Trabalhando com Poesia

“… É isso aí, como a gente achou que ia ser, a vida tão simples é boa, quase sempre… É isso aí, os passos vão pelas ruas, ninguém reparou na lua, a vida sempre continua… Eu não sei parar de te olhar, eu não sei parar de te olhar, não vou parar de te olhar, eu não me canso de olhar, não sei parar de te olhar… É isso aí, há quem acredite em milagres, há quem cometa maldades, há quem não saiba dizer a verdade… É isso aí, um vendedor de flores, ensinar seus filhos a escolher seus amores… Eu não sei parar de te olhar, não sei parar de te olhar, não vou parar de te olhar, eu não me canso de olhar, não vou parar de te olhar… É isso aí, há quem acredite em milagres, há quem cometa maldades, há quem não saiba dizer a verdade… É isso aí, um vendedor de flores, ensinar seus filhos a escolher seus amores… Eu não sei parar de te olhar, não sei parar de te olhar, não vou parar de te olhar, eu não me canso de olhar, não vou parar de te olhar…” (Ana Carolina e Seu Jorge – É Isso Aí – Comp.: Damien Rice ‘versão Ana Carolina’)

Versão original de The Blower’s Daughter, com Damien Rice:

“… Olha. Será que ela é moça? Será que ela é triste? Será que é o contrário? Será que é pintura o rosto da atriz?… Se ela dança no sétimo céu, se ela acredita que é outro país, e se ela só decora o seu papel, e se eu pudesse entrar na sua vida… Olha, Será que é de louça? Será que é de éter? Será que é loucura? Será que é cenário a casa da atriz?… Se ela mora num arranha-céu, e se as paredes são feitas de giz, e se ela chora num quarto de hotel, e se eu pudesse entrar na sua vida… Sim, me leva para sempre Beatriz, me ensina a não andar com os pés no chão… Para sempre é sempre por um triz, ah, diz quantos desastres tem na minha mão, diz se é perigoso a gente ser feliz… Olha, Será que é uma estrela? Será que é mentira? Mentira, mentira, mentira… Será que é comédia? Será que é divina a vida da atriz?… Se ela um dia despencar do céu, e se os pagantes exigirem bis, e se um arcanjo passar o chapéu, e se eu pudesse entrar na sua vida…” (Ana Carolina – Beatriz – Comp.: Chico Buarque / Edu Lobo)

“… É mágoa! Já vou dizendo de antemão. Se eu encontrar com você, tô com três pedras na mão… Eu só queria distância da nossa distância, saí por aí procurando uma contramão… Acabei chegando na sua rua, na dúvida de qual era a sua janela. Lembrei que era pra cada um ficar na sua, mas é que até a minha solidão tava na dela… Atirei uma pedra na sua janela, e logo correndo me arrependi. Foi o medo de te acertar, mas, era pra te acertar! e disso eu quase me esqueci… Atirei outra pedra na sua janela, uma que não fez o menor ruído, não quebrou, não rachou, não deu em nada. E eu pensei: talvez você tenha me esquecido… Eu só não consegui foi te acertar o coração, porque eu já era o alvo. De tanto que eu tinha sofrido, aí nem precisava mais de pedra, minha raiva quase transpassa a espessura do seu vidro… É mágoa! O que eu choro é água com sal, se der um vento é maremoto, se eu for embora não sou mais eu… Água de torneira não volta, e eu vou embora… Adeus…” (Ana Carolina – É Mágoa – Comp.: Ana Carolina)

“Faça diariamente, ao despertar, afirmações positivas de alegria e de vitória, procurando construir em torno de si um ambiente de serenidade e de harmonia. Aprenda a sorrir de coração para todos: parentes, amigos, conhecidos, de tal forma que basta a sua presença, para que a alegria penetre no coração das criaturas que lhe chegam perto. E verifique a felicidade que isto olhe causará.” (Minutos de Sabedoria Pg. 287)

Bom dia pessoal,

Na nossa vida há sempre os momentos em que é necessário arriscar, mesmo que à luz dos olhos do homem médio essa seja a pior alternativa. Sempre que me deparo com esses momentos me vem sempre à mente as palavras do poema “Todo Risco”, do grande Damário da Cruz. Escreveu ele: “A possibilidade de arriscar é que nos faz homens. Vôo perfeito, no espaço que criamos. Ninguém decide sobre os passos que evitamos. Certeza de que não somos pássaros e que voamos. Tristeza de que não vamos, por medo dos caminhos”.

