Trabalhando com Poesia

…Uma vez eu tive uma ilusão, e não soube o que fazer, não soube o que fazer, com ela, não soube o que fazer, e ela se foi, porque eu a deixei, por que eu a deixei? Não sei. Eu só sei que ela se foi… Mi corazón desde entonces, la llora diario, no portão… Por ella, no supe que hacer, y se me fue, porque la dejé, ¿Por que la dejé? No sé, sólo sé que se me fue… Sei que tudo o que eu queria, deixei tudo o que eu queria, porque não me deixei tentar, vivê-la feliz… É a ilusão de que volte, o que me faça feliz, faça viver, por ella no supe que hacer, y se me fue, porque la dejé ¿Por que la dejé? No sé, sólo sé que se me fue… Sei que tudo o que eu queria, deixei tudo o que eu queria, porque não me deixei tentar, vivê-la feliz… Sei que tudo o que eu queria, deixei tudo o que eu queria, porque no me dejó tratar de hacerla feliz… Porque la dejé ¿Por que la dejé? No sé, sólo sé que se me fue…” (Marisa Monte & Julieta Venegas – Ilusión – Comp.: Julieta Venegas & Marisa Monte)

https://www.youtube.com/watch?v=CNydZwMduN8

“… Eu era tão feliz e não sabia, amor, fiz tudo que eu quis, confesso a minha dor… E era tão real, que eu só fazia fantasia e não fazia mal… E agora é tanto amor, me abrace como foi, te adoro e você vem comigo, aonde quer que eu vôe… E o que passou, calou, e o que virá, que dirá, e só ao seu lado, seu telhado, me faz feliz de novo… O tempo vai passar, e tudo vai entrar no jeito certo de nós dois… As coisas são assim, e se será, que será, pra ser sincero, meu remédio é te amar, te amar… Não pense, por favor, que eu não sei dizer, que é amor tudo o que eu sinto longe de você… uhmm… E agora é tanto amor, me abrace como foi, te adoro e você vem comigo, aonde quer que eu vôe… E o que passou, calou, e o que virá, que dirá, e só ao seu lado, seu telhado, me faz feliz de novo… O tempo vai passar, e tudo vai entrar no jeito certo de nós dois… As coisas são assim, e se será, que será, pra ser sincero, meu remédio é te amar, te amar… Não pense, por favor, que eu não sei dizer, que é amor tudo o que eu sinto longe de você… uhmm…” (Marisa Monte – Pra ser sincero – Comp.: Carlinhos Brown / Marisa Monte )

https://www.youtube.com/watch?v=Lk3jpgb-0iE

“… E no meio de tanta gente eu encontrei você, entre tanta gente chata, sem nenhuma graça, você veio… E eu que pensava que não ia me apaixonar, nunca mais na vida… Eu podia ficar feio, só, perdido, mas, com você eu fico muito mais bonito, mais esperto… E podia estar tudo agora dando errado pra mim, mas, com você dá certo… Por isso não vá embora… Por isso não me deixe nunca, nunca mais… Por isso não vá, não vá embora… Por isso não me deixe nunca, nunca mais… Eu podia estar sofrendo, caído por aí, mas, com você eu fico muito mais feliz, mais desperto… Eu podia estar agora sem você, mas, eu não quero, não quero… Por isso não vá embora… Por isso não me deixe nunca, nunca mais… Por isso não vá, não vá embora… Por isso não me deixe nunca, nunca mais… Por isso não vá embora… Por isso não me deixe nunca, nunca mais… Por isso não vá, não vá embora… Por isso não me deixe nunca, nunca mais… Por isso não vá embora… Por isso não me deixe nunca, nunca mais… Por isso não vá, não vá embora… Por isso não me deixe nunca, nunca mais…(Marisa Monte – Não fui eu – Comp.: Marisa Monte)
 


https://www.youtube.com/watch?v=VBP8ifg-MdM


Não se deixe arrastar pela vaidade. Aprenda a conhecer-se. Não se julgue indispensável. Quando lhe vier a tentação de julgar-se insubstituível, lembre- se de uma verdade irrefutável; só Deus é indispensável. Não se envaideça! Deus, que é grande, não assinou nenhuma de suas obras… Não se esqueça: quem se exalta será humilhado, mas quem se humilha será exaltado.” (Minutos de Sabedoria Pg. 129)

 

Bom dia pessoal,

As demandas dos últimos dias e problemas na minha internet, me impediram de publicar tempestivamente o “Trabalhando com Poesia de segunda e de terça, mas, esta madrugada conseguimos atualizar.

Confira a versão de segunda feira:

https://oipa2.wordpress.com/2014/09/01/trabalhando-com-poesia-663/

Confira a versão de terça feira:

https://oipa2.wordpress.com/2014/09/02/trabalhando-com-poesia-664/

O “Trabalhando com Poesia” de hoje traz a homenagem a Irene Papas, aniversariante do dia.

