Trabalhando com Poesia

“… No Woman, No Cry… No Woman, No Cry… No Woman, No Cry… No Woman, No Cry… Bem que eu me lembro, da gente sentado ali na grama do aterro, sob o sol, ob-observando hipócritas, disfarçados, rondando ao redor… Amigos presos, amigos sumindo assim, pra nunca mais… Tais recordações, retratos do mal em si, melhor é deixar pra trás… Não, não chore mais… Não, não chore mais… Não, não chore mais… Não, não chore mais… Bem que eu me lembro, da gente sentado ali, na grama do aterro, sob o céu, ob-observando estrelas, junto à fogueirinha de papel… Quentar o frio, requentar o pão e comer com você… Os pés, de manhã, pisar o chão, eu sei a barra de viver, mas, se Deus quiser! Tudo, tudo, tudo vai dar pé… Tudo, tudo, tudo vai dar pé… Tudo, tudo, tudo vai dar pé… Tudo, tudo, tudo vai dar pé… Tudo, tudo, tudo vai dar pé… Tudo, tudo, tudo vai dar pé… No Woman, No Cry… No Woman, No Cry… No Woman, No Cry… Não, não chore mais… Menina não chore assim! Não, não chore mais… No Woman, No Cry… No Woman, No Cry… Não, não chore mais… Não chore assim… Não, não chore mais…” (Gilberto Gil – Não chore mais – Comp.: Gilberto Gil / Vincent Ford)

“… Que falta eu sinto de um bem, que falta me faz um xodó… Mas como eu não tenho ninguém, eu levo a vida assim tão só… Eu só quero um amor, que acabe o meu sofrer… Um xodó pra mim, do meu jeito assim, que alegre o meu viver… Que falta eu sinto de um bem, que falta me faz um xodó… Mas como eu não tenho ninguém, eu levo a vida assim tão só… Eu só quero um amor, que acabe o meu sofrer… Um xodó pra mim, do meu jeito assim, que alegre o meu viver… Que falta eu sinto de um bem, que falta me faz um xodó… Mas como eu não tenho ninguém, eu levo a vida assim tão só… Eu só quero um amor, que acabe o meu sofrer… Um xodó pra mim, do meu jeito assim, que alegre o meu viver… ” (Gilberto Gil – Eu só quero um xodó – Comp.: Dominguinhos)

 

“… O rei da brincadeira, ê, José! O rei da confusão, ê, João! Um trabalhava na feira, ê, José! Outro na construção, ê, João!… A semana passada, no fim da semana, João resolveu não brigar… No domingo de tarde, saiu apressado e não foi prá Ribeira jogar Capoeira! Não foi prá lá… Pra Ribeira, foi namorar… O José, como sempre, no fim da semana, guardou a barraca e sumiu, foi fazer no domingo, um passeio no parque, lá perto da Boca do Rio… Foi no parque que ele avistou. Juliana foi que ele viu… Foi que ele viu Juliana na roda com João, uma rosa e um sorvete na mão… Juliana seu sonho, uma ilusão… Juliana e o amigo João… O espinho da rosa feriu Zé… Feriu Zé! Feriu Zé! E o sorvete gelou seu coração… O sorvete e a rosa, ô, José! A rosa e o sorvete, ô, José! Foi dançando no peito, ô, José! Do José brincalhão, ô, José!… O sorvete e a rosa, ô, José! A rosa e o sorvete, ô, José! Oi girando na mente, ô, José! Do José brincalhão, ô, José!… Juliana girando, oi girando! Oi, na roda gigante, oi, girando! Oi, na roda gigante, oi, girando! o amigo João… João… O sorvete é morango, é vermelho! Oi, girando e a rosa, é vermelha! Oi girando, girando, é vermelha! Oi, girando, girando… Olha a faca! Olha a faca! Olha o sangue na mão, ê, José! Juliana no chão, ê, José! Outro corpo caído, ê, José! Seu amigo João, ê José!… Amanhã não tem feira, ê, José! Não tem mais construção, ê, João! Não tem mais brincadeira, ê, José! Não tem mais confusão, ê, João!…”( Gilberto Gil & Os mutantes – Domingo no parque – Comp.: Gilberto Gil)

