Trabalhando com Poesia

“… Azul rei, verde mar, eu pedi ao arco íris para me emprestar, e lhe dei, sem pensar, pois preciso do infinito que você me dá… Mais que coisa linda, quem me dera, era só quimera pra um sonhador… Lembro o tempo que ficou, ali na areia, na noite de estrelas, na roda de viola… E você que era só quimera, hoje é minha vida, hoje é meu amor… E o medo nunca mais me cega, o meu mundo explodiu em cor… Arco íris no olhar, azul rei, por sobre o verde mar, suas cores, quem colore?… Não tem mais o que fazer, não me reconheço sem você, não me engano, eu te amo… Arco íris no olhar, azul rei, por sobre o verde mar, suas cores, quem colore?… Não tem mais o que fazer, não me reconheço sem você, não me engano, eu te amo… Azul rei, verde mar, eu pedi ao arco íris para me emprestar, e lhe dei, sem pensar, pois preciso do infinito que você me dá… Mais que coisa linda, quem me dera, era só quimera pra um sonhador… Lembro o tempo que ficou, ali na areia, na noite de estrelas, na roda de viola… E você que era só quimera, hoje é minha vida, hoje é meu amor… E o medo nunca mais me cega, o meu mundo explodiu em cor… Arco íris no olhar, azul rei, por sobre o verde mar, suas cores, quem colore?… Não tem mais o que fazer, não me reconheço sem você, não me engano, eu te amo… Arco íris no olhar, azul rei, por sobre o verde mar, suas cores, quem colore?… Não tem mais o que fazer, não me reconheço sem você, não me engano, eu te amo…(Jorge Vercillo – Arco-Iris – Comp.: Jorge Vercilo/ Filó Machado)

“… Oi, só queria te dizer, foi tão bom te conhecer, eu nem sei como explicar… É como se eu pudesse ver, o que há dentro de você, chegou pra me completar… Já no início dá pra ver, que eu preciso de você, como ar pra respirar… Se um do outro se perder, tudo fica sem porquê, como um talismã sem par… Quando vem de lá do coração, a gente percebe na respiração, toma posse, invade, que eu te dou o meu calor, eu nasci pra ser, e sou o seu amor Quando vem de lá do coração, a gente percebe na respiração, toma posse, invade, que eu te dou o meu calor, eu nasci pra ser, e sou o seu amorOi, só queria te dizer, foi tão bom te conhecer, eu nem sei como explicar… É como se eu pudesse ver, o que há dentro de você, chegou pra me completar… Já no início dá pra ver, que eu preciso de você, como ar pra respirar… Se um do outro se perder, tudo fica sem porquê, como um talismã sem par… Quando vem de lá do coração, a gente percebe na respiração, toma posse, invade, que eu te dou o meu calor, eu nasci pra ser, e sou o seu amor Quando vem de lá do coração, a gente percebe na respiração, toma posse, invade, que eu te dou o meu calor, eu nasci pra ser, e sou o seu amor… Eu nasci pra ser, e sou o seu amor… Amor…” (Jorge Vercillo – Talismã sem par – Comp.: Jorge Vercilo)

“… Ela une todas as coisas, como eu poderia explicar? Um doce mistério de rio, com a transparência de um mar… Ela une todas as coisas, quantos elementos vão lá? Sentimento fundo de água, com toda leveza do ar… Ela está em todas as coisas, até no vazio que me dá, quando vejo a tarde cair, e ela não está… Talvez ela saiba de cor, tudo que eu preciso sentir, pedra preciosa de olhar, ela só precisa existir, pra me completar… Ela une o mar, com o meu olhar, ela só precisa existir, pra me completar… Ela une o mar, com o meu olhar, ela só precisa existir, pra me completar… Ela une as quatro estações, une dois caminhos num só, sempre que eu me vejo perdido, une amigos ao meu redor… Ela está em todas as coisas, até no vazio que me dá, quando vejo a tarde cair, e ela não está… Talvez ela saiba de cor, tudo que eu preciso sentir, pedra preciosa de olhar, ela só precisa existir, pra me completar… Ela une o mar, com o meu olhar, ela só precisa existir, pra me completar… Ela une o mar, com o meu olhar, ela só precisa existir, pra me completar… Une o meu viver, com o seu viver, ela só precisa existir, para me completar… Ela une o mar, com o meu olhar, ela só precisa existir, pra me completar… Ela une o mar, com o meu olhar, ela só precisa existir, pra me completar…(Jorge Vercillo – Ela une todas as coisas – Comp.: Jorge Vercilo/ Jota Maranhão)

