ponto de saber tudo… Já não me preocupo se eu não sei por que, às vezes, o que eu vejo, quase ninguém vê e eu sei que você sabe, quase sem querer, que eu vejo o mesmo que você… Tão correto e tão bonito, o infinito é realmente um dos deuses mais lindos!… Sei que, às vezes uso palavras repetidas, mas quais são as palavras que nunca são ditas?… Me disseram que você estava chorando e foi então que eu percebi, como lhe quero tanto… Já não me preocupo se eu não sei por que, ás vezes, o que eu vejo, quase ninguém vê e eu sei que você sabe, quase sem querer, que eu quero o mesmo que você…” (Legião Urbana– Quase sem querer – Comp.: Dado Villa Lobos / Renato Russo / Renato Rocha)

“… Quando o sol bater na janela do teu quarto, lembra e vê, que o caminho é um só… Porque esperar? Se podemos começar tudo de novo, agora mesmo, a humanidade é desumana, mas ainda temos chance, o sol nasce pra todos, só não sabe quem não quer… Quando o sol bater na janela do teu quarto, lembra e vê, que o caminho é um só… Até bem pouco tempo atrás, poderíamos mudar o mundo, quem roubou nossa coragem?… Tudo é dor e toda dor vem do desejo de não sentimos dor… Quando o sol bater na janela do teu quarto, lembra e vê, que o caminho é um só…” (Legião Urbana– Quando o sol bater na janela do seu quarto – Comp.: Renato Russo / Dado Villa-Lobos / Marcelo Bonfá )

“Lembre-se de que não devemos humilhar ninguém. Os erros que os outros cometem hoje, nós podemos cometê los amanhã. Não se julgue inatingível nem infalível. Todos podem falhar. Trate os outros com tolerância, para que possa reerguê-los, se errarem. A perfeição não é desta terra. Não exija dos outros aquilo aquilo que você também ainda não pode dar.” (Minutos de Sabedoria Pg. 155)

Boa tarde pessoal,

Amar alguém consiste em diversos aspectos, entre eles conhecer bem a si mesmo e à outra pessoa. Muitas vezes cobramos da pessoa um comportamento e nem sempre nos preocupamos com o quanto essa cobrança as verzes pode ser prejudicial à sua vida.

Amar alguém pelas suas virtudes é muito fácil, basta identificá-las e ver se estão ao seu gosto ou não e se aproximar ou não. Amar “apesar de” é que são elas. E então, meus amigos (as). Estão preparados (as) para a missão?

A Administração Municipal reabriu as inscrições para o Concurso Público 001/2011, que vão do meio dia de ontem até as 18 horas do próximo dia 29/09/2011. Confira os detalhes, se inscreva, informe aos seus amigos e amigas:

https://oipa2.wordpress.com/2011/09/15/prefeitura-de-lauro-de-freitas-reabre-inscricoes-para-concurso-publico-n%c2%ba-0012011/

Os parabéns de hoje vão para os amigos e amigas Anderson MAciel, Arthur Khun, Cida Abreu, Cinzia MArtins, colega da SEMED (Solange Coelho). Emanuel e a meu primo carlos Augusto. Paz, Saúde e muitas felicidades neste ano que se inicia.

O Ex Presidente Luis Inácio Lula da Silva acaba de receber o Título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal da Bahia, devendo causar mais uma crise de urticária em certo ex-parlamentar baiano que pagou o mico de enviar correspondência à Universidade de Coimbra, questionando o primeiro dos seis títulos já concedidos a Lula.

Em 20 de Setembro de 378 É eleito o Antipapa Clemente VII, em oposição a Urbano VI, dando início ao Grande Cisma do Ocidente.

Em 20 de Setembro de 1579 Fernão de Magalhães inicia a partir de Sevilha aquela que seria a primeira viagem de circum-navegação do mundo.

Em 20 de setembro de 1835 Começa a guerra dos Farrapos, também conhecida por revolução farroupilha, que duraria dez anos. “Está fazendo um século que o heroísmo farroupilha escreveu nas cochilas do sul a epopéia refulgente do seu incomparável denodo, em um decênio de lutas tremendas em que os anseios de liberdade de um povo não mediam sacrifícios nem poupavam abnegações” (JB, 20 de setembro de 1935).

http://www.jblog.com.br/hojenahistoria.php?itemid=23670

Em 20 de Setembro de 1968 EUA admitem uso do Agente Laranja na Guerra do Vietnã.