Irene Papas canta “Christos Anesti”

https://www.youtube.com/watch?v=AKwizUzyj0I

Irene Papas canta “O Gliki Mou Ear”

https://www.youtube.com/watch?v=qo2y2q7S5wE

Irene Papas canta “Odes”

https://www.youtube.com/watch?v=Aq1hodbSDkg

Irene Papas canta “Potame – The river”

https://www.youtube.com/watch?v=5VDuk_sLkdw

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje textos do site Brasil 247. Vale a pena conferir:

Bispo de SP: Marina traz risco de ‘fundamentalismo’ – Para o bispo de Jales (SP), dom Demétrio Valentin, ascensão de Marina Silva é “irreversível” e traz risco de fazer da religiosidade um instrumento de ação política: “a gente tem medo do fundamentalismo que ela pode proporcionar. Existe na Marina uma tendência ao radicalismo, pela convicção exagerada ao defender seus valores e suas motivações, que pode derivar para o fundamentalismo”; ele também lamenta o fato de a presidente Dilma Rousseff não ter estabelecido “muitas pontes” com a igreja…

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/152209/Bispo-de-SP-Marina-traz-risco-de-%27fundamentalismo%27.htm

Gaspari põe em xeque “novidade” de Marina – Colunista Elio Gaspari diz que, em dois episódios concretos que se defrontou, “a escalafobética propriedade do jatinho que caiu, matando Eduardo Campos, e dois pontos de seu programa, anunciados na sexta-feira e renegados no fim de semana”, a candidata do PSB, Marina Silva, comportou-se de acordo com o manual da velha política, com explicações insuficientes ou jogando o problema para adiante…

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/152207/Gaspari-p%C3%B5e-em-xeque-%E2%80%9Cnovidade%E2%80%9D-de-Marina.htm

Leonardo Boff ao 247: “Dilma é a melhor opção” – Líder religioso, intelectual e militante social, Leonardo Boff acredita que “nenhum governo fez políticas públicas cuja centralidade era o povo marginalizado, os invisíveis”, como fizeram o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff; sobre Marina Silva, que já foi sua aluna, no Acre, comenta que a candidata do PSB se transformou “numa fundamentalista com a mentalidade de alguns líderes muçulmanos” e que não possui habilidade de articulação; “Se vencer, oxalá não tenha o mesmo destino político que teve Collor de Mello”, prevê; em entrevista ao blog do jornalista Paulo Moreira Leite, Boff diz que candidatura da ex-senadora “representa uma volta ao velho e ao atrasado da política…

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/152152/Leonardo-Boff-ao-247-Dilma-%C3%A9-a-melhor-op%C3%A7%C3%A3o.htm

Desmistificando a candidatura da “terceira via”, por Maria das Graças Costa – Não podemos permitir que candidatos que representam o retrocesso e o aumento da precarização do trabalho, como são Marina e Aécio, ganhem as eleições. Temos de deixar clara a hipocrisia do discurso de Marina – Nas eleições de 2010, a ex-ministra Marina Silva já havia tentado colocar-se como uma candidata alternativa ao PT e PSDB. Agora reforça esse apelo colocando-se como a portadora da “terceira via”, vendendo a idéia de que se eleita implementará uma “nova política”, uma “nova agenda” e “novas propostas”…

http://www.brasil247.com/pt/247/artigos/152123/Desmistificando-a-candidatura-da-%E2%80%9Cterceira-via%E2%80%9D.htm

Lula estreia no Twitter para defender legado do PT – Perfil @LulapeloBrasil será atualizado por assessores e se destinará a acompanhar em tempo real “as viagens e atividades públicas” de Lula, o maior cabo eleitoral do PT; ele também usará o espaço para defender o legado dos governos petistas nos últimos 12 anos, num momento de ascensão da candidatura de Marina Silva; a página já conta com quase 9 mil seguidores e 51 tweetes publicados…

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/152213/Lula-estreia-no-Twitter-para-defender-legado-do-PT.htm

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2014/09/03/trabalhando-com-poesia-665

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina.  Uma quarta-feira abençoada por Deus e repleta da força da rainha dos ventos e trovões. Eparrey Oyá.

Apio Vinagre Nascimento

e-mail 1: oipa2@hotmail.com
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio 
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

Dois de Julho – Tobias Barreto

Na frente dos belos dias
Que trajam mais viva luz,
Desfilando entre harmonias
No vasto império da cruz,
Passa um dia sublimado,
Qual guerreiro namorado,
Valente, bravo e gentil,
Que traz a glória estampada,
Na face meio embaçada
Pelo alento do fuzil.

Neste dia, sempre novo,
Entre os aplausos do mar,
Entre os ruídos do povo,
Vai a cidade falar…
Atriz majestosa e bela,
Falando só e só ela
Diante de duas nações,
Representa um alto feito,
Que arranca brados do peito
De emudecidos canhões.

1861

Publicado no livro Dias e Noites (1893).

Padre J A de Faro Leitão – Tobias Barreto

Bicho de faro é cachorro,
Filho de porca é leitão:
Quem ligou as duas raças
Nesta igreja da Missão?

Poema integrante da série Apêndice.

Ainda à Adelaide do Amaral – Tobias Barreto

Atriz, não sei o mistério
Do teu talento estupendo!
Mulher, eu te compreendo
Nas falas do coração…
Tu, simpática e celeste,
Colheste, d’arte aos quebrantos,
O aplauso de nossos prantos,
E queres deixar-nos?… não!

Se tens saudades que ao longe
Dispersam teu pensamento,
Nós pediremos ao vento
Que sopre mais devagar,
Que à tarde, nas fibras ternas
Do teu peito harmonioso,
Module um canto mimoso,
Que não te faça chorar…

(…)

Os gênios vivem de orvalhos,
Alimentam-se de odores;
Diremos às flores: flores,
Ah! não a deixeis partir!…
Com ela a chorar se aprendem
Todas as dores profundas,
Todas as mágoas fecundas
Que a mulher pode sentir.

1867

Publicado no livro Dias e Noites (1881). Poema integrante da série Parte III – Estéticas.

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s