Trabalhando com Poesia

“… Eu já não sei mais, por que vivo a sofrer, pois eu nada fiz para merecer… Te dei carinho, amor, em troca ganhei ingratidão. Não sei porquê, mas acho que é falta de compreensão… Você me tem como réu, o culpado e o ladrão, por tentar ganhar seu coração… Te dei carinho, amor, em troca ganhei ingratidão. Não sei porquê, mas acho que é falta de compreensão… Você me tem como réu, o culpado e o ladrão, por tentar ganhar seu coração… Todo mundo erra! Todo mundo erra sempre, todo mundo vai errar… Não sei porquê, meu Deus, sozinho eu vivo a penar… Não tenho nada a pedir, também não tenho nada a dar, por isso é que eu vou me mandar… Vou-me embora agora… Vou-me embora agora! Vou embora pra outro planeta, na velocidade da luz, ou quem sabe de um cometa… Eu vou solitário e firme, onde a morte me aqueça… Talvez assim de uma vez, para sempre eu lhe esqueça… Te dei carinho, amor, em troca ganhei ingratidão. Não sei porquê, mas acho que é falta de compreensão… Você me tem como réu, o culpado e o ladrão, por tentar ganhar seu coração… Todo mundo erra! Todo mundo erra sempre, todo mundo vai errar… Não sei porquê, meu Deus, sozinho eu vivo a penar… Não tenho nada a pedir, também não tenho nada a dar, por isso é que eu vou me mandar… Vou-me embora agora… Vou-me embora agora! Vou embora pra outro planeta, na velocidade da luz, ou quem sabe de um cometa… Eu vou solitário e firme, onde a morte me aqueça… Talvez assim de uma vez, para sempre… Todo mundo erra… Todo mundo erra sempre, todo mundo vai errar… Não sei porquê, meu Deus, sozinho eu vivo a penar… Não tenho nada a pedir, também não tenho nada a dar, por isso é que eu vou me mandar… Por isso é que eu vou me mandar… Por isso é que eu vou me mandar…” (Revelação – Velocidade da Luz – Comp.: Anderson Luiz Florentino)

“… Num beijo molhado ninguém se conhece, no momento é só prazer. Depois de um adeus, quando o dia amanhece eu começo a sofrer… Aí que desperta a paixão no meu peito e acelera o meu coração, então não tem jeito, descubro pra nós a melhor solução… Num Beijo Molhado!… Num beijo molhado ninguém se conhece, no momento é só prazer. Depois de um adeus, quando o dia amanhece eu começo a sofrer… Aí que desperta a paixão no meu peito e acelera o meu coração, então não tem jeito, descubro pra nós a melhor solução… Baixa Essa Guarda! Baixa essa guarda, encurta a distância que existe entre eu e você, vou te falar a verdade, que o meu coração te escolheu pra viver… Procurei, não encontrei, mas todo amor tem seu lugar, achei o meu, só quero me entregar… Baixa Essa Guarda! Baixa essa guarda, encurta a distância que existe entre eu e você, vou te falar a verdade, que o meu coração te escolheu pra viver… Procurei, não encontrei, mas todo amor tem seu lugar, achei o meu, só quero me entregar… Num beijo molhado ninguém se conhece, no momento é só prazer. Depois de um adeus, quando o dia amanhece eu começo a sofrer… Aí que desperta a paixão no meu peito e acelera o meu coração, então não tem jeito, descubro pra nós a melhor solução… Baixa Essa Guarda! Baixa essa guarda, encurta a distância que existe entre eu e você, vou te falar a verdade, que o meu coração te escolheu pra viver… Procurei, não encontrei, mas todo amor tem seu lugar, achei o meu, só quero me entregar… Baixa Essa Guarda! Baixa essa guarda, encurta a distância que existe entre eu e você, vou te falar a verdade, que o meu coração te escolheu pra viver… Procurei, não encontrei, mas todo amor tem seu lugar, achei o meu, só quero me entregar… Baixa Essa Guarda! Baixa essa guarda, encurta a distância que existe entre eu e você, vou te falar a verdade, que o meu coração te escolheu pra viver… Procurei, não encontrei, mas todo amor tem seu lugar, achei o meu, só quero me entregar… Baixa Essa Guarda! Baixa essa guarda, encurta a distância que existe entre eu e você, vou te falar a verdade, que o meu coração te escolheu pra viver… Procurei, não encontrei, mas todo amor tem seu lugar, achei o meu, só quero me entregar…” (Revelação – Baixa essa guarda – Comp.: André Renato/Márcio Paiva)

“… Fica no faz-de-conta, está na moda, não se incomoda, é tão bonita… Dentro do samba, chega e agita, é toda prosa, de bem com a vida… Quando ela passa, é uma loucura, que contagia e a galera assovia… Paga de solitária, diz que se ama, acha que engana, controla o fogo… Se fecha e corre, se alguém descobre, seu ponto fraco, não abre o jogo… Me fiz de bobo, armei meu laço, sem embaraço, pra vencer no cansaço… Toquei no seu interior, mas ela não se entregou, fiz tudo para conquistar, o amor que vi no seu olhar… Agora eu descobri teu segredo: Tem medo de amar, tem medo… Toquei no seu interior, mas ela não se entregou, fiz tudo para conquistar, o amor que vi no seu olhar… Agora eu descobri teu segredo: Tem medo de amar, tem medo… Fica no faz-de-conta, está na moda, não se incomoda, é tão bonita… Dentro do samba, chega e agita, é toda prosa, de bem com a vida… Quando ela passa, é uma loucura, que contagia e a galera assovia… Paga de solitária, diz que se ama, acha que engana, controla o fogo… Se fecha e corre, se alguém descobre, seu ponto fraco, não abre o jogo… Me fiz de bobo, armei meu laço, sem embaraço, pra vencer no cansaço… Toquei no seu interior, mas ela não se entregou, fiz tudo para conquistar, o amor que vi no seu olhar… Agora eu descobri teu segredo: Tem medo de amar, tem medo… Toquei no seu interior, mas ela não se entregou, fiz tudo para conquistar, o amor que vi no seu olhar… Agora eu descobri teu segredo: Tem medo de amar, tem medo… Toquei no seu interior, mas ela não se entregou, fiz tudo para conquistar, o amor que vi no seu olhar… Agora eu descobri teu segredo: Tem medo de amar, tem medo… Toquei no seu interior, mas ela não se entregou, fiz tudo para conquistar, o amor que vi no seu olhar… Agora eu descobri teu segredo: Tem medo de amar, tem medo… Tem medo de amar, tem medo… Tem medo de amar, tem medo… Tem medo de amar, tem medo…” (Revelação – Medo de amar – Comp.: Xande de Pilares / Magarça / Gilson Bernini)

“Se tiver que discutir, faça-o com serenidade. Lembre-se de que seu adversário tem os mesmos direitos que você, de fazer-se ouvido. Ouça-o com a mesma atenção que gosta de receber. Não tumultue a discussão: os direitos dele são iguais aos seus e, quem sabe, muitas vezes a razão estará com ele. Então, discuta com serenidade, e conquiste fama de sábio e de homem bem educado.” (Minutos de Sabedoria Pg. 050)

Bom dia pessoal,
O Projeto Eco Folia Solidária apresenta hoje, a partir das 9 horas na Associação Baiana de Imprensa, as ações sustentáveis para o carnaval. O Complexo Cooperativo de Reciclagem da Bahia (CCRB) promove um encontro na próxima quinta-feira, 20 de fevereiro, a partir das 09h, na Associação Baiana de Imprensa (ABI) para apresentar as ações do Projeto Eco Folia Solidária – O Trabalho Decente, Preserva o Meio Ambiente, durante o carnaval de 2014.
A iniciativa, que surgiu com o objetivo de melhorar, organizar e valorizar o trabalho dos catadores de material reciclável, completa 11 anos de atividade, além de combater o trabalho infantil durante o período de festa e ajudar a minimizar os impactos ambientais causados pelo descarte inadequado dos resíduos sólidos gerados durante a folia.
“Os catadores avulsos que não integram cooperativas ou associações podem se cadastrar em alguma das cinco Centrais de apoio ao catador, espalhadas no circuito do Carnaval. Para que o trabalho seja realizado com segurança é disponibilizado um kit de proteção individual contendo fardamento, botas, luvas e protetor auricular. Estes beneficiados terão direito a três refeições diárias, produzidas pela Rede de Alimentação de Economia Solidária”, informa Joilson Santana, representante do CCRB.
Os catadores são remunerados pelo serviço ambiental urbano prestado durante o carnaval. O material recolhido é direcionado para Centrais que ficam Barra, Ondina, Politeama, 02 de Julho e Ladeira da Montanha, lá os materiais recicláveis são triados, prensados e armazenados.

