Arquivo do mês: dezembro 2013

Trabalhando com Poesia

“… Disfarça e faz que não quer, que não quer nem pensar, mas o teu olhar me pega e faz meu dia, me cura essas mágoas, me ensina a te gostar, me lava a alma, esse teu olhar… Mas deixa que a tarde traz você pra mim, mais linda do que o dia foi, com seus desejos de amor… Mas deixa que a tarde traz você pra mim, com seus sonhos e com toda paz, teus olhos e tudo mais…” Continuar lendo

Anúncios
Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Hoje eu preciso te encontrar de qualquer jeito, nem que seja só pra te levar pra casa, depois de um dia normal… Olhar teus olhos, de promessas fáceis, e te beijar a boca de um jeito que te faça rir, que te faça rir… Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Te tenho com a certeza de que você pode ir, te amo com a certeza de que irá voltar, pra gente ser feliz… Você surgiu e juntos conseguimos ir mais longe… Você dividiu comigo a sua história, e me ajudou a construir a minha, hoje mais do que nunca somos dois, a nossa liberdade é o que nos prende… Viva todo o seu mundo, sinta toda liberdade, e quando a hora chegar, volta, que o nosso amor está acima das coisas desse mundo… Vai dizer que o tempo não parou naquele momento, eu espero por você, o tempo que for, pra ficarmos juntos mais uma vez!… ” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Eu quero ficar só, mas comigo só eu não consigo, eu quero ficar junto, mas sozinho só não é possível… É preciso amar direito, um amor de qualquer jeito, ser amor a qualquer hora, ser amor de corpo inteiro, amor de dentro pra fora, amor que eu desconheço… Quero um amor maior, um amor maior que eu… Quero um amor maior, yeah! um amor maior que eu…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Anda. Enquanto o dia acorda a gente ama, tô pronto pra te ouvir aqui na cama, te espero vamos rir de todo mundo, nesse quarto tão profundo… Para. Repara, tente ver a tua cara, contemple esse momento é coisa rara, uma emoção assim só se compara, a tudo que nós já passamos juntos… Preciso tanto aproveitar você, olhar teus olhos, beijar tua boca, ouvir palavras de um futuro bom…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“…Eu calço é 37, meu pai me dá 36, dói, mas no dia seguinte aperto meu pé outra vez, eu aperto meu pé outra vez… Pai eu já tô crescidinho, pague prá ver, que eu aposto. Vou escolher meu sapato e andar do jeito que eu gosto, e andar do jeito que eu gosto… Por que cargas d’águas, você acha que tem o direito de afogar tudo aquilo que eu sinto em meu peito…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Carpinteiro do universo inteiro eu sou. Carpinteiro do universo inteiro eu sou… Não sei por que nasci, pra querer ajudar a querer consertar o que não pode ser… ” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Enquanto você se esforça pra ser um sujeito normal, e fazer tudo igual… Eu do meu lado, aprendendo a ser louco, um maluco total, na loucura real… Controlando a minha maluquez, misturada com minha lucidez, vou ficar, ficar com certeza, maluco beleza, eu vou ficar, ficar com certeza, maluco beleza…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Prefiro ser, essa metamorfose ambulante, eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo… Eu quero dizer, agora o oposto do que eu disse antes, eu prefiro ser essa metamorfose ambulante… Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo… Sobre o que é o amor, sobre o que eu nem sei quem sou… Se hoje eu sou estrela, amanhã já se apagou, se hoje eu te odeio, amanhã lhe tenho amor… Lhe tenho amor. Lhe tenho horror. Lhe faço amor. Eu sou um ator…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Mamãe, não quero ser prefeito, pode ser que eu seja eleito e alguém pode querer me assassinar, eu não preciso ler jornais, mentir sozinho eu sou capaz, não quero ir de encontro ao azar… Papai não quero provar nada, eu já servi à Pátria amada, e todo mundo cobra minha luz, minha luz… Oh, coitado, foi tão cedo, Deus me livre, eu tenho medo, morrer dependurado numa cruz… Eu não sou besta pra tirar onda de herói, sou vacinado, eu sou cowboy, cowboy fora da lei… Durango Kid só existe no gibi, e quem quiser que fique aqui, entrar pra história é com vocês! …” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário