Arquivo do mês: janeiro 2014

Trabalhando com Poesia

“…Quero aprender a amar, para fazer as pazes até a noite chegar… Quero aprender a amar, em todos os detalhes, para te decifrar… Quero aprender a amar, pra cometer pecados, e depois me perdoar… Quero aprender a amar, em todas as palavras, para te sussurrar… Só quero o amor das grandes paixões, ser como crianças no parque de diversões, aquele amor que em menos de um instante, faz a vida girar numa roda gigante… Quero aprender a amar, para fazer as pazes, até a noite chegar…” Continuar lendo

Anúncios
Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Depois da última noite de festa, chorando e esperando amanhecer, amanhecer… As coisas aconteciam com alguma explicação, com alguma explicação… Depois da última noite de chuva, chorando e esperando amanhecer, amanhecer… Às vezes peço a ele que vá embora… Que vá embora…oh… Camila, Camila, Camila… A lembrança do silêncio daquelas tardes, daquelas tardes, avergonha no espelho, naquelas marcas, naquelas marcas… Havia algo de insano naqueles olhos, olhos insanos… Os olhos que passavam o dia a me vigiar, a me vigiar…oh… Camila, Camila, Camila…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Missionários de um mundo pagão, proliferando ódio e destruição, vêm dos quatro cantos da terra, a morte, a discórdia, a ganância e a guerra… E a guerra… Missionários e missões suicidas, crianças matando, crianças inimigas… Generais de todas as nações, fardas bonitas, condecorações… Documentam na nossa história, o seu rastro sujo de sangue e glória… Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Sabe esses dias em que horas dizem nada? E você nem troca o pijama, preferia estar na cama… Um dia, a monotonia tomou conta de mim. É o tédio, cortando os meus programas, esperando o meu fim… Sentado no meu quarto, o tempo vôa, lá fora a vida passa e eu aqui à tôa…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Eu já sei o que meus olhos vão querer, quando eu te encontrar, impedidos de te ver, vão querer chorar… Um riso incontido perdido em algum lugar, felicidade que transborda, parece não querer parar, não quer parar, não vai parar… Eu já sei o que meus lábios vão querer, quando eu te encontrar, molhados de prazer, vão querer beijar, e o que na vida não se cansa de se apresentar, por ser lugar comum, deixamos de extravasar, de demonstrar… Mas nunca me disseram o que devo fazer, quando a saudade acorda a beleza que faz sofrer… Nunca me disseram como devo proceder, chorar, beijar, te abraçar… É isso que quero fazer… É isso que quero dizer…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“…Sinais de que os tempos passaram, passaram e mudaram demais… Sinais de que tudo mudaram, viraram para frente e pra trás… Sinais de que não temos culpa de ficarmos assim, como simples mortais… Sinais de que não conhecemos o valor dessa vida voraz… Sinais no teu rosto cansado, calado, mesmo quando falais… Sinais de que vamos agora, na hora desse sonho audaz… Sinais de que ainda dá tempo de chamar tua irmã, que perdeu-se no tempo, de falar com a outra, com teu homem querido, teu ator preferido, quem mais?…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Você é a dor do dia a dia… Você é a dor da noite à noite… Você é a flor da agonia, a chibata, o chicote e o açoite… Você é a flor da agonia, a chibata, o chicote e o açoite… Lá fora ecoa a ventania, e os ventos arrastam vendavais, do que foi, do que seria, do que nunca volta jamais… Do que foi, do que seria, do que nunca volta jamais…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Eu entendo a noite como um oceano, que banha de sombras o mundo de sol, aurora que luta por um arrebol, em cores vibrantes e ar soberano… Um olho que mira nunca o engano, durante o instante que vou contemplar… Além, muito além, onde quero chegar, caindo a noite me lanço no mundo… Além do limite do vale profundo, que sempre começa na beira do mar… É na beira do mar…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… As borboletas estão voando, a dança louca das borboletas… Quem vai voar, não quer dançar, só quer voar, avoar… Quem vai voar, não quer dançar, só quer voar, avoar… E as borboletas estão girando, estão virando a sua cabeça, quem vai girar, não quer cair, só quer girar, não caia!… Quem vai girar, não quer cair, só quer girar, não caia!… Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Baby! Dê-me seu dinheiro, que eu quero viver, dê-me seu relógio que eu quero saber, quanto tempo falta para lhe esquecer, quanto vale um homem para amar você… Minha profissão é suja e vulgar, quero um pagamento para me deitar, e junto com você estrangular meu riso, dê-me seu amor, que dele não preciso…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“…Suave é a noite, é a noite que eu saio, pra conhecer a cidade e me perder por aí… Nossa cidade é muito grande e tão pequena, tão distante do horizonte do país… Nossa cidade é muito grande e tão pequena, tão distante do horizonte do país… Eu sempre quis viver no velho mundo, na velha forma de viver, o 3º sexo, a 3ª guerra, o 3º mundo, são tão difíceis de entender… Eu sempre quis viver no velho mundo, na velha forma de viver, o 3º sexo, a 3ª guerra, o 3º mundo, são tão difíceis de entender…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… no ar que se respira, nos gestos mais banais, em regras, mandamentos, julgamentos, tribunais, na vitória do mais forte, na derrota dos iguais… A violência travestida faz seu trottoir… Na procura doentia de qualquer prazer, na arquitetura metafisica das catedrais, nas arquibancadas, nas cadeiras, nas gerais… a violência travestida faz seu trottoir…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Já não vejo diferença entre os dedos e os anéis, já não vejo diferença entre a crença e os fiéis… Tudo é igual quando se pensa em como tudo deveria ser, há tão pouca diferença e há tanta coisa a fazer… Esquerda & direita, direitos & deveres, os 3 patetas, os 3 poderes, ascensão & queda, são dois lados da mesma moeda… Tudo é igual quando se pensa em como tudo poderia ser, há tão pouca diferença e há tanta coisa a fazer… Nossos sonhos são os mesmos há muito tempo, mas não há mais muito tempo pra sonhar… Nossos sonhos são os mesmos há muito tempo, mas não há mais muito tempo pra sonhar…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Um dia me disseram que as nuvens não eram de algodão, um dia me disseram que os ventos às vezes erram a direção… E tudo ficou tão claro, um intervalo na escuridão, uma estrela de brilho raro, um disparo para um coração… A vida imita o vídeo, garotos inventam um novo inglês, vivendo num país sedento, um momento de embriaguez… Nós somos quem podemos ser, sonhos que podemos ter…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Pra ser sincero não espero de você mais do que educação, beijo sem paixão, crime sem castigo, aperto de mãos, apenas bons amigos… Pra ser sincero não espero que você minta, não se sinta capaz de enganar, quem não engana a si mesmo… Nós dois temos os mesmos defeitos, sabemos tudo a nosso respeito, somos suspeitos de um crime perfeito, mas crimes perfeitos não deixam suspeitos…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“…Ah! se o mundo inteiro me pudesse ouvir, tenho muito pra contar, dizer que aprendi… E na vida a gente tem que entender, que um nasce pra sofrer, enquanto o outro ri… Mas, quem sofre sempre tem que procurar, pelo menos vir achar razão para viver…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabahando com Poesia

