Trabalhando com Poesia

“… Amanhã, outro dia. Lua sai, ventania abraça uma nuvem que passa no ar, beija, brinca e deixa passar… E no ar de outro dia, meu olhar surgia nas pontas de estrelas perdidas no mar, pra chover de emoção, trovejar… Raio se libertou, clareou muito mais, se encantou pela cor lilás, prata na luz do amor, céu azul… Eu quero ver o pôr do sol, lindo como ele só. E gente pra ver e viajar, no seu mar de raio… Eu quero ver o pôr do sol, lindo como ele só. E gente pra ver e viajar, no seu mar de raio… Amanhã, outro dia. Lua sai, ventania abraça uma nuvem que passa no ar, beija, brinca e deixa passar… E no ar de outro dia, meu olhar surgia nas pontas de estrelas perdidas no mar, pra chover de emoção, trovejar… Raio se libertou, clareou muito mais, se encantou pela cor lilás, prata na luz do amor, céu azul… Eu quero ver o pôr do sol, lindo como ele só. E gente pra ver e viajar, no seu mar de raio… Eu quero ver o pôr do sol, lindo como ele só. E gente pra ver e viajar, no seu mar de raio… Eu quero ver o pôr do sol, lindo como ele só. E gente pra ver e viajar, no seu mar de raio… Eu quero ver o pôr do sol, lindo como ele só. E gente pra ver e viajar, no seu mar de raio…” (Djavan – Lilas – Comp.: Djavan)

“… O amor é um grande laço, um passo pr’uma armadilha, um lobo correndo em círculos, pra alimentar a matilha. Comparo sua chegada, com a fuga de uma ilha: tanto engorda quanto mata feito desgosto de filha… De filha… O amor é como um raio galopando em desafio, abre fendas cobre vales, revolta as águas dos rios. Quem tentar seguir seu rastro, se perderá no caminho, na pureza de um limão ou na solidão do espinho… O amor e a agonia cerraram fogo no espaço, brigando horas a fio, o cio vence o cansaço. E o coração de quem ama fica faltando um pedaço, que nem a lua minguando, que nem o meu nos seus braços…” (Djavan – Faltando um pedaço – Comp.: Djavan)

“… Sabes mentir, hoje eu sei que tu sabes sentir, um falso amor abrigaste em meu coração… Sempre a iludir, tu falavas com tanto ardor, dessa paixão que dizias sentir… Mas tudo agora acabou, para mim terminou a ilusão, hoje esse amor já findou, e afinal para que amar… Sempre a iludir, tu beijavas com afeição, sempre a fingir, uma falsa emoção… Sabes mentir, hoje eu sei que tu sabes sentir, um falso amor abrigaste em meu coração… Sempre a iludir, tu falavas com tanto ardor, dessa paixão que dizias sentir… Mas tudo agora acabou, para mim terminou a ilusão, hoje esse amor já findou, e afinal para que amar… Sempre a iludir, tu beijavas com afeição, sempre a fingir, uma falsa emoção… ” (Djavan – Sabes mentir – Comp.: Othon Russo)

“Não deixe que a calúnia o perturbe! Todos nós estamos sujeitos à calúnia. Mas saiba superá-la, vivendo de tal maneira que o caluniador não tenha razão. Não revide um ataque com outro ataque. Não se magoe com o caluniador. Perdoe sempre. Apenas viva de tal maneira, que jamais o caluniador tenha razão.” (Minutos de Sabedoria Pg. 004)

Bom dia pessoal,

Hoje começo saudando a cada um dos irmãos e irmãs negros (as) por mais um dia de lutas para nós todos (as). A cada momento é preciso que não esqueçamos verdadeiramente o que nos move. Meu abraço e apreço pessoal a cada um dos que fazem essa luta no dia a dia.