“… Desde que te vi, tô cego de paixão, nunca mais pensei em mim, pirei, quando a luz do teu olhar cruzou o meu olhar, vi que ali estava a minha outra parte… Quis me aproximar daquele coração, que eu nunca vi, mas, sempre amei… Se a vida tem um fim, o amor não é assim. Faz de cada vida, uma outra parte, do infinito amor… Tanto tempo esperando o infinito amor, nossas almas, estrelas de eterno ardor, coração, que só quer ser feliz, seja onde for… Breve coração, tens um eterno amor, que me inunda a alma de emoção, ao saber que em algum lugar… Outros tempos, outro mar, nossos olhos se cruzavam como hoje no infinito amor… Tanto tempo esperando o infinito amor, nossas almas, estrelas de eterno ardor, coração, que só quer ser feliz, seja onde for… Sem me falar li no seu olhar, você sempre esteve em mim, hoje eu sei, por uma razão maior a vida nos juntou, para sempre unidos no infinito amor… Tantas vidas seguindo o infinito amor…” (Jorge Vercillo – Infinito amor – Comp.: Jorge Vercilo/ Jota Maranhão)

“A riqueza não depende do dinheiro que você haja acumulado. Quem tem riquezas e não sabe ajudar o próximo é pobre. Quem guarda com avareza os dons que recebeu de Deus é pobre. Quem não sabe dar de si mesmo uma palavra de conforto, um sorriso de encorajamento, é pobre. Mas aquele que, mesmo pouco ou nada tendo, sabe doar-se em ajuda ao próximo, esse é rico, imensamente rico!” (Minutos de Sabedoria Pg. 202)

 

Bom dia pessoal,

Hoje é dia de levar o nosso abraço e a nossa força à Presidenta Dilma Rousseff, que recebe o Título de Cidadã Baiana, na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia. O evento terá a seguinte Programação: Concentração às 11:00h. Em seguida, às 11:30h, Dilma concede Coletiva à Imprensa. Às 12:00h, ocorre a entrega do Título de Cidadã Baiana a Dilma. Por fim, às 13:00h acontece Ato Político Popular no Estacionamento da ALBA.

O Trabalhando com Poesia reproduz a Nota do Coletivo de Entidades Negras em apoio ao povo Guarani Kaiwoá:

O Coletivo de Entidades Negras -CEN, se soma à dor das comunidades indígenas brasileiras e repudia veementemente o massacre ocorrido no dia de ontem, no município de Caarapó, no Tekoha Teyi Jusu, a 283 quilometros de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, que vitimou lideranças e crianças indígenas. Juntamos-nos, às organizações que há décadas denunciam a gravidade da situação das comunidades indígenas, notadamente o povo Guarani –Kaiwoa, que têm sido vitimas de frequentes ataques das milícias rurais, financiadas por fazendeiros que querem tomar pela força as terras dos seus legítimos donos. A ausência do estado, notadamente dos Governos Estaduais e dos Órgãos de Ordenamento Jurídico Públicos, concorrem para o acirramento da situação, já que a impunidade tem marcado as ações predatórias e violentas dos latifundiários da região. Denunciamos o governo ilegítimo e golpista de Michel Temer como cúmplice deste massacre, ao fragilizar os mecanismos de proteção e demarcação de terras à população indígena e entregar a Funai ao fundamentalismo cristão, e a incompetência técnica e política de sua base aliada. As ações do Governo Golpista desrespeitam os diversos tratados e legislações internacionais e nacionais de garantias e proteção as Comunidades Tradicionais Brasileiras, como a Convenção 169 da OIT, e A Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais (PNPCT)instituída, em 2007, por meio do Decreto nº 6.040.

