Trabalhando com Poesia

“…Sentindo frio em minh’alma, te convidei pra dançar, a tua voz me acalmava, são dois pra lá, dois pra cá… Meu coração traiçoeiro, batia mais que o bongô, tremia mais que as maracas, descompassado de amor… Minha cabeça rodando, rodava mais que os casais, o teu perfume gardênia e não me pergunte mais… A tua mão no pescoço, as tuas costas macias, por quanto tempo rondaram, as minhas noites vazias?… No dedo um falso brilhante, brincos iguais ao colar e, a ponta de um torturante band-aid no calcanhar… Eu hoje me embriagando, de whisky com guaraná, ouvi tua voz murmurando, são dois pra lá, dois pra cá… Ouvi tua voz murmurando, são dois pra lá, dois pra cá…” (João Bosco – Dois pra lá, dois pra cá – Comp.: João Bosco / Aldir Blanc)

“…A sala cala e o jornal prepara, quem está na sala, com pipoca e com bala e o urubu sai voando, manso… O tempo corre e o suor escorre, vem alguém de porre, há um corre-corre, e o mocinho chegando, dando… Eu esqueço sempre nesta hora linda, loura, minha velha fuga em todo impasse… Eu esqueço sempre nesta hora, linda, loura, quanto me custa dar a outra face… O tapa estala, no balacobaco e é bala com bala e fala com fala e o galã se espalhando, dando… No rala-rala, quando acaba a bala, é faca com faca, é rapa com rapa e eu me realizando, bambo… Quando a luz acende é uma tristeza, trapo, presa, minha coragem muda em cansaço… Toda fita em série que se preza, dizem, reza, acaba sempre no melhor pedaço….” (João Bosco – Bala com bala – Comp.: João Bosco / Aldir Blanc)

“…Dentre as mentiras da vida, duas nos revelam mais: – É um prazer conhece-lo. – Era muito bom rapaz… Eu vou é sair de trás da mesa, espiar que é que tem ali de baixo… Se eu for embora vou deixar a luz acesa e, se voltar, não limpo os pés no seu capacho… Dizem que é fogo atingir com o meu estilingue, as vidraças insensíveis do Shopping Center Building… Se você me perguntar o que é que eu acho, mesmo que eu ache, eu já digo que não acho… Enquanto brincam no gramado, as moças chiques, eu quero chuvas, pra estragar o piquenique… Eu não provei aquele tipo de xarope, que está por cima, nas pesquisas do IBOPE… eu estou remando rio acima, por prazer, não há nada a desculpar, foi por querer!… Me passe o sal, pra botar na sobremesa, o Grande Público cansou minha beleza… Me passe o sal, pra botar na sobremesa, o Grande Público cansou minha beleza… Me passe o sal, pra botar na sobremesa, o Grande Público cansou minha beleza… Me passe o sal, pra botar na sobremesa, o Grande Público cansou minha beleza… Me passe o sal, pra botar na sobremesa, o Grande Público cansou minha beleza…” (João Bosco – Nada a desculpar – Comp.: João Bosco & Aldir Blanc)

“…Acorda, vem ver a lua, que dorme na noite escura, que surge tão bela e branca, derramando doçura, clara chama silente, ardendo meu sonhar… As asas da noite que surgem e correm o espaço profundo, oh, doce amada, desperta, vem dar teu calor ao luar, quisera saber-te minha, na hora serena e calma… A sombra confia ao vento, o limite da espera, quando dentro da noite reclama o teu amor… Acorda, vem olhar a lua, que dorme na noite escura, querida, és linda e meiga… Sentir meu amor e sonhar…” (João Bosco – Melodia Sentimental – Comp.: João Bosco)

“…E! o chora-maré, o canta-maré, quem vai te encantar?… E! goiamum, Sexta da Paixão… E! olha a palma, o pé, não é peixe, ou é? E! O garrancho é rei, mangue pra rei, não põe luto não… E! Mas tu tá com quem? Vai contar pra quem? E com quem contar, grilado e só, nesse misere?… E! Vai gozar o quê? Vai viver de quê? E quando engrossar, quem vai lembrar de te socorrer?… E! Quando passar mal, quem que vai entrar nesse lodaçal, cara de pau que te acomodou?… E! Quando tu morrer, entre limo e sal, só vão comentar: “É o tal que quis, ah, sobreviver”… Ah, sobreviver… Ah, sobreviver” (João Bosco – Bernardo, o eremita – Comp.: João Bosco, Aldir Blanc & Cláudio Tolomei)

É evidente que, ao optarmos por um artista do porte de João Bosco, seria pretensão esgotar sua obra em uma semana, mesmo que com quatro ou cinco musicas diárias. Sendo assim, deixo a seleção de vídeos abaixo, com algumas de suas melhores músicas e um vídeo com um show completo deste magnífico artista. Espero que tenham gostado.