Ano passado foram recolhidos mais de 70 toneladas de resíduos sólidos e líquidos, foram beneficiados 2.404 catadores e para este ano, a meta é atender 1100 catadores avulsos e coletar 70 toneladas de resíduos, para evitar que os mesmos acabem indo para mares, rios e córregos, preservando assim o meio ambiente.
“EcoFolia Solidária 2014”, conta com o patrocínio do Governo do Estado, através do programa Vida Melhor Urbano, da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate a Pobreza (Sedes) e Casa Civil, além da Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria de Ordem Pública (Semop) e da Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb) e apoio da Coopcentral.
Na nossa sugestão de leitura de hoje alguns textos do site Brasil 247. Vale a pena conferir:
Falta de solidariedade do PSDB pesou para Azeredo – Líderes tucanos admitem que distância do partido ao principal réu do ‘mensalão’ tucano, Eduardo Azeredo (PSDB-MG), tenha influenciado sua decisão de renunciar ao cargo de deputado federal nesta quarta-feira; outro peso foi a entrevista do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que defendeu punição aos acusados no julgamento; “se o STF acha que tem culpa, tem culpa”, disse; segundo parlamentares próximos, Azeredo teria ficado “profundamente mexido” com as palavras de FHC; petistas acreditam que entrega do cargo visa ainda não atrapalhar a campanha do presidenciável Aécio Neves
http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/130865/Falta-de-solidariedade-do-PSDB-pesou-para-Azeredo.htm

PSDB sofre as chibatadas que impôs ao PT – Em dois dias, partido sofre dois abalos: autorização para abertura de inquérito policial em São Paulo contra vereador Andrea Matarazzo, e renúncia de mandato parlamentar de ex-governador Eduardo Azeredo; casos devem se alongar durante ano eleitoral; relator Luís Roberto Barroso tende a não aceitar retirada do processo do chamado mensalão mineiro do âmbito do STF; investigações da polícia paulista devem manter ex-ministro tucano na berlinda; partido acostumado a atacar PT no campo da ética tem dois de seus próceres fragilizados nesse mesmo quesito
http://www.brasil247.com/pt/247/poder/130790/PSDB-sofre-as-chibatadas-que-imp%C3%B4s-ao-PT.htm

Desemprego fica em 4,8%, menor taxa da história – Índice divulgado pelo IBGE é o menor da série histórica da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), iniciada há 11 anos, para um mês de janeiro; número de trabalhadores com carteira assinada ficou em 11,8 milhões – estável em relação a dezembro e a janeiro de 2013; no primeiro mês do ano passado, o desemprego havia ficado em 5,4%; em dezembro de 2013, taxa foi de 4,3%
http://www.brasil247.com/pt/247/economia/130860/Desemprego-fica-em-48-menor-taxa-da-hist%C3%B3ria.htm
Barbosa manobra para só Fux votar quadrilha hoje – Manipulação na pauta feita por Joaquim Barbosa vai reduzir tempo de apreciação pelo plenário do STF, nesta quinta-feira 20, das acusações de formação de quadrilha contra réus na AP 470; tendência é por absolvição, mas primeiro voto deve ser condenatório: o de Luiz Fux; Barbosa marcou reunião às 14h00 para discutir assuntos administrativos; intenção é abrir julgamento dos réus do PT mais tarde, de modo a que só Fux vote hoje; mídia familiar pronta para apoiá-lo no 1 a 0; segundo voto, que pode empatar, será de Luís Roberto Barroso; palavra para ele, porém, só na terça 25, se o plano der certo; operação semelhante já jogou pressão midiática sobre decano Celso de Mello; mal-estar no STF obrigou presidente do STF a cancelar a reunião, mas, ainda assim, tendência é permitir apenas o voto de Fux
http://www.brasil247.com/pt/247/economia/130860/Desemprego-fica-em-48-menor-taxa-da-hist%C3%B3ria.htm

