Trabalhando com Poesia

“… Eu tô fazendo saber, vou saber fazer, tudo de que eu sou a fins… Logo eu que cri que não crer era o vero crer, hoje oro sobre patins, sampa na Boca do Rio, o meu projeto Brasil perigas perder você, mas, mesmo na deprê, chama-se um Gilberto Gil… Bode não dá pra entender, torno a repetir, transcende o marco dois mil, barco desvela esse mar, delta desvenda esse ar… Não me digam que eu estou louco, é só um jeito de corpo, não precisa ninguém me acompanhar… Eu sou Renato Aragão, santo trapalhão, eu sou Muçum, sou Dedé, sou Zacarias, carinho, pássaro no ninho, qual tu me vê na tevê… Falta aprender a mentir, entro até numas por ti, minha identificação, registro geral, carece de revisão… Cara, careta, dedão, isso não é legal em frase de transição… Sou celacanto do mar, adolescendo solar, não pensem que é um papo torto, é só um jeito de corpo, não precisa ninguém me acompanhar…” (Caetano Veloso – Jeito de Corpo– Comp.: Caetano Veloso)

“… Enquanto os homens exercem seus podres poderes, motos e fuscas avançam os sinais vermelhos e perdem os verdes, somos uns boçais… Queria querer gritar setecentas mil vezes: Como são lindos, como são lindos os burgueses e os japoneses, mas tudo é muito mais… Será que nunca faremos, senão confirmar, a incompetência da América católica, que sempre precisará de ridículos tiranos… Será, será, que será? que será, que será? Será que esta minha estúpida retórica, terá que soar, terá que se ouvir por mais zil anos… Enquanto os homens exercem seus podres poderes, índios e padres e bichas, negros e mulheres e adolescentes fazem o carnaval… Queria querer cantar afinado com eles, silenciar em respeito ao seu transe num êxtase, ser indecente, mas tudo é muito mau… Ou então cada paisano e cada capataz, com sua burrice fará jorrar sangue demais, nos pantanais, nas cidades, caatingas e nos gerais… Será que apenas os hermetismos pascoais e os tons, os mil tons, seus sons e seus dons geniais, nos salvam, nos salvarão dessas trevas e nada mais… Enquanto os homens exercem seus podres poderes, morrer e matar de fome, de raiva e de sede, são tantas vezes, gestos naturais… Eu quero aproximar o meu cantar vagabundo, daqueles que velam pela alegria do mundo, indo e mais fundo, tins e bens e tais… Será que nunca faremos, senão confirmar, a incompetência da América católica, que sempre precisará de ridículos tiranos… Será, será, que será? que será, que será? Será que esta minha estúpida retórica, terá que soar, terá que se ouvir por mais zil anos… Ou então cada paisano e cada capataz, com sua burrice fará jorrar sangue demais, nos pantanais, nas cidades, caatingas e nos gerais… Será que apenas os hermetismos pascoais e os tons, os mil tons, seus sons e seus dons geniais, nos salvam, nos salvarão dessas trevas e nada mais… Enquanto os homens exercem seus podres poderes, morrer e matar de fome, de raiva e de sede, são tantas vezes, gestos naturais… Eu quero aproximar o meu cantar vagabundo, daqueles que velam pela alegria do mundo, indo e mais fundo, tins e bens e tais… Indo mais fundo, tins e bens e tais… Indo mais fundo, tins e bens e tais…” (Caetano Veloso – Podres Poderes – Comp.: Caetano Veloso)

“…Nada dessa cica de palavra triste em mim na boca, travo, trava mãe e papai, alma buena, dicha louca, neca desse sono, de nunca jamais nem never more, sim, dizer que sim, pra Cilu, pra Dedé, pra Dadi e Dó, crista do desejo o destino deslinda-se em beleza: Outras palavras… Outras palavras… Outras palavras… Outras palavras… Tudo seu azul, tudo céu, tudo azul e furta-cor, tudo meu amor, tudo mel, tudo amor e ouro e sol, na televisão, na palavra, no átimo, no chão, quero essa mulher, solamente pra mim, mais, muito mais, rima, pra que faz tanto, mas tudo dor, amor e gozo: Outras palavras… Outras palavras… Outras palavras… Outras palavras… Nem vem que não tem, vem que tem coração, tamanho trem, como na palavra, palavra, a palavra estou em mim e, fora de mim, quando você parece que não dá, você diz que diz, em silêncio o que eu não desejo ouvir, tem me feito muito infeliz, mas, agora minha filha: Outras palavras… Outras palavras… Outras palavras… Outras palavras… Quase João, Gil, Ben, muito bem mas barroco como eu, cérebro, máquina, palavras, sentidos, corações, hiperestesia, Buarque, voilá, tu sais de cor, tinjo-me romântico, mas, sou vadio computador, só que sofri tanto que grita, porém, daqui pra a frente: Outras palavras… Outras palavras… Outras palavras… Outras palavras… Parafins, gatins, alphaluz, sexonhei da guerrapaz, ouraxé, palávoras, driz, okê, cris, espacial, projeitinho, imanso, ciumortevida, vivavid, lambetelho, frúturo, orgasmaravalha-me logun, homenina nel paraís de felicidadania: Outras palavras… Outras palavras… Outras palavras… Outras palavras…” (Caetano Veloso – Outras Palavras – Comp.: Caetano Veloso)

“… Quem é ateu e viu milagres como eu, sabe que os deuses sem Deus, não cessam de brotar, nem cansam de esperar e, o coração, que é soberano e que é senhor, não cabe na escravidão, não cabe no seu não, não cabe em si, de tanto sim, é pura dança e sexo e glória e, paira para além da história… Ojuobá ia lá e via, Ojuobahia… Xangô manda chamar, Obatalá guia, mamãe Oxum chora, lagrimalegria, pétalas de Iemanjá, Iansã-Oiá ia, Ojuobá ia lá e via, Ojuobahia… Obá, é no xaréu, que brilha a prata luz do céu e, o povo negro entendeu, que o grande vencedor se ergue além da dor, tudo chegou sobrevivente num navio, quem descobriu o Brasil? Foi o negro que viu, a crueldade bem de frente e, ainda produziu milagres de fé, no extremo ocidente… . Ojuobá ia lá e via, Ojuobahia… Xangô manda chamar, Obatalá guia, mamãe Oxum chora, lagrimalegria, pétalas de Iemanjá, Iansã-Oiá ia, Ojuobá ia lá e via, Ojuobahia… Obá, . Ojuobá ia lá e via, Ojuobahia… Xangô manda chamar, Obatalá guia, mamãe Oxum chora, lagrimalegria, pétalas de Iemanjá, Iansã-Oiá ia, Ojuobá ia lá e via, Ojuobahia… . Ojuobá ia lá e via, Ojuobahia… Xangô manda chamar, Obatalá guia, mamãe Oxum chora, lagrimalegria, pétalas de Iemanjá, Iansã-Oiá ia, Ojuobá ia lá e via, Ojuobahia… Obá, Quem é ateu…” (Caetano Veloso– Milagres do Povo – Comp.: Caetano Veloso)

É evidente que, ao optarmos por um artista do porte de Caetano Veloso, seria pretensão esgotar sua obra em uma semana, mesmo que com quatro musicas diárias. Sendo assim, deixo a seleção de vídeos abaixo, com algumas de suas melhores músicas. Espero que tenham gostado.

“Evite o álcool. Se pode ser remédio, quando usado em pequenas doses, traz malefícios incalculáveis, se nos leva ao abuso. Pare enquanto é tempo. Construa em sua mente a sua própria imagem livre de beber, e repita muitas vezes ao dia, seguidamente: nada me vencerá! Sou forte e vencerei todos os meus vícios! Não diga: “não quero mais beber”! Diga antes: não gosto mais de bebida!” (Minutos de Sabedoria – Página 259)

Bom dia pessoal,

Mais um final de semana chegando e com ele a nossa habitual expectativa de dias de paz e tranquilidade junto aos nossos amigos e familiares. Desejo que tenham um excelente final de semana.

