Trabalhando com Poesia

“… Não sou brasileiro, não sou estrangeiro, não sou brasileiro, não sou estrangeiro… Não sou de nenhum lugar, sou de lugar nenhum… Não sou de São Paulo, não sou japonês, não sou carioca, não sou português, não sou de Brasília, não sou do Brasil, nenhuma pátria me pariu, eu não tô nem aí, eu não tô nem aqui… Não sou brasileiro, não sou estrangeiro, não sou brasileiro, não sou estrangeiro… Não sou de nenhum lugar, sou de lugar nenhum… Não sou de São Paulo, não sou japonês, não sou carioca, não sou português, não sou de Brasília, não sou do Brasil, nenhuma pátria me pariu, eu não tô nem aí, eu não tô nem aqui… Eu não tô nem aí, eu não tô nem aqui… Eu não tô nem aí, eu não tô nem aqui… Eu não tô nem aí, eu não tô nem aqui…” (Titãs – Lugar nenhum – Comp.: Arnaldo Antunes / Tony Bellotto / Marcelo Fromer / Sérgio Britto / Charles Gavin)

“… Teus olhos querem me levar, eu só quero que você me leve, eu ouço as estrelas conspirando contra mim, eu sei que as plantas me vigiam do jardim… As luzes querem me ofuscar, eu só quero que essa luz me cegue, nem cinco minutos guardados, dentro de cada cigarro, não há pára-brisa pra limpar, nem vidros no teu carro… O meu corpo não quer descansar, não há guarda-chuva, não há guarda-chuva, contra o amor… O teu perfume quer me envenenar, minha mente gira como um ventilador… A chama do teu isqueiro quer incendiar a cidade, teus pés vão girando igual aos da porta estandarte… Tanto faz qual é a cor da sua blusa, tanto faz a roupa que você usa, faça calor ou faça frio, é sempre carnaval no Brasil… Eu estou no meio da rua, você está no meio de tudo, o teu relógio quer acelerar, quer apressar os meus passos, não há para-raios contra o que vem de baixo… Tanto faz qual é a cor da sua blusa, tanto faz a roupa que você usa, faça calor ou faça frio, é sempre carnaval no Brasil… Tanto faz qual é a cor da sua blusa, tanto faz a roupa que você usa, faça calor ou faça frio, é sempre carnaval no Brasil…” (Titãs – Nem cinco minutos guardados – Comp.: Sergio Britto/ Marcelo Fromer)

“…A melhor forma de esquecer é dar tempo ao tempo, a melhor forma de curar o vício é no início, a melhor forma de escolher é provar o gosto, a melhor forma de chorar é cobrindo o rosto, evitar as rugas é não olhar no espelho, esvaziar o revólver é puxar o gatilho… A melhor forma de esconder as lágrimas é na escuridão, a melhor forma de enxergar no escuro é com as mãos, as idéias estão no chão, você tropeça e acha a solução, acabar com a dor é tomar um analgésico, matar a saudade é não olhar pra trás… A melhor forma de manter-se jovem é esconder a idade, a melhor forma de fugir é a toda velocidade… As idéias estão no chão, você tropeça e acha a solução… As idéias estão no chão, você tropeça e acha a solução… As idéias estão no chão, você tropeça e acha a solução… As idéias estão no chão, você tropeça e acha a solução…” (Titãs – A melhor forma – Comp.: Branco Mello/ Sérgio Britto/ Paulo Miklos)

“…Você apareceu do nada e você mexeu demais comigo, não quero ser só mais um amigo, você nunca me viu sozinho e você nunca me ouviu chorar, não dá prá imaginar quando é cedo, ou tarde demais, prá dizer adeus, prá dizer jamais… Às vezes fico assim pensando, essa distância é tão ruim, porque você não vem prá mim? Eu já fiquei tão mal sozinho, eu já tentei, eu quis chamar, não dá prá imaginar quando é cedo ou tarde demais, prá dizer adeus, prá dizer jamais… É cedo ou tarde demais, prá dizer adeus, prá dizer jamais… Eu já fiquei tão mal sozinho, eu já tentei, eu quis… Não dá prá imaginar quando… É cedo ou tarde demais, prá dizer adeus, prá dizer jamais… É cedo ou tarde demais, prá dizer adeus, prá dizer jamais… É cedo ou tarde demais…” (Titãs – Prá Dizer Adeus – Comp.: Tony Belotto)