“Jamais desanime! Embora sua dor pareça insuportável e sem remédio, ela há de terminar e, a alegria voltará a brilhar em seu coração. Não há noite eterna, à qual não suceda a luz de um dia radiante. Dos sofrimentos passados, conservamos apenas uma lembrança quase apagada. Assim acontecerá amanhã, com os sofrimentos de hoje. Entregue tudo ao Tempo, que, com sua mão compassiva, balsamizará todas as suas dores.” (Minutos de Sabedoria – Página 264)

Bom dia pessoal,

Esqueci de comentar ontem a felicidade com a volta da minha amada filha Fabiana, da sua primeira viagem a serviço. A percepção de que criamos os filhos (as) para o mundo e que eles estão dando conta das missões de forma qualificada nos trás orgulho e satisfação. Quinze dias de distância física, que certamente fortaleceram ainda mais o sentimento de respeito e amor mútuo. Parabéns filha e bem vinda de volta. Te amo!

Começa hoje, em nossa cidade, os festejos em homenagem a São João. A cidade de Lauro de Freitas está em contagem regressiva para o mais tradicional festejo popular do Nordeste. Nos dias 22 e 23 (sexta-feira e sábado) a promessa de uma das melhores festas juninas dos últimos tempos deve ser cumprida, com uma programação que traz, entre as atrações principais, a banda Filomena Bagaceira e o cantor e compositor Targino Gondim (foto). A previsão é que mais de trinta mil pessoas passem pela Praça da Matriz para dançar forró na cidade.

Este ano o tema da festa é ‘São João do Cinquentenário’ em comemoração ao aniversário de emancipação política da cidade. Vai também homenagear o Rei do baião Luiz Gonzaga. No segundo dia, dez quadrinhas serão avaliadas, a partir das 15h. O primeiro, segundo e terceiro lugares serão premiados em dinheiro. As quadrilhas de Lauro de Freitas Forró do ABC e Quadrilhão de Lauro de Freitas abrirão o evento.

Vinte barracas serão instaladas para a comercialização das iguarias juninas. A prioridade é para ambulantes que já atuam no comércio da Praça da Matriz durante todo o ano.

Ainda no dia 23 de junho acontecerá o1º GRANDE FORRÓ DO RESIDENCIAL D. LINDÚ, que pode se tornar mais uma grande opção para os festejos juninos de nossa cidade. A festa terá todo o apoio da Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas, com a estrutura e a atração musical, além da segurança para o evento.

A Comissão Organizadora tratará da comercialização de produtos como bebidas, comidas tipicas do período e a logistica na arrumação e acompanhamento das ações voltadas para o bom andamento dessa grande festa popular nordestina, que irá homenagear as fíguras do ex presidente LULA, a Prefeita MOEMA GRAMACHO, D. LINDÚ, mãe de LULA, a atual presidente, que era responsável pelas do PAC, que garantiu os recursos federais para a realização das obras e o centenário de nascimento de LUIZ GONZAGA, o rei do baião.

E no Domingo a tarde as 14 horas vamos ter a Manifestação Cultural ARRASTA JEGUE que vem a mais de 10 anos mantendo a tradição Junina com mais de 2000 componentes pelas ruas da Cidade. Camisa a venda 15 reais.

Atrações confirmadas

DIA 22 DE JUNHO (SEXTA-FEIRA)

Filomena Bagaceira

Targino Gondim

Zé Costa

E muito mais

23 DE JUNHO (SÁBADO)

Quadrilhas Juninas

Trio Virgulino

20 Xotear

E muito mais

24 DE JUNHO (DOMINGO)

10 HORAS DA MANHÃ TRADIÇÃO CHAPÉU E GRAVATA – FINAL DE LINHA DE LAURO DE FREITAS

14 HORAS ARRASTA JEGUE – AO LADO DA ARTE CEDRAZ

http://pt.wikipedia.org/wiki/Nascimento_de_Jo%C3%A3o_Batista

Prossegue até hoje (22), ao meio dia, o prazo para apresentação de recursos às notas da prova de títulos do Concurso da Prefeitura de Lauro de Freitas (Nível Superior).

