Trabalhando com Poesia

“… Que diferença da mulher o homem tem? Espera aí que eu vou dizer, meu bem. É que o homem tem cabelo no peito, tem o queixo cabeludo e a mulher não tem… Que diferença da mulher o homem tem? Espera aí que eu vou dizer, meu bem. É que o homem tem cabelo no peito, tem o queixo cabeludo e a mulher não tem… No paraíso um dia de manhã, Adão comeu maçã, Eva também comeu… Então ficou Adão sem nada, Eva sem nada, se Adão deu mancada, Eva também deu… Mulher tem duas pernas, tem dois braços, duas coxas, um nariz e uma boca e tem muita inteligência… O bicho homem também tem do mesmo jeito, se for reparar direito tem pouquinha diferença… Que diferença da mulher o homem tem? Espera aí que eu vou dizer, meu bem. É que o homem tem cabelo no peito, tem o queixo cabeludo e a mulher não tem… Que diferença da mulher o homem tem? Espera aí que eu vou dizer, meu bem. É que o homem tem cabelo no peito, tem o queixo cabeludo e a mulher não tem… No paraíso um dia de manhã, Adão comeu maçã, Eva também comeu… Então ficou Adão sem nada, Eva sem nada, se Adão deu mancada, Eva também deu… Mulher tem duas pernas, tem dois braços, duas coxas, um nariz e uma boca e tem muita inteligência… O bicho homem também tem do mesmo jeito, se for reparar direito tem pouquinha diferença… Olha mestre, não sei não hein, mas eu acho que a diferença tá é no sapato. Sapato? não acho. Dessa fruta ai minha filha, eu faço doce e lambo o tacho. Mulé tem que ser fêmea e o homem tem que ser macho!…” (Luis Gonzaga & Gal Costa– Pouca diferença – Comp.: Durval Vieira)

“… Sanfona velha do fole furado, só faz fum, só faz fum, mesmo assim o cavalheiro faz um refungado, e o coração da morena faz tum, tum… O sanfoneiro animado puxa o fole, depois de tomar um gole de rum… E haja fum, haja fum, forró com esse fole, é forró número um… E haja fum, haja fum, forró com esse fole, é forró número um… Sanfona velha do fole furado, só faz fum, só faz fum, mesmo assim o cavalheiro faz um refungado, e o coração da morena faz tum, tum… O sanfoneiro animado puxa o fole, depois de tomar um gole de rum… E haja fum, haja fum, forró com esse fole, é forró número um… E haja fum, haja fum, forró com esse fole, é forró número um… Vem gente de todo lado conhecer o sanfoneiro, porque ele é o primeiro a tocar com o fole furado, e, pouco tempo, já começa o zum, zum, zum, sanfona véia assim não se vê em canto nenhum… E haja fum, haja fum, forró com esse fole, é forró número um… E haja fum, haja fum, forró com esse fole, é forró número um… Sanfona velha do fole furado, só faz fum, só faz fum, mesmo assim o cavalheiro faz um refungado, e o coração da morena faz tum, tum… O sanfoneiro animado puxa o fole, depois de tomar um gole de rum… E haja fum, haja fum, forró com esse fole, é forró número um… E haja fum, haja fum, forró com esse fole, é forró número um… Sanfona velha do fole furado, só faz fum, só faz fum, mesmo assim o cavalheiro faz um refungado, e o coração da morena faz tum, tum… O sanfoneiro animado puxa o fole, depois de tomar um gole de rum… E haja fum, haja fum, forró com esse fole, é forró número um… E haja fum, haja fum, forró com esse fole, é forró número um… Vem gente de todo lado conhecer o sanfoneiro, porque ele é o primeiro a tocar com o fole furado, e, pouco tempo, já começa o zum, zum, zum, sanfona véia assim não se vê em canto nenhum… E haja fum, haja fum, forró com esse fole, é forró número um… E haja fum, haja fum, forró com esse fole, é forró número um…” (Luis Gonzaga & Gal Costa– Forró número um – Comp.: Cecéu)

 

“… Chora sanfoninha chora chora, chora sanfoninha a minha dor, minha sanfoninha amiga certa, que chorando tu desperta, o coração do meu amor… Chora sanfoninha chora chora, chora sanfoninha a minha dor, minha sanfoninha amiga certa, que chorando tu desperta, o coração do meu amor… Chora sanfoninha chora chora, chora sanfoninha a minha dor, minha sanfoninha amiga certa, que chorando tu desperta, o coração do meu amor… Chora sanfoninha chora chora, chora sanfoninha a minha dor, minha sanfoninha amiga certa, que chorando tu desperta, o coração do meu amor… E ela te vendo, tá fingindo que não tá… Tá te querendo, tá fingindo que não tá… Coração batendo, tá fingindo que não tá… Tá batendo, tá morrendo, mas não quer se declarar… Chora sanfoninha chora chora, chora sanfoninha a minha dor, minha sanfoninha amiga certa, que chorando tu desperta, o coração do meu amor… Chora sanfoninha chora chora, chora sanfoninha a minha dor, minha sanfoninha amiga certa, que chorando tu desperta, o coração do meu amor… Chora sanfoninha chora chora, chora sanfoninha a minha dor, minha sanfoninha amiga certa, que chorando tu desperta, o coração do meu amor… Chora sanfoninha chora chora, chora sanfoninha a minha dor, minha sanfoninha amiga certa, que chorando tu desperta, o coração do meu amor… E ela te vendo, tá fingindo que não tá… Tá te querendo, tá fingindo que não tá… Coração batendo, tá fingindo que não tá… Tá batendo, tá morrendo, mas não quer se declarar…”(Luis Gonzaga & Elba Ramalho – Sanfoninha choradeira – Comp.: Luiz Gonzaga)