 

Fonte: http://www.cenbrasil.org.br/wordpress/noticias/nota-do-coletivo-de-entidades-negras-em-apoio-ao-povo-guarani-kaiwoa/

 

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje textos do site Brasil 247:

A montanha pariu um Temer – Não foi surpresa para ninguém que Eduardo Cunha esteja despencando da posição de homem mais forte do governo golpista de Temer para abismos que ninguém sabe onde pode parar. Surpresa foi que tudo isso não tivesse se dado ainda no ano passado, quando todos os elementos para sua cassação e prisão já estavam dados. Não se deu porque tudo faz parte do plano golpista de desalojar, da forma que seja, o PT do governo. Pelo impeachment sem fundamento da Dilma e pela perseguição política, também sem qualquer fundamento, ao Lula. Não importa agora à direita que Eduardo Cunha e mesmo Aécio, sejam cadáveres políticos. Se prestaram para o plano golpista, que terminou desembocando em Temer…

http://www.brasil247.com/pt/blog/emirsader/238332/A-montanha-pariu-um-Temer.htm

 

Delação contra Temer pode afetar governabilidade, avalia Planalto – A delação de Sérgio Machado envolvendo Michel Temer foi classificada pelo Palácio do Planalto como “muito ruim para a governabilidade”, principalmente para um governo interino; o receio é que novas denúncias causem impacto negativo na imagem da nova gestão e acabem com a “lua de mel” da administração peemedebista no Congresso Nacional; a divulgação do conteúdo da delação atrapalhou os planos do Planalto, que esperava ter um dia de notícias positivas com o anúncio da proposta de criar um teto para os gastos públicos da União; auxiliares já aconselham Temer a suspender o pronunciamento que fará na TV na sexta (17). A delação de Sérgio Machado envolvendo Michel Temer foi classificada pelo Palácio do Planalto como “muito ruim para a governabilidade”, principalmente para um governo interino…

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/238512/Dela%C3%A7%C3%A3o-contra-Temer-pode-afetar-governabilidade-avalia-Planalto.htm

 

Lula inverte o jogo e tenta condenar Moro por abuso de autoridade – Defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolou nesta quarta-feira, 15, no Supremo Tribunal Federal, recurso para que o ministro Teori Zavascki notifique a Procuradoria-Geral da República sobre condutas do juiz Sérgio Moro que podem caracterizar abuso de autoridade; embargos de declaração se baseiam na sentença de Teori que invalidou decisões do juiz Sérgio Moro que autorizaram interceptação de conversa entre Lula e a presidente Dilma Rousseff; advogados Cristiano Zanin Martins, Roberto Teixeira e José Roberto Batochio reiteram pedido de acesso ao conteúdo dos inquéritos remetidos de volta ao juiz de Curitiba; “O acesso aos procedimentos também permitirá identificar outros atos de usurpação da competência do STF cometidos pelo Juiz Sérgio Moro”, afirmam os advogados. A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolou nesta quarta-feira, 15, no Supremo Tribunal Federal, recurso para que o ministro Teori Zavascki notifique o Ministério Público Público sobre condutas do juiz Sérgio Moro que podem caracterizar abuso de autoridade…

http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/238413/Lula-inverte-o-jogo-e-tenta-condenar-Moro-por-abuso-de-autoridade.htm

 

Jandira nega que recebeu doação ilícita e diz que irá processar Machado – A deputada federal Jandira Feghali (PC do B/RJ) emitiu nota nesta quarta-feira (15), na qual rebate afirmações feitas por Sérgio Machado em sua delação; “Todas as doações recebidas em minhas campanhas eleitorais foram lícitas, registradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral. Nunca conheci ou participei de qualquer conduta, ou esquema criminoso envolvendo a Transpetro e jamais aceitaria doações se pudesse supor serem de origem ilícita. Repudio a tentativa de criminalizar as doações feitas segundo as leis à época vigentes, portanto legais e públicas e qualquer tentativa de vincular meu nome ao recebimento de propina”, disse; ela anunciou que irá processá-lo por calúnia e difamação. A deputada federal Jandira Feghali (PC do B/RJ) emitiu nota nesta quarta-feira (15), na qual rebate afirmações feitas por Sérgio Machado em sua delação. No link abaixo a nota:

http://www.brasil247.com/pt/247/rio247/238491/Jandira-nega-que-recebeu-doa%C3%A7%C3%A3o-il%C3%ADcita-e-diz-que-ir%C3%A1-processar-Machado.htm

 

 

Temer entra na lista de propinas de Machado – Em delação premiada, o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado disse que o presidente interino, Michel Temer, pediu a ele doações para a campanha de Gabriel Chalita (PMDB) à Prefeitura de São Paulo em 2012; Temer é um dos 20 políticos citados por Machado que, segundo ele, receberam propina no esquema de corrupção da Petrobras investigado na Lava Jato; de acordo com Machado, embora a palavra propina não fosse dita, esses políticos sabiam que, ao procurá-lo, não obteriam dele doação com recursos próprios, nem da Transpetro, mas de empresas que tinham relacionamento contratual com a estatal; essas companhias, afirmou o delator, realizavam pagamentos mensais de propinas para políticos, parte em dinheiro vivo e parte por meio de doações oficiais. Depois de toda a cúpula do PMDB, o presidente interino, Michel Temer, entrou na lista de propinas delatada por Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro e delator na Operação Lava Jato. O nome de Temer aparece entre 20 políticos que, segundo Machado, receberam propina no esquema de corrupção da Petrobras

http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/238418/Temer-entra-na-lista-de-propinas-de-Machado.htm

 

Araújo pede rapidez na publicação de decisão contra Cunha – O presidente do Conselho de Ética da Câmara, José Carlos Araújo (PR-BA), encaminhou, no fim da tarde desta quarta (15), ao presidente em exercício da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), ofício comunicando o fim da tramitação no colegiado do processo contra o deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e pedindo que o despacho seja publicado no Diário Oficial da Câmara; Araújo pede rapidez na publicação do despacho para abertura do prazo de cinco dias úteis que Cunha terá para recorrer da decisão do Conselho de Ética na Comissão de Constituição e Justiça. O presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados, José Carlos Araújo (PR-BA), encaminhou, no fim da tarde de hoje (15), ao presidente em exercício da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), ofício comunicando o fim da tramitação no colegiado do processo contra o deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e pedindo que o despacho seja publicado no Diário Oficial da Câmara

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/238514/Ara%C3%BAjo-pede-rapidez-na-publica%C3%A7%C3%A3o-de-decis%C3%A3o-contra-Cunha.htm

 

 

PT e PSOL estudam pedir impeachment de Temer – O PT e o PSOL estudam a possibilidade de pedir o impeachment do presidente interino Michel Temer (PMDB), em decorrência da citação ao peemedebista feita pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado em delação premiada; o líder do PT na Câmara, deputado Afonso Florence (BA), afirmou nesta quarta (15) que a área jurídica do partido estuda o pedido e aguarda a apresentação das provas contra Temer para embasar o processo; o líder do PSOL na Câmara, Ivan Valente (SP) disse que “é bem possível” que o partido também peça o impedimento do presidente interino; segundo o parlamentar, a sigla também deve protocolar um pedido para que a Procuradoria-Geral da República investigue Temer; Machado afirmou em sua delação que Temer negociou com ele o repasse de R$ 1,5 milhão de propina para a campanha de Gabriel Chalita (PDT) à Prefeitura de São Paulo, em 2012, pelo PMDB. O PT e o PSOL estudam a possibilidade de pedir o impeachment do presidente interino Michel Temer (PMDB), em decorrência da citação ao peemedebista feita pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado em delação premiada. O líder do PT na Câmara, deputado Afonso Florence (BA), afirmou nesta quarta-feira, 15, que a área jurídica do partido estuda o pedido. Segundo ele, a legenda aguarda a apresentação das provas contra Temer para embasar o processo

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/238506/PT-e-PSOL-estudam-pedir-impeachment-de-Temer.htm

 

 