Foram divulgados também os resultados da prova de títulos e provas práticas para os cargos de Níveis Fundamental e Médio. Para ambos os casos foram abertos prazos para interposição de recursos.

Confira AQUI:

Fontes: http://www.selecao.uneb.br/laurodefreitas/ e http://www.laurodefreitas.ba.gov.br

Os parabéns de hoje para os (as) amigos (as) Hildo Benzi, Juan Pessoa, Jeisy Black, Monica Dias, Anabela carriço, Hilton Coelho, Daniel Sereno, Eliete Cruz, Ary Marques, Antonio Sergio Nascimento, Kaah Ferreira, Cibele Barbosa, Artur Brasileiro, Isaias Farias e Recém Chegado MC. Paz, Saúde e muitas felicidades a todos (as), hoje e sempre.

Confira as notícias do dia de hoje no meu Diário de Notícias:

http://paper.li/a_vinagre/1326026431

Hoje na História 22 de Junho.

Em 22 de Junho de 1527 Morre o renascentista Nicolau Maquiavel, fundador da ciência política moderna. O escritor florentino, autor do livro O Príncipe, afirmava que o rei deveria ter a astúcia da raposa e a coragem do leão e ser dissimulado, se a segurança do Estado exigisse. O soberano precisava eliminar toda ameaça, preferindo ser temido do que amado.

http://www.jblog.com.br/hojenahistoria.php?itemid=30136

Em 22 de Junho de 1633 – A Congregação para a Doutrina da Fé em Roma, força Galileu Galilei a renegar a sua teoria do Heliocentrismo de que o Sol, e não a Terra, é o centro do universo.

Em 22 de Junho de 1752 Benjamín Franklin foi um filósofo, político e cientista estadounidense, cuja contribuição à causa da guerra da Independência estadounidense e governo federal, instaurado depois da mesma, situaram-lhe entre os maiores estadistas do país. Em 1747 Franklin iniciou seus experimentos sobre a electricidade, adiantou uma possível teoria da garrafa de Leyden (dispositivo eléctrico), defendeu a hipótese de que as tormentas são um fenómeno eléctrico e propôs um método efectivo para o demonstrar. Sua teoria publicou-se em Londres, e ensaiu-se em Inglaterra e França dantes, inclusive, de que ele mesmo executasse seu famoso experimento com uma cometa, o 22 de Junho de 1752, e inventasse o pára-raios e apresentasse a chamada teoria do fluído única, para explicar os dois tipos de electricidade, positiva e negativa.

Em 22 de Junho de 1808 dois homens resolveram travar um duelo diferente pelo amor de uma mulher. Em vez de armas e espadas, eles optaram por uma disputa envolvendo dois balões, construídos de forma idêntica. De acordo com a publicação Dodsley’s Annual Register, a disputa descrita como “um duelo de novela”, reuniu o Monsieur Le Pique e seu rival Monsieur de Grandpré. No centro da briga estava Mademoiselle Tirevit, uma renomada e jovem bailarina da Ópera de Paris. A disputa consistia em voar com os balões a uma determinada altura, de onde seriam efetuados disparos de um balão contra o outro até que um caísse. Le Pique disparou sua arma primeiro, mas errou o alvo. Grandpré teve melhor pontaria e acertou o balão do seu oponente. Este começou a perder o ar e, em questão de segundos, atingiu o solo, matando Le Pique e seu ajudante. Com a vitória garantida, Grandpré aterrizou tranquilamente o seu balão a 20 milhas de onde ocorreu a batalha aérea. Contudo, não se sabe se ele foi tão bem sucedido na relação com sua amada como na disputa de balões.

Em 22 de Junho de 1815 – Napoleão Bonaparte abdica ao trono da França.