 

 

“… Lá no meu sertão, pros caboclo lê, têm que aprender um outro ABC, o jota é ji, o éle é lê, o ésse é si, mas o érre tem nome de rê… O jota é ji, o éle é lê, o ésse é si, mas o érre tem nome de rê… Até o ypsilon lá é pissilone, o eme é mê, o ene é nê, o efe é fê, o gê chama-se guê, na escola é engraçado ouvir-se tanto “ê”… A, bê, cê, dê, fê, guê, lê, mê, nê, pê, quê, rê, tê, vê e zê… Lá no meu sertão, pros caboclo lê, têm que aprender um outro ABC, o jota é ji, o éle é lê, o ésse é si, mas o érre tem nome de rê… O jota é ji, o éle é lê, o ésse é si, mas o érre tem nome de rê… Até o ypsilon lá é pissilone, o eme é mê, o ene é nê, o efe é fê, o gê chama-se guê, na escola é engraçado ouvir-se tanto “ê”… A, bê, cê, dê, fê, guê, lê, mê, nê, pê, quê, rê, tê, vê e zê… A, bê, cê, dê, fê, guê, lê, mê, nê, pê, quê, rê, tê, vê e zê… Atenção que eu vou ensinar o ABC… A, bê, cê, dê, e, fê, guê, agâ, i, ji, ka, lê, mê, nê, o, pê, quê, rê, ci, tê, u, vê, xis, pissilone e zê…” (Luis Gonzaga – ABC do sertão – Comp.: Luis Gonzaga)

 

“… Eu lhe dei vinte mil réis, prá pagar três e trezentos, você tem que me voltar Dezesseis e setecentos! Dezessete e setecentos! Dezesseis e setecentos!… Mas se eu lhe dei vinte mil réis, prá pagar três e trezentos, você tem que me voltar, dezesseis e setecentos! Mas dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos! Porque dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos!… Mas se eu lhe dei vinte mil réis, prá pagar três e trezentos, você tem que me voltar, dezesseis e setecentos! Mas dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos! Porque dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos!… Sou diplomata, freqüentei academia, conheço geografia, sei até multiplicar, dei vinte mango, prá pagar três e trezentos, dezessete e setecentos, você tem que me voltar… É dezessete e setecentos! É dezesseis e setecentos! É dezessete e setecentos! É dezesseis e setecentos!… Mas se eu lhe dei vinte mil réis, prá pagar três e trezentos, você tem que me voltar, dezesseis e setecentos! Mas dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos! Porque dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos!… Mas se eu lhe dei vinte mil réis, prá pagar três e trezentos, você tem que me voltar, dezesseis e setecentos! Mas dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos! Porque dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos!… Eu acho bom você tirar os nove fora, evitar que eu vá embora e deixe a conta sem pagar… Eu já lhe disse, que essa droga está errada, vou buscar a tabuada e volto aqui prá lhe provar… Você tem que me voltar dezesseis e setecentos! É dezessete e setecentos! É dezesseis e setecentos!… Mas se eu lhe dei vinte mil réis, prá pagar três e trezentos, você tem que me voltar, dezesseis e setecentos! Mas dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos! Porque dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos!… Mas se eu lhe dei vinte mil réis, prá pagar três e trezentos, você tem que me voltar, dezesseis e setecentos! Mas dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos! Porque dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos!… Mas se eu lhe dei vinte mil réis, prá pagar três e trezentos, você tem que me voltar, dezesseis e setecentos! Mas dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos! Porque dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos!… Mas se eu lhe dei vinte mil réis, prá pagar três e trezentos, você tem que me voltar, dezesseis e setecentos! Mas dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos! Porque dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos!… Mas se eu lhe dei vinte mil réis, prá pagar três e trezentos, você tem que me voltar, dezesseis e setecentos! Mas dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos! Porque dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos!… Mas se eu lhe dei vinte mil réis, prá pagar três e trezentos, você tem que me voltar, dezesseis e setecentos! Mas dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos! Porque dezesseis e setecentos? Dezesseis e setecentos!…Então deixa. É por isso que não gosto de discutir com gente ignorante. Por isso é que o Brasil não “progrede” nisso…” (Luis Gonzaga – Dezessete e setecentos – Comp.: Luis Gonzaga)

 

Curta mais um pouco de Luiz Gonzaga:

 

20 Super sucessos

Meus momentos

 

Acervo especial (Completo)

 

Gonzaga e Fagner

Flávio José canta Luiz Gonzaga

Luiz Gonzaga, 05 horas de música com o Rei do Baião

“Estamos vivendo no século da Luz: não se deixe arrastar por ilusões, embora bem intencionadas! Raciocine imparcialmente, e nada aceite sem entender. Se não compreende alguma coisa, não a rejeite. Procure aprofundá-la pelo estudo. Não se conforme com a pior das escravidões, que é a escravidão mental. Nascemos para ser livres, e só o seremos quando raciocinarmos livremente.” (Minutos de Sabedoria Pg. 208)

 

Bom dia pessoal,

Chegou o dia de homenagear São João. João Batista (Judeia, 2 a.C. — 27 d.C.) foi um pregador judeu do início do século I, citado pelo historiador Flávio Josefo e os autores dos quatro Evangelhos da Bíblia.

