Trabalhando com Poesia

“…Tive razão, posso falar, não foi legal, não pegou bem… Que vontade de chorar, dói, em pensar que ela não vem só dói… Mas pra mim tá tranquilo, eu vou zoar, o clima é de partida, vou dar sequência na minha vida… De bobeira é que eu não estou, e você sabe como é que é, eu vou, mas poderei voltar quando você quiser…. Demorou, vai ser melhor… Demorou, vai ser melhor… Tive razão, posso falar, não foi legal, não pegou bem… Que vontade de chorar, dói, em pensar que ela não vem só, dói… Mas pra mim tá tranquilo, eu vou zoar, o clima é de partida, vou dar sequência na minha vida… E de bobeira é que eu não estou, e você sabe como é que é, eu vou, mas poderei voltar quando você quiser… Demorou, vai ser melhor… Demorou, vai ser melhor… Tive razão, posso falar, não foi legal, não pegou bem… Que vontade de chorar, dói, em pensar que ela não vem só, dói… Mas pra mim tá tranquilo, eu vou zoar, o clima é de partida, vou dar sequência na minha vida… E de bobeira é que eu não estou, e você sabe… Demorou, vai ser melhor…” (Seu Jorge – Tive razão – Comp.: Seu Jorge)

“…Vai no cabeleireiro, no esteticista, malha o dia inteiro, vida de artista… Saca dinheiro, vai de motorista, com seu carro esporte, vai zoar na pista… Final de semana, na casa de praia, só gastando grana, na maior gandaia… Vai pra balada, dança bate estaca, com a sua tribo, até de madrugada… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Só no filé… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Tem o que quer… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Do croissant… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Suquinho de maçã… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Vai no cabeleireiro, no esteticista, malha o dia inteiro, vida de artista… Saca dinheiro, vai de motorista, com seu carro esporte, vai zoar na pista… Final de semana, na casa de praia, só gastando grana, na maior gandaia… Vai pra balada, dança bate estaca, com a sua tribo, até de madrugada… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Só no filé… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Tem o que quer… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Do croissant… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Suquinho de maçã… Vai no cabeleireiro, no esteticista, malha o dia inteiro, vida de artista… Saca dinheiro, vai de motorista, com seu carro esporte, vai zoar na pista… Final de semana, na casa de praia, só gastando grana, na maior gandaia… Vai pra balada, dança bate estaca, com a sua tribo, até de madrugada… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Só no filé… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Tem o que quer… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Do croissant… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Suquinho de maçã… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha…” (Seu Jorge – Burguesinha – Comp.: Seu Jorge / Gabriel Moura / Pretinho da Serrinha)

“… No serviço de auto-falante, do morro do Pau da Bandeira, quem avisa é o Zé do Caroço, que amanhã vai fazer alvoroço, alertando a favela inteira… Aí como eu queria que fosse em mangueira, que existisse outro Zé do Caroço, pra falar de uma vez pra esse moço, carnaval não é esse colosso, nossa escola é raiz, é madeira… Mas é o Morro do Pau da Bandeira, de uma Vila Isabel verdadeira, e o Zé do Caroço trabalha, e o Zé do Caroço batalha, e que malha o preço da feira… E na hora que a televisão brasileira, destrói toda gente com a sua novela, é que o Zé bota a boca no mundo, ele faz um discurso profundo, ele quer ver o bem da favela… Está nascendo um novo líder, no morro do Pau da Bandeira, está nascendo um novo líder, no morro do Pau da Bandeira, no morro do Pau da Bandeira, no morro do Pau da Bandeira… Lelelelê Lelelelelelelelelê… Lelelelê Lelelelelelelelelê… No serviço de auto-falante, do morro do Pau da Bandeira, quem avisa é o Zé do Caroço, que amanhã vai fazer alvoroço, alertando a favela inteira… Aí como eu queria que fosse em mangueira, que existisse outro Zé do Caroço, pra falar de uma vez pra esse moço, carnaval não é esse colosso, nossa escola é raiz, é madeira… Mas é o Morro do Pau da Bandeira, de uma Vila Isabel verdadeira, e o Zé do Caroço trabalha, e o Zé do Caroço batalha, e que malha o preço da feira… E na hora que a televisão brasileira, destrói toda gente com a sua novela, é que o Zé bota a boca no mundo, ele faz um discurso profundo, ele quer ver o bem da favela… Está nascendo um novo líder, no morro do Pau da Bandeira, está nascendo um novo líder, no morro do Pau da Bandeira, no morro do Pau da Bandeira, no morro do Pau da Bandeira… Lelelelê Lelelelelelelelelê… Lelelelê Lelelelelelelelelê…” (Seu Jorge – Zé do Caroço – Comp.: Leci Brandão)

“Não fique remoendo as coisas do passado. Ficar preso ao passado não dá futuro. Não se deixe prender por mágoas e ressentimentos: Não se atormente com o que passou, mesmo que reconheça seu erro. Levante-se e siga à frente, o mais rapidamente que puder. Faça as pazes com seus adversários, envie pensamentos de simpatia e amor, e todas as mágoas se afastarão e você vi verá feliz e risonho.” (Minutos de Sabedoria Pg. 148)

Boa noite pessoal,

Como foram de final de semana? Espero que bem. As demandas do final de semana fizeram com que eu não pudesse preparar o TCP como normalmente faço. Tentarei reorganizar o tempo ao longo dos dias.
Durante essa semana, o “Trabalhando com Poesia” visitará alguns recortes das escritas de Içami Tiba. Espero que gostem.