 

 

“… Abacateiro, acataremos teu ato, nós também somos do mato como o pato e o leão… Aguardaremos, brincaremos no regato, até que nos tragam frutos teu amor, teu coração… Abacateiro, teu recolhimento é justamente o significado da palavra temporão… Enquanto o tempo não trouxer teu abacate, amanhecerá tomate e anoitecerá mamão… Abacateiro, sabes ao que estou me referindo, porque todo tamarindo tem o seu agosto azedo, cedo, antes que o janeiro doce manga venha ser também… Abacateiro, serás meu parceiro solitário, nesse itinerário da leveza pelo ar… Abacateiro saiba que na refazenda, tu me ensina a fazer renda, que eu te ensino a namorar… Refazendo tudo, Refazenda… Refazenda toda, Guariroba… Abacateiro, acataremos teu ato, nós também somos do mato como o pato e o leão… Aguardaremos, brincaremos no regato, até que nos tragam frutos teu amor, teu coração… Abacateiro, teu recolhimento é justamente o significado da palavra temporão… Enquanto o tempo não trouxer teu abacate, amanhecerá tomate e anoitecerá mamão… Abacateiro, sabes ao que estou me referindo, porque todo tamarindo tem o seu agosto azedo, cedo, antes que o janeiro doce manga venha ser também… Abacateiro, serás meu parceiro solitário, nesse itinerário da leveza pelo ar… Abacateiro saiba que na refazenda, tu me ensina a fazer renda, que eu te ensino a namorar… Refazendo tudo, Refazenda… Refazenda toda, Guariroba…” (Gilberto Gil – Refazenda – Comp.: Gilberto Gil)

 

“… Um dia, vivi a ilusão de que ser homem bastaria, que o mundo masculino tudo me daria, do que eu quisesse ter… Que nada, minha porção mulher, que até então se resguardara, é a porção melhor, que trago em mim agora, é o que me faz viver… Quem dera! Pudesse todo homem compreender, ó mãe, quem dera! Ser o verão, no apogeu da primavera, e só por ela ser… Quem sabe, o super-homem venha nos restituir a glória, mudando, como um Deus, o curso da história, por causa da mulher… Quem sabe, o super-homem venha nos restituir a glória, mudando, como um Deus, o curso da história, por causa da mulher…” (Gilberto Gil – Super homem: a canção – Comp.: Gilberto Gil e Liminha)

 

“… Se eu quiser falar com Deus, tenho que ficar a sós, tenho que apagar a luz, tenho que calar a voz, tenho que encontrar a paz, tenho que folgar os nós, dos sapatos, da gravata, dos desejos, dos receios… Tenho que esquecer a data, tenho que perder a conta, tenho que ter mãos vazias, ter a alma e o corpo nus… Se eu quiser falar com Deus, tenho que aceitar a dor, tenho que comer o pão, que o diabo amassou, tenho que virar um cão, tenho que lamber o chão, dos palácios, dos castelos suntuosos do meu sonho… Tenho que me ver tristonho, tenho que me achar medonho, e apesar de um mal tamanho, alegrar meu coração… Se eu quiser falar com Deus, tenho que me aventurar, tenho que subir aos céus, sem cordas pra segurar. Tenho que dizer adeus, dar as costas, caminhar, decidido, pela estrada, que ao findar vai dar em nada, nada, nada, nada, nada, nada, nada, nada, nada, nada, nada, nada, nada, do que eu pensava encontrar…” (Gilberto Gil – Se eu quiser falar com Deus – Comp.: Gilberto Gil e Liminha)

 

Quando se apresenta a obra de um artista como Gil, certamente que a sequência do “Trabalhando com Poesia não dá conta de toda ela. Sendo assim, selecionamos alguns vídeos com suas obras mais famosas, além das já desfiladas ao longo desta semana. Curta mais um pouco de Gilberto Gil:

