Arquivo do mês: agosto 2014

Trabalhando com Poesia

“… Ando devagar porque já tive pressa, e, levo esse sorriso porque já chorei demais, hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe, só levo a certeza de que muito pouco eu sei, que nada sei… Conhecer as manhas … Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Eu tô com saudades da nossa amizade, do tempo em que a gente amava se ver… Eu não sou palavra, eu não sou poema, sou humana pequena, a se arrepender… Às vezes, sou dia, às vezes, sou nada, hoje, lágrima caída, choro pela madrugada… Às vezes, sou fada, às vezes, faísca, tô ligada na tomada, numa noite mal dormida… Eu tô com saudades da nossa amizade, do tempo em que a gente amava se ver… Eu não sou palavra, eu não sou poema, sou humana pequena, a se arrepender…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com , , | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… De onde é que vem esses olhos tão tristes? Vem da campina onde o sol se deita, do regalo de terra que o teu dorso ajeita, e, dorme sereno, no sereno sonha… De onde é que salta essa voz tão risonha? Da chuva que teima, mas o céu rejeita, do mato, do medo, da perda tristonha, mas, que o sol resgata, arde e deleita… Há uma estrada de pedra que passa na fazenda, é teu destino, é tua senda, onde nascem tuas canções, as tempestades do tempo que marcam tua história, fogo que queima na memória e acende os corações…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“…Eu sou o brilho dos teus olhos ao me olhar, sou o teu sorriso ao ganhar um beijo meu, eu sou teu corpo inteiro a se arrepiar, quando em meus braços você se acolheu… Eu sou o teu segredo mais oculto, teu desejo mais profundo, teu querer, tua fome de prazer, sem disfarçar, sou a fonte de alegria, sou o teu sonhar… Eu sou a tua sombra, eu sou teu guia, sou teu luar em plena luz do dia, sou tua pele, proteção, sou teu calor, eu sou teu cheiro a perfumar o nosso amor…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Eu me aqueço, eu endureço, eu me derreto, eu evaporo, eu caio em forma de chuva… Agora sou um vento só, a escuridão, eu virei pó, fotografia, sou lembrança do passado…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Ouvi dizer que você tá bem, que já tem um outro alguém, encontrei moedas pelo chão, mas não vi ninguém, pra me abraçar, me dar a mão… Eu chorei sem disfarçar, quando vi seu carro passar, vi todo o amor que em mim ainda não passou, eu já não sei bem aonde vou, mas agora eu vou…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Não vale a pena sangrar por sangrar, crescer de véspera, fugir, diante das palmas, lembrar de rolar um pranto, enfim… Não durma antes de sonhar!…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“…De todo o amor que eu tenho, metade foi tu que me deu, salvando minh’alma da vida, sorrindo e fazendo o meu eu… Se queres partir, ir embora, me olha da onde estiver, que eu vou te mostrar que eu tô pronta, me colha madura do pé…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Quando já não tinha espaço, pequena fui, onde a vida me cabia apertada, em um canto qualquer acomodei minha dança, os meu traços de chuva… E o que é estar em paz, pra ser minha e assim ser sua? Quando já não procurava mais, pude enfim nos olhos teus, vestidos d’água, me atirar tranquila daqui, lavar os degraus, os sonhos e as calçadas… E assim, no teu corpo eu fui chuva, jeito bom de se encontrar… E assim, no teu gosto eu fui chuva, jeito bom de se deixar viver…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… O meu desafio é andar sozinha, esperar no tempo os nossos destinos, não olhar pra trás, esperar a paz, o que me traz a ausência do seu olhar… Traz nas asas um novo dia, me ensina a caminhar, mesmo eu sendo menina, aprendi… Oh, meu Deus, me traz de volta essa menina, porque tudo que eu tenho é o seu amor, João de Barro, eu te entendo agora, por favor, me ensine como guardar meu amor…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Eu quero um pouco mais dessa nobreza, que sinto quando estou junto de ti, só quero um pouco dessa luz, que você tem de sobra, sopra, que eu pego daqui, que eu vou varrer o céu que você “pássara”… Vou espalhar seu cheiro ao meu redor, serei o vento bobo a sussurrar, em seu ouvido, uma canção que ocê sabe de cor… E quando eu não correr pela montanha, atrás da bola que você jogar, serei o cão que lambe suas pernas, quando você chega e deita no sofá… Não vou abrir a porta do seu carro, nem te esperar de pé nesse portão, meu coração já é sua morada, namorada, e a chave você tem na mão…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Estou aqui, mas, esqueci minha alma num hotel, meu coração na caneta, meus desejos num papel… Eu vinha sem retrovisor, um rosto estranho me chamou e, a minha pele não me coube mais, a sorte veio e me encontrou, na corda bamba do amor, meus dias nunca mais serão iguais…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

TRE Aprova Candidatura de Moema Gramacho por Unanimidade

  Como já esperávamos, o TRE-BA, em sessão realizada ontem a tarde (12), Julgou improcedente a impugnação proposta pela Procuradoria Regional Eleitoral e deferiu, por unanimidade, o registro de candidatura da companheira Moema Gramacho. Diz o relator em seu voto … Continuar lendo

Publicado em Notícias e política | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

"… Ando procurando pelo seu olhar, clareou o dia, você desapareceu na estrada, no vento ou qualquer outra rota estelar, na ilha deserta ou no inverno do norte europeu… Mergulhando ruas, beijos ao luar, velejando bocas, loucas pra beijar… Mar e o oceano, e a onda que veio e bateu, lembra a distância entre o seu mundo e o meu… O aluguel venceu, meu time jogou, tudo aqui é seu e você não ligou… De manhã choveu, o carro enguiçou, o sinal fechou, o amor não percebeu…" Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Meu amor, deixa eu chorar até cansar, me leve pra qualquer lugar, aonde Deus possa me ouvir… Minha dor, eu não consigo compreender, eu quero algo pra beber, me deixe aqui, pode sair… Adeus…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Tô relendo minha lida, minha alma, meus amores, tô revendo minha vida, minha luta, meus valores, refazendo minhas forças, minhas fontes, meus favores, tô regando minhas folhas, minhas faces, minhas flores… Tô limpando minha casa, minha cama, meu quartinho, tô soprando minha brasa, minha brisa, meu anjinho, tô bebendo minhas culpas, meu veneno, meu vinho, escrevendo minhas cartas, meu começo, meu caminho… Estou podando meu jardim… Estou cuidando bem de mim…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Queria felicidade, não pra me apaixonar, por medo desse amor bonito me fazer chorar… Que fazer com meu coração? Paixão chegou sem dizer nada, e ensinou pro meu viver, que o dono da dor sabe quanto dói, tem jeito não, o peito rói… E só quem amou pode entender o poder de fogo da paixão, porque… A realidade é dura, mas é ai que se cura, ninguém pode imaginar o que não viveu… Queria felicidade, não pra me apaixonar, por medo desse amor bonito me fazer chorar… Eu não sabia, Oh! Senhor, das artimanhas do amor, caí nas garras da sedução…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Eu sou descendente Zulu, sou um soldado de Ogum, um devoto dessa imensa legião de Jorge… Eu sincretizado na fé, sou carregado de axé e protegido por um cavaleiro nobre… Sim, vou à igreja festejar meu protetor e agradecer por eu ser mais um vencedor, nas lutas, nas batalhas… Sim vou ao terreiro, pra bater o meu tambor, bato cabeça firmo ponto sim senhor, eu canto pra Ogum…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Manda que eu faço chover, pede que eu mando parar, manda que eu faço de tudo meu amor pra te agradar… Manda que eu faço chover, pede que eu mando parar, manda que eu faço de tudo só pra não te ver chorar…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Me faz tão bem acreditar que ainda existe amor, me deixa crer que até aqui nada mudou e, sem querer, deixa eu pensar que me aceitou, ou que talvez eu seja agora um novo amor… Minta pra mim, pra que eu viva, meu sonho, feliz assim… Minta pra mim, pra que eu viva, meu sonho, feliz assim…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Pago pra ver você rogar a minha volta, minha revolta tá na tua ingratidão, quem deu amor, quem se entregou, não merecia uma partida, sem deixar explicação… Quando você chegou pra mim, foi tanta jura, tanta promessa desse amor jamais ter fim… Agora vejo, foi somente um desejo, simplesmente um ensejo, pra mais uma curtição… Enquanto eu, que apostei todas as cartas, nesse amor que me descarta, só há dor, desilusão… Vou refazer minha vida, mudar o meu telefone, cicatrizar a ferida, tirar o seu sobrenome… O que restou de nós dois, vou apagar da lembrança, e não vou mais me entregar feito criança…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Será que nunca faremos senão confirmar, a incompetência da América católica, que sempre precisará de ridículos tiranos… Será, será, que será? Que será, que será?… Será que esta minha estúpida retórica, terá que soar, terá que se ouvir por mais zil anos… Ou então cada paisano e cada capataz, com sua burrice fará jorrar sangue demais, nos pantanais, nas cidades, caatingas e nos gerais…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário