Trabalhando com Poesia

“… Tem dias que a gente se sente como quem partiu ou morreu, a gente estancou de repente ou foi o mundo então que cresceu… A gente quer ter voz ativa, no nosso destino mandar, mas eis que chega a roda viva e carrega o destino prá lá … Roda mundo, roda gigante, roda moinho, roda pião, o tempo rodou num instante nas voltas do meu coração… A gente vai contra a corrente até não poder resistir, na volta do barco é que sente o quanto deixou de cumprir, faz tempo que a gente cultiva a mais linda roseira que há, mas eis que chega a roda viva e carrega a roseira prá lá… Roda mundo, roda gigante, roda moinho, roda pião, o tempo rodou num instante nas voltas do meu coração… A roda da saia mulata, não quer mais rodar não senhor, não posso fazer serenata, a roda de samba acabou… A gente toma a iniciativa, viola na rua a cantar, mas eis que chega a roda viva e carrega a viola prá lá… Roda mundo, roda gigante, roda moinho, roda pião, o tempo rodou num instante nas voltas do meu coração… O samba, a viola, a roseira, que um dia a fogueira queimou, foi tudo ilusão passageira, que a brisa primeira levou… No peito a saudade cativa, faz força pro tempo parar, mas eis que chega a roda viva e carrega a saudade prá lá … Roda mundo, roda gigante, roda moinho, roda pião, o tempo rodou num instante nas voltas do meu coração… Roda mundo, roda gigante, roda moinho, roda pião, o tempo rodou num instante nas voltas do meu coração… Roda mundo, roda gigante, roda moinho, roda pião, o tempo rodou num instante nas voltas do meu coração… Roda mundo, roda gigante, roda moinho, roda pião, o tempo rodou num instante nas voltas do meu coração…” (Chico Buarque – Roda Viva – Comp.: Chico Buarque)

“… Meu caro amigo me perdoe, por favor, se eu não lhe faço uma visita, mas como agora apareceu um portador, mando notícias nessa fita, aqui na terra tão jogando futebol, tem muito samba, muito choro e rock’n roll, uns dias chove, noutros dias bate sol, mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta. Muita mutreta pra levar a situação, que a gente vai levando de teimoso e de pirraça e a gente vai tomando e também sem a cachaça, ninguém segura esse rojão… Meu caro amigo eu não pretendo provocar, nem atiçar suas saudades, mas acontece que não posso me furtar a lhe contar as novidades, aqui na terra tão jogando futebol, tem muito samba, muito choro e rock’n roll, uns dias chove, noutros dias bate sol, mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta. É pirueta pra cavar o ganha-pão, que a gente vai cavando só de birra, só de sarro e a gente vai fumando que, também, sem um cigarro, ninguém segura esse rojão… Meu caro amigo eu quis até telefonar, mas a tarifa não tem graça, eu ando aflito pra fazer você ficar a par de tudo que se passa, aqui na terra tão jogando futebol, tem muito samba, muito choro e rock’n roll, uns dias chove, noutros dias bate sol, mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta. Muita careta pra engolir a transação e a gente tá engolindo cada sapo no caminho e a gente vai se amando que, também, sem um carinho, ninguém segura esse rojão… Meu caro amigo eu bem queria lhe escrever, mas o correio andou arisco, se me permitem, vou tentar lhe remeter notícias frescas nesse disco, aqui na terra tão jogando futebol, tem muito samba, muito choro e rock’n roll, uns dias chove, noutros dias bate sol, mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta. A Marieta manda um beijo para os seus, um beijo na família, na Cecília e nas crianças, o Francis aproveita pra também mandar lembranças a todo o pessoal, adeus…” (Chico Buarque – Meu Caro Amigo – Comp.: Chico Buarque / Francis Hime)

“…Um dia, ele chegou tão diferente do seu jeito de sempre chegar, olhou-a de um jeito muito mais quente do que sempre costumava olhar e não maldisse a vida tanto quanto era seu jeito de sempre falar e nem deixou-a só num canto, pra seu grande espanto, convidou-a pra rodar e então ela se fez bonita como há muito tempo não queria ousar, com seu vestido decotado cheirando a guardado de tanto esperar, depois os dois deram-se os braços como há muito tempo não se usava dar e cheios de ternura e graça, foram para a praça e começaram a se abraçar e ali dançaram tanta dança que a vizinhança toda despertou e foi tanta felicidade que toda cidade se iluminou e foram tantos beijos loucos, tantos gritos roucos como não se ouvia mais, que o mundo compreendeu e o dia amanheceu em paz…” (Chico Buarque – Valsinha – Comp.: Chico Buarque / Vinícius de Morais)