Neste momento quero agradecer aos que confiaram em mim, como se velhos amigos fossemos, que depositaram em minha palavra e na minha crença em que as coisas se resolveriam. Quero agradecer também aos que fizeram possível o cumprimento da minha palavra e com isso, que eu pudesse honrar a palavra dada. Vamos em frente, pois, muitas lutas ainda hão de vir em nossa caminhada. Como sempre costumo dizer: #VamoQueVamo

A presidenta Dilma Rousseff afirmou, na coluna Conversa com a Presidenta desta terça-feira (12), que o governo federal tem investido maciçamente em portos, sobretudo a partir da entrada em vigor do novo marco regulatório do setor. Ao responder à pergunta de Jorge Haile Lima, morador de Candeias (BA), Dilma informou que foram investidos cerca de R$ 40 milhões na recuperação do Porto de Aratu. Ela também ressaltou a inauguração da via expressa que liga a BR-324 ao Porto de Salvador e os investimentos no Porto de Paranaguá (PR) como importantes medidas para impulsionar o setor.

“Isso [o novo marco regulatório dos portos] significará novos investimentos, agora também da iniciativa privada, o que demonstra a importância que o governo atribui a esses portos”, afirmou a presidenta.
Dilma também falou sobre a autorização concedida pelo governo para a migração das rádios AM para FM, garantindo melhor qualidade de transmissão.

“Essa migração significa um salto tecnológico que vai ajudar a manter e até aumentar a audiência dessas rádios. Para muitas emissoras pequenas, esse avanço pode significar, inclusive, sua sobrevivência […] Tenho a certeza de que, com a tecnologia avançando, cada emissora vai encontrar seu caminho, continuando a prestar um enorme serviço à população e ajudando a integrar, cada vez mais, este nosso enorme País”, afirmou Dilma

Visita ao Peru

Em brinde durante almoço oferecido pelo presidente do Peru, Ollanta Humala, Dilma Rousseff afirmou que a integração entre Brasil e Peru não vai excluir a população dos dois países do processo de criação de riquezas. Segundo Dilma, os 10 anos da aliança entre Brasil e Peru não se restringiram aos governos, mas também incluíram empresários, trabalhadores, intelectuais e estudantes.

“O Brasil e o Peru serão países que, a partir desse processo de integração que está em desenvolvimento, das empresas brasileiras que aqui estão, das empresas peruanas que estão lá no Brasil, das nossas relações comerciais, e cada vez relações comerciais mais livres, nós conseguiremos o desenvolvimento para os nossos povos. E que através das nossas políticas sociais nós tenhamos certeza que no nosso novo momento, que é esse momento que nós inauguramos neste século, as nossas populações não ficarão à parte, não ficarão fora do processo de criação de riqueza do nosso país e que isso se dará através da educação, da ciência e tecnologia e, também, da ida e vinda de brasileiros e peruanos por essa fronteira afora”, disse.

Para Dilma, o Brasil fez uma aposta acertada há dez anos ao estabelecer uma aliança estratégica com o Peru. Dilma lembrou que durante muitos anos o Brasil viveu de costas para a América Latina, mas que essa situação mudou a partir de 2003.

“O presidente Humala disse uma coisa, hoje, para mim, muito rica, me disse o seguinte: nós estamos voltados para o Pacífico, vocês estão voltados para o Atlântico. Tradicionalmente, isso significava que nós estivéssemos de costas uns para os outros. A mudança de perspectiva estratégica é ser capaz de olhar para o Pacífico e olhar para o Atlântico e perceber que a nossa integração nos dá um outro potencial, porque nos dá um novo horizonte, um horizonte em que brasileiros olhem para o Pacífico, peruanos olhem para o Atlântico e, sobretudo, para que nós, em conjunto, olhemos para esse grande continente, que tem imenso potencial na infraestrutura, na agroindústria, na indústria, na produção de serviços, na sua integração através de banda larga, de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos”, afirmou.

Confira alguns momentos da cerimônia:

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje textos do blog Correio do Brasil. Vale a pena conferir:

Investigações sobre propinoduto tucano avançam com delações em série
– Serra e Alckmin, dentro em breve, precisarão responder, publicamente, acerca do escândalo de obras superfaturadas em suas gestões à frente do Estado de São Paulo – Agentes da Polícia Federal (PF) têm incentivando os suspeitos no caso do propinoduto tucano a fazerem acordo de delação premiada no escândalo do cartel formado em relação às obras do metrô paulistano. Em troca de eventual redução de pena e outros benefícios, eles se tornam “investigados colaboradores” e revelam o que sabem do relacionamento criminoso entre os funcionários públicos e as empresas multinacionais contratadas durante os governos Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin, todos do PSDB, entre 1998 e 2008.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/politica/investigacoes-sobre-propinoduto-tucano-avancam-com-delacoes-em-serie/661523/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131112

Felipe Massa assina contrato de três anos com a Williams – Dois meses após anunciar sua saída da Ferrari, Felipe Massa revelou seu destino na Fórmula 1. A partir de 2014, o piloto inicia contrato de três anos com a Williams, substituindo o venezuelano Pastor Maldonado. Seu companheiro será o finlandês Valtteri Bottas, cuja permanência também foi oficializada pela escuderia inglesa.

http://correiodobrasil.com.br/destaque-do-dia/felipe-massa-assina-contrato-de-tres-anos-com-a-williams/661610/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131112

Plantio de soja no Brasil atinge 59% da área prevista – O plantio da soja no Brasil atingiu 59% da área prevista na atual temporada, incremento de 11 pontos percentuais na semana, com o avanço dos trabalhos nos principais Estados produtores aproximando-se da etapa final, informou a AgRural.

http://correiodobrasil.com.br/economia-4/plantio-de-soja-no-brasil-atinge-59-da-area-prevista/661599/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131112

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/13/trabalhando-com-poesia-538

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma quarta-feira abençoada por Deus e repleta da força da rainha dos ventos e trovões. Eparrey Oyá.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 1: apio.nascimento@sedesba.ba.gov.br
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

“O sucesso e a felicidade não dependem somente de uma pessoa fazer o que gosta. Entendendo que esta pessoa seja competente, disciplinada, ética, criativa, com iniciativa e cidadã. O sucesso e a felicidade dependem também da pessoa saber lidar com o que não gosta. Pois o que a pessoa gosta traz também algo que ela não gosta. Se as pessoas largarem o que gostam por não saberem lidar com o que não gostam, elas vão restringindo cada vez mais os seus campos de ação. Pessoas de sucesso e felizes não têm portas fechadas à sua frente. Acompanhando os jovens percebo que eles são capazes de largar uma faculdade por não conseguir superar suas dificuldades com uma ou outra matéria, outros largam seus sonhos por não conseguir estabelecer uma estratégia de realização. Esses são algumas das consequências de uma educação muito permissiva que aceita que os filhos não cumpram suas tarefas até o fim. Os pais destes jovens tomaram para si a responsabilidade de deixarem os filhos fazerem o que tiverem vontade. Assim, deixaram de preparar os filhos para a vida. O sucesso não é o que a própria pessoa se apregoa. O sucesso é o reconhecimento que outras pessoas lhe dão. Felicidade é uma sensação interior que se aprende a desenvolver, curtindo o que tem, sem ficar chorando pelo que não tem…” (Frases e Pensamentos de Içami Tiba)

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s