Segundo a narração do Evangelho de Lucas, João Batista era filho do sacerdote Zacarias e Isabel, prima de Maria, mãe de Jesus. Foi profeta e é considerado, principalmente pelos cristãos , como o “precursor” do prometido Messias, Jesus Cristo.

A importância do seu nome João advém do seu significado que é “Deus é propício” e apelidaram-no “Baptista” pelo facto de pregar um baptismo de penitência (Lucas 3,3). Baptizou muitos judeus, incluindo Jesus, no rio Jordão, e introduziu o batismo de gentios nos rituais de conversão judaicos, que mais tarde foram adaptados pelo cristianismo.

É o único santo cujo nascimento e martírio, em 24 de Junho e em 29 de Agosto respectivamente, são evocados em duas solenidades pelos cristãos.

João nasceu numa pequena aldeia chamada Aim Karim, a cerca de seis quilômetros lineares de distância a oeste de Jerusalém. Segundo interpretações do Evangelho de Lucas, era um nazireu de nascimento. Outros documentos defendem que pertencia à facção nazarita de Israel, integrando-a na puberdade, era considerado, por muitos, um homem consagrado. De acordo com a cronologia neste artigo, João teria nascido no ano 7 a.C.; os historiadores religiosos tendem a aproximar esta data do ano 1º, apontando-a para 2 a.C..

Como era prática ritual entre os judeus, o seu pai Zacarias teria procedido à cerimónia da circuncisão, ao oitavo dia de vida do menino. A sua educação foi grandemente influenciada pelas acções religiosas e pela vida no templo, uma vez que o seu pai era um sacerdote e a sua mãe pertencia a uma sociedade chamada “as filhas de Araão”, as quais cumpriam com determinados procedimentos importantes na sociedade religiosa da altura.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Batista

 

Assim como outros santos da Igreja Católica, O Sincretismo alcança também os festejos de São João, sincretizado com Xangô, Orixá da Justiça. Essa relação acabou influenciando a arte também, como na música de Caetano Veloso, aqui interpretado por sua irmã, Maria Bethânia.

Mais uma vez, parte da imprensa chega a conclusões sem sequer checar informações

O Estadão erra ao afirmar, em reportagem divulgada nesta terça-feira (21) em seu site, que Charles Capela de Abreu foi assessor da presidenta Dilma Rousseff. Ele não trabalha nem nunca trabalhou diretamente com Dilma.

O fato de investigadores terem apreendido na casa de um funcionário da OAS agenda com o registro de encontros do presidente da empreiteira com políticos não comprova qualquer tipo de participação e envolvimento da presidenta Dilma Rousseff.

Leia a íntegra da nota da assessoria de imprensa da presidenta:

A respeito da reportagem “Agenda de encontros de Léo Pinheiro pós-Lava Jato inclui Lula, Gilberto Carvalho e assessor de Dilma”, publicada no site do Estadão, na tarde desta terça-feira, 21 de junho, a Assessoria de Imprensa da presidenta Dilma Rousseff esclarece:

Diferentemente do que aponta o texto de autoria dos repórteres Ricardo Brandt, Julia Affonso, Mateus Coutinho e Fausto Macedo, o senhor Charles Capela de Abreu não é – nem jamais foi – assessor da presidenta Dilma Rousseff. Até fevereiro de 2014, ele ocupava um cargo na Casa Civil. Jamais trabalhou diretamente com a senhora presidenta da República.

O fato de investigadores da Operação Lava Jato terem apreendido na casa de um funcionário da OAS agenda com o registro de encontros do presidente da empreiteira com políticos, incluindo o senhor Charles Capela de Abreu, não comprova qualquer tipo de participação e envolvimento da presidenta Dilma Rousseff.

Mais uma vez, uma parte da imprensa chega a conclusões precipitadas sem sequer se dar ao trabalho de procurar esta Assessoria, como recomenda as melhores práticas do jornalismo.