“… Oh, musa do meu fado, oh, minha mãe gentil, te deixo consternado no primeiro abril, mas não sê tão ingrata, não esquece quem te amou e em tua densa mata se perdeu e se encontrou, ai, esta terra ainda vai cumprir seu ideal, ainda vai tornar-se um imenso Portugal… “Sabe, no fundo eu sou um sentimental, todos nós herdamos no sangue lusitano uma boa dosagem de lirismo ( além da sífilis, é claro), mesmo quando as minhas mãos estão ocupadas em torturar, esganar, trucidar, meu coração fecha os olhos e sinceramente chora…” Com avencas na caatinga, alecrins no canavial, licores na moringa, um vinho tropical e a linda mulata, com rendas do além Tejo, de quem numa bravata arrebata um beijo, ai, esta terra ainda vai cumprir seu ideal, ainda vai tornar-se um imenso Portugal… “Meu coração tem um sereno jeito e as minhas mãos o golpe duro e presto, de tal maneira que, depois de feito, desencontrado, eu mesmo me contesto, se trago as mãos distantes do meu peito, é que há distância entre intenção e gesto e se o meu coração nas mãos estreito, me assombra a súbita impressão de incesto, quando me encontro no calor da luta ostento a aguda empunhadura à proa, mas meu peito se desabotoa e se a sentença se anuncia bruta, mais que depressa a mão cega executa, pois que senão o coração perdoa”… Guitarras e sanfonas, jasmins, coqueiros, fontes, sardinhas, mandioca, num suave azulejo e o rio Amazonas, que corre Trás os Montes e numa pororoca deságua no Tejo, ai, esta terra ainda vai cumprir seu ideal, ainda vai tornar-se um império colonial, ai, esta terra ainda vai cumprir seu ideal, ainda vai tornar-se um império colonial…” (Chico Buarque – Fado Tropical – Comp.: Chico Buarque/ Ruy Guerra)

“Seja perseverante nas boas obras. Nada conseguiremos na vida sem perseverança. Para aprender piano, há necessidade de horas seguidas de estudo diário. O que é o estudo para o pianista, é a perseverança para qualquer outra atividade. Não se deixe arrastar pelo esmorecimento. Reaja com todas as forças que encontrar em seu coração, e terá a beleza da vida em redor de si mesmo.” (Minutos de Sabedoria – Página 238)

Bom dia pessoal,

O Município de Lauro de Freitas foi contemplado com recursos para a construção de 4 creches no município. Os convênios foram assinados pela Prefeita Moema Gramacho, ontem a tarde, durante o lançamento do Programa Brasil Carinhoso, pela Presidenta Dilma Roussef. Confira o informe contido no Blog do Ministério da educação:

Prefeitos assinam termo para a construção de 1,5 mil creches no país

Prefeitos de cidades das 27 unidades da Federação assinam nesta segunda-feira, 14, em Brasília, termos de compromisso com o Ministério da Educação para a construção de 1.512 unidades de creches e pré-escolas. A iniciativa faz parte da ação Brasil Carinhoso, lançada nesta segunda-feira, 14, pela presidenta da República, Dilma Rousseff, em cerimônia no Palácio do Planalto, com a presença dos ministros da Educação, Aloizio Mercadante; do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello; e da Saúde, Alexandre Padilha.

Essas medidas integram programa do governo federal, lançado em 2007, que presta assistência financeira suplementar ao Distrito Federal e aos municípios que assinaram o termo de adesão ao plano de metas Compromisso Todos pela Educação e elaboraram o Plano de Ações Articuladas (PAR). O objetivo é expandir o número de creches e pré-escolas no país. Os recursos destinam-se à construção e aquisição de equipamentos e mobiliário para as unidades de educação infantil.

Até 2010, foram firmados convênios com os municípios e o DF para a construção de 2.543 unidades. Em 2011, com a segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2), a meta passou a ser o financiamento, até 2014, de 6 mil escolas de educação infantil distribuídas em municípios das cinco regiões do país.

Na execução do programa, o governo federal libera os recursos de forma progressiva — 30% no momento da licitação, mais 50% no início da obra. Quando 80% das obras estão concluídas, são destinadas verbas para a aquisição do mobiliário escolar. À prefeitura cabe oferecer o terreno. Para uma escola que atenda 240 crianças, o terreno deve ter dimensão mínima de 40 por 70 metros quadrados; para atender 120 crianças, as medidas devem ser de 45 por 35 metros quadrados. A transferência de recursos para a execução de projeto aprovado no âmbito do PAC 2 ocorre por meio de termo de compromisso assinado pelos prefeitos.

Projetos arquitetônicos — As escolas construídas ou reformadas devem garantir condições de acessibilidade, com adequações que permitam o acesso e pleno atendimento a crianças com deficiência. Entre os itens indispensáveis estão a sinalização de entradas e saídas de todos os ambientes escolares, de acordo com orientações da Norma NBR 9050 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

O governo federal oferece dois tipos de projetos arquitetônicos para a construção das creches. O tipo B é o de uma escola com capacidade de atendimento a 240 crianças com até cinco anos de idade, em dois turnos, ou 120 crianças, em turno integral. Compreende oito salas pedagógicas, sala de informática, secretaria, pátio coberto, cozinha, refeitório, sanitário e fraldário, entre outros ambientes, todos adaptados para pessoas com deficiência.

O projeto tipo C tem capacidade para atender 120 crianças, em dois turnos, ou 60, em turno integral. São quatro salas pedagógicas. Os demais espaços são iguais aos do modelo do tipo B.

Prazos — A partir da assinatura do termo de compromisso, as prefeituras têm levado em média seis meses para licitar a obra e mais dois anos para construir. Disposto a garantir prazos menores, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), em parceria com o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) e o Instituto Falcão Bauer da Qualidade, pretende realizar licitações para registro nacional de preços.

Com a racionalização dos processos construtivos e a inovação no uso de materiais e componentes, espera-se construir uma creche em até seis meses. Assim estados, Distrito Federal e municípios estariam dispensados de promover licitações e haveria mais controle de qualidade.

Assessoria de Comunicação Social

Confira os municípios contemplados com a construção de creches

Os parabéns de hoje para os (as) amigos (as) Adauto Farias, Ana Porto, Carlos Eduardo, Carol Souza, Cintia Almeida, Dejanete Sacramento, Elaine Nobre, Joangela Costa, Niel Santos, Renata Burity, Sandra Golin, Sirlane Fonseca e Wil Carvalho. Paz, Saúde e muitas felicidades a todos (as), hoje e sempre.

Está disponível desde a tarde de segunda feira (14/05), o acesso ao cartão de informação dos candidatos (as) ao Concurso Público, realizado pela Prefeitura de Lauro de Freitas, destinado à ocupação dos cargos de Nível Médio e Fundamental.

O certame que fora suspenso, em função de problemas com a antiga empresa organizadora, passou a ser organizado pela Universidade do Estado da Bahia, em Convênio com a Prefeitura de Lauro de Freitas.

A data da prova será a seguinte:

CARGO DE NÌVEL MÉDIO E FUNDAMENTAL: 20/5/2012
Turno: Vespertino
12h30min: Abertura dos Portões
13h30min: Fechamento dos Portões
Duração da Prova: 4 horas

Confira AQUI o seu local de Prova:

http://www.selecao.uneb.br/laurodefreitas/consultaLocalProvaMedio.php

Lista de candidatos (as) de A-F


Lista de candidatos (as) de G-M

Lista de candidatos (as) de N-Z

Confira ainda:

* Edital da UNEB referente ao Concurso

* Edital de convocação das provas

Relação de Inscrições deferidas

Gabaritos das provas, feitas no dia 06 de Maio de 2012, para cargos de Nível Superior – Clique na opção desejada para Visualização

Profissionais da Área de Educação

Outros Profissionais de Nível Superior

Profissionais da Área de Saúde – REPUBLICAÇÃO POR INCORREÇÃO DE EDITORAÇÃO DO GABARITO DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA, 08/05/2012.

Confira as notícias do dia de hoje no meu Diário de Notícias:

http://paper.li/a_vinagre/1326026431

Hoje na História – 15 de Maio

Em 15 de maio de 1891, foi publicada a encíclica Rerum Novarum, de Leão XIII, que define a doutrina social da Igreja Católica. O Papa defendia direitos dos trabalhadores e definia o trabalho como a atividade destinada a prover às necessidades de sua conservação. Outro princípio importante era o direito à propriedade privada.

Em 15 de maio de 1922 Lançada a Klaxon, revista mensal de arte moderna, editada em São Paulo.

Em 15 de maio de 1949 Primeiro-ministro Robert Peel revoga Lei dos Cereais no Reino Unido

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/21831/hoje+na+historia+1949+-+primeiro-ministro+robert+peel+revoga+lei+dos+cereais+no+reino+unido.shtml

Em 15 de maio de 1957 O governo britânico anuncia a explosão de uma bomba nuclear na área de testes da ilha Christmas, no Pacífico.

Em 15 de maio de 1958 URSS lança o satélite artificial Sputnik III, de 1.327kg.

Em 15 de maio de 1960 URSS anuncia o lançamento de um satélite com uma cabina para astronautas.

Em 15 de maio de 1964 EUA suspendem o uso de aviões F-105, devido aos acidentes que vinham ocorrendo com estes aparelhos.

Em 15 de maio de 1965 Brasil decide enviar tropas à República Dominicana.

Em 15 de maio de 1966 Morre em Itajubá MG, aos 98 anos, o ex-presidente Venceslau Brás.

Em 15 de maio de 1975 Governo encaminha ao Congresso projeto de lei para a criação da Portobrás.

Em 15 de maio de 1980 O Comitê Olímpico da Alemanha Ocidental decide não participar dos Jogos de Moscou, elevando para 44 o número de países que aderiram ao boicote.

Em 15 de maio de 1992 Edith Cresson torna-se a primeira mulher a ocupar o cargo de primeira-ministra na França, em substituição a Michel Rocard

Em 15 de maio de 1994 O genocídio em Ruanda deixou 800 mil mortos em apenas 100 dias. Soldados e milicianos da temida Coalizão para a Defesa da República, além de civis da etnia hutu, mataram a população da etnia tutsi e hutus moderados.


http://www.jblog.com.br/hojenahistoria.php?itemid=12816

Em 15 de maio de 1995 D. Lucas Moreira Neves é eleito presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Em 15 de maio de 1996 Após cinco anos de luta judicial, Sandra Regina Machado é reconhecida como filha de Pelé.

Em 15 de maio de 1996 Legistas identificam a ossada de uma militante do PC do B morta na região do Araguaia em 1972.

Em 15 de maio de 1998 – Morre Frank Sinatra, cantor e ator norte-americano.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Frank_Sinatra

Em 15 de maio de 2001 Japão anuncia gravidez da princesa Masako, casada havia oito anos com o príncipe-herdeiro Naroíto.

Em 15 de maio de 2001 Morre em Salvador o político Juraci Magalhães.

Outros fatos do dia 15 de maio

1536 – Ana Bolena, segunda esposa de Henrique VIII de Inglaterra, é considerada culpada de adultério, traição e incesto pelo Parlamento inglês.

1544 – Chega a Lima o primeiro vice-rei do Peru, Blasco Núñez de Vera, nomeado por Carlos I para restabelecer a ordem naquelas terras.

1756 – Inicia-se a Guerra dos Sete Anos.

1859 – Nasce Pierre Curie, cientista francês, prêmio Nobel de Física 1903.

1879 – É inaugurado em Paris o Congresso Internacional de Estudos do Canal Interoceânico, para discutir se o traçado projetado deveria atravessar o istmo do Panamá ou o território da Nicarágua.

1882 – Tratado feito entre Brasil e Bolívia para a construção da ferrovia Madeira-Mamoré.

1891 – Publicação da encíclica Rerum Novarum, de Leão XIII, que define a doutrina social da Igreja Católica.

1906 – O espanhol Manuel Magariño Castaños funda El Diario Español de Montevidéu, que atualmente é o jornal mais antigo da imprensa espanhola na América Ibérica.

