Trabalhando com Poesia

Pense n’eu quando em vez coração… Pense n’eu vez em quando, onde estou, como estarei, se sorrindo ou se chorando… Se sorrindo ou se chorando… Pense n’eu… vez em quando… Pense n’eu… vez em quando… Pense n’eu quando em vez coração… Pense n’eu vez em quando, onde estou, como estarei, se sorrindo ou se chorando… Se sorrindo ou se chorando… Pense n’eu… vez em quando… Pense n’eu… vez em quando… Tô na estrada, tô sorrindo apaixonado, pela gente e pelo povo do meu país, olêlê… Tô feliz, pois apesar do sofrimento, vejo um mundo de alegria bem na raiz, vamos lá… Alegria muita fé e esperança, na aliança pra fazer tudo melhor, e será… Felicidade o teu nome é união, e povo unido é beleza mais maior… Pense n’eu quando em vez coração… Pense n’eu vez em quando, onde estou, como estarei, se sorrindo ou se chorando… Se sorrindo ou se chorando… Pense n’eu… vez em quando… Pense n’eu… vez em quando… Tô na estrada, tô sorrindo apaixonado, pela gente e pelo povo do meu país, olêlê… Tô feliz, pois apesar do sofrimento, vejo um mundo de alegria bem na raiz, vamos lá… Alegria muita fé e esperança, na aliança pra fazer tudo melhor, e será… Felicidade o teu nome é união, e povo unido é beleza mais maior… Pense n’eu quando em vez coração… Pense n’eu vez em quando, onde estou, como estarei, se sorrindo ou se chorando… Se sorrindo ou se chorando… Pense n’eu… vez em quando… Pense n’eu… vez em quando…” (Luiz Gonzaga & Gonzaguinha – Pense N’eu – Comp.: Luiz Gonzaga)

Olha pro céu, meu amor, vê como ele está lindo, olha praquele balão multicor, como no céu vai sumindo… Olha pro céu, meu amor, vê como ele está lindo, olha praquele balão multicor, como no céu vai sumindo… Foi numa noite igual a esta, que tu me deste o coração, o céu estava assim em festa, por que era noite de São João… Havia balões no ar, xote, baião no salão… E no terreiro o teu olhar, que incendiou meu coração… Olha pro céu, meu amor, vê como ele está lindo, olha praquele balão multicor, como no céu vai sumindo… Olha pro céu, meu amor, vê como ele está lindo, olha praquele balão multicor, como no céu vai sumindo… Havia balões no ar, xote, baião no salão… E no terreiro o teu olhar, que incendiou meu coração… Olha pro céu, meu amor, vê como ele está lindo, olha praquele balão multicor, como no céu vai sumindo… Olha pro céu, meu amor, vê como ele está lindo, olha praquele balão multicor, como no céu vai sumindo…(Luiz Gonzaga– Olha pro céu – Comp.: Luiz Gonzaga / José Fernandes)

Quando eu voltei lá no sertão, eu quis mangar de Januário, com meu fole prateado… Só de baixo, cento e vinte, botão preto bem juntinho, como nêgo empareado… Mas antes de fazer bonito de passagem por Granito, foram logo me dizendo: “De Taboca à Rancharia, de Salgueiro à Bodocó, Januário é o maior!”… E foi aí que me falou meio zangado o véi Jacó: “Luiz, respeita Januário… Luiz, respeita Januário… Luiz, tu pode ser famoso, mas teu pai é mais tinhoso, e com ele ninguém vai, Luiz, respeita os oito baixo do teu pai!… Respeita os oito baixo do teu pai!… “Eita com seiscentos milhões, mas já se viu! Dispois que esse fi de Januário vortô do sul, tem sido um arvoroço da peste, lá pra banda do Novo Exu… Todo mundo vai ver o diabo do nego, eu também fui, mas não gostei, o nego tá muito mudificado. Nem parece aquele mulequim que saiu daqui em 1930. Era malero, bochudo, cabeça-de-papagaio, zambeta, feeei pa peste! Qual o quê! O nêgo agora tá gordo que parece um major! É uma casemiralascada! Um dinheiro danado! Enricou! Tá rico! Pelos cálculos que eu fiz, ele deve possuir pra mais de 10 contos de réis!… Sanfonona grande danada 120 baixos! É muito baixo! Eu nem sei pra que tanto baixo! Porque arreparando bem ele só toca em 2. Januário não! O fole de Januário tem 8 baixos, mas ele toca em todos 8. Sabe de uma coisa? Luiz tá com muito cartaz! É um cartaz da peste! Mas ele precisa respeitar os 8 baixos do pai dele. E é por isso que eu canto assim!”: “Luí” respeita Januário… “Luí” respeita Januário… “Luí”, tu pode ser famoso, mas teu pai é mais tinhoso… Nem com ele ninguém vai, “Luí”, Respeita os oito baixo do teu pai!… Respeita os oito baixo do teu pai!… Respeita os oito baixo do teu pai!…(Luiz Gonzaga– Respeita Januário – Comp.: Luiz Gonzaga / Humberto Teixeira)

Esteja certo de que a felicidade de sua vida não pode vir de fora. Você só poderá encontrar a felicidade quando souber fazê-la nascer dentro de seu coração, quando aprender a ajudar a todos indistintamente, com suas ações, suas palavras e seus pensamentos. Pense positivamente, desculpando a todos, e sentirá a maior felicidade de sua vida na alegria de viver bem.” (Minutos de Sabedoria Pg. 204)

 

Boa noite pessoal,

Como foram de final de semana? Espero que bem.

Durante essa semana, o “Trabalhando com Poesia” visitará algumas letras de um poeta e cantador sertanejo, de quem tenho a honra de ter sido vizinho e privar da amizade e da consideração mútua. Falo desta grande figura chamada Wilson Aragão. E como estamos em plena semana do São João, nada mais lógico que trazer uma das figuras mais autênticas destes ritmos que se relacionam com as nossas festas juninas. Sendo assim, no nosso Prefácio Musical ninguém menos que o velho Lua, O Rei do Baião, Luiz Gonzaga. Espero que gostem.

Wilson Oliveira Aragão (25 de abril de 1950) é um cantor e compositor brasileiro. Com 32 anos de carreira, 04 (quatro) CD’s gravados, participação de várias coletâneas, autor de sucessos como “Capim-Guiné”, gravada por Raul Seixas e Tânia Alves e “Guerra de Facão” gravada por Zé Ramalho, Falcão, Antônio Rocha e outros artistas brasileiros.

Nascido na cidade de Piritiba/BA, no sertão baiano, começou cantando na adolescência em corais de igreja e de colégio. Mais tarde ganhou o mundo: São Paulo, Salvador, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraíba, Piauí, Pará e outros estados, fazendo shows e divulgando seus trabalhos em rádios e televisões.

A sua música fala, principalmente, do homem do campo, suas lutas e anseios, seus amores e dissabores. Seus ritmos passeiam por baladas, xotes, martelos, galopes e canções. Tem como Pátria o sertão baiano, inspiração do seu cancioneiro, sempre voltado para a dignidade, humildade e sapiência do sertanejo. Aragão já faz parte do grande São João e cantorias pelos sertões nordestinos, tornando-se parte da vida poética da Bahia. Em seu vasto trabalho, já teve parcerias com grandes nomes da música brasileira, dentre esses nomes está o do inesquecível Raul Seixas com a canção Capim Guiné, título do seu primeiro disco, hoje em CD.

Este poeta-cantador, faz as suas andanças, sempre irreverente, levando consigo vários “causos” que, sempre bem contados, despertam, no povo, o sentido alegre da vida após um dia de batalha e é respeitado por todos os cantadores pela grande luta por uma música de qualidade. Wilson Aragão é casado com Mirian e possui 3 filhos: Pedro, Wilson Filho e Rui.

Fonte: http://wilsonaragao.art.br/home/

 

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje textos do site Brasil 247. Vale a pena conferir:

 

Danny Glover: apoio o direito de Dilma governar – O  ator norte-americano Danny Glover visitou a presidente eleita Dilma Rousseff, nesta segunda (20), no Palácio da Alvorada; ele declarou apoio a ela e à democracia brasileira; “Foi um encontro importante. Lamentamos o que está acontecendo com a democracia”, disse. O  ator norte-americano Danny Glover visitou a presidente eleita Dilma Rousseff, nesta segunda-feira (20), no Palácio da Alvorada. Ele declarou apoio a ela e à democracia brasileira. “Foi um encontro importante. Apoio os brasileiros e o direito dela (Dilma) de governar. Lamentamos o que está acontecendo com a democracia”, disse…