Içami Tiba estudou na Faculdade de Medicina da USP, onde terminou os estudos em medicina, é psiquiatra no Hospital das Clínicas da FMUSP, professor-supervisor de Psicodrama de Adolescentes pela Federação Brasileira de Psicodrama. É um membro activo na Equipe Técnica da Associação Parceria Contra Drogas (APCD).

Há três décadas que trabalha com adolescentes e conflitos familiares, o psiquiatra Içami Tiba é hoje um dos maiores especialistas nessa área no Brasil. Professor em diversos cursos no Brasil e no exterior, criou a Teoria da Integração Relacional, que facilita o entendimento e a aplicação da Psicologia por pais e educadores.
Depois de ter um quadro em programas da TV Record e da TV Bandeirantes por vários anos, hoje Içami Tiba participa com freqüência de vários programas na televisão e no rádio. Desde 1985, ano em que lançou seu primeiro livro, ele já publicou outros onze, atingindo a marca de meio milhão de exemplares vendidos. Sua última obra, “Anjos Caídos”, aborda a prevenção das drogas na adolescência. Produziu ainda diversos vídeos, entre eles “Adolescência, Drogas e Rebeldia” e “Onipotência Juvenil”.

No seu currículo existem mais de 3 mil palestras proferidas, mais de 72 mil atendimentos psicoterápicos a adolescentes e suas famílias e também 15 livros publicados, com um total de 850 mil livros vendidos.

Veja mais em http://pt.wikipedia.org/wiki/I%C3%A7ami_Tiba

No prefácio Musical a bela música de Seu Jorge. Espero que gostem.

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje textos do site Correio do Brasil. Vale a pena conferir:

Comunistas gregos planejam imposto sobre grandes fortunas – Assim que os eleitores confirmaram, nas urnas, a vitória dos comunistas gregos liderados por Alexis Tsipra, responsáveis políticos europeus mostraram, nesta segunda-feira, que têm intenção de negociar com o Governo que vier a ser formado pelo Syriza. Diante do programa econômico que a nova coalizão de esquerda adotará, no entanto, os credores europeus assinalaram que os acordos assinados no passado pela Grécia “são para cumprir”, o que dificilmente acontecerá, da forma como imaginam…

http://correiodobrasil.com.br/ultimas/comunistas-gregos-planejam-imposto-sobre-grandes-fortunas/748763/

MEC divulga resultado do Sisu – O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta segunda-feira o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) na página do programa. Os candidatos selecionados devem procurar a instituição de ensino para fazer a matrícula nos dias 30 de janeiro, 2 e 3 de fevereiro…

http://correiodobrasil.com.br/educacao/mec-divulga-resultado-do-sisu/748724/

Micro e pequenas empresas têm até o dia 30 para aderir ao Simples Nacional – As micro e pequenas empresas que quiserem aderir ao novo Simples Nacional terão até o próximo dia 30 para fazer o pedido. Criado em 2006, o programa possibilita o pagamento de até oito tributos federais em apenas uma guia, podendo reduzir em até 40% o imposto…

http://correiodobrasil.com.br/ultimas/micro-e-pequenas-empresas-tem-ate-o-dia-30-para-aderir-ao-simples-nacional/747740/

Veja a versão desta segunda feira e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2015/01/26/trabalhando-com-poesia-684

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Segunda-feira abençoada por Deus e repleta da energia positiva.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail: apiovinagre.adv@gmail.com
e-mail 2: oipa2@hotmail.com
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8214-0894

Branco e vermelho – Içami Tiba

Eu sou branco. Você é vermelho.
Quando estamos juntos somos rosa.
Antes de eu conhecer você, eu não sabia o que era rosa.
Até que eu vivia bem sozinho: comia o que e na hora que eu queria; saía na hora quando bem entendia para ir ao lugar que tinha vontade de ir,numa liberdade, independência e auto-suficiência.
Quando eu vi você, fiquei vermelho de paixão e nem me incomodei com os meus brancos.
Até perceber-me que eu já não era mais o branco.
Foi quando o vermelho começou a me sufocar e então, brancamente, me protegi.
Mas às vezes eu me irritava e brigava com você.
No fundo, era porque você era vermelha e não branca igualzinho a mim.
Percebi-me em alguns variados momentos querendo mudar a sua cor. Ainda bem que você soube permanecer-se vermelha,
ter suas próprias emoções, sentimentos, comportamentos e pontos de vista.
Caso contrário, você seria também branca.
Mas tive minhas reticências, pois estava acostumado ao meu ritmo e modo de vida branco.
Temi perder minha individualidade.
Mas aos poucos fui descobrindo que o branco para se transformar em rosa
não é perder, desestruturar-se e desaparecer, mas é completar-se com o vermelho.
O rosa me atemorizou, mas hoje vejo quanto é gostoso conviver, relacionar-me, amar e ser amado.
Dá mais trabalho porque nem tudo pode e deve ser feito brancamente, mas sem dúvida tudo pode ser mais gostoso e rico com o vermelho.
Freqüentemente, um bom lanche branco não é tão agradável quanto um singelo jantar rosa.
Um mundo muito Cor de Rosa a todos…

“Muitos pais, em nome do amor, deixam de cobrar coisas que precisam cobrar e ficam poupando os filhos; o amor é poupar, nessa linguagem de excesso de amor estraga. O verdadeiro amor tem que educar a outra pessoa e, para educar, muitas vezes, é preciso ajudar a organizar a vida, ajudar o filho a fazer o que ele é capaz. Mas os pais ficam poupando e acabam estragando seus filhos, em vez de ajudá-los…” (Frases e Pensamentos de Içami Tiba)

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s