1916 – Ocupação militar norte-americana da República Dominicana e do Haiti, que marcou a hegemonia dos Estados Unidos no Caribe.

1918 – Inauguração do correio aéreo entre Washington e Nova York.

1931 – Pio XI publica a encíclica “Quadragésimo Anno”, na qual denuncia a injustiça social.

1942 – Um forte terremoto em Guayaquil (Equador) causa a morte de centenas de pessoas.

1955 – O Tratado de Estado põe fim à ocupação da Áustria pelas quatro potências aliadas e, em troca de sua neutralidade, restabelece a sua plena soberania.

1957 – O Reino Unido realiza sua primeira experiência com uma bomba “H” na Ilha da Páscoa.

1963 – O major norte-americano Gordon Cooper dá 22 voltas na Terra a bordo da nave espacial “Faith VII”.

1971 – É implantado o Estado de guerra no Uruguai.

1974 – O general António de Spínola é nomeado presidente da república portuguesa pela Junta de Salvação Nacional.

1981 – François Mitterrand é proclamado presidente da República francesa pelo Congresso.

1984 – Costa Rica e Nicarágua firmam um acordo para reduzir as tensões na fronteira em uma reunião patrocinada pelo Grupo de Contadora.

1986 – Edén Pastora, o “Comandante 0”, abandona a luta armada contra o sandinismo e pede refúgio na Costa Rica.

1992 – O presidente da África do Sul, Frederik de Klerk, e o líder do Congresso Nacional Africano, Nelson Mandela, são agraciados com o Prêmio Príncipe de Austúrias de Cooperação Internacional.

1993 – Morre William Randolph Hearst, último integrante de um império jornalístico americano.

1994 – Abjasia consegue a independência através de um acordo de paz com a ex-república soviética da Geórgia.

2001 – Uma mulher colombiana morre ao acionar um colar com explosivos dado pelos guerrilheiros das FARC.

2001 – Aniversario de 53 anos da “Nakba”, dia do “desastre nacional” palestino, que deixou cinco mortos e 170 feridos.

Nasceram neste dia…

1906 – Humberto Delgado, militar e ativista político português (m. 1965).

1937 – Madeleine Albright, política norte-americana.

1982 – Jessica Sutta, cantora e dançarina do grupo Pussycat Dolls.

Morreram neste dia…

1174 – Nur ad-Din da Síria, (n. 1118)

1935 – Kazimir Malevich artista polaco-ucraniano (n. 1878).

Vejam a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”, que ultrapassou a marca das 49 mil visitas. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique. Obrigado a cada um (a) de vocês por esta caminhada feliz!

https://oipa2.wordpress.com/2012/05/15/trabalhando-com-poesia-439/

Abraços nos amigos, beijos nos filhos e nas amigas, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Terça feira abençoada por Deus, repleta da energia positiva que circunda o universo a nossa volta e que nos traga muita paz, lucidez, sabedoria e muita saúde.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=1139376304
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

SAFENA – Elisa Lucinda

Sabe o que é um coração
amar ao máximo de seu sangue?
Bater até o auge de seu baticum?
Não, você não sabe de jeito nenhum.
Agora chega.
Reforma no meu peito!
Pedreiros, pintores, raspadores de mágoas
aproximem-se!
Rolos, rolas, tinta, tijolo
comecem a obra!
Por favor, mestre de Horas
Tempo, meu fiel carpinteiro
comece você primeiro passando verniz nos móveis
e vamos tudo de novo do novo começo.
Iansã, Oxum, Afrodite, Vênus e Nossa Senhora
apertem os cintos
Adeus ao sinto muito do meu jeito
Pitos ventres pernas
aticem as velas
que lá vou de novo na solteirice
exposta ao mar da mulatice
à honra das novas uniões
Vassouras, rodos, águas, flanelas e cercas
Protejam as beiras
lustrem as superfícies
aspirem os tapetes
Vai começar o banquete
de amar de novo
Gatos, heróis, artistas, príncipes e foliões
Façam todos suas inscrições.
Sim. Vestirei vermelho carmim escarlate
O homem que hoje me amar
Encontrará outro lá dentro.
Pois que o mate.

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s