A ideia de que o senhor Charles Capela de Abreu ter sido ou ainda ser assessor da presidenta Dilma Rousseff é uma informação incorreta dada pela reportagem do Estadão.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Presidenta Dilma Rousseff, em http://dilma.com.br/mais-uma-vez-parte-da-imprensa-chega-a-conclusoes-precipitadas-sem-sequer-checar-informacoes/

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje, textos dos sites Patria Latina e Brasil 247. Vale a pena conferir:

Tijolaço: PF vira instrumento de marketing político – Jornalista Fernando Brito questiona a necessidade de “fuzileiros” na porta da sede do PT, “posando para fotos junto do toldo com a marca do partido”, às 6h da manhã desta quinta, na deflagração da Operação Custo Brasil; “É assim que a Polícia Federal quer ser vista como uma instituição qualificada e eficiente, quando se porta como uma tropa de choque? Qualquer que seja a razão da operação na sede petista – como seria na de qualquer partido – não há nenhuma razão para transformá-la num cenário de guerra”, afirma ele. Por Fernando Brito – O que a Polícia Federal esperava encontrar de resistência à busca e apreensão da sede do PT em São Paulo? Brigadas bolivarianas armadas, prontas a resistir? O que fazem aqueles “fuzileiros” na porta, posando para fotos junto do toldo com a marca do partido, onde não há viv’alma, como não deveria haver viv’alma num escritório às seis da manhã?

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/239994/Tijola%C3%A7o-PF-vira-instrumento-de-marketing-pol%C3%ADtico.htm

 

 

O GRANDE GOLPE. Por Mauro Santayana – A direita trabalha agora no sentido de alcançar a aprovação e a conclusão definitiva do processo de impeachment da presidente da República. A frente formada com esse intuito é ampla, reúne a mídia parcial e conservadora, a parte mais corrupta e fisiológica do Congresso, setores do Ministério Público,­ do STF, da Polícia Federal e do Judiciário contra o PT e a esquerda nacionalista. Apesar das dificuldades vividas pelo governo interino, o processo não será fácil de ser revertido. Não tendo sabido enfrentar, de forma organizada e decidida – a começar pela internet –, os ataques que vinha sofrendo desde 2013; não tendo estabelecido um discurso abrangente que defendesse minimamente suas conquistas, que ocorreram, sim, em importantes momentos dos últimos 13 anos; tendo cometido erros grosseiros do ponto de vista estratégico, político e eleitoral, o que resta ao PT e aos grupos que o apoiam é parar de se equivocar, de serem pautados pelas circunstâncias e pela imprensa adversária, e entender o que realmente ocorre com o país neste momento…

http://www.patrialatina.com.br/o-grande-golpe/

 

 

Cunha entra com recurso na CCJ contra decisão do Conselho de Ética – Faltando só um minuto para o esgotamento do prazo, a defesa do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), protocolou nesta quinta (23) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) o recurso do parlamentar pedindo a nulidade dos atos praticados pelo Conselho de Ética que levaram à aprovação de parecer pela cassação do mandato; Cunha alega no recurso que houve cerceamento de defesa. Faltando 1 minuto para o esgotamento do prazo, a defesa do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), protocolou hoje (23) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) o recurso do parlamentar pedindo a nulidade dos atos praticados pelo Conselho de Ética que levaram à aprovação de parecer pela cassação do mandato

http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/240062/Cunha-entra-com-recurso-na-CCJ-contra-decis%C3%A3o-do-Conselho-de-%C3%89tica.htm

 

 

Ele está de volta. O lançamento, na Europa, do filme “Ele está de volta”, uma “comédia” “leve” sobre o que aconteceria se Adolf Hitler voltasse à Alemanha de nossos dias, com cenas de pessoas parando, na rua, para tirar selfies com o maior assassino da História; e o relançamento de sua obra-síntese, o “Mein Kampf” – “Minha Luta”, em vários países – uma edição portuguesa esgotou-se em poucas horas, esta semana, na Feira do Livro de Lisboa – mostram que, mais do que perder o medo de Hitler, o mundo está, para com ele, cada vez mais simpático, no rastro da entrega – quase sem concorrência – dos grandes meios de comunicação globais a meia dúzia de famílias e de milionários conservadores que, se não simpatizam abertamente com o nazismo, com ele comungam de um profundo, hipócrita, e tosco anticomunismo, fantasma a que sempre recorrem quando seus interesses estão em jogo, ou se sentem de alguma forma ameaçados. Como também mostram o filme e o livro, e manifestações em vários lugares do planeta, defendendo a tortura, a ditadura, o racismo, o sexismo, a homofobia, o criacionismo, o fundamentalismo religioso, não é Hitler que está de volta. É o Fascismo…

http://www.patrialatina.com.br/ele-esta-de-volta/

 

 

PT condena busca em sede e vê “tentativa renovada de criminalizar” o partido – Em nota, o Partido dos Trabalhadores chamou de “desnecessária” e “midiática” a ação da Polícia Federal que resultou em buscas de quase sete horas na sede do partido em São Paulo, no âmbito da Operação Custo Brasil, um desdobramento da Lava Jato; o advogado da legenda Luis Bueno deverá avaliar a possibilidade de que tenha havido infrações administrativas por parte dos investigadores; o presidente do PT, Rui Falcão, teria dito a pessoas próximas que não vê justificativa para a busca, uma vez que não há relação direta entre a direção do partido e o esquema investigado; “Em meio à sucessão de fatos e denúncias envolvendo políticos e empresários acusados de corrupção, monta-se uma operação diversionista na tentativa renovada de criminalizar o PT”, diz o texto. O PT condenou, em nota divulgada na tarde desta quinta-feira 23, a ação da Polícia Federal que resultou em quase sete horas de buscas na sede do partido, no centro de São Paulo. No texto, a sigla chama a Operação Custo Brasil na sede de “desnecessária”, “midiática” e ainda uma “tentativa renovada de criminalizar o PT”…