“…Bebida é água! Comida é pasto! Você tem sede de que? Você tem fome de que?… A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte, a gente não quer só comida, a gente quer saída para qualquer parte… A gente não quer só comida, a gente quer bebida, diversão, balé, a gente não quer só comida, a gente quer a vida como a vida quer… Bebida é água! Comida é pasto! Você tem sede de que? Você tem fome de que?… A gente não quer só comer, a gente quer comer e quer fazer amor, a gente não quer só comer, a gente quer prazer prá aliviar a dor… A gente não quer só dinheiro, a gente quer dinheiro e felicidade, a gente não quer só dinheiro, a gente quer inteiro e não pela metade… Bebida é água! Comida é pasto! Você tem sede de que? Você tem fome de que?… A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte, a gente não quer só comida, a gente quer saída para qualquer parte… A gente não quer só comida, a gente quer bebida, diversão, balé, a gente não quer só comida, a gente quer a vida como a vida quer… A gente não quer só comer, a gente quer comer e quer fazer amor, a gente não quer só comer, a gente quer prazer prá aliviar a dor… A gente não quer só dinheiro, a gente quer dinheiro e felicidade, a gente não quer só dinheiro, a gente quer inteiro e não pela metade… Diversão e arte, para qualquer parte, diversão, balé, como a vida quer, desejo, necessidade, vontade, necessidade, desejo, eh! Necessidade, vontade, eh! Necessidade… Desejo, necessidade, vontade, necessidade, desejo, eh! Necessidade, vontade, eh! Necessidade…” (Titãs – Comida – Comp.: Arnaldo Antunes / Marcelo Fromer / Sérgio Britto)

“…Quinze minutos de fama, mais um pros comerciais, quinze minutos de fama, depois descanse em paz… O gênio da última hora, é o idiota do ano seguinte, o último novo-rico, é o mais novo pedinte… A melhor banda de todos os tempos da última semana, o melhor disco brasileiro de música americana, o melhor disco dos últimos anos de sucessos do passado, o maior sucesso de todos os tempos entre os dez maiores fracassos… Não importa contradição, o que importa é televisão, dizem que não há nada que você não se acostume, cala a boca e aumenta o volume então… As músicas mais pedidas, os discos que vendem mais, as novidades antigas nas páginas do jornais… Um idiota em inglês, se é um idiota, é bem menos que nós, um idiota em inglês, é bem melhor do que eu e vocês… A melhor banda de todos os tempos da última semana, o melhor disco brasileiro de música americana, o melhor disco dos últimos anos de sucessos do passado, o maior sucesso de todos os tempos entre os dez maiores fracassos… Não importa contradição, o que importa é televisão, dizem que não há nada que você não se acostume, cala a boca e aumenta o volume então… Os bons meninos de hoje eram os rebeldes da outra estação, o ilustre desconhecido é o novo ídolo do próximo verão… … A melhor banda de todos os tempos da última semana, o melhor disco brasileiro de música americana, o melhor disco dos últimos anos de sucessos do passado, o maior sucesso de todos os tempos entre os dez maiores fracassos…” (Titãs – A Melhor Banda De Todos Os Tempos Da Última Semana – Comp.: Branco Mello / Sérgio Britto)

” Você que é pai, é a criatura mais feliz sobre a face da terra. Levante os braços aos céus e agradeça a Deus a misericórdia que lhe concedeu. Mas lembre-se de que não basta dar aos filhos o sustento e a instrução. Algo existe mais importante que tudo isso: é o exemplo. Dê a seus filhos o exemplo do trabalho, da honestidade, da dignidade em toda a sua vida.” (Minutos de Sabedoria Pg. 172)

Bom dia pessoal,

E lá se vem mais um final de semana e com ele a nossa esperança de dias melhores. Amanhã é dia do Clã dos Vinagre Nascimento reverenciar Seo Emílio, pelos seus 65 anos, dia de bagunça dos netos, dia de cantoria, enfim, dia de reunir a família.

Não se culpe pelos dissabores! Eles sempre acontecerão, independente de sua vontade. É inevitável enfrentá-los, porém, manter a cabeça erguida e o seu foco nos objetivos de vida que você traçou é disciplina indispensável para transpor a eles com altivez e soberania. Pense nisso!

Os parabéns de hoje vão para os aniversariantes Sergio Carneiro, Josias Gomes, Bruno Mutary, Edjane Brazílio, Fábio Adorno, Maria do Socorro, Nervaldo e Sara Franco. Paz, saúde e muitas felicidades a cada um (a) deles (as). Feliz Aniversário.

Os desejos de pronto restabelecimento a Beatriz e a transmissão de vibrações positivas a sua família, principalmente a minha amiga Rossana Glícia. Saúde e muita luz.

Em 14 de Outubro de 1705 A Batalha de Friedlingen tem lugar a 14 de outubro de 1702. Claude Villars comanda um exército de 20 mil homens, tendo por missão reforçar a posição da França na Suábia. As tropas do Santo Império, comandadas por Luis-Guilherme I, se interpõem a fim de impedir que o exército francês alcance a Bavária. Superiores em número, os franceses infligem pesadas perdas ao exército imperial, mas não conseguem chegar à Bavária.

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticia/HOJE+NA+HISTORIA+1705++BARCELONA+E+INVADIDA+NA+GUERRA+DA+SUCESSAO+ESPANHOLA_15781.shtml

Em 14 de Outubro de 1835 Inaugurado o serviço de barcas Rio de Janeiro-Niterói.

Em 14 de Outubro de 1947 Chuck Yeager, piloto americano, ultrapassa a barreira do som. Durante anos, muitos aviadores acreditaram que o homem não estava em condições de voar acima da velocidade do som. Tudo mudou, a 14 de Outubro de 1947, quando Yeager pilotou o Bell “X-1”, o avião-foguetão, conhecido com o sobrenome de “Glennis, o Fascinador”, por cima do Lago Seco Rogers (na Califórnia do Sul).

O “X-1” foi levado a uma altitude de 25 000 pés por um avião B-29 e, ali mesmo, impulsionado com foguetes e ultrapassando os mil quilómetros por hora, conseguiu voar rompendo a barreira do som a essa altitude. O avião foi concebido com um novo tipo de motor foguetão e uma fuselagem aerodinâmica para reduzir as turbulências. Em 1953, Yeager voou a 1.650 milhas por hora num avião foguetão “X-1 A”.

Em 14 de Outubro de 1954 Morre Edgard Roquette-Pinto, educador e antropólogo brasileiro, pioneiro da radiofonia no Brasil e membro da ABL.

Em 14 de Outubro de 1962 começou a denominada Crise dos Mísseis, um ponto de confronto entre as duas grandes potências – Estados Unidos e União Soviética – que, se não tivesse sido solucionada, poderia ter fustigado a Humanidade com uma perigosa guerra atómica.

O conflito surgiu quando os Estados Unidos descobriram bases de mísseis soviéticos em território cubano, e o desentendimento só acabou quando foi anunciado o desmantelamento e a devolução do armamento à URSS, a 28 de Outubro desse mesmo ano.

Também foi um momento crucial para a Presidência de Kennedy. A 22 de Outubro, o Presidente dirigiu-se à nação americana com uma mensagem televisiva em que deixou bem claro que ia colocar a ilha caribenha em quarentena e que tinha sido implantado um cerco em seu redor. Por fim, o Presidente americano chegou a um acordo com Jruschov, o dirigente russo: todo o material bélico russo seria retirado na condição das forças americanas não liderarem nem apoiarem qualquer invasão na Antilla.

Em 14 de Outubro de 1964 o pastor Martin Luther King recebeu o Prémio Nobel da Paz.

A sua maior missão foi a luta pelos direitos fundamentais dos afro-americanos e o seu principal objetivo foi acabar com a segregação racial através de manifestações pacíficas.