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticia/HOJE+NA+HISTORIA+1968++EUA+ADMITEM+USO+DO+AGENTE+LARANJA+NA+GUERRA+DO+VIETNA_15331.shtml

Em 20 de Setembro de 1986, Decretado Estado de Sitio no Chile. No primeiro dia do estado de sítio decretado pelo governo militar chileno, após um atentado contra o general Augusto Pinochet organizado por células paramilitares da Frente Patriótica Manuel Rodríguez (FPMR), soldados do exército e da polícia chilena prenderam dirigentes políticos e padres, invadiram bairros pobres, igrejas e outros locais religiosos, e suspenderam as redações de seis revistas e a agência de notícia inglesa Reuters.

http://historica.com.br/hoje-na-historia/8-de-setembro-de-1986-decretado-estado-de-sitio-no-chile

Em 20 de Setembro de 1971 Morre o poeta grego Giorgios Seferis. “E aquele corpo que queria florir como um ramo, dar frutos, virar flauta quando os gelos chegassem à imaginação, extraviou num enxame de sons, para que através dele, torturando-o, o tempo musical fosse passando…” Giorgios Seferis

http://www.jblog.com.br/hojenahistoria.php

Hoje é dia dedicado às tradições gaúchas, pelo que parabenizo a cada um (a) dos (as) gaúchos (as) da minha convivência. Alguns de muito boas memórias, a partir de 19 de fevereiro de 1989 (rsrsrs)

http://ctgquerencianasgerais.sites.uol.com.br/biblioteca/artigos/diatradicionalismo.htm

Também é o dia dedicado aos catadores (as) de material reciclável e papelão.

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”, que ultrapassou os 14 mil acessos. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2011/09/20/trabalhando-com-poesia-354/

Abraços nos amigos, beijos nos filhos e nas amigas, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Terça feira abençoada por Deus e que a energia positiva que circunda o universo a nossa volta possa nos conceder paz e harmonia sempre.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=1139376304
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

Teu Rastro – Vander Lee

Se o belo é belo não habitará jamais
Os corações, leões, cheios de medo
Se na verdade o oculto mostra mais e mais
Amor, vivo em silêncio meu degredo.

Se minha mão tateia no vazio de um quarto escuro
Desenha um barco a navegar nos mares do futuro
Enquanto a estrela tece a hora certa de acordar
Desejo mais que tudo te encontrar…
Subo o mastro
Procurando teu rastro
Busco teus sinais
Em que ilhas,
Em que plano brilhas

Como e onde estás
E onde vais…
Correntezas
Cheias de incertezas
Curvas, quedas, loucos ais
Onde vais
Bem aqui
Vive esperando por ti
A flor, o fruto, o cais.
Onde vais
Bem aqui
Vive esperando por ti
A flor, o fruto, o cais.
Onde vais

Iluminado – Vander Lee

Vi o meu sentido confundido, iluminado
Vi o sol enluarar, quando viu você
Vi a tarde inteira, a Sexta-feira, o feriado
Esperando o amor chegar e trazer você
Você chegou querendo

Tudo que o tempo não te deu
E que levou de você;
Sem saber que você já sou eu
Agora não entendo
O meu relógio o amor tirou
Mas sei que o meu coração
Tá batendo mais forte
Porque você chegou

Esperando Aviões – Vander Lee

Meus olhos te viram triste
Olhando pro infinito
Tentando ouvir o som do próprio grito
E o louco que ainda me resta
Só quis te levar pra festa
Você me amou de um jeito tão aflito

Que eu queria poder te dizer sem palavras
Eu queria poder te cantar sem canções
Eu queria viver morrendo em sua teia
Seu sangue correndo em minha veia
Seu cheiro morando em meus pulmões
Cada dia que passo sem sua presença
Sou um presidiário cumprindo sentença
Sou um velho diário perdido na areia
Esperando que você me leia
Sou pista vazia esperando aviões

Sou o lamento no canto da sereia
Esperando o naufrágio das embarcações

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s