Em 22 de Junho de 1826 O Congresso de Panamá foi uma assembleia convocada pelo militar venezuelano Simon Bolívar na cidade de Panamá, para criar uma federação de países hispano-americanos independentes. Celebrou-se entre os dias 22 de junho e o 5 de julho de 1826 e contou com a participação da antiga Grande Colômbia, México, Peru, Bolívia e Guatemala. Participaram, do evento, observadores da Grã-Bretanha e dos Países Baixos, os EUA não foram, apesar de terem sido convidados. Nesta reunião celebrou-se um tratado perpétuo de união e confederação, a criação de um exército interamericano para a defesa comum e a renovação bianual do Congresso. Por conta das rivalidades entre os países e da oposição de Estados Unidos, o qual não desejava a formação de um sistema de estados federados na América do Sul, os acordos só foram ratificados pela Grande Colômbia e não tiveram consequências efetivas.

Em 22 de Junho de 1874 – Inauguração do telégrafo submarino entre o Rio de Janeiro e a Europa.

Em 22 de Junho de 1950 é publicado pelos EUA o dossiê Canais Vermelhos, um relatório da influência comunista no rádio e na televisão que estendia os expurgos anticomunistas do início da Guerra Fria a proeminentes figuras no campo da música e do entretenimento.

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/22584/hoje+na+historia+1950+-++dossie+anticomunista+canais+vermelhos+coloca+celebridades+norte-americanas+em+lista+negra.shtml

Em 22 de Junho de 1961 Moïse Tshombe, presidente da província separatista de Katanga, é libertado depois de prometer cooperar com o governo central do Congo.

Em 22 de Junho de 1964 URSS protesta contra a criação de um serviço aéreo direto entre Nova York e Berlim ocidental a ser realizado somente por aviões americanos.

Em 22 de Junho de 1967 O papa Paulo VI promulga a encíclica Sacerdotalis coelibatus, reafirmando a norma que proíbe o casamento de sacerdotes.

Em 22 de Junho de 1980 O padre José de Anchieta é beatificado pelo papa João Paulo II.

Em 22 de Junho de 1982 Os EUA acusam dezoito japoneses de espionagem por tentar roubar segredos industriais da IBM.

Em 22 de Junho de 1988 O governo brasileiro e o comitê de bancos credores internacionais fecham um acordo sobre a dívida externa do Brasil.

Em 22 de Junho de 1989 O Congresso aprova o projeto de lei que regulamentava o direito de greve, assegurado pela constituição.

Em 22 de Junho de 1990 FOI DEMOLIDO O CHECKPOINT CHARLIE NO MURO DE BERLIM – O Checkpoint Charlie foi o mais famoso dos passos fronteiriços do Muro de Berlim entre 1945 e 1990. Só se permitia seu uso a empregados militares e de embaixadas dos aliados, estrangeiros, trabalhadores da delegação permanente da República Federal Alemã (RFA) e servidores públicos da República Democrática Alemã (RDA). O ponto de controle foi demolido o 22 de Junho de 1990, de maneira que salvo o Museu do Muro do Checkpoint Charlie não ficou nada que o recordasse, até o 13 de Agosto de 2000, quando se inaugurou uma reconstrução da primeira barracão de controle, idêntica exceto nos sacos de areia, que estavam recheados de cimento. Na atualidade a estrutura é uma das atrações turísticas mais famosas em Berlim. Aparte do posto, também se pode ver o museu dedicado à história do muro, a última bandeira do Kremlin e vários fragmentos da separação alemã. Entre o 31 de Outubro de 2004 e o 5 de Julho de 2005 teve também um polémico monumento às vítimas do regime da RDA.

Em 22 de Junho de 1991 Temporais na China deixam quinhentos mortos e mais de 20.000 desabrigados.

Em 22 de Junho de 1993, Câmara dos Deputados aprova o imposto provisório sobre movimentação financeira (IPMF).

Em 22 de Junho de 2000 A NASA anuncia a descoberta de evidências convincentes da existência de água em Marte.

Em 22 de Junho de 2003, O Iraque retoma exportações de petróleo.

Em 22 de Junho de 2004 Ataque tchetcheno mata 57 pessoas, incluindo 47 agentes e policiais russos.

Em 22 de Junho de 2008 Nos 50 anos da Bossa Nova,, João Gilberto volta a se apresentar no Carnegie Hall, em Nova York.

Outros fatos históricos ocorridos em 22 de Junho

1826 – Abertura do Congresso Boliviano, do qual sai o Tratado de União entre Colômbia, América Central, Peru e México.