Apesar dos seus esforços para manter a igualdade racial, ao longo da sua vida, recebeu várias ameaças de morte e esteve preso em diversas ocasiões até ter sido assassinado em 1968.

http://www.jblog.com.br/hojenahistoria.php?itemid=28359

Em 14 de Outubro de 1976 A Academia Brasileira de Letras (ABL) aprova por unanimidade a emenda do escritor Osvaldo Orico, que altera o artigo 17 do regimento interno da casa e permite às mulheres o ingresso na instituição.

Em 14 de outubro de 1994 Confirmando as expectativas da época, o prêmio Nobel da Paz de 1994 foi concedido aos arquitetos da paz no Oriente Médio Yitzhak Rabin, primeiro-ministro de Israel, Shimon Perez, chanceler do mesmo país e Yasser Arafat, líder da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) e presidente do governo autônomo de Gaza e Jericó. Em setembro de 1993, eles concretizaram um acordo histórico que acabou com a guerra não declarada entre israelenses e palestinos, que durava desde 1948. Em 93 anos de existência do prêmio, foi a primeira vez que ele foi dividido entre mais de duas pessoas.

http://historica.com.br/hoje-na-historia/14-de-outubro-de-1994-arafat-rabin-e-peres-ganham-o-nobel-da-paz

http://www.jblog.com.br/hojenahistoria.php?itemid=16465

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2011/10/14/trabalhando-com-poesia-371/

Abraços nos amigos, beijos nos filhos e nas amigas, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma sexta feira abençoada por Deus e que, a energia positiva que circunda o universo a nossa volta e o Alá de Oxalá nos conceda paz e harmonia sempre.

Ótimo final de semana e até segunda feira a todos (as) nós.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=1139376304
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

Pedes a Deus Quanto a ti te Quitas
QUE COM OS SEUS EXCESSOS ACELERAM A DOENÇA E A VELHICE

Francisco Quevedo, in ‘Antologia Poética’
Tradução de José Bento

Que os anos sobre ti voem bem leves,
pedes a Deus; e que o rosto as pegadas
deles não sinta, e às grenhas bem penteadas
não transmita a velhice suas neves.
Isto lhe pedes, e bêbedo bebes
as vindimas em taças coroadas;
e pra teu ventre todas as manadas
que Apúlia pastam são bocados breves. .
Pedes a Deus quanto a ti te quitas;
a enfermidade e a velhice tragas
e estar isento delas solicitas.
Mas em rugosa pele dívidas pagas
das grandes bebedeiras que vomitas,
e na saúde que, comilão, estragas.

Os Enganos do Viver
REPETE A FRAGILIDADE DA VIDA E APONTA OS SEUS ENGANOS E OS SEUS INIMIGOS

Francisco Quevedo, in ‘Antologia Poética’
Tradução de José Bento

Que outra verdade hav’rá senão pobreza
nesta vida tão frágil, leviana?
Os dois embustes são da vida humana,
no berço começando, honra e riqueza.
O tempo, que não volta nem tropeça,
em horas fugitivas só a engana;
em errado ansiar, sempre tirana,
Fortuna faz cansar sua fraqueza.
Vive morte calada e divertida
a própria vida; a saúde é guerra
por seu próprio alimento combatida.
Oh, quanto, distraído, o homem erra:
que em terra teme ver tombar a vida
e não vê que, ao viver, caiu por terra!

A Brevidade da Vida
MANIFESTA-SE A PRÓPRIA BREVIDADE DA VIDA, SEM PENSAR E COM PADECER, ASSALTADA PELA MORTE

Francisco Quevedo, in ‘Antologia Poética’
Tradução de José Bento

Foi sonho ontem: será amanhã terra;
pouco antes, nada; pouco depois, fumo;
e destino ambições, até presumo
nem um momento o cerco que me encerra.
Breve combate de importuna guerra,
p’ra defender-me, sou perigo sumo;
quando com minhas armas me consumo,
menos me hospeda o corpo, que me enterra.
Foi-se o ontem; amanhã é esperado;
hoie passa, e é, e foi com movimento
que me conduz à morte despenhado.
Enxadas são a hora e o momento;
pagas por minha pena e meu cuidado,
cavam em meu viver meu monumento.

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s