Nesta semana de Consciência Negra, conheça 10 excelentes filmes que estimulam a reflexão sobre a situação do negro no Brasil e no mundo – Além dos livros, filmes são uma ótima maneira de saber mais sobre História. Nesta semana da consciência negra, confira 10 filmes que te farão refletir sobre a situação dos negros no Brasil e no mundo.

http://www.pragmatismopolitico.com.br/2013/11/10-filmes-consciencia-negra.html

Confira o filme Besouro:

Reveja a mini série Mãe de Santo, da Rede Manchete:

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje textos do site da Agência Carta Maior. Vale a pena conferir:

Cumpra-se a lei: juiz enquadra a toga colérica – Maturidade não é sinônimo de complacência. Afrontar o despotismo é um predicado intrínseco à vida democrática. – Um déspota de toga não é menos ilegítimo que um golpista fardado. A justiça que burla as próprias sentenças, mercadejando ações cuidadosamente dirigidas ao desfrute da emissão conservadora, implode o alicerce da equidistância republicana que lhe confere o consentimento legal e a distingue dos linchamentos falangistas. Joaquim Barbosa age na execução com a mesma destemperança com que se conduziu na relatoria da Ação Penal 470.

http://www.cartamaior.com.br/?/Editorial/Cumpra-se-a-lei-juiz-enquadra-a-toga-colerica/29571

O último julgamento de exceção e o fim de uma farsa – O último julgamento de exceção e o fim da farsa. – A direita, derrotada política e eleitoralmente, com partidos aos frangalhos, organiza o combate ideológico ao PT a partir do STF e da mídia monopólica. É cada vez mais consensual nos meios políticos, intelectuais e jurídicos honestos que o chamado caso do “mensalão” teve um julgamento de exceção. E é cada vez mais evidente que a maioria dos Ministros do STF fez desse julgamento um espetáculo político para destruir a imagem do PT e, correlatamente, reescrever a narrativa do período Lula. Na largada, a maioria do STF subtraiu dos réus uma garantia basilar do estado democrático de direito: o duplo grau de jurisdição. Com esse detalhe nada menor, essa maioria enjaulou o julgamento na sua arena inexpugnável: o Supremo Tribunal Federal.

http://www.cartamaior.com.br/?/Coluna/O-ultimo-julgamento-de-excecao-e-o-fim-de-uma-farsa/29577

Anotações sobre uma farsa (I) – A ideia era transformar José Dirceu num caso exemplar e exemplarisante da Justiça. Chegaram lá: é a vitória da grande hipocrisia que impera no país. – Pouco antes das seis da tarde do sábado passado, um avião da Polícia Federal aterrissou no aeroporto de Brasília, levando os condenados pelo Supremo Tribunal Federal para começar, de imediato, a cumprir as sentenças recebidas. Três horas mais tarde, foram conduzidos à Penitenciária da Papuda. Entre os presos, havia de tudo – da herdeira de um banco privado a um publicitário dado a práticas heterodoxas na hora de levantar fundos para campanhas eleitorais. Práticas essas, aliás, testadas e comprovadas na campanha do tucano Eduardo Azeredo, em Minas Gerais, em 1998.

http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/Anotacoes-sobre-uma-farsa-I-/4/29574

STF age como oposição porque partidos não conseguem cumprir papel
– O STF tornou-se um bunker incrustado no coração da democracia, que mais colabora para manter as deficiências do sistema político do que para saná-las. – Escrevo com atraso a segunda coluna sobre as dificuldades da oposição partidária brasileira (leia aqui a primeira, O canto do cisne do PSDB e do DEM), mas isso pode ter sido providencial. Coincide com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de decretar a prisão dos condenados do chamado Mensalão sem o trânsito em julgado de toda a ação.

http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/STF-age-como-oposicao-porque-partidos-nao-conseguem-cumprir-papel/4/29542

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/20/trabalhando-com-poesia-542

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma quarta-feira abençoada por Deus e repleta da força da rainha dos ventos e trovões. Eparrey Oyá.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 1: apio.nascimento@sedesba.ba.gov.br
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

O CAVALINHO BRANCO – Cecília Meireles

À tarde, o cavalinho branco
está muito cansado.
mas há um pedacinho do campo
onde é sempre feriado.
O cavalo sacode a crina
loura e comprida
e nas verdes ervas atira
sua branca vida.
Seu relincho estremece as raízes
e ele ensina aos ventos
a alegria de sentir livres
seus movimentos.
Trabalhou todo o dia tanto!
desde a madrugada!
Descansa entre as flores,
cavalinho branco
de crina dourada!

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Meu bem querer é segredo, é sagrado, está sacramentado em meu coração… Meu bem querer tem um quê de pecado, acariciado pela emoção… Meu bem querer, meu encanto, estou sofrendo tanto amor, e o que é o sofrer, para mim que estou jurado pra morrer de amor?… Meu bem querer é segredo, é sagrado, está sacramentado em meu coração… Meu bem querer tem um quê de pecado, acariciado pela emoção… Meu bem querer, meu encanto, estou sofrendo tanto amor, e o que é o sofrer, para mim que estou jurado pra morrer de amor?…” (Djavan – Meu bem querer – Comp.: Djavan)

“… Assim que o dia amanheceu lá no mar alto da paixão, dava pra ver o tempo ruir… Cadê você? Que solidão! Esquecera de mim?… Enfim, de tudo o que há na terra, não há nada em lugar nenhum, que vá crescer sem você chegar… Longe de ti tudo parou. Ninguém sabe o que eu sofri… Amar é um deserto e seus temores, vida que vai na sela dessas dores, não sabe voltar, me dá teu calor… Vem me fazer feliz, porque eu te amo! Você deságua em mim e, eu oceano… E esqueço que amar, é quase uma dor, só sei viver, se for por você!… Enfim, de tudo o que há na terra, não há nada em lugar nenhum, que vá crescer sem você chegar… Longe de ti tudo parou. Ninguém sabe o que eu sofri… Amar é um deserto e seus temores, vida que vai na sela dessas dores, não sabe voltar, me dá teu calor… Vem me fazer feliz, porque eu te amo! Você deságua em mim e, eu oceano… E esqueço que amar, é quase uma dor, só sei viver, se for por você!…” (Djavan – Oceano – Comp.: Djavan)

“… Ai, quanto querer cabe em meu coração… Aaaaaiii, me faz sofrer, faz que me mata e se não mata fere… Vai sem me dizer na casa da paixão… Saaaaii quando bem quer, traz uma praga e me afaga a pele… Crescei, luar, prá iluminar as trevas fundas da paixão… Eu quis lutar contra o poder do amor, cai nos pés do vencedor, para ser o serviçal de um samurai, mas eu tô tão feliz! Dizem que o amor atrai… Ai, quanto querer cabe em meu coração… Aaaaaiii, me faz sofrer, faz que me mata e se não mata fere… Vai sem me dizer na casa da paixão… Saaaaii quando bem quer, traz uma praga e me afaga a pele… Crescei, luar, prá iluminar as trevas fundas da paixão… Eu quis lutar contra o poder do amor, cai nos pés do vencedor, para ser o serviçal de um samurai, mas eu tô tão feliz! Dizem que o amor atrai…” (Djavan – Samurai – Comp.: Djavan)

“Lembre-se de que colheremos, infalivelmente, aquilo que houvermos semeado. Se estamos sofrendo, é por que estamos colhendo os frutos amargos das sementeiras errôneas do passado. Fique alerta quanto ao momento presente! Plante apenas sementes de otimismo e de amor, para colher amanhã os frutos doces da alegria e da felicidade. Cada um colhe, exatamente, aquilo que plantou.” (Minutos de Sabedoria Pg. 003)

Bom dia pessoal,

Qual a sua atitude diante da vida? Como você se posiciona diante dos fatos que ocorrem na sociedade da qual você é parte integrante. Se posta passivo e complacente com as dores e sofrimentos dos seus irmãos ou se posiciona?
Postei ontem a noite um texto de Antonio Gramsci, escrito em fevereiro de 1917, mas, incrivelmente atual e que gostaria de compartilhar com os leitores do nosso Blog. Em seu texto “Os Indiferentes”, de 11 de Fevereiro de 1917, (Texto retirado do livro Convite à Leitura de Gramsci”, com tradução de Pedro Celso Uchôa Cavalcanti), escreveu Gramsci:

Odeio os indiferentes. Como Friederich Hebbel acredito que “viver significa tomar partido”. Não podem existir os apenas homens, estranhos à cidade. Quem verdadeiramente vive não pode deixar de ser cidadão, e partidário. Indiferença é abulia, parasitismo, covardia, não é vida. Por isso odeio os indiferentes (…)

Leia a íntegra do texto:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/19/nosso-blog-tem-lado-indiferenca-nao-cabe-aqui/

Nas nossas sugestões de leitura de hoje, alguns textos do blog Correio do Brasil. Vale a pena conferir:

Pizzolato revela na Itália dossiê que embaraça julgamento de Barbosa – O pior pesadelo do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, que tem dado repetidas mostras de interesse pela vida política, começa a se transformar em realidade nas próximas horas, em Roma. O ex-diretor do Banco do Brasil Francisco Pizzolato fará chegar às mãos de seus advogados italianos o relatório de perto de mil páginas, que o Correio do Brasil divulga, com exclusividade, no qual apresenta provas de que o dinheiro que deu origem à Ação Penal 470 no STF origina-se em uma empresa privada e não de um ente público, como afirma o relatório de Barbosa.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/politica/pizzolato-revela-na-italia-dossie-que-embaraca-julgamento-de-barbosa/663253/

Economistas reduzem projeção para inflação e balança neste ano – Economistas de instituições financeiras ajustaram para baixo suas projeções para a inflação e a balança comercial neste ano e no próximo, ao mesmo tempo em que elevaram a perspectiva para o dólar em 2013.

http://correiodobrasil.com.br/economia-4/economistas-reduzem-projecao-para-inflacao-e-balanca-neste-ano/663115/

Escuta, classe média ressentida – Em poucos momentos da história, a justiça foi tão achincalhada como na tarde de sexta-feira. Negação do contraditório, fatiamento do transitado em julgado e ordens de prisão para satisfazer a sanha de uma classe média reacionária e patrimonialista.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/opiniao/escuta-classe-media-ressentida/663144/

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/19/trabalhando-com-poesia-541

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Terça-feira abençoada por Deus.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

As Meninas – Cecilia Meirelles

Arabela
abria a janela.
Carolina
erguia a cortina.
E Maria
olhava e sorria:
“Bom dia!”

Arabela
foi sempre a mais bela.
Carolina,
a mais sábia menina.
E Maria
apenas sorria:
“Bom dia!”
Pensaremos em cada menina
que vivia naquela janela;
uma que se chamava Arabela,
uma que se chamou Carolina.
Mas a profunda saudade
é Maria, Maria, Maria,
que dizia com voz de amizade:
“Bom dia!”

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Nosso Blog tem Lado. Indiferença não cabe aqui!

Em relação às postagens do nosso blog, uma dica: Não, não há imparcialidade nele! Assim como o proprietário, o “Espaço de Sobrevivência” tem lado e sabe muito bem com quem ele se identifica. Como disse Antonio Gramsci, em seu texto “Os Indiferentes”, de 11 de Fevereiro de 1917, mas, ainda super atual. (Texto retirado do livro Convite à Leitura de Gramsci”, com tradução de Pedro Celso Uchôa Cavalcanti):

Odeio os indiferentes. Como Friederich Hebbel acredito que “viver significa tomar partido”. Não podem existir os apenas homens, estranhos à cidade. Quem verdadeiramente vive não pode deixar de ser cidadão, e partidário. Indiferença é abulia, parasitismo, covardia, não é vida. Por isso odeio os indiferentes.

A indiferença é o peso morto da história. É a bala de chumbo para o inovador, é a matéria inerte em que se afogam freqüentemente os entusiasmos mais esplendorosos, é o fosso que circunda a velha cidade e a defende melhor do que as mais sólidas muralhas, melhor do que o peito dos seus guerreiros, porque engole nos seus sorvedouros de lama os assaltantes, os dizima e desencoraja e às vezes, os leva a desistir de gesta heróica.

A indiferença atua poderosamente na história. Atua passivamente, mas atua. É a fatalidade; e aquilo com que não se pode contar; é aquilo que confunde os programas, que destrói os planos mesmo os mais bem construídos; é a matéria bruta que se revolta contra a inteligência e a sufoca. O que acontece, o mal que se abate sobre todos, o possível bem que um ato heróico (de valor universal) pode gerar, não se fica a dever tanto à iniciativa dos poucos que atuam quanto à indiferença, ao absentismo dos outros que são muitos. O que acontece, não acontece tanto porque alguns querem que aconteça quanto porque a massa dos homens abdica da sua vontade, deixa fazer, deixa enrolar os nós que, depois, só a espada pode desfazer, deixa promulgar leis que depois só a revolta fará anular, deixa subir ao poder homens que, depois, só uma sublevação poderá derrubar.

A fatalidade, que parece dominar a história, não é mais do que a aparência ilusória desta indiferença, deste absentismo. Há fatos que amadurecem na sombra, porque poucas mãos, sem qualquer controle a vigiá-las, tecem a teia da vida coletiva, e a massa não sabe, porque não se preocupa com isso. Os destinos de uma época são manipulados de acordo com visões limitadas e com fins imediatos, de acordo com ambições e paixões pessoais de pequenos grupos ativos, e a massa dos homens não se preocupa com isso. Mas os fatos que amadureceram vêm à superfície; o tecido feito na sombra chega ao seu fim, e então parece ser a fatalidade a arrastar tudo e todos, parece que a história não é mais do que um gigantesco fenômeno natural, uma erupção, um terremoto, de que são todos vítimas, o que quis e o que não quis, quem sabia e quem não sabia, quem se mostrou ativo e quem foi indiferente. Estes então zangam-se, queriam eximir-se às conseqüências, quereriam que se visse que não deram o seu aval, que não são responsáveis.

Alguns choramingam piedosamente, outros blasfemam obscenamente, mas nenhum ou poucos põem esta questão: se eu tivesse também cumprido o meu dever, se tivesse procurado fazer valer a minha vontade, o meu parecer, teria sucedido o que sucedeu? Mas nenhum ou poucos atribuem à sua indiferença, ao seu cepticismo, ao fato de não ter dado o seu braço e a sua atividade àqueles grupos de cidadãos que, precisamente para evitarem esse mal combatiam (com o propósito) de procurar o tal bem (que) pretendiam.

A maior parte deles, porém, perante fatos consumados prefere falar de insucessos ideais, de programas definitivamente desmoronados e de outras brincadeiras semelhantes. Recomeçam assim a falta de qualquer responsabilidade. E não por não verem claramente as coisas, e, por vezes, não serem capazes de perspectivar excelentes soluções para os problemas mais urgentes, ou para aqueles que, embora requerendo uma ampla preparação e tempo, são todavia igualmente urgentes. Mas essas soluções são belissimamente infecundas; mas esse contributo para a vida coletiva não é animado por qualquer luz moral; é produto da curiosidade intelectual, não do pungente sentido de uma responsabilidade histórica que quer que todos sejam ativos na vida, que não admite agnosticismos e indiferenças de nenhum gênero.

Odeio os indiferentes também, porque me provocam tédio as suas lamúrias de eternos inocentes. Peço contas a todos eles pela maneira como cumpriram a tarefa que a vida lhes impôs e impõe quotidianamente, do que fizeram e sobretudo do que não fizeram. E sinto que posso ser inexorável, que não devo desperdiçar a minha compaixão, que não posso repartir com eles as minhas lágrimas. Sou militante, estou vivo, sinto nas consciências viris dos que estão comigo pulsar a atividade da cidade futura que estamos a construir. Nessa cidade, a cadeia social não pesará sobre um número reduzido, qualquer coisa que aconteça nela não será devido ao acaso, à fatalidade, mas sim à inteligência dos cidadãos. Ninguém estará à janela a olhar enquanto um pequeno grupo se sacrifica, se imola no sacrifício. E não haverá quem esteja à janela emboscado, e que pretenda usufruir do pouco bem que a atividade de um pequeno grupo tenta realizar e afogue a sua desilusão vituperando o sacrificado, porque não conseguiu o seu intento.

Vivo, sou militante. Por isso odeio quem não toma partido, odeio os indiferentes.

Publicado em Notícias e política | Marcado com , , | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… O que há dentro do meu coração, eu tenho guardado pra te dar… E todas as horas que o tempo tem pra me conceder, são tuas até morrer… E a tua história, eu não sei, mas, me diga só o que for bom… Um amor tão puro, que ainda nem sabe a força que tem, é teu e de mais ninguém… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Aqui ou noutro lugar, que pode ser feio ou bonito, se nós estivermos juntos, haverá um céu azul… Um amor puro, não sabe a força que tem! Meu amor eu juro, ser teu e de mais ninguém… Um amor puro… O que há dentro do meu coração, eu tenho guardado pra te dar… E todas as horas que o tempo tem pra me conceder, são tuas até morrer… E a tua história, eu não sei, mas, me diga só o que for bom… Um amor tão puro, que ainda nem sabe a força que tem, é teu e de mais ninguém… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Te amar sem limites, viver uma grande história… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história… Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, tudo, tudo, te amar sem limites, viver uma grande história…” (Djavan – Um amor puro – Comp.: Djavan)

“… Um dia frio, um bom lugar pra ler um livro, e o pensamento lá em você, eu sem você não vivo… Um dia triste, toda fragilidade incide, e o pensamento lá em você, e tudo me divide… Um dia frio, um bom lugar pra ler um livro, e o pensamento lá em você, eu sem você não vivo… Um dia triste, toda fragilidade incide, e o pensamento lá em você, e tudo me divide… Longe da felicidade e todas as suas luzes, te desejo como ao ar, mais que tudo, és manhã na natureza das flores… Mesmo por toda riqueza dos sheiks árabes, não te esquecerei um dia, nem um dia, espero com a força do pensamento, recriar a luz que me trará você… E tudo nascerá mais belo, o verde faz do azul com o amarelo, o elo com todas as cores, pra enfeitar amores gris… E tudo nascerá mais belo, o verde faz do azul com o amarelo, o elo com todas as cores, pra enfeitar amores gris… Um dia frio, um bom lugar pra ler um livro, e o pensamento lá em você, eu sem você não vivo… Um dia triste, toda fragilidade incide, e o pensamento lá em você, e tudo me divide… Mesmo por toda riqueza dos sheiks árabes, não te esquecerei um dia, nem um dia, espero com a força do pensamento, recriar a luz que me trará você… E tudo nascerá mais belo, o verde faz do azul com o amarelo, o elo com todas as cores, pra enfeitar amores gris… E tudo nascerá mais belo, o verde faz do azul com o amarelo, o elo com todas as cores, pra enfeitar amores gris…” (Djavan – Nem um dia – Comp.: Djavan)

“… O seu amor reluz, que nem riqueza, asa do meu destino, clareza do tino, pétala de estrela caindo bem devagar… Oh meu amor! Viver é todo sacrifício feito em seu nome, quanto mais desejo um beijo, um beijo seu… Muito mais eu vejo gosto em viver, viver!… Por ser exato, o amor não cabe em si! Por ser encantado, o amor revela-se, por ser amor, invade e fim!!… Por ser exato, o amor não cabe em si! Por ser encantado, o amor revela-se, por ser amor, invade e fim!!… Por ser exato, o amor não cabe em si! Por ser encantado, o amor revela-se, por ser amor, invade e fim!!…” (Djavan – Pétala – Comp.: Djavan)

“Deus está em toda a parte ao mesmo tempo, em redor de você, dentro de você! Jamais você está desamparado. Nunca está só. Não permita que a mágoa o perturbe: procure manter-se calmo (a), para ouvir a voz silenciosa de Deus dentro de você. Assim, poderá superar todas as dificuldades que aparecerem em seu caminho, e há de descobrir a Verdade que existe em todas as coisas e pessoas.” (Minutos de Sabedoria Pg. 002)

Boa noite pessoal,

Como foram de final de semana? Espero que bem. Mais uma semana se inicia e com ela se renovam as nossas expectativas de novas conquistas, de realizações e de sucesso.

Fim de semana feliz para o torcedor baiano. O Time de Canabrava venceu o Santos por 2×0, em Salvador, alcançou os 54 pontos e se manteve na sexta posição. Já o Bahia venceu ao rebaixado Náutico pelo magro placar de 1×0, na Arena Pernambuco, saiu da Zona de Rebaixamento e agora é o 16º colocado. No próximo domingo o Bahia enfrenta a Portuguesa na Fonte Nova e o time de Canabrava enfrenta o Criciúma, em Santa Catarina. O time catarinense e o Fluminense, que enfrenta o Santos em Presidente Prudente, têm a mesma pontuação do Bahia e correm risco de rebaixamento, igualmente ao tricolor baiano. Matematicamente até o oitavo colocado ainda têm riscos matemáticos de figurar entre os quatro clubes que cairão para a segunda divisão.