Machado: Aécio levou propina de R$ 1 milhão e comprou 50 deputados – Em outro trecho da delação premiada de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, aparece o nome do senador Aécio Neves (PSDB-MG), um dos principais defensores do impeachment; tucano teria recebido R$ 1 milhão em dinheiro em 1998, de um fundo criado por ele junto com Machado e o então presidente do PSDB, senador Teotonio Vilela, a fim de financiar a bancada do PSDB na Câmara e no Senado; plano era “eleger a maior bancada federal possível na Câmara para que pudessem viabilizar a candidatura de Aécio Neves à presidência da Casa no ano 2000”; segundo Machado, “a maior parcela dos cerca de R$ 7 milhões de reais arrecadados à época foi destinada ao então deputado Aécio Neves, que recebeu R$ 1 milhão de reais em dinheiro”; parte do montante foi solicitado à campanha nacional de Fernando Henrique Cardoso, que se reelegeu presidente naquele ano. Em mais um trecho bombástico da delação premiada de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), um dos principais defensores do impeachment, é acusado de ter recebido R$ 1 milhão ilegal em dinheiro em 1998 e comprado o apoio de 50 deputados para se eleger presidente da Câmara

http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/238430/Machado-A%C3%A9cio-levou-propina-de-R$-1-milh%C3%A3o-e-comprou-50-deputados.htm

 

 

Dilma: Temer cometeu “crime contra a Paraíba” – Durante evento em João Pessoa nesta quarta-feira, a presidente eleita Dilma Rousseff acusou o presidente interino, Michel Temer, de cometer crime de “desvio de finalidade” por suspender o repasse de R$ 17 milhões que já haviam sido depositados pela União para o governo da Paraíba utilizar na construção de uma ponte; segundo ela, “essa prática antiga, que se confunde com o Brasil atrasado, não pode ser aceita. Nós fizemos parcerias com todos os governadores”; Dilma destacou que o gesto de Temer foi uma confusão entre o dinheiro público e o pessoal, e que “isso faz parte da corrupção, chama-se patrimonialismo”; recebida com gritos de apoio por milhares de pessoas, Dilma agradeceu pelo carinho: “Só a força e o apoio de vocês é que compensam a tristeza que eu estou passando por causa dessa injustiça”. A presidente eleita Dilma Rousseff acusou Michel Temer de cometer “desvio de finalidade” e “crime contra a Paraíba” por suspender o repasse de R$ 17 milhões que já haviam sido depositados pela União para o governo da Paraíba utilizar na construção de uma ponte. O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PT), é forte aliado de Dilma e crítico ferrenho do processo de impeachment

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/238465/Dilma-Temer-cometeu-%E2%80%9Ccrime-contra-a-Para%C3%ADba%E2%80%9D.htm

 

 

Começou a hora do homem bomba – Eduardo Cunha sempre soube que se o pedido de cassação de seu mandato chegasse ao plenário, não conseguiria barrá-lo. Por isso jogou pesado no Conselho de Ética ao longo dos últimos oito meses e ainda tentará, com poucas chances,  anular a decisão desta terça-feira, a favor da cassação.  No calor da notícia, o Planalto dissimulou. Uns diziam que o desfecho será bom, trará estabilidade à Câmara. Outros diziam-se preocupados com o andamento das votações mas o que todos devem sentir é temor pela reação da fera ferida.  Em reunião com os líderes na Câmara hoje Temer vai tomar o pulso da Casa. Na vertigem da crise vai sendo esquecido o fato de que Dilma Rousseff só foi afastada e enfrenta o impeachment porque o PT se recusou a votar contra a abertura do processo de cassação de Cunha no Conselho de Ética. Ato contínuo, ele acolheu o pedido de impeachment…

 

http://www.brasil247.com/pt/blog/terezacruvinel/238280/Come%C3%A7ou-a-hora-do-homem-bomba.htm

 

 

 

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

 

https://oipa2.wordpress.com/2016/06/16/trabalhando-com-poesia-740

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina.  Uma quinta feira abençoada por Deus, coberta de paz e protegida pelo Caçador de uma flecha só. Okearô Odé!

 

Apio Vinagre Nascimento

e-mail: apiovinagre.adv@gmail.com

e-mail 1: apio.vinagre @pedraevinagre.adv.br

e-mail 2: oipa2@hotmail.com

e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br

site: http://www.pedraevinagre.adv.br
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr:
http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Skype: a_vinagre1
Youtube:
http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio 
Fones: (71) 98814-5332 / 99154-0168 / 99982-7223 / 98214-0894

Libação Elisa Lucinda

É do nascedouro da vida a grandeza.
É da sua natureza a fartura
a ploriferação
os cromossomiais encontros,
os brotos os processos caules,
os processos sementes
os processos troncos,
os processos flores,
são suas mais finas dores