Os parabéns de hoje para os (as) amigos (as) José Wagner Cerqueira, Andrea Mendonça, Rute Carvalhal, Elpídio Lima, Janaina Bastos, Jossivaldo Santos, Semente e Jaqueline Amorim. Paz, Saúde e muitas felicidades a todos (as), hoje e sempre.

Lembrando que a UNEB convocou, na última segunda feira (11), os candidatos aos cargos de Salva Vida e Guarda Municipal para a prova de aptidão física, conforme previsto em Edital.

Confira AQUI os detalhes da convocação:

Fonte: http://www.selecao.uneb.br/laurodefreitas/

Confira as notícias do dia de hoje no meu Diário de Notícias:

http://paper.li/a_vinagre/1326026431

Hoje na História 15 de Junho.

Em 15 de Junho de 1215 Após a revolta dos nobres ingleses adversários, o Rei João de Inglaterra aceita pôr o selo na Carta Magna. O rei João, tendo realizado uma série de abusos contra os direitos dos seus próprios nobres, encontra-se com uma corte unida contra si.

Os nobres apresentaram-lhe um documento que essencialmente foi um tratado de paz entre todos. A Carta Magna não só garantia os privilégios feudais dos aristocratas e prometia manter as leis do reino, mas também exigia um tratamento justo e igualitário dos nobres em casos legais, uma transgressão verdadeira da autoridade real tradicional.

Pela primeira vez, um documento estipulava que ninguém, nem rei nem súbditos, estavam acima da lei. O Rei João revogou a Carta Magna nove meses mais tarde mas morreu pouco depois e foi sucedido pelo seu filho de 9 anos, Henry III.

Os nobres reviram o texto e emitiram-no novamente. Embora nenhuma das suas disposições se encontre em vigor, a Carta Magna foi um documento político pioneiro na fundação da democracia britânica moderna.

Em 15 de Junho de 1919 Os britânicos Arthur Witten Brown e John William Alcock completam o primeiro voo, sem escalas, de um lado a outro do oceano Atlântico.

Em 15 de Junho de 1932, explode a Guerra do Chaco, entre Bolívia e Paraguai. A causa do conflito foi a descoberta de petróleo no sopé dos Andes. No final da guerra, em 1935, o Paraguai havia conquistado dois terços do território em disputa. Porém, o país pagou um alto custo econômico pela vitória, ficando muito endividado.

Em 15 de Junho de 1950 Comício em São Paulo lança a chapa presidencial Getúlio Vargas-Café Filho pelo Partido Social Progressista, PSP.

Em 15 de Junho de 1955 Fundada a Pontifícia Universidade Católica de Campinas SP.

Em 15 de Junho de 1966 Carlos Prates e Davi Machado conquistam o primeiro e o segundo lugares, respectivamente, no Concurso Internacional para Jovens Maestros, em Florença, Itália.

Em 15 de Junho de 1968 A Assembleia Nacional do Vietnam do Sul aprova a mobilização geral solicitada pelo presidente Nguyen Van Thieu.

Em 15 de Junho de 1970 A NASA informa que a falha que fez abortar a alunissagem da Apolo 13 deveu-se a uma série de erros humanos.

Em 15 de Junho de 1972 O presidente Médici inaugura em Capuava SP a Petroquímica União.

Em 15 de Junho de 1981 A Agência Internacional de Energia decide aumentar as importações de petróleo para vinte milhões de barris diários.

Em 15 de Junho de 1996 Uma das mais belas vozes da história do jazz se calou. A americana Ella Fitzgerald, aos 78 anos, faleceu em sua casa, na Califórnia, devido a complicações oriundas da diabetes. Nos últimos dias de vida, a intérprete se encontrava em estado de semicoma, mas sua luta contra a enfermidade tornou-se crítica em 1993, quanto a cantora amputou as duas pernas, logo abaixo dos joelhos.