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/239972/PT-condena-busca-em-sede-e-v%C3%AA-%E2%80%9Ctentativa-renovada-de-criminalizar%E2%80%9D-o-partido.htm

 

 

 

KAIOWÁ, CUIDADO, OS BANDEIRANTES VOLTARAM! – Os bandeirantes retornaram nesta terça-feira (14). Desta vez, esses espectros do Brasil colonial atacaram não a cavalo, mas motorizados. Dezenas de fazendeiros, pistoleiros e jagunços armados, cavalgando mais de 80 camionetes, invadiram a fazenda Yvy, em Caarapó (MS), ocupada por Guarani-Kaiowá da aldeia Te´yikuê. Os agrobandeirantes usaram uma retroescaveira como tanque de guerra, derrubaram cercas, passaram sobre bicicletas e motos, destruíram barraco com comida e tudo que tinha dentro, queimaram roupas e atiraram nos índios para matar. – Passava bala por cima de nós. Foi terrível. Não sei como é que eles não acabaram com nós, porque armamento eles tinham, arma pesada eles tinham – declarou Norivaldo Mendes, 28 anos, atingido por bala no tórax. O depoimento é similar ao que consta na documentação histórica de índios atacados por tropas de “guerra justa” comandada por bandeirantes. O Brasil mergulha no século XVII, agora portando armas modernas.
Os criminosos assassinaram Cloudione Rodrigues de Souza, 26 anos, cujo corpo, velado na quadra de esporte da escola da aldeia, foi enterrado na quinta-feira (16). Feriram cinco: o citado Norivaldo, além de Vaudilho Garcia, 26 anos, ferido no tórax; Lubésio Marques, 43 anos, com três tiros no ombro, tórax e abdômen; Jesus de Souza, 29 anos e Josiel Benites, um menino de 12 anos com balas no abdômen. Em nota, a Comissão Guarani Yvyrupa (CGY), que representa os guarani do sul e sudeste, afirmou que o massacre foi planejado por fazendeiros da região…

http://www.patrialatina.com.br/kaiowa-cuidado-os-bandeirantes-voltaram/

 

 

Barroso nega pedido de Cunha para transitar na Câmara – O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta quinta (23) pedido do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que queria transitar livremente pela casa legislativa para se defender no processo de cassação de seu mandato; Barroso rejeitou o pedido por questões processuais, alegando que a jurisprudência do tribunal já definiu que decisões monocráticas de magistrados do Supremo não podem ser contestadas por meio de um habeas corpus, instrumento utilizado pela defesa de Cunha para solicitar o acesso do peemedebista às dependências da Câmara. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta quinta-feira (23) pedido do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que queria transitar livremente pela casa legislativa para se defender no processo de cassação de seu mandato…

http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/240063/Barroso-nega-pedido-de-Cunha-para-transitar-na-C%C3%A2mara.htm

 

 

Temer paga à mídia a conta do golpe – Por Miguel do Rosário – É tudo tão previsível. O Brasil, de fato, se tornou a maior república de bananas do planeta. Os poucos meios de comunicação que fazem crítica, de maneira organizada, profissional, jornalística, ao golpe, ao governo Temer, aos grandes conglomerados de mídia, são perseguidos à luz do dia. Não é de hoje. Os executivos da Globo, há alguns anos, começaram a processar judicialmente blogueiros. No Paraná, o governo do Estado mandou e o TRE aplicou multa de 200 mil reais num blogueiro – o Tarso, para o qual fazemos campanha de arrecadação até hoje…

 

http://www.patrialatina.com.br/temer-paga-a-midia-a-conta-do-golpe/

 

 

‘Governo de salvação virou do salve-se quem puder’ – Entrevistada pelo El País, a presidente eleita Dilma Rousseff afirma que se conseguir voltar ao Planalto, “não haverá mais acordos com a coalizão” formada pelo PMDB e outros partidos de centro que votaram a favor do impeachment; “Isso acabou no país. Se voltar, tenho de pensar em como entregar o Brasil ao novo presidente eleito. Teremos que discutir se é possível governar com 35 partidos, se é possível governar sem fazer uma reforma política antes”, disse; a presidente afirmou que luta para voltar ao comando do país e que “é crucial” convencer os senadores; sobre uma suposta calmaria do mercado, Dilma contesta: “Eu acho que os mercados são bastante realistas, e até agora não mostraram nenhuma euforia. Este Governo tem três ministros que já caíram e algum outro engatilhado. E todos pelo mesmo motivo: a corrupção. E isso coloca o Governo em uma situação complicada. É um Governo que se diz de salvação nacional, mas, na realidade, é de salve-se quem puder?”. Entrevistada pelo El País, a presidente eleita Dilma Rousseff afirma que se conseguir voltar ao Planalto, “não haverá mais acordos com a coalizão” formada pelo PMDB e outros partidos de centro que votaram a favor do impeachment…