As conseqüências cachos,
as conseqüências leite,
as conseqüências folhas
as conseqüências frutos,
são suas cores mais belas

É da substância do átomo
ser partível produtivo ativo e gerador
Tudo é no seu âmago e início,
patrício da riqueza, solstício da realeza

É da vocação da vida a beleza
e a nós cabe não diminuí-la, não roê-la
com nossos minúsculos gestos ratos
nossos fatos apinhados de pequenezas,
cabe a nós enchê-la,
cheio que é o seu princípio

Todo vazio é grávido desse benevolente risco
todo presente é guarnecido
do estado potencial de futuro

Peço ao ano-novo
aos deuses do calendário
aos orixás das transformações:
nos livrem do infértil da ninharia
nos protejam da vaidade burra
da vaidade “minha” desumana sozinha
Nos livrem da ânsia voraz
daquilo que ao nos aumentar
nos amesquinha.

A vida não tem ensaio
mas tem novas chances

Viva a burilação eterna, a possibilidade:
o esmeril dos dissabores!
Abaixo o estéril arrependimento
a duração inútil dos rancores

Um brinde ao que está sempre nas nossas mãos:
a vida inédita pela frente
e a virgindade dos dias que virão!


Da chegada do amor Elisa Lucinda

Sempre quis um amor
que falasse
que soubesse o que sentisse.
Sempre quis uma amor que elaborasse
Que quando dormisse
ressonasse confiança
no sopro do sono
e trouxesse beijo
no clarão da amanhecice.

Sempre quis um amor
que coubesse no que me disse.
Sempre quis uma meninice
entre menino e senhor
uma cachorrice
onde tanto pudesse a sem-vergonhice
do macho
quanto a sabedoria do sabedor.

Sempre quis um amor cujo
BOM DIA!
morasse na eternidade de encadear os tempos:
passado presente futuro
coisa da mesma embocadura
sabor da mesma golada.
Sempre quis um amor de goleadas
cuja rede complexa
do pano de fundo dos seres
não assustasse.
Sempre quis um amor
que não se incomodasse
quando a poesia da cama me levasse.
Sempre quis uma amor
que não se chateasse
diante das diferenças.

Agora, diante da encomenda
metade de mim rasga afoita
o embrulho
e a outra metade é o
futuro de saber o segredo
que enrola o laço,
é observar
o desenho
do invólucro e compará-lo
com a calma da alma
o seu conteúdo.
Contudo
sempre quis um amor
que me coubesse futuro
e me alternasse em menina e adulto
que ora eu fosse o fácil, o sério
e ora um doce mistério
que ora eu fosse medo-asneira
e ora eu fosse brincadeira
ultra-sonografia do furor,
sempre quis um amor
que sem tensa-corrida-de ocorresse.
Sempre quis um amor
que acontecesse
sem esforço
sem medo da inspiração
por ele acabar.
Sempre quis um amor
de abafar,
(não o caso)
mas cuja demora de ocaso
estivesse imensamente
nas nossas mãos.
Sem senãos.
Sempre quis um amor
com definição de quero
sem o lero-lero da falsa sedução.
Eu sempre disse não
à constituição dos séculos
que diz que o “garantido” amor
é a sua negação.
Sempre quis um amor
que gozasse
e que pouco antes
de chegar a esse céu
se anunciasse.

Sempre quis um amor
que vivesse a felicidade
sem reclamar dela ou disso.
Sempre quis um amor não omisso
e que sua estórias me contasse.
Ah, eu sempre quis um amor que amasse.


No elevador do filho de Deus Elisa Lucinda

A gente tem que morrer tantas vezes durante a vida
Que eu já tô ficando craque em ressurreição.
Bobeou eu tô morrendo
Na minha extrema pulsão
Na minha extrema-unção
Na minha extrema menção
de acordar viva todo dia
Há dores que sinceramente eu não resolvo
sinceramente sucumbo
Há nós que não dissolvo
e me torno moribundo de doer daquele corte
do haver sangramento e forte
que vem no mesmo malote das coisas queridas
Vem dentro dos amores
dentro das perdas de coisas antes possuídas
dentro das alegrias havidas

Há porradas que não tem saída
há um monte de “não era isso que eu queria”
Outro dia, acabei de morrer
depois de uma crise sobre o existencialismo
3º mundo, ideologia e inflação…
E quando penso que não
me vejo ressurgida no banheiro
feito punheteiro de chuveiro
Sem cor, sem fala
nem informática nem cabala
eu era uma espécie de Lázara
poeta ressucitada
passaporte sem mala
com destino de nada!