 

http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/239361/Danny-Glover-apoio-o-direito-de-Dilma-governar.htm

 

 

Onde andam os indignados de junho de 2013? – Há três anos, de repente, não mais que de repente, milhares de brasileiros foram às ruas protestar contra tudo e todos: a corrupção, a má qualidade dos serviços públicos e o descontentamento com a classe política. “Vocês não nos representam”, diziam os cartazes. No dia 20 de junho as manifestações assumiram seu caráter mais violento e político, com tentativa de invasão do Congresso e de incêndio contra o Itamaraty. O Brasil nunca mais foi o mesmo, mas hoje, com a presidente reeleita em 2014 afastada, o governo interino alvejado por denúncias de corrupção que derrubam ministros em série e alcançam o presidente interino, sem falar no derretimento moral do Congresso, com as políticas públicas, inclusive as de mobilidade urbana, sendo desmanchadas, por onde andam aqueles indignados?…

 

http://www.brasil247.com/pt/blog/terezacruvinel/239270/Onde-andam-os-indignados-de-junho-de-2013.htm

 

 

Anistia de Temer a estados contradiz discurso do governo quebrado – Após chegar ao poder com um impeachment construído sob a tese de que a presidente Dilma Rousseff quebrou o País com suas “pedaladas fiscais”, o interino Michel Temer toma mais uma decisão que contribui para a deterioração das contas públicas, ao conceder aos estados carência de seis meses nos pagamentos de suas dívidas; até agora, Temer já ampliou o déficit para R$ 170 bilhões (o que deve se repetir em 2017), concedeu reajustes ao Poder Judiciário, permitiu a criação de cargos de confiança no Legislativo e concedeu subsídios aos governadores; além disso, aumentos de impostos foram descartados para não contrariar o empresariado; o resultado da gestão provisória será um país em condições fiscais muito piores do que as que foram entregues pela presidente Dilma Rousseff; Temer comentou a renegociação: “Depois de um longo inverno, parece que a luz se acendeu no horizonte”. O presidente interino Michel Temer, como todos sabem, conquistou o poder provisório a partir da tese de que a presidente eleita Dilma Rousseff quebrou o País com suas “pedaladas fiscais”. Pois bem: se a tese era verdadeira, Temer deveria promover um ajuste das contas – e não alargar ainda mais o rombo fiscal…

http://www.brasil247.com/pt/247/economia/239326/Anistia-de-Temer-a-estados-contradiz-discurso-do-governo-quebrado.htm

 

 

Quebra da Oi revela falência da privataria – Colapso da Oi, que anunciou nesta segunda-feira um pedido de recuperação judicial de R$ 65 bilhões, afetando bancos públicos e privados, expõe a falência do modelo da privatização brasileira; em 1998, no governo FHC, a antiga Telemar foi comprada pelos empresários Carlos Jereissati e Sergio Andrade, da Andrade Gutierrez, que chegaram ao leilão sem dinheiro, mas acabaram financiados por fundos de pensão estatais; já no governo Lula, a Oi engoliu a Brasil Telecom, que era controlada por Daniel Dantas, para se criar a chamada “supertele nacional”; no entanto, a empresa jamais conseguiu decolar e chega ao calote de forma melancólica – o que causará grandes estragos no sistema financeiro. Em julho de 1998, quando as principais concessionárias de telecomunicações do Brasil foram privatizadas, uma grande surpresa marcou o leilão da antiga Telemar, que era operadora do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Norte e Nordeste. A empresa havia sido comprada por empresários que chegaram ao leilão sem dinheiro. Um grupo capitaneado por Sergio Andrade, da Andrade Gutierrez, e Carlos Jereissati, da La Fonte…

 

http://www.brasil247.com/pt/247/economia/239343/Quebra-da-Oi-revela-fal%C3%AAncia-da-privataria.htm

 