 

As melhores de Gilberto Gil

Gilberto Gil – Reggae

 

Tributo a Bob Marley , Gilberto Gil en Braz

 

DVD Gilberto Gil acústico MTV

Gilberto Gil | Realce (Álbum Completo 1979)

 

Gilberto Gil – Refavela – 1977 (Full Album)

 

 

“Mantenha-se calmo e sereno em qualquer circunstância. Quando qualquer aborrecimento o atingir, como primeiro remédio procure conter seu corpo físico: Não fique passeando de um lado para outro, torcendo as mãos, esmurrando a mesa. Não! Sente-se e esforce-se por ficar imóvel alguns minutos. Verá como conseguirá grande parte de sua serenidade… Mantenha-se calmo, o mais possível, e o problema se resolverá por si.” (Minutos de Sabedoria Pg. 213)

 

Bom dia pessoal,

Mais um final de semana chegando e com ele a nossa expectativa de momentos de paz e de diversão. Amanhã, todos os caminhos levam ao desfile cívico e cultural em homenagem aos heróis e heroínas do 2 de julho. Mais um ano estaremos lá. Desta vez acompanhando a nossa amiga, companheira de lutas e líder nas lutas do PT em Salvador. Estarei junto com outros (as) companheiros e companheiras acompanhando Marta Rodrigues (Martinha) nesta caminhada. Se você quiser vir, ponha a sua blusa lilás e venha. Será muito bem vindo (a).

A Independência da Bahia foi um movimento que, iniciado em 1821 (mas com raízes anteriores) e com desfecho em 2 de julho de 1823, motivado pelo sentimento federalista emancipador de seu povo, terminou pela inserção daquela então província na unidade nacional brasileira, durante a Guerra da independência do Brasil.

Aderira Salvador à Revolução liberal do Porto, de 1820 e, com a convocação das Cortes Gerais em Lisboa, em janeiro do ano seguinte, envia deputados como Miguel Calmon du Pin e Almeida na defesa dos interesses locais. Divide-se a cidade em vários partidos, o liberal unindo mesmo portugueses e brasileiros, interessados em manter a condição conquistada com a vinda da Corte para o país de Reino Unido, e os lusitanos interessados na volta ao status quo ante.

Dividem-se os interesses, acirram-se os ânimos: de um lado, portugueses interessados em manter a província como colônia, do outro brasileiros, liberais, conservadores, monarquistas e até republicanos se unem, finalmente, no interesse comum de uma luta que já se fazia ao longo de quase um ano, e que somente se faz unificada com a própria Independência do Brasil a partir de 14 de junho de 1822, quando é feita na Câmara da vila de Santo Amaro da Purificação a proclamação que pregava a unidade nacional, e reconhecia a autoridade de D. Pedro I.

Na Bahia a luta pela Independência veio antes da brasileira, e só concretizou-se quase um ano depois do 7 de setembro de 1822: ao contrário da pacífica proclamação às margens do Ipiranga, só ao custo de milhares de vidas e acirradas batalhas por terra e mar emancipou-se de Portugal, de tal modo que seu Hino afirma ter o Sol que nasceu ao 2 de julho brilhado “mais que o primeiro“.

Leia mais em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Independ%C3%AAncia_da_Bahia

Ouça aqui o Hino ao 2 de Julho. Vá treinando para amanhã!

Hino do Estado da Bahia

Letra por Ladislau dos Santos Titara

Melodia por José dos Santos Barreto
Nasce o sol a dois de julho, brilha mais que no primeiro. É sinal que neste dia, até o sol, até o sol é brasileiro… Nunca mais, nunca mais o despotismo regerá, regerá nossas ações… Com tiranos não combinam brasileiros, brasileiros corações. Cresce, oh! Filho de minha alma, para a pátria defender. O Brasil já tem jurado, independência, independência ou morrer… Nunca mais, nunca mais o despotismo regerá, regerá nossas ações… Com tiranos não combinam brasileiros, brasileiros corações. Salve, oh! Rei da Campinas, de Cabrito a Pirajá, nossa pátria, hoje livre, dos tiranos, dos tiranos não será. Nunca mais, nunca mais o despotismo regerá, regerá nossas ações… Com tiranos não combinam brasileiros, brasileiros corações.

 

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje, textos dos sites Patria Latina e Brasil 247. Vale a pena conferir:

Eliane: Temer anda muito perdulário para quem chora falta de dinheiro – Colunista Eliane Cantanhêde também questiona série de reajustes do interino Michel Temer: “Somando os R$ 50 bilhões que o governo federal deixará de receber dos Estados endividados nestes três anos aos R$ 25 bilhões estimados com o aumento do Judiciário até 2019 e aos R$ 2,1 bilhões ao ano com o reajuste do Bolsa Família, o resultado é: o governo Temer anda muito perdulário para quem chora tanto a falta de dinheiro e o tamanho do rombo fiscal. Sem contar que a prioridade do País é criar emprego para quem não tem, não aumentar o salário dos que já têm”. A colunista Eliane Cantanhêde também questiona série de reajustes do interino Michel Temer: “Somando os R$ 50 bilhões que o governo federal deixará de receber dos Estados endividados nestes três anos aos R$ 25 bilhões estimados com o aumento do Judiciário até 2019 e aos R$ 2,1 bilhões ao ano com o reajuste do Bolsa Família, o resultado é: o governo Temer anda muito perdulário para quem chora tanto a falta de dinheiro e o tamanho do rombo fiscal

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/241506/Eliane-Temer-anda-muito-perdul%C3%A1rio-para-quem-chora-falta-de-dinheiro.htm

 

 

Rui: Mídia contribui para campanha de intolerância ao PT – Presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Rui Falcão, afirmou que o ataque à sede nacional da legenda em São Paulo (SP) foi mais um atentado contra o PT, “provocado por essa onda de intolerância que é estimulada pela grande mídia, inclusive”; o prédio sofreu dois ataques nesta quinta-feira; “Eles não vão nos intimidar. Nós vamos continuar com a nossa luta em defesa de um Brasil melhor e contra o golpe, contra o presidente ilegítimo Michel Temer. Eles não passarão e não nos intimidarão”. O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Rui Falcão, afirmou que o ataque à sede nacional da legenda em São Paulo (SP) foi mais um atentado contra o PT, “provocado por essa onda de intolerância que é estimulada pela grande mídia, inclusive”

http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/241524/Rui-M%C3%ADdia-contribui-para-campanha-de-intoler%C3%A2ncia-ao-PT.htm

 

Dilma não vai depor na comissão do impeachment no Senado – Presidente Dilma Rousseff decidiu não depor pessoalmente à comissão do impeachment no Senado na próxima quarta-feira (6) e será representada pelo seu advogado, o ex-ministro José Eduardo Cardozo; em entrevista coletiva nesta tarde, Cardozo afirmou que o processo de impeachment no Senado provou que não houve dolo por parte dela nas irregularidades apontadas pela acusação; “Eu queria provar e nós provamos. Podemos ir ao Supremo no momento certo. Eu quero a absolvição da presidente no Senado. Eu não quero no meu país a pecha de que a Justiça vai corrigir os erros do Senado”. A presidente Dilma Rousseff, decidiu não depor pessoalmente à comissão do impeachment no Senado na próxima quarta-feira (6). Ela será representada pelo seu advogado, o ex-ministro José Eduardo Cardozo

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/241523/Dilma-n%C3%A3o-vai-depor-na-comiss%C3%A3o-do-impeachment-no-Senado.htm

 

 

Tucano vê marcha da insensatez com Temer – Apoiador do golpe contra Dilma Rousseff, senador tucano Ricardo Ferraço já questiona política econômica do presidente interino Michel Temer; no dia seguinte à aprovação do projeto de reajuste salarial do funcionalismo que terá um impacto de R$ 25 bilhões para o Tesouro Nacional, disse: “Parece que a ficha não caiu. A situação é de colapso, mas estamos brincados de pique à beira do vulcão. Estamos numa marcha da insensatez”; segundo ele, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, está sendo político demais: “Ora recebemos a informação de que o quadro é dramático. Ora de que cabe tudo no déficit. Está faltando uma conversa clara”. Apoiador do golpe contra Dilma Rousseff, senador tucano Ricardo Ferraço já questiona política econômica do presidente interino Michel Temer. No dia seguinte à aprovação do projeto de reajuste salarial do funcionalismo que terá um impacto de R$ 25 bilhões para o Tesouro Nacional, disse: “Parece que a ficha não caiu. A situação é de colapso, mas estamos brincados de pique à beira do vulcão. Estamos numa marcha da insensatez”

http://www.brasil247.com/pt/247/economia/241509/Tucano-v%C3%AA-marcha-da-insensatez-com-Temer.htm

 

 

Esquema de Assad desviou R$ 71 mi de obra de Serra – Empresário Fernando Cavendish, da Delta, e o operador de propinas Adir Assad podem se tornar réus também em ação penal na Justiça de SP, por suspeitas de fraude de R$ 71,6 milhões envolvendo licitação para o lote 2 da obra de ampliação da marginal do Rio Tietê, em São Paulo; a concorrência, realizada em 2008, durante o governo de José Serra (PSDB-SP), atual chanceler de Michel Temer, foi vencida pelo Consórcio Nova Tietê pelo valor de R$ 287,2 milhões para um contrato de vigência de 15 meses; no entanto, segundo o MP, o total pago ao final pela Dersa foi de R$ 360,3 milhões. O empresário Fernando Cavendish, da Delta, e o operador de propinas Adir Assad podem se tornar réus também em ação penal na Justiça de SP, por suspeitas de fraude de R$ 71,6 milhões envolvendo licitação no valor de R$ 559,2 milhões para o lote 2 da obra de ampliação da marginal do Rio Tietê, em São Paulo. A concorrência, realizada em 2008, durante o governo de José Serra (PSDB-SP) – atual chanceler de Michel Temer – foi vencida pelo Consórcio Nova Tietê pelo valor de R$ 287,2 milhões para um contrato de vigência de 15 meses…

http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/241514/Esquema-de-Assad-desviou-R$-71-mi-de-obra-de-Serra.htm

 

 

Folha condena encontro secreto entre Temer e Cunha – Jornal de Otavio Frias questiona encontro entre Michel Temer e o presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ): “A carga de suspeitas, acusações e processos a pesar sobre o parlamentar peemedebista transformou-o, justificadamente, no exemplo por excelência do que há de mais condenável nas práticas políticas brasileiras –e apenas isso já bastaria para que dele Temer mantivesse segura distância”; “A lamentar, entretanto, que as prioridades republicanas se curvem ao hábito da penumbra, do conchavo, do que mal se confessa”, diz. O jornal de Otavio Frias questiona encontro entre Michel Temer e o presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ): “A carga de suspeitas, acusações e processos a pesar sobre o parlamentar peemedebista transformou-o, justificadamente, no exemplo por excelência do que há de mais condenável nas práticas políticas brasileiras –e apenas isso já bastaria para que dele Temer mantivesse segura distância”, diz. “A lamentar, entretanto, que as prioridades republicanas se curvem ao hábito da penumbra, do conchavo, do que mal se confessa”, acrescenta

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/241510/Folha-condena-encontro-secreto-entre-Temer-e-Cunha.htm

 

 

Delator da Setal omite propina de R$ 103 milhões – Empresário Augusto Mendonça omitiu em seu acordo de delação na Lava Jato que houve pagamento de propina de US$ 32 milhões, o equivalente hoje a R$ 103 milhões, nos contratos da Petrobras para a construção de duas plataformas para exploração de petróleo, a P51 e a P52, em Angra dos Reis e Niterói, no Estado do Rio; suborno foi dividido em partes iguais entre Duque e Zwi Skornicki, que atuava como representante comercial do estaleiro Keppel Fels, de Cingapura. O empresário Augusto Mendonça omitiu em seu acordo de delação na Lava Jato que houve pagamento de propina de US$ 32 milhões, o equivalente hoje a R$ 103 milhões, nos contratos da Petrobras para a construção de duas plataformas para exploração de petróleo, a P51 e a P52, em Angra dos Reis e Niterói, no Estado do Rio. A omissão foi revelada pelo juiz federal Sergio Moro em audiência em que o empresário era testemunha em uma ação penal que tem como réu Zwi Skornicki, lobista de um estaleiro de Cingapura…

http://www.brasil247.com/pt/247/rio247/241503/Delator-da-Setal-omite-propina-de-R$-103-milh%C3%B5es.htm

 

 

“Nenhuma bomba tira nossa determinação de lutar por um Brasil mais justo” – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, em nota, nesta quinta (30), que os ataques contra a sede do PT em São Paulo, que ocorreram na madrugada e na tarde de hoje, lhe provocaram “uma imensa tristeza”. Ainda assim, ele avisou que isto não irá tirar a sua determinação “para lutar por um Brasil mais justo para todos”; no documento, Lula chama a atenção para as “muitas cenas de intolerância e ódio” que estão ocorrendo no país e se solidariza com o presidente do partido, Rui Falcão, e com todos os funcionários e militantes; “Nenhuma bomba, pé-de-cabra ou agressão vai tirar nossa determinação de lutar por um Brasil mais justo para todos”, afirmou. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, em nota, nesta quinta-feira (30), que os ataques contra a sede do PT em São Paulo, que ocorreram hoje, lhe provocaram “uma imensa tristeza”. Ainda assim, ele avisou que isto não irá tirar a sua determinação “para lutar por um Brasil mais justo para todos”. No documento, Lula chama a atenção para as “muitas cenas de intolerância e ódio” que estão ocorrendo no país e se solidariza com o presidente do partido, Rui Falcão, e com todos os funcionários e militantes

 

http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/241479/%E2%80%9CNenhuma-bomba-tira-nossa-determina%C3%A7%C3%A3o-de-lutar-por-um-Brasil-mais-justo%E2%80%9D.htm

 

 

Conexões tucanas na Operação Saqueador – Uma das prisões realizadas hoje pela operação O Saqueador, da Polícia Federal, deve estar preocupando alguns tucanos. É a do empresário Adir Assad, condenado pela Lava Jato que cumpria prisão domiciliar desde dezembro.  Ele tem uma conhecida conexão com Paulo Vieira de Sousa , o Paulo Preto, tido como operador financeiro do PSDB paulista. A Operação prendeu também o bicheiro Carlinhos Cachoeira e mira também o dono da Construtora Delta, Fernando Cavendish, que está fora do país. Acusado de lavar propinas para a empresa Toyo Setal, Assad saiu de Curitiba sem delatar aliados políticos. Os procuradores tinham um documento, conforme noticiado pela revista Carta Capital no ano passado, com uma série de tabelas de pagamentos feitos por construtoras envolvidas em obras paulistas para cinco empresas de fachada criadas por Assa, com destaque para a Legend Engenheiros, que não tem um só empregado…

 

http://www.brasil247.com/pt/blog/terezacruvinel/241464/Conex%C3%B5es-tucanas-na-Opera%C3%A7%C3%A3o-Saqueador.htm

 

 

