Trabalhando com Poesia

“… O que há dentro do meu coração, eu tenho guardado pra te dar… E todas as horas que o tempo tem pra me conceder, são tuas até morrer… E a tua história, eu não sei, mas, me diga só o que for bom… Um amor tão puro, que ainda nem sabe a força que tem, é teu e de mais ninguém… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Aqui ou noutro lugar, que pode ser feio ou bonito, se nós estivermos juntos, haverá um céu azul… Um amor puro, não sabe a força que tem! Meu amor eu juro, ser teu e de mais ninguém… Um amor puro… O que há dentro do meu coração, eu tenho guardado pra te dar… E todas as horas que o tempo tem pra me conceder, são tuas até morrer… E a tua história, eu não sei, mas, me diga só o que for bom… Um amor tão puro, que ainda nem sabe a força que tem, é teu e de mais ninguém… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Te amar sem limites, viver uma grande história… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história…” (Djavan – Um amor puro – Comp.: Djavan)

“… Um dia frio, um bom lugar pra ler um livro, e o pensamento lá em você, eu sem você não vivo… Um dia triste, toda fragilidade incide, e o pensamento lá em você, e tudo me divide… Um dia frio, um bom lugar pra ler um livro, e o pensamento lá em você, eu sem você não vivo… Um dia triste, toda fragilidade incide, e o pensamento lá em você, e tudo me divide… Longe da felicidade e todas as suas luzes, te desejo como ao ar, mais que tudo, és manhã na natureza das flores… Mesmo por toda riqueza dos sheiks árabes, não te esquecerei um dia, nem um dia, espero com a força do pensamento, recriar a luz que me trará você… E tudo nascerá mais belo, o verde faz do azul com o amarelo, o elo com todas as cores, pra enfeitar amores gris… E tudo nascerá mais belo, o verde faz do azul com o amarelo, o elo com todas as cores, pra enfeitar amores gris… Um dia frio, um bom lugar pra ler um livro, e o pensamento lá em você, eu sem você não vivo… Um dia triste, toda fragilidade incide, e o pensamento lá em você, e tudo me divide… Mesmo por toda riqueza dos sheiks árabes, não te esquecerei um dia, nem um dia, espero com a força do pensamento, recriar a luz que me trará você… E tudo nascerá mais belo, o verde faz do azul com o amarelo, o elo com todas as cores, pra enfeitar amores gris… E tudo nascerá mais belo, o verde faz do azul com o amarelo, o elo com todas as cores, pra enfeitar amores gris…” (Djavan – Nem um dia – Comp.: Djavan)

“… O seu amor reluz, que nem riqueza, asa do meu destino, clareza do tino, pétala de estrela caindo bem devagar… Oh meu amor! Viver é todo sacrifício feito em seu nome, quanto mais desejo um beijo, um beijo seu… Muito mais eu vejo gosto em viver, viver!… Por ser exato, o amor não cabe em si! Por ser encantado, o amor revela-se, por ser amor, invade e fim!!… Por ser exato, o amor não cabe em si! Por ser encantado, o amor revela-se, por ser amor, invade e fim!!… Por ser exato, o amor não cabe em si! Por ser encantado, o amor revela-se, por ser amor, invade e fim!!…” (Djavan – Pétala – Comp.: Djavan)

“Deus está em toda a parte ao mesmo tempo, em redor de você, dentro de você! Jamais você está desamparado. Nunca está só. Não permita que a mágoa o perturbe: procure manter-se calmo (a), para ouvir a voz silenciosa de Deus dentro de você. Assim, poderá superar todas as dificuldades que aparecerem em seu caminho, e há de descobrir a Verdade que existe em todas as coisas e pessoas.” (Minutos de Sabedoria Pg. 002)

Boa noite pessoal,

Como foram de final de semana? Espero que bem. Mais uma semana se inicia e com ela se renovam as nossas expectativas de novas conquistas, de realizações e de sucesso.

Fim de semana feliz para o torcedor baiano. O Time de Canabrava venceu o Santos por 2×0, em Salvador, alcançou os 54 pontos e se manteve na sexta posição. Já o Bahia venceu ao rebaixado Náutico pelo magro placar de 1×0, na Arena Pernambuco, saiu da Zona de Rebaixamento e agora é o 16º colocado. No próximo domingo o Bahia enfrenta a Portuguesa na Fonte Nova e o time de Canabrava enfrenta o Criciúma, em Santa Catarina. O time catarinense e o Fluminense, que enfrenta o Santos em Presidente Prudente, têm a mesma pontuação do Bahia e correm risco de rebaixamento, igualmente ao tricolor baiano. Matematicamente até o oitavo colocado ainda têm riscos matemáticos de figurar entre os quatro clubes que cairão para a segunda divisão.

O Feriado dedicado à proclamação da república foi ocupado pela grande mídia, que dedicou praticamente todo o seu horário de notícias à ação espetaculosa do Presidente do Supremo Tribunal Federal, que nitidamente escolheu a dedo a data para decretar de forma unilateral as prisões de um conjunto de condenados da Ação Penal 470. Chama a atenção a nítida irregularidade cometida em relação a três dos presos, José Dirceu, José Genuíno e Delúbio Soares, que tiveram nas suas condenações a definição do regime Semi-Aberto, como o de início do cumprimento da pena, mas, estão mantidos em regime fechado. Preocupante a situação de Genuíno, que passa por problemas seriíssimos de saúde, notadamente após a intervenção cirúrgica pela qual passou a alguns meses.