Lula: “vamos começar uma nova experiência política neste país” – O ex-presidente Lula participou, nesta segunda-feira (20) do lançamento da pré-candidatura da deputada federal Jandira Feghali (PC do B) à prefeitura do Rio de Janeiro; sem tratar de temas nacionais, Lula fez um discurso rápido, no qual falou das mudanças que ocorrerão nas campanhas eleitorais com a proibição do financiamento privado: “Esta será a primeira eleição sem financiamento empresarial. Vamos ter que provar que a nossa militância e o compromisso com a verdade são mais importantes do que a dinheirada que a classe empresarial colocava na campanha. Nada será mais fictício. Não haverá programa de TV como filme”; o ex-presidente também falou sobre as Olimpíadas do Rio: “Se alguém tem vergonha das Olimpíadas, eu tenho orgulho. A medalha mais importante que vamos ganhar é mostrar ao povo do mundo que vem aqui que somos cidadãos e cidadãs que sabemos respeitar o outro”; sobre Jandira, ele disse que estará no Rio para fazer campanha “para a pessoa que será melhor para a cidade”. O ex-presidente Lula participou, nesta segunda-feira (20), na Fundição Progresso, do lançamento da pré-candidatura da deputada federal Jandira Feghali (PC do B) à prefeitura do Rio de Janeiro. Abaixo os principais trechos do discurso do petista: “Esta será a primeira eleição sem financiamento empresarial de campanha…

 

http://www.brasil247.com/pt/247/rio247/239369/Lula-%E2%80%9Cvamos-come%C3%A7ar-uma-nova-experi%C3%AAncia-pol%C3%ADtica-neste-pa%C3%ADs%E2%80%9D.htm

 

Veja a versão desta segunda feira e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2016/06/20/trabalhando-com-poesia-742

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Segunda-feira abençoada por Deus, repleta da energia positiva e caminhos abertos a nossa frente.

 

Apio Vinagre Nascimento

e-mail: apiovinagre.adv@gmail.com

e-mail 1: apio.vinagre @pedraevinagre.adv.br

e-mail 2: oipa2@hotmail.com

e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br

site: http://www.pedraevinagre.adv.br
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr:
http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Skype: a_vinagre1
Youtube:
http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio 
Fones: (71) 98814-5332 / 99154-0168 / 99982-7223 / 98214-0894

 Seu Prefeito – Wilson Aragão

Seu prefeito eu cá vim te cobrar um modesto favô
já fussei quase todo buraco sem vê o sinhô
o sinhô tá lembrado da hora da vossa inleição
a promessa da nossa panela num farta feijão

Um monumento lá na praça nova eu já vi já botá
o seu fio que vagabundava eu já vi trabaiá
mas a minha família de sete já passa de dez
gabiroba eu num posso comprá eu num tenho min réis

Topo inté ô
matá jararaca, cascavé cascavé, jaracussu
jacaré, ô eu dô de tapa

Inxelença tu pode dá jeito na situação
eu num posso deixá essa terra, num vô deixá não
me disponho da vossa vontade eu não quero sabê
topo tudo que fô da vontade de vossa mecê

Topo inté ô
matá jararaca, cascavé cascavé, jaracussu
jacaré, ô eu dô de tapa

Inxelença tu pode dá jeito na situação

 

 

Mosaicos – Wilson Aragã

Silêncio ao cair da tarde na dor de uma rosa

Que decantou poesias, bebeu emoções

Que habitavam seu colo em confidências amigas

Trocando mágoas antigas por lindas canções

Me lembro os seus lábios carmins como suas bougainvillias

Caindo por sobre os mosaicos na rua do céu

A primavera sorriu, desenhando seus passos

E a rosa fugindo dos laços do seu menestrel

Qual mago se atreveria adivinhar os seus sonhos

Nem mesmo ferindo os acordes da sua canção

A vida da rosa é tão forte quanto a do umbuzeiro

O amor vive em cada batida do seu coração

Duas lágrimas, vi nos seus olhos, são estrelas líquidas

Brilhando, descendo seu rosto, caindo no chão.

E quem viver cantará sempre as canções da vida

Que embalam os amantes nas noites de solidão

 

 

Prá repensar sobre o amorWilson Aragão

 

Feriado em minha vida

Festejou meu coração

Meu coração acanhado

Um tanto assim mutilado

Um pouco assim apressado

No dorso de um corcel

 

A primavera da vida

Que não tem hora marcada

No primeiro dos rebentos

Explodiu dentro de mim

 

A impenetrável ternura

Precipitando o amanhã

Deixou de ser primavera

Prá ser um alvo da espera

Fui um taco de maçã

 

A tênue lua dourada

Vertente de um novo ser

Clareou o meu cavalo

No asfalto do amanhecer

 

Descansei numa taberna

Acalentei minha dor

Adiei meu feriado

Fiquei um pouco ao teu lado

Prá repensar sobre o amor

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros, Notícias e política e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s