Ella Jane Fitzgerald era uma cantora de jazz mundialmente conhecida. Ella é considerada, juntamente com Billie Holiday e Sarah Vaughan, como a cantora mais influente da história do jazz por ter dado vida a temas como “Things Ain’t The Way They Used to Be”, “Somewhere Over the Rainbow” ou “All That Jazz”.

Conhecida por Lady Ella e conhecida sob a designação “A Primeira Senhora das Canções”, a diva destacava-se pela sua vocalização clara e precisa e pela sua capacidade de improvisação. A partir dos anos 40, ampliou o seu repertório musical com estilos como o swing, os blues, bossa nova, o samba, calypso e até música pop.

Durante a sua carreira, ganhou 13 prémios Grammy, a Medalha Nacional das Artes e a Medalha Presidencial da Liberdade dos Estados Unidos.

http://www.jblog.com.br/hojenahistoria.php?itemid=27123

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ella_Fitzgerald

http://www.ellafitzgerald.com/

Coletânea de vídeos de canções, na voz de Ella Fitzgerald

Em 15 de Junho de 1998 Dois terços dos 300.000 habitantes da capital da Guiné-Bissau abandonam a cidade para fugir aos combates entre o governo e tropas rebeldes.

Em 15 de Junho de 2001 A ONG holandesa Women on Waves desiste de realizar abortos em seu barco, ancorado no porto de Dublin.

Em 15 de Junho de 2001 Ruanda declara ter matado mais de 700 rebeldes em três semanas de combates com milicianos hutus que invadiram a República Democrática do Congo (ex-Zaire).

Em 15 de Junho de 2008 Paulo Szot é o primeiro brasileiro a receber o prêmio Tony de Melhor Ator, em musical na Broadway.

Outros fatos históricos ocorridos em 15 de Junho

1502 – Cristóvão Colombo descobre a ilha de Martinica durante sua quarta e última viagem à América.

1742 – Entra em erupção o vulcão Cotopaxi (Equador), devastando a atual província de León, uma das mais ricas do país.

1775 – George Washington é nomeado comandante chefe das tropas da União que lutam contra a Inglaterra.

1813 – Simon Bolívar promulga em Trujillo (Venezuela) o decreto de guerra e morte aos espanhóis e seus colaboradores.

1814 – O Exército de Bolívar é derrotado pelas tropas espanholas na batalha da Puerta (Venezuela).

1838 – Batalha do Palmar (Uruguai), em que Fructuoso Rivera toma o poder, depondo o presidente Manuel Oribe.

1844 – Morre Thomas Campbell, poeta inglês.

1846 – Estados Unidos e Inglaterra firmam o tratado de Oregon, através do qual repartem este território.

1904 – Morrem 1.021 pessoas no incêndio do barco General Slocum na baia de Nova York.

1907 – A II Conferência de Paz é inaugurada em Haia, com a participação de representantes de 44 Estados.

1911 – É constituída a Computing Tabulating Recording Co., a antecessora da International Business Machines Corporation (IBM).

1920 – As novas fronteiras entre Alemanha e Dinamarca são fixadas.

1922 – Os aviadores portugueses Gago Coutinho e Sacadura Cabral chegam ao Rio de Janeiro em um hidroavião, realizando a primeira travessia aérea do Atlântico Sul. Eles haviam saído de Lisboa em 30 de março.

1924 – Os “20 poemas de amor e uma canção desesperada”, de Pablo Neruda, é publicado.


http://www.psbnacional.org.br/bib/b329.pdf

1932 -Abertura da Conferência de Lausanne (Suíça), que conseguiu resolver a questão das reparações alemãs pela guerra de 1914-1918.

1940 – Segunda Guerra Mundial: os alemães põem fim à linha “Maginot”, cai Verdún (França).

1944 – Os norte-americanos desembarcam nas Ilhas Marianas.

1954 – A Union of European Football Associations (UEFA) é formada em Basileia, Suíça.

1965 – Duros enfrentamentos em Santo Domingo entre os rebeldes e as tropas do general Imbert.

1973 – Graves enfrentamentos no Chile entre partidários do presidente Salvador Allende e seus adversários.