 

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/239832/%E2%80%98Governo-de-salva%C3%A7%C3%A3o-virou-do-salve-se-quem-puder%E2%80%99.htm

 

 

O golpismo contra-ataca – Mesmo com as nuvens carregadas das acusações contra membros do governo e do próprio presidente interino, além da situação limite em que se encontra Eduardo Cunha, as forças golpistas retomaram iniciativa em todos os planos, contra atacam e buscam consolidar o projeto na votação de agosto no Senado. Contam com a falta de iniciativa política unificada das forcas democráticas, de que a suspensão da segunda reunião, terça-feira passada, entre Dilma, Requião, movimentos sociais e parlamentares, foi um sintoma claro. Contam com uma certa baixa do ritmo de manifestações contra o golpe, compreensível, porque é impossível manter aquele ritmo por muito tempo, ainda mais sem uma perspectiva de solução política positiva no horizonte…

http://www.brasil247.com/pt/blog/emirsader/239897/O-golpismo-contra-ataca.htm

 

 

Esclarecimentos sobre a Operação Custo Brasil – Nesta manhã, o jornalista Leonardo Attuch, editor responsável do Brasil 247, foi convidado a prestar depoimento no âmbito da Operação Custo Brasil, um desdobramento da Operação Lava Jato, de forma voluntária e espontânea; não procede a informação divulgada de que tenha sido levado coercitivamente para prestar depoimento na sede da Polícia Federal ou em qualquer outro lugar; a Editora 247 considera esta uma boa oportunidade para esclarecer o caso. Na manhã desta quinta-feira 23, o jornalista Leonardo Attuch, editor responsável do Brasil 247, foi convidado a prestar depoimento no âmbito da Operação Custo Brasil, um desdobramento da Operação Lava Jato. A Editora 247 considera esta uma boa oportunidade para esclarecer quaisquer dúvidas relacionadas a sua atividade empresarial e jornalística…

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/239890/Esclarecimentos-sobre-a-Opera%C3%A7%C3%A3o-Custo-Brasil.htm

 

 

Gleisi: operação foi para desviar o foco do governo – A senadora Gleisi Hoffmann (PT/PR) afirmou, nesta quinta (23), através de uma publicação no Facebook, que “hoje foi um dia muito triste”, numa referência à operação Custo Brasil, que prendeu o seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo; no texto, a parlamentar sai em defesa dele: “Sei das suas qualidades e do que não faria, por isso sei da injustiça que sofreu nesta manhã”; ela questiona ainda a necessidade da prisão preventiva; “Prisão preventiva para prevenir o que?! Uma fuga? Um conluio? Qual risco representa ele? Desde que esse processo começou, Paulo se colocou inúmeras vezes à disposição da Justiça, sempre esteve totalmente disponível, tem endereço conhecido”, disse; para ela, a ação serviu para desviar de foco da opinião pública do governo de Michel Temer “claramente envolvido em desvios, em ataques aos direitos conquistados pela população”. A senadora Gleisi Hoffmann (PT/PR) afirmou, nesta quinta-feira (23), através de uma publicação no Facebook, que “hoje foi um dia muito triste”, numa referência à operação Custo Brasil, que prendeu o seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo. No texto, a parlamentar sai em defesa de Bernardo. “Sei das suas qualidades e do que não faria, por isso sei da injustiça que sofreu nesta manhã”…

http://www.brasil247.com/pt/247/parana247/240041/Gleisi-opera%C3%A7%C3%A3o-foi-para-desviar-o-foco-do-governo.htm

 

 

Lula vai ao Supremo por direito de resposta no JN – O ex-presidente Lula apresentou reclamação no Supremo Tribunal Federal contra a TV Globo, mais especificamente contra uma reportagem do Jornal Nacional exibida no dia 10 de março, que tratou sobre a denúncia feita por três promotores de Justiça do Ministério Público de São Paulo de que ele teria ocultado patrimônio no caso do triplex no Guarujá (SP) e informava sobre o pedido de prisão preventiva do petista; segundo a defesa de Lula, a reportagem “sequer deu a oportunidade ao reclamante de apresentar sua versão dos fatos”; ao STF, Lula pede que seja concedida a liminar para determinar à TV Globo que divulgue, no Jornal Nacional, a sua resposta; a reclamação será analisada pelo ministro Edson Fachin. O ex-presidente Lula apresentou reclamação no Supremo Tribunal Federal contra a TV Globo, mais especificamente contra uma reportagem do Jornal Nacional. A defesa do ex-presidente afirma que ele não teve direito de resposta numa reportagem exibida em 10 de março. A reclamação será analisada pelo ministro Edson Fachin.