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2014/02/20/trabalhando-com-poesia-586

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma quinta feira abençoada por Deus, coberta de paz e protegida pelo Caçador de uma flecha só. Okearô Odé!!
Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282
Seus olhos – Gonçalves Dias

Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,
De vivo luzir,
Estrelas incertas, que as águas dormentes
Do mar vão ferir;

Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,
Têm meiga expressão,
Mais doce que a brisa, — mais doce que o nauta
De noite cantando, — mais doce que a frauta
Quebrando a solidão,

Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,
De vivo luzir,
São meigos infantes, gentis, engraçados
Brincando a sorrir.

São meigos infantes, brincando, saltando
Em jogo infantil,
Inquietos, travessos; — causando tormento,
Com beijos nos pagam a dor de um momento,
Com modo gentil.

Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,
Assim é que são;
Às vezes luzindo, serenos, tranquilos,
Às vezes vulcão!

Às vezes, oh! sim, derramam tão fraco,
Tão frouxo brilhar,
Que a mim me parece que o ar lhes falece,
E os olhos tão meigos, que o pranto humedece
Me fazem chorar.

Assim lindo infante, que dorme tranquilo,
Desperta a chorar;
E mudo e sisudo, cismando mil coisas,
Não pensa — a pensar.

Nas almas tão puras da virgem, do infante,
Às vezes do céu
Cai doce harmonia duma Harpa celeste,
Um vago desejo; e a mente se veste
De pranto co’um véu.

Quer sejam saudades, quer sejam desejos
Da pátria melhor;
Eu amo seus olhos que choram em causa
Um pranto sem dor.

Eu amo seus olhos tão negros, tão puros,
De vivo fulgor;
Seus olhos que exprimem tão doce harmonia,
Que falam de amores com tanta poesia,
Com tanto pudor.

Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,
Assim é que são;
Eu amo esses olhos que falam de amores
Com tanta paixão.

Canção do Tamoio – Gonçalves Dias

(Natalícia)

I

Não chores, meu filho;
Não chores, que a vida
É luta renhida:
Viver é lutar.
A vida é combate,
Que os fracos abate,
Que os fortes, os bravos
Só pode exaltar.

II

Um dia vivemos!
O homem que é forte
Não teme da morte;
Só teme fugir;
No arco que entesa
Tem certa uma presa,
Quer seja tapuia,
Condor ou tapir.

III

O forte, o cobarde
Seus feitos inveja
De o ver na peleja
Garboso e feroz;
E os tímidos velhos
Nos graves concelhos,
Curvadas as frontes,
Escutam-lhe a voz!

IV

Domina, se vive;
Se morre, descansa
Dos seus na lembrança,
Na voz do porvir.
Não cures da vida!
Sê bravo, sê forte!
Não fujas da morte,
Que a morte há de vir!

V

E pois que és meu filho,
Meus brios reveste;
Tamoio nasceste,
Valente serás.
Sê duro guerreiro,
Robusto, fragueiro,
Brasão dos tamoios
Na guerra e na paz.

VI

Teu grito de guerra
Retumbe aos ouvidos
Dimigos transidos
Por vil comoção;
E tremam douvi-lo
Pior que o sibilo
Das setas ligeiras,
Pior que o trovão.

VII

E a mão nessas tabas,
Querendo calados
Os filhos criados
Na lei do terror;
Teu nome lhes diga,
Que a gente inimiga
Talvez não escute
Sem pranto, sem dor!

VIII

Porém se a fortuna,
Traindo teus passos,
Te arroja nos laços
Do inimigo falaz!
Na última hora
Teus feitos memora,
Tranqüilo nos gestos,
Impávido, audaz.

IX

E cai como o tronco
Do raio tocado,
Partido, rojado
Por larga extensão;
Assim morre o forte!
No passo da morte
Triunfa, conquista
Mais alto brasão.

X

As armas ensaia,
Penetra na vida:
Pesada ou querida,
Viver é lutar.
Se o duro combate
Os fracos abate,
Aos fortes, aos bravos,
Só pode exaltar.

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s