Trabalhando com Poesia

“… Meu bem querer é segredo, é sagrado, está sacramentado em meu coração… Meu bem querer tem um quê de pecado, acariciado pela emoção… Meu bem querer, meu encanto, estou sofrendo tanto amor, e o que é o sofrer, para mim que estou jurado pra morrer de amor?… Meu bem querer é segredo, é sagrado, está sacramentado em meu coração… Meu bem querer tem um quê de pecado, acariciado pela emoção… Meu bem querer, meu encanto, estou sofrendo tanto amor, e o que é o sofrer, para mim que estou jurado pra morrer de amor?…” (Djavan – Meu bem querer – Comp.: Djavan)

“… Assim que o dia amanheceu lá no mar alto da paixão, dava pra ver o tempo ruir… Cadê você? Que solidão! Esquecera de mim?… Enfim, de tudo o que há na terra, não há nada em lugar nenhum, que vá crescer sem você chegar… Longe de ti tudo parou. Ninguém sabe o que eu sofri… Amar é um deserto e seus temores, vida que vai na sela dessas dores, não sabe voltar, me dá teu calor… Vem me fazer feliz, porque eu te amo! Você deságua em mim e, eu oceano… E esqueço que amar, é quase uma dor, só sei viver, se for por você!… Enfim, de tudo o que há na terra, não há nada em lugar nenhum, que vá crescer sem você chegar… Longe de ti tudo parou. Ninguém sabe o que eu sofri… Amar é um deserto e seus temores, vida que vai na sela dessas dores, não sabe voltar, me dá teu calor… Vem me fazer feliz, porque eu te amo! Você deságua em mim e, eu oceano… E esqueço que amar, é quase uma dor, só sei viver, se for por você!…” (Djavan – Oceano – Comp.: Djavan)

“… Ai, quanto querer cabe em meu coração… Aaaaaiii, me faz sofrer, faz que me mata e se não mata fere… Vai sem me dizer na casa da paixão… Saaaaii quando bem quer, traz uma praga e me afaga a pele… Crescei, luar, prá iluminar as trevas fundas da paixão… Eu quis lutar contra o poder do amor, cai nos pés do vencedor, para ser o serviçal de um samurai, mas eu tô tão feliz! Dizem que o amor atrai… Ai, quanto querer cabe em meu coração… Aaaaaiii, me faz sofrer, faz que me mata e se não mata fere… Vai sem me dizer na casa da paixão… Saaaaii quando bem quer, traz uma praga e me afaga a pele… Crescei, luar, prá iluminar as trevas fundas da paixão… Eu quis lutar contra o poder do amor, cai nos pés do vencedor, para ser o serviçal de um samurai, mas eu tô tão feliz! Dizem que o amor atrai…” (Djavan – Samurai – Comp.: Djavan)

“Lembre-se de que colheremos, infalivelmente, aquilo que houvermos semeado. Se estamos sofrendo, é por que estamos colhendo os frutos amargos das sementeiras errôneas do passado. Fique alerta quanto ao momento presente! Plante apenas sementes de otimismo e de amor, para colher amanhã os frutos doces da alegria e da felicidade. Cada um colhe, exatamente, aquilo que plantou.” (Minutos de Sabedoria Pg. 003)

Bom dia pessoal,

Qual a sua atitude diante da vida? Como você se posiciona diante dos fatos que ocorrem na sociedade da qual você é parte integrante. Se posta passivo e complacente com as dores e sofrimentos dos seus irmãos ou se posiciona?
Postei ontem a noite um texto de Antonio Gramsci, escrito em fevereiro de 1917, mas, incrivelmente atual e que gostaria de compartilhar com os leitores do nosso Blog. Em seu texto “Os Indiferentes”, de 11 de Fevereiro de 1917, (Texto retirado do livro Convite à Leitura de Gramsci”, com tradução de Pedro Celso Uchôa Cavalcanti), escreveu Gramsci:

Odeio os indiferentes. Como Friederich Hebbel acredito que “viver significa tomar partido”. Não podem existir os apenas homens, estranhos à cidade. Quem verdadeiramente vive não pode deixar de ser cidadão, e partidário. Indiferença é abulia, parasitismo, covardia, não é vida. Por isso odeio os indiferentes (…)

Leia a íntegra do texto:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/19/nosso-blog-tem-lado-indiferenca-nao-cabe-aqui/

Nas nossas sugestões de leitura de hoje, alguns textos do blog Correio do Brasil. Vale a pena conferir:

Pizzolato revela na Itália dossiê que embaraça julgamento de Barbosa – O pior pesadelo do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, que tem dado repetidas mostras de interesse pela vida política, começa a se transformar em realidade nas próximas horas, em Roma. O ex-diretor do Banco do Brasil Francisco Pizzolato fará chegar às mãos de seus advogados italianos o relatório de perto de mil páginas, que o Correio do Brasil divulga, com exclusividade, no qual apresenta provas de que o dinheiro que deu origem à Ação Penal 470 no STF origina-se em uma empresa privada e não de um ente público, como afirma o relatório de Barbosa.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/politica/pizzolato-revela-na-italia-dossie-que-embaraca-julgamento-de-barbosa/663253/

Economistas reduzem projeção para inflação e balança neste ano – Economistas de instituições financeiras ajustaram para baixo suas projeções para a inflação e a balança comercial neste ano e no próximo, ao mesmo tempo em que elevaram a perspectiva para o dólar em 2013.

http://correiodobrasil.com.br/economia-4/economistas-reduzem-projecao-para-inflacao-e-balanca-neste-ano/663115/

Escuta, classe média ressentida – Em poucos momentos da história, a justiça foi tão achincalhada como na tarde de sexta-feira. Negação do contraditório, fatiamento do transitado em julgado e ordens de prisão para satisfazer a sanha de uma classe média reacionária e patrimonialista.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/opiniao/escuta-classe-media-ressentida/663144/

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/19/trabalhando-com-poesia-541

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Terça-feira abençoada por Deus.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

As Meninas – Cecilia Meirelles

Arabela
abria a janela.
Carolina
erguia a cortina.
E Maria
olhava e sorria:
“Bom dia!”

Arabela
foi sempre a mais bela.
Carolina,
a mais sábia menina.
E Maria
apenas sorria:
“Bom dia!”
Pensaremos em cada menina
que vivia naquela janela;
uma que se chamava Arabela,
uma que se chamou Carolina.
Mas a profunda saudade
é Maria, Maria, Maria,
que dizia com voz de amizade:
“Bom dia!”

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s