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/240055/Lula-vai-ao-Supremo-por-direito-de-resposta-no-JN.htm

 

 

4 sugestões para reavivar a memória de Valério – Num esforço para reduzir sua pena de 37 anos recebida em 2012, no julgamento da AP 470, mais conhecida como Mensalão, o tesoureiro Marcos Valério decidiu seguir o exemplo da Lava Jato e entrar firme nas delações premiadas. A novidade é que o alvo de sua denúncia não será o Partido dos Trabalhadores nem seus aliados, mas estrelas do Mensalão PSDB-MG, em marcha sossegada para a impunidade. Num esforço para reavivar a memória de Valério, basta fazer uma visita rápida aos arquivos dos mensalões, que até hoje permanecem em silêncio obsequioso sempre que se trata de levantar fatos contra o PSDB e seus aliados…

http://www.brasil247.com/pt/blog/paulomoreiraleite/240008/4-sugest%C3%B5es-para-reavivar-a-mem%C3%B3ria-de-Val%C3%A9rio.htm

 

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

 

https://oipa2.wordpress.com/2016/06/24/trabalhando-com-poesia-747
Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina.  Uma sexta-feira de caminhos abertos a nossa frente e coberta pela paz do Alá de Oxalá! Bom fim de semana. Até segunda.

 

Apio Vinagre Nascimento

e-mail: apiovinagre.adv@gmail.com

e-mail 1: apio.vinagre @pedraevinagre.adv.br

e-mail 2: oipa2@hotmail.com

e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br

site: http://www.pedraevinagre.adv.br
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr:
http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Skype: a_vinagre1
Youtube:
http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio 
Fones: (71) 98814-5332 / 99154-0168 / 99982-7223 / 98214-0894

 

Jardelino Satanás – Wilson Aragão

Se voismecê pernoitá no mira-serra
E iscutá uma curuja no teiado
Um miado de gato amedronhado
Um gemido de porco no chiqueiro
Se sentir que tem gente no terreiro
Não se avexe, voismecê foi batizado
Se fifó apagou não sou culpado
Nós estamos no mês de fevereiro
Por aí vem chegando um carpinteiro
De martelo, serrote e bicicreta
Visitá mariquinha predileta
Satanás vai muntado em sua contra-pedá

Vixe Maria, é lua cheia e o curujão cantou

Piritiba já conta outra história
Jardelino passou na fechadura
A surpresa da esposa desventura
Seu marido deitado do seu lado
Jardelino é um bicho respeitado
Que conhece de cor São Cipriano
Fez um chá com as barbas de um bichano
Já dormiu numa estranha sepultura
Nas profundas mandou na prefeitura
Exalou nos bigode de uma turma
Quem tem medo e se mele que não durma
Satanás vai muntado em sua contra-pedá

Vixe Maria, é lua cheia e o curujão cantou

Jardelino tem uns zóio apertado
Mas enxerga pra mais de 10 quilome
Tem quem diga que o homem é lobisome
Mas que vire esse bicho eu não agaranto
Eu não vivo essas coisas que eu não canto
Mas nos causo de Vera que se espicha
Jardelino ofendido pela bicha
Fez com reza rolar, jogou num canto
Ferro doido chamou por todo santo
Pra Jardel esse caso num foi nada
Lá se vai pedalando pela estrada
Satanás vai muntado em sua contra-pedá

Vixe Maria, é lua cheia e o curujão cantou

Em mato que paca anda, tatu caminha dentro
Sapo pula e rã caminha
Em mato que paca anda, tatu caminha dentro
Jardelino Satanás é cheio de arenguetegue
É cheio de arenguetengue
É cheio de arte

 

Documentários sobre Jardelino – Baseada na música de Wilson aragão

 

Caminheiro – Wilson Aragão

No horizonte um astral
Um colorido maior
Areia quente me abraça
A gente come o calor
A gente para na dor
O tempo bebe, amordaça

Tem mais azul nas palavras
Tem mais espaço no aberto
Você precisa estar perto
Precisa ver que uma flor
É uma vida, uma cor
Sorrindo neste universo

Caminheiro
Onde vais que não tem sombra?
O sol te sobra maneiro
Nenhum tostão
Caminheiro
Cala sem cessar a fonte
E faz do ser mensageiro
Junto do seu paradeiro

Um brinco lindo, um colar
Um mixto quente, beleza
A pulseirinha na mesa
Um lance limpo demais
As coisas fundamentais
O amor, o sol, natureza

Em passo a passo o silêncio
Pelas estradas do mundo
Pelas calçadas do tempo
Um vagabundo pra alguns
Rosa carente que sente
A falta do jardineiro

 

O sertão Chora – Wilson Aragão / Miguezim de Princesa

A seca que abate a gente
tira a comida da mesa
o sertanejo (nordestino) humilhado,
não esconde sua tristeza:
finca a enxada no chão
e, naquele poeirão,
sobe um mundo de incerteza.
O sertanejo resiste,
forte como um pau-pereira
clamoroso é ao que se assiste
nesta nação brasileira,
onde uns têm tudo farto,
mulheres morrem de parto
nos braços de uma parteira.
Na seca a politicagem
dos coronéis faz parada
homens aqui são tratados
como se fossem boiada.
Triste sertão de “caboclo”,
onde um voto vale pouco,
onde a vida vale nada.
Passa a seca vem a chuva
nada de melhorar,
porque o governo nega
semente pra semear,
e o latifundiário,
pra aumentar o calvário
nega terra pra plantar.
Desrespeita-se a velhice
abandona-se a infância
as escolas desmoronam
por injúria ou traficância,
do saber poucos se apossam
e as criancinhas engrossam
o Exército da ignorância.
Terra que produz de tudo
– do feijão ao babaçu –
teu povo é escravizado
no açoite do couro cru;
come restos de ração,
bebe a lama do porão,
não tem roupa – anda nu.