1858 – Nasce Giaccomo Puccini, compositor italiano.

1898 – Tropas norte-americanas desembarcam em Cuba e Santiago capitula.

1906 – Nasce na Áustria Billy Wilder, que se consagraria como um dos grandes cineastas norte-americanos, especializado na comédia.

1918 – Primeira Guerra Mundial: a ofensiva alemã é detida a 70 quilômetros de Paris pelo general Mangin.

1934 – Estados Unidos ingressa na Conferência Internacional do Trabalho.

1940 – Segunda Guerra Mundial: França firma o armistício com a Alemanha no bosque de Compiegne.

1941 – Exércitos alemães, apoiados por finlandeses e romenos, invadem a União Soviética.

1944 – Ofensiva soviética contra os exércitos alemães do Centro.

1959 – Um pacto Perón-Frondizi é revelado na Argentina. O acordo inclui, entre outros assuntos, uma convenção constituinte para convocar eleições das quais participaria o peronismo.

1961 – No Congo, o general Mobutu libera Moshé Tshombe, que se compromete a pôr fim à tentativa de separação da província de Katanga.

1965 – Guerra do Vietnã: primeiro ataque aéreo norte-americano no norte de Hanoi.

1969 – Morre Judy Garland, atriz e cantora norte-americana.

1970 – El Salvador e Honduras assinam acordo para criar uma zona desmilitarizada de três quilômetros de cada lado da fronteira.

1971 – O presidente Juan José Torres declara estado de emergência na Bolívia, para impedir um golpe de Estado de orientação direitista.

1973 – Volta a Terra a tripulação do “Skylab”, após um vôo espacial de 28 dias.

1980 – A URSS inicia uma retirada parcial de tropas no Afeganistão.

1984 – Morre Joseph Losey, diretor norte-americano de cinema.

1987 – Morre Fred Astaire, bailarino e ator norte-americano.

1994 – Rússia firma sua adesão à Associação para a Paz da OTAN, como membro número 21.

2000 – Morrem afogadas 140 pessoas quando um barco afunda no rio Yangtzé, perto da cidade chinesa de Luzhou, província de Sichuan.

Vejam a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”, que ultrapassou a marca das 74 mil visitas. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique. Obrigado a cada um (a) de vocês por esta caminhada feliz!

https://oipa2.wordpress.com/2012/06/22/trabalhando-com-poesia-465/

Abraços nos amigos, beijos nos filhos e nas amigas, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Sexta feira abençoada por Deus, repleta da energia positiva que circunda o universo a nossa volta e que o Alá de Oxalá nos traga muita paz, lucidez, sabedoria e muita saúde.

Um excelente São João a todos (as) e até segunda-feira

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=1139376304
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9982-7223 / 9154-0168 / 8214-0894

Amanhecer – Guimarães Rosa

Floresce, na orilha da campina,
esguio ipê
de copa metálica e esterlina.
Das mil corolas,
saem vespas, abelhas e besouros,
polvilhados de ouro,
a enxamear no leste, onde vão pousando
nas piritas que piscam nas ladeiras,
e no riso das acácias amarelas.
Dos charcos frios
sobem a caçá-los redes longas,
lentas e rasgadas de neblina.
Nuvens deslizam, despetaladas,
e altas, altas,
garças brancas planam.
Dançam fadas alvas,
cantam almas aladas,
na taça ampla,
na prata lavada,
na jarra clara da manhã…

O Sono das Águas – Guimarães Rosa

Há uma hora certa,
no meio da noite, uma hora morta,
em que a água dorme.
Todas as águas dormem:
no rio, na lagoa,
no açude, no brejão, nos olhos d’água,
nos grotões fundos
E quem ficar acordado,
na barranca, a noite inteira,
há de ouvir a cachoeira
parar a queda e o choro,
que a água foi dormir…
Águas claras, barrentas, sonolentas,
todas vão cochilar.
Dormem gotas, caudais, seivas das plantas,
fios brancos, torrentes.
O orvalho sonha
nas placas da folhagem
e adormece.
Até a água fervida,
nos copos de cabeceira dos agonizantes…
Mas nem todas dormem, nessa hora
de torpor líquido e inocente.
Muitos hão de estar vigiando,
e chorando, a noite toda,
porque a água dos olhos
nunca tem sono…

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s