“… Paixão antiga sempre mexe com a gente, é tão difícil esquecer… Basta um encontro por acaso e pronto, começa tudo outra vez… E vendo você, meu coração parece que vai saltar pelo meu corpo, saudade em todo lugar… E eu sem disfarçar, te como com meu olhar, foi bom demais, não tinha que acabar… Meu bem, quando eu te vi, tudo voltou e eu compreendi, que te amo, quero, adoro sempre mais… Deixa o coração te seduzir, não dá mais pra disfarçar, deixa o sentimento decidir, já é hora de voltar…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Já rodei todo esse mundo, procurando encontrar Um amor, um bem profundo, que eu pudesse realizar… Os meus sonhos de criança, como todo mundo faz, de formar uma família, como era a dos meus pais… Mas o tempo foi passando e a coisa mudou, solidão foi se chegando e se acostumou… Essa tal felicidade, hei de encontrar, mesmo se eu tiver que escolher, se eu tiver que esperar…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Pudera, te encontrar aqui, pudera. Este lugar marcou demais em mim, ficou pra nós dois… Sabia, que ia ver você um dia, pra recordar as sensações, sentir o que ficou… Eu só queria te encontrar, te dar um beijo, e terminar com a solidão, com a solidão… Quero te dizer te amo… Tenho minha vida em suas mãos… Vamos reviver um sonho, nosso amor e nossas emoções…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Hoje é o dia de Santo Reis, anda meio esquecido, mas é o dia da festa de Santo Reis… Hoje é o dia de Santo Reis, anda meio esquisito, mas é o dia da festa de Santo Reis… Eles chegam tocando sanfona e violão, os pandeiros de fita carregam sempre na mão…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Rui Costa garante grandes obras na Bahia no primeiro semestre de 2014, por Oswaldo Lyra, no Jornal Tribuna da Bahia (06/01/2014)

“Eu tenho certeza que 2014 vai ser melhor para todos. As pessoas vão ter ao longo do ano as obras de mobilidade ficando prontas, o metrô funcionando e, portanto, as pessoas vão gastar menos tempo para sair de casa e chegar no trabalho, menos tempo para chegar na escola e voltar para casa, e no interior tivemos chuva forte em dezembro e eu já posso dizer que teremos um 2014 de muita produção no Estado, onde os agricultores familiares e os grande produtores iniciarão a recuperação de três anos de seca, que foi a maior seca de todos os tempos na Bahia, dentre outras ações.” Rui Costa Continuar lendo

Publicado em Notícias e política | Deixe um comentário

Festa do Padroeiro Santo Amaro de Ipitanga‏

Começam hoje as festividades, da comunidade católica de Lauro de Freitas , em homenagem a Santo Amaro de Ipitanga, Padroeiro da Cidade. As atividades religiosas têm inicio na noite de hoje e vão até o dia 15/01, ponto máximo dos festejos, quando será celebrada missa solene na Igreja Matriz de Santo Amaro de Ipitanga. Continuar lendo

Publicado em Notícias e política | Deixe um comentário