Não podendo deixar de repercutir esta questão, as nossas sugestões de leitura do “Trabalhando com Poesia” de hoje, traz alguns textos do acerca da questão. Vale a pena conferir:

Lambança no STF: Mello cobra resposta de Barbosa – O ministro Marco Aurélio Mello foi o primeiro integrante do Supremo Tribunal Federal a contestar a decisão – ilegal, segundo vários juristas – de determinar a transferência dos presos condenados em regime semiaberto para Brasília; “O que não compreendi, e estou aguardando uma justificativa, foi a vinda dos acusados para Brasília. Para quê? Para depois eles retornarem à origem?”, questionou; clima no STF é de total constrangimento diante da atitude do presidente Joaquim Barbosa (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/121177/Lamban%C3%A7a-no-STF–Mello-cobra-resposta-de-Barbosa.htm

Lula: lei só será cumprida com “regime semiaberto” – Questionado se visitaria os réus petistas presos após condenação na AP 470, ex-presidente responde, em tom de cobrança: “Eu estou aguardando que a lei seja cumprida e quem sabe eles fiquem em regime semiaberto”; ex-ministro de seu governo José Dirceu e ex-presidente do PT José Genoino deveriam cumprir pena no semiaberto, mas estão no fechado desde sábado em Brasília; Lula voltou a dizer que gostaria de comentar o caso, mas apenas ao fim do julgamento; “Eu tô dizendo há muito tempo que vou esperar o julgamento total, que eu tenho muita coisa a comentar e eu gostaria de falar sobre o assunto”

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/121154/Lula-lei-s%C3%B3-ser%C3%A1-cumprida-com-regime-semiaberto.htm

Greenhalgh X Cardozo: “Genoino cuspiu sangue” – Advogado Luiz Eduardo Greenhalgh, que defendeu presos políticos na ditadura e é filiado ao Partido dos Trabalhadores, contesta a nota oficial divulgada nesta tarde pelo Ministério da Justiça sobre o estado de saúde de José Genoino, preso na Papuda, em regime classificado como semiaberto, mas ainda fechado. “Não é verdadeira a nota oficial do MJ. José Genoino piora a olhos vistos. Hoje cuspiu sangue. Situação se agrava”; caso cria comoção entre os militantes do PT e tensiona a relação com o governo Dilma

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/121183/Greenhalgh-X-Cardozo-Genoino-cuspiu-sangue.htm

Breve diálogo sobre o STF, a política e a violação do Direito no Brasil, por Davis Sena Filho – No Brasil, não se prende apenas pobre, preto e puta. A Casa Grande e seus serviçais públicos e privados acrescentaram mais um “P” à sua perversa doutrina: os petistas também foram incluídos. Deu para entender agora a teoria do domínio do fato, com embargos infringentes ou não, dotô? É isso aí…

http://www.brasil247.com/pt/247/artigos/121169/Breve-di%C3%A1logo-sobre-o-STF-a-pol%C3%ADtica-e-a-viola%C3%A7%C3%A3o-do-Direito-no-Brasil.htm

Barbosa e a partidarização do STF – O analista Paulo Vannuchi entende que a prisão de réus da Ação Penal 470, o mensalão, não pode ser lida como uma refundação da política nacional, como defendem figuras da oposição ao PT, mas como a reafirmação de uma postura parcial do Judiciário brasileiro. Em seu comentário de hoje (18) na Rádio Brasil Atual, ele afirmou que está “carregada de ódio” a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, de determinar em pleno feriado de Proclamação da República as prisões do ex-ministro José Dirceu e do ex-deputado José Genoino.

http://altamiroborges.blogspot.com.br/2013/11/barbosa-e-partidarizacao-do-stf.html

“FALTA ALGUÉM NA PAPUDA” – Em artigo exclusivo para o 247, o jornalista Breno Altman, diretor do Opera Mundi, defende que o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, responda pelas ilegalidades cometidas nas primeiras prisões da Ação Penal 470; “Não há crime maior, na democracia, que a violação da Constituição e de direitos dos cidadãos por autoridades que têm obrigação de zelar e proteger o bem público”, diz ele; Altman classifica Barbosa como um “fora-da-lei” por ter submetido condenados ao semiaberto à prisão em regime fechado; “Se a coragem fosse um atributo da vida política brasileira, esse homem deveria estar respondendo por seus malfeitos”, diz o jornalista, que acompanhou José Dirceu, quando ele se entregou à Polícia Federal; leia a íntegra

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e&cod=12789

Genoino doente, e preso, comove e causa revolta nas redes sociais – Genoino é levado para cumprir prisão fechada, quando condenado na AP 470 a cumprir pena em regime semiaberto – Embora sem nenhuma declaração pública e oficial, de qualquer autoridade federal ou do próprio partido a que pertençam, o PT, de apoio ou de preocupação com a integridade física do deputado José Genoino e do ex-ministro José Dirceu, ambos acordaram, nesta segunda-feira, presos em regime fechado no Complexo Penitenciário da Papuda. No Ministério da Justiça, nenhuma orientação em vista para algum pronunciamento do ministro José Eduardo Cardozo sobre o estado de saúde do ex-presidente da legenda pela qual ocupou o posto de coordenador da campanha da presidenta Dilma Rousseff.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/brasil/genoino-doente-e-preso-comove-e-causa-revolta-nas-redes-sociais/663226/

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/18/trabalhando-com-poesia-540

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Segunda-feira abençoada por Deus e repleta da energia positiva.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

A BAILARINA Cecília Meireles

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.
Não conhece nem dó nem ré
mas sabe ficar na ponta do pé.
Não conhece nem mi nem fá
mas inclina o corpo para cá e para lá.
Não conhece nem lá nem si,
mas fecha os ohos e sorri.
Roda, roda, roda com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do lugar.
Põe no cabelo uma estrela e um véu
e diz que caiu do céu.
Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.
Mas depois esquece todas as danças,
e também quer dormir como as outras crianças

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s