1979 – EUA e URSS firmam em Viena o acordo Salt II, que limita a fabricação de armas estratégicas.

1984 – Grandes inundações na Colômbia, que deixaram um grande número de mortos e desaparecidos.

1985 – Estabelecimento da nova moeda argentina, o austral.

1990 – Violeta Chamorro, presidenta da Nicarágua, anuncia a reestruturação da instituição castrense, que inclui a redução de mais de 50% do Exército Popular Sandinista, integrado por 90 mil efetivos.

1992 – O escritor e poeta Dobrica Cosic, é eleito o primeiro presidente da nova República Federal da Iugoslávia (Sérvia e Montenegro).

1994 – Israel e o Vaticano estabelecem relações diplomáticas.

1999 – Um terremoto de 6,7 graus na escala Richter sacode a zona sul e central do México e deixa uma centena de mortos, mais de 200 feridos e ao menos 16 mil desabrigados.

Nasceram neste dia…

1330 – Eduardo, o Príncipe Negro, Príncipe de Gales (m. 1376).

1843 – Edvard Grieg, compositor norueguês (m. 1907).

1916 – Herbert Simon, economista norte-americano (m. 2001).

Morreram neste dia…

1836 – Guido Marlière, militar e sertanista francês radicado no Brasil (n. 1767).

1970 – Almada Negreiros, artista e escritor português (n. 1903).

Vejam a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”, que ultrapassou a marca das 70 mil visitas. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique. Obrigado a cada um (a) de vocês por esta caminhada feliz!

https://oipa2.wordpress.com/2012/06/15/trabalhando-com-poesia-460/

Abraços nos amigos, beijos nos filhos e nas amigas, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Sexta feira abençoada por Deus, repleta da energia positiva que circunda o universo a nossa volta e que o Alá de Oxalá nos traga muita paz, lucidez, sabedoria e muita saúde.

Um ótimo final de semana a todos (as) e até segunda feira,

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=1139376304
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9982-7223 / 9154-0168 / 8214-0894

Antífona – Cruz e Souza

Ó Formas alvas, brancas, Formas claras
De luares, de neves, de neblinas!
Ó Formas vagas, fluidas, cristalinas…
Incensos dos turíbulos das aras
Formas do Amor, constelarmante puras,
De Virgens e de Santas vaporosas…
Brilhos errantes, mádidas frescuras
E dolências de lírios e de rosas …
Indefiníveis músicas supremas,
Harmonias da Cor e do Perfume…
Horas do Ocaso, trêmulas, extremas,
Réquiem do Sol que a Dor da Luz resume…
Visões, salmos e cânticos serenos,
Surdinas de órgãos flébeis, soluçantes…
Dormências de volúpicos venenos
Sutis e suaves, mórbidos, radiantes …
Infinitos espíritos dispersos,
Inefáveis, edênicos, aéreos,
Fecundai o Mistério destes versos
Com a chama ideal de todos os mistérios.
Do Sonho as mais azuis diafaneidades
Que fuljam, que na Estrofe se levantem
E as emoções, todas as castidades
Da alma do Verso, pelos versos cantem.
Que o pólen de ouro dos mais finos astros
Fecunde e inflame a rima clara e ardente…
Que brilhe a correção dos alabastros
Sonoramente, luminosamente.
Forças originais, essência, graça
De carnes de mulher, delicadezas…
Todo esse eflúvio que por ondas passa
Do Éter nas róseas e áureas correntezas…
Cristais diluídos de clarões alacres,
Desejos, vibrações, ânsias, alentos
Fulvas vitórias, triunfamentos acres,
Os mais estranhos estremecimentos…
Flores negras do tédio e flores vagas
De amores vãos, tantálicos, doentios…
Fundas vermelhidões de velhas chagas
Em sangue, abertas, escorrendo em rios…
Tudo! vivo e nervoso e quente e forte,
Nos turbilhões quiméricos do Sonho,
Passe, cantando, ante o perfil medonho
E o tropel cabalístico da Morte…

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s