PSDB entra no acordão para salvar Cunha – “Fiel da balança na Comissão de Constituição e Justiça, o PSDB não trabalhará para que seus deputados votem pela cassação de Eduardo Cunha”, afirma a colunista Natuza Nery; segundo ela, apesar do desgaste que a posição implica, o discurso é que o peemedebista prestou um “serviço relevante para o país” ao dar celeridade ao impeachment de Dilma Rousseff e não merece a condenação institucional da sigla; “A percepção dos tucanos é que o Planalto caminha na mesma direção: se quisesse se livrar de Cunha, já o teria feito”. “Fiel da balança na Comissão de Constituição e Justiça, o PSDB não trabalhará para que seus deputados votem pela cassação de Eduardo Cunha”, afirma a colunista Natuza Nery. Segundo ela, apesar do desgaste que a posição implica, o discurso é que o peemedebista prestou um “serviço relevante para o país” ao dar celeridade ao impeachment de Dilma Rousseff e não merece a condenação institucional da sigla

http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/241502/PSDB-entra-no-acord%C3%A3o-para-salvar-Cunha.htm

 

Lava Jato prende Funaro, braço direito de Cunha – Polícia Federal deflagrou uma nova ação da Lava Jato na manhã desta sexta-feira (1º); um dos alvos é o empresário Lucio Funaro, ligado ao deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB), que foi preso em São Paulo; a ação é baseada em delações premiadas de Fabio Cleto, ex-Caixa Econômica Federal, e Nelson Mello, ex-executivo do grupo Hypermarcas; além disso, há mandados de busca e apreensão nas empresas do grupo JBS Friboi; em depoimento, Cleto confirmou a existência de pagamentos de propina ao presidente afastado da Câmara em troca da liberação de verbas do fundo de investimentos do FGTS, por intermédio de Funaro. A Polícia Federal deflagrou uma nova ação da Lava Jato na manhã desta sexta-feira (1º). Um dos alvos é o empresário Lucio Funaro, ligado ao deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB), que foi preso em São Paulo. A ação é baseada em delações premiadas de Fabio Cleto, ex-Caixa Econômica Federal, e Nelson Mello, ex-executivo do grupo Hypermarcas. Além disso, há mandados de busca e apreensão nas empresas do grupo JBS Friboi

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/241526/Lava-Jato-prende-Funaro-bra%C3%A7o-direito-de-Cunha.htm

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

 

https://oipa2.wordpress.com/2016/07/01/trabalhando-com-poesia-751
Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina.  Uma sexta-feira de caminhos abertos a nossa frente e coberta pela paz do Alá de Oxalá! Bom fim de semana. Até segunda.

 

Apio Vinagre Nascimento

e-mail: apiovinagre.adv@gmail.com

e-mail 1: apio.vinagre @pedraevinagre.adv.br

e-mail 2: oipa2@hotmail.com

e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br

site: http://www.pedraevinagre.adv.br
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr:
http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Skype: a_vinagre1
Youtube:
http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio 
Fones: (71) 98814-5332 / 99154-0168 / 99982-7223 / 98214-0894

 

Boêmio – Tude Celestino

Boêmio, eu sei, teu mal não tem remédio,

Teu riso louco, tua louca alegria,

São guizos que prendeste com ironia

No nebuloso manto do teu tédio.

No peito magro que já foi tão nédio

Cravaste o punhal da hipocondria

E para disfarçar tua agonia

Manténs o bar num incessante assédio

E assim, ébrio, disperso, desregrado,

No riso a esconder pesar profundo,

Destróis em ti o que há de mais sagrado

Tuas ânsias de revolta mal contendo,

Vês entre as taças de licor imundo

Teus sonhos todos, um por um, morrendo.

 

Antecipação – Tude Celestino

Chegaste!oh! entra, eu te procurei tanto…

Sem bússola, sem norte, ao léu, sem endereço

Oh! Que incessante busca, quanto tropeço!

Quantas vezes sorri para esconder o pranto.

Para despir do tédio o nebuloso manto

Sonhei marmóreas ilusões que eram de gesso.

Paguei por minha tristeza um elevado preço

Nas noites que embalei em mavioso canto

Jogral apaixonado, tendo a lira ao peito,

Eu te busquei, amor. Cantando, eu ia e vinha

Jogando o coração a esmo, insatisfeito.

Sei agora o porque daquela mágoa infinda

Que me apertava o peito, é que n’alma eu já tinha

Saudades de você, sem conhecer-te ainda.

 

 

 

Redenção – Tude Celestino

 

Sarve, Oh! Deus Onipotente!

Qui criou o céu e o má,

Qui veno a gente pecá

Ainda perdoa a gente;

Sempre bondoso e cremente,

Nos dá toda proteção,

É pai ditoso e, então,

Seu amô é santo, é puro

Qui inté pru crime mais duro

Ele reserva um perdão!

Minha istora é cunhecida

Pur todo esse sertão,

Só ninguém sabe, patrão,

Qui a liberdade quirida,

Quando a gente vê perdida

É qui o remorso aparece

E dentro da gente, cresce.

Mas cadê pudê vortá

Do mei da trama e evitá

As teia qui o diabo tece?

Ao obtê a liberdade,

Num teno mais o meu pai,

Minha mãe, vai mas num vai,

Saí triste, na verdade.

Minha mãe, pur piedade,

Do muito qui ocorreu,

Num relato pra eu.

Ansim, preso, eu num sabia

Qui a fome, muitos dia,

Na sua porta bateu.

Mas minha mãe inda me viu

Gozano da liberdade.

Mas já avançada da idade,

Com mais um ano, partiu.

Me abraçano sorriu

Quando sua hora chegô,

Sorrino me abençoô,

E pru céu, cuma um anjinho,

Ansim Cuma um passarinho,

Sua alma pura vuô.

Fiquei sozinho no mundo,

Inda pur cima, mal visto.

Me agarrei cum Jesus Cristo

Pra num sê um vagabundo.

Meu desgosto era profundo

Quando eu via Dona Aninha

Qui tombém ficô sozinha,

Pois viúva criô Zé,

Qui eu ajuntei os pé

Naquela hora mesquinha.

Deus me perdoe – Ave Maria!

Se vou dizê coisa fea:

Mermo sorto ou na cadea

Eu tinha a merma agonia,

A merma dô me afrigia

Cuma se eu fosse um ateu,

Era triste os dia meu…

Parecia, meu patrão,

Qui Deus, cum toda razão,

Andava cum raiva d’eu.

Apesá de tê dexado

A danada da cadêa

Tinha na alma u’a peia

Eu vivia amargurado.

Tinha um remorso incausado

Qui num achava meizinha,

Mas u’a voz, u’a tardinha,

Me dixe qui pra eu vivê

Eu tinha qui obtê

O perdão de Dona Aninha.

Fui entonce, sem demora,

Pru ranchim, pra casa dela,

Qui, pra mim, virô capela

E ela, Nossa Senhora!

Dona Aninha, minh’alma implora,

Eu vim aqui lhe implorá

Seu perdão; e ela, a me oiá

Cum uns zoinho imbaciado

Me abraçô e, abraçado,

Nós cumecemo a chorá.

Dipois sirrimo. E Jesus,

Num registro na parede

Do ranchim, bem junto à rede,

Tombém sirriu lá da cruz.

A sala se incheu de luz

Viro u’a ingreja a casinha

Diante, intão, da veinha,

Sentei o juei no chão,

De Deus sintino o perdão

No perdão de Dona Aninha.

E ainda, pur sorte minha,

Cumpretano o seu perdão,

Numa noite de São João,

Ela quis sê minha madrinha.

Ansim, a doce veinha

Fez eu isquecê o qui se deu,

O meu passado morreu

E a minha vida hoje é bela.

A minha mãe, hoje, é ela

E o Zé, pra ela, sô eu.

Sarve, Oh! Deus Onipotente!

Qui criou o céu e o má,

Qui veno a gente pecá

Ainda perdoa a gente;

Sempre bondoso e cremente,

Nos dá toda proteção,

É pai ditoso e, então,

Seu amô é santo, é puro

Qui inté pru crime mais duro

Ele reserva um perdão.

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros, Notícias e política e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s