Semblantes desfigurados,
corpos esqueléticos nus,
enquanto nutrem a esperança
num milagre de Jesus,
disputam pelas estradas
brutos já mortos, ossadas,
com bandos de urubus.

Asfora falou um dia
dos seios sem leite, murchos
das veias brancas, sem sangue,
que nem algodão – capuchos -,
enquanto reina a alarvia
da elite que um dia
terá de perder os luxos

 

Canção do mês de abril – Wilson Aragão

 

E no domingo depois
De eu beber vinho francês
Nas tabuas de moises
Com caifás Lu se fez
Machucarei teu carin
Na pongadura do trem
E cantaremos canções – nhem – nhem – nhem

Na estrada desta manha
De noves fora, nós dois
Pra eternidade sumir
E carregar nosso amor

Segundo eu sei, os navios
Que aportam na nossa mão
Já vão pro nosso quintal – hum – hum – hum
No breu da noite a canção
Invertebrou e sumiu
Maçaranduba chorou
Hosana no mês de abril

Você nem é, são você
Dorme no meu coração
Que eu distribuo charuthos – thus – thus

E quando eu não clarear
Acenderas tudo em mim
Você nos cuida de ser
Que eu vou cuidar do jardim
Nos braços de outra mentira
O explorador de emoções
Tentou rouba esta nossa canção

Em centenauros de andrés
Jamacaina é mordaz
Com Caifés Lu se faz
Ressuscitando Nana
Jamacaina chorou
Na infinitude do abril
Nasceu o Rio de Maxixe – xi – xi

Celestidade , heim, mamãe
Quem fez fui eu e você
Eu vou brinca de chapin
E nunca mais vou crescer

E se a saudade apertar
Serei de novo moises
E o mar vermelho era pau de pilão
E se a saudade apertar
Você já sabe saber
Deixa ninguém entender – hum – hum – hum

 

Esmola para São José – Zé Laurentino (na voz de Wilson Aragão)

Tem certas coisas seu moço
que eu não gosto muito não
por exemplo
ouvir contar história de operação
de arracamento de dente
ouvir história de briga
eu posso inté escuitá
mas me dá uma fadiga

e outra coisa seu moço
que de bom gosto eu não faço
é dá esmola a quem pede
com um santo debaixo do braço
porque eu acho que o santo
não tem muita precisão
afinal eu nunca vi
santo comer feijão

Mas pro mal dos meus pecado
ou pro minha pouca fé
tudo dia lá em casa
passa um veinho andano a pé
pro sinal muito feliz
cantarolando e tal
chega na minha porta
bate palma e diz:
“esmola pra São José”

O diabo da muié
que é muito curvitera
eu nunca vi uma muié
que não fosse rezadêra
adquere um tanto quanto
corre e vai dá lá pro Santo
que dizê, pro santo
pro veio fazê a fera

De manhã logo cedinho
eu vou tomá meu café
quando dô fé ó o grito:
“esmola pra São José”
ôooo mais isso foi me enchendo
o saco
mas me enchendo por demais
Um dia cheguei em casa
com a braguia da carça virada
pa trás
sentei num toco de pau

tumei uma de rapé
quando de repente ouvi o grito:
“esmola pra São José”
pra mode de dá a esmola
a muié se arremecheu
eu fui e gritei: num vai não
dêxa
hoje quem vai dá esmola sou eu

Quando eu cheguei na porta
o velho teve um espanto
eu fui e disse:
vai trabaiá …
vagabundo …
que eu num dô esmola pra santo
troque o santo por uma enxada
deixa de ser preguiçoso
santo num carece de esmola, rapaz
deixa de ser mentiroso ..

o veio me olhô …
e me disse:
que São José te perdoe
e se Deus tive te ouvino
que ele te abençoe
e que cubra tua casa de Paz, Amor,
União, Sossego, Proesperidade,
Conforto e Compreensão
e se um dia o sinhô pricisá
desse veinho
ele não mora tão perto não
mora no sítio Cauã
onde já viveu meu pai
à direita de quem vem
à esquerda de quem vai
e se um dia o sinhô passá
por ali com pricisão
de fome o sinhô num morre
tombem num drome no chão

Quando o veio disse aquilo
eu senti naquele instante
como seu eu fosse uma …
uma frumiga
sob os pé de dum elefante
fiquei com as perna tudo tremeno
digo e num peço segredo
óia, aquele veio me deu ma surra
sem me tocá com um dedo

Eu com tanta ignorança
ele tanta mansidão
fez eu pagá muito caro
minha farta de compreensão

Então naquele momento
eu gritei pra Salomé
mandei trazê pro veinho
um boa xícara de café
e fui correndo contá meu dinheiro
tinha somento um cruzêro ..
dei tudinho a São José

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s