A gente tem que morrer tantas vezes durante a vida
ensaiar mil vezes a séria despedida
a morte real do gastamento do corpo
a coisa mal resolvida
daquela morte florida
cheia de pêsames nos ombros dos parentes chorosos
cheio do sorriso culpado dos inimigos invejosos
que já to ficando especialista em renascimento

Hoje, praticamente, eu morro quando quero:
às vezes só porque não foi um bom desfecho
ou porque eu não concordo
Ou uma bela puxada no tapete
ou porque eu mesma me enrolo
Não dá outra: tiro o chinelo…
E dou uma morrida!
Não atendo telefone, campainha…
Fico aí camisolenta em estado de éter
nem zangada, nem histérica, nem puta da vida!
Tô nocauteada, tô morrida!

Morte cotidiana é boa porque além de ser uma pausa
não tem aquela ansiedade para entrar em cena
É uma espécie de venda
uma espécie de encomenda que a gente faz
pra ter depois ter um produto com maior resistência
onde a gente se recolhe (e quem não assume nega)
e fica feito a justiça: cega
Depois acorda bela
corta os cabelos
muda a maquiagem
reinventa modelos
reencontra os amigos que fazem a velha e merecida
pergunta ao teu eu: “Onde cê tava? Tava sumida, morreu?”
E a gente com aquela cara de fantasma moderno,
de expersona falida:
– Não, tava só deprimida.


Termos da nova dramática (Parem de falar mal da rotina) Elisa Lucinda

Parem de falar mal da rotina
parem com essa sina anunciada
de que tudo vai mal porque se repete.
Mentira. Bi-mentira:
não vai mal porque repete.
Parece, mas não repete
não pode repetir
É impossível!
O ser é outro
o dia é outro
a hora é outra
e ninguém é tão exato.
Nem filme.
Pensando firme
nunca ouvi ninguém falar mal de determinadas rotinas:
chuva dia azul crepúsculo primavera lua cheia céu estrelado barulho do mar
O que que há?
Parem de falar mal da rotina
beijo na boca
mão nos peitinhos
água na sede
flor no jardim
colo de mãe
namoro
vaidades de banho e batom
vaidades de terno e gravata
vaidades de jeans e camiseta
pecados paixões punhetas
livros cinemas gavetas
são nossos óbvios de estimação
e ninguém pra eles fala não
abraço pau buceta inverno
carinho sal caneta e quero
são nossas repetições sublimes
e não oprime o que é belo
e não oprime o que aquela hora chama de bom
na nossa peça
na trama
na nossa ordem dramática
nosso tempo então é quando
nossa circunstância é nossa conjugação
Então vamos à lição:
gente-sujeito
vida-predicado
eis a minha oração.
Subordinadas aditivas ou adversativas
aproximem-se!
é verão
é tesão!

O enredo
a gente sempre todo dia tece
o destino aí acontece:
o bem e o mal
tudo depende de mim
sujeito determinado da oração principal.

De Elisa Lucinda
No pasto

Meu amor dorme
ele sabe que o amo
sabe que a gripe dele
morre de medo de mim
meu amor é um escândalo
é masculino do modo
mais amplo e mais preciso
e é por isso que eu espero
os seus processos
suas crises
como se fossem tratores
caminhões desgovernados
no meio da perigosa estrada
espero que passem
e se puder
ponho avisos e anjos nos caminhos
pra que sejam sem mortes
os desastres e descontroles as derrapadas.
Meu amor dorme
eu chegarei como
uma poderosa aspirina
toda mulher
toda menina
extirparei dele
o que for constipação
o que não for felicidade.
Meu homem tem cheiro de mato
o cheiro de todos os capins cheirosos no peito
lá com nariz enfiado nesse jeito
morrerei
tudo que quero
tem ele no fundo
meu bom mundo
o cheiro de fazenda
que trazes no plexo
foi o touro que me ensinou
te amo inteira e farta
vaca que sou.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros, Notícias e política e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s