O Feriado dedicado à proclamação da república foi ocupado pela grande mídia, que dedicou praticamente todo o seu horário de notícias à ação espetaculosa do Presidente do Supremo Tribunal Federal, que nitidamente escolheu a dedo a data para decretar de forma unilateral as prisões de um conjunto de condenados da Ação Penal 470. Chama a atenção a nítida irregularidade cometida em relação a três dos presos, José Dirceu, José Genuíno e Delúbio Soares, que tiveram nas suas condenações a definição do regime Semi-Aberto, como o de início do cumprimento da pena, mas, estão mantidos em regime fechado. Preocupante a situação de Genuíno, que passa por problemas seriíssimos de saúde, notadamente após a intervenção cirúrgica pela qual passou a alguns meses.

Não podendo deixar de repercutir esta questão, as nossas sugestões de leitura do “Trabalhando com Poesia” de hoje, traz alguns textos do acerca da questão. Vale a pena conferir:

Lambança no STF: Mello cobra resposta de Barbosa – O ministro Marco Aurélio Mello foi o primeiro integrante do Supremo Tribunal Federal a contestar a decisão – ilegal, segundo vários juristas – de determinar a transferência dos presos condenados em regime semiaberto para Brasília; “O que não compreendi, e estou aguardando uma justificativa, foi a vinda dos acusados para Brasília. Para quê? Para depois eles retornarem à origem?”, questionou; clima no STF é de total constrangimento diante da atitude do presidente Joaquim Barbosa (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/121177/Lamban%C3%A7a-no-STF–Mello-cobra-resposta-de-Barbosa.htm

Lula: lei só será cumprida com “regime semiaberto” – Questionado se visitaria os réus petistas presos após condenação na AP 470, ex-presidente responde, em tom de cobrança: “Eu estou aguardando que a lei seja cumprida e quem sabe eles fiquem em regime semiaberto”; ex-ministro de seu governo José Dirceu e ex-presidente do PT José Genoino deveriam cumprir pena no semiaberto, mas estão no fechado desde sábado em Brasília; Lula voltou a dizer que gostaria de comentar o caso, mas apenas ao fim do julgamento; “Eu tô dizendo há muito tempo que vou esperar o julgamento total, que eu tenho muita coisa a comentar e eu gostaria de falar sobre o assunto”

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/121154/Lula-lei-s%C3%B3-ser%C3%A1-cumprida-com-regime-semiaberto.htm

Greenhalgh X Cardozo: “Genoino cuspiu sangue” – Advogado Luiz Eduardo Greenhalgh, que defendeu presos políticos na ditadura e é filiado ao Partido dos Trabalhadores, contesta a nota oficial divulgada nesta tarde pelo Ministério da Justiça sobre o estado de saúde de José Genoino, preso na Papuda, em regime classificado como semiaberto, mas ainda fechado. “Não é verdadeira a nota oficial do MJ. José Genoino piora a olhos vistos. Hoje cuspiu sangue. Situação se agrava”; caso cria comoção entre os militantes do PT e tensiona a relação com o governo Dilma

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/121183/Greenhalgh-X-Cardozo-Genoino-cuspiu-sangue.htm

Breve diálogo sobre o STF, a política e a violação do Direito no Brasil, por Davis Sena Filho – No Brasil, não se prende apenas pobre, preto e puta. A Casa Grande e seus serviçais públicos e privados acrescentaram mais um “P” à sua perversa doutrina: os petistas também foram incluídos. Deu para entender agora a teoria do domínio do fato, com embargos infringentes ou não, dotô? É isso aí…

http://www.brasil247.com/pt/247/artigos/121169/Breve-di%C3%A1logo-sobre-o-STF-a-pol%C3%ADtica-e-a-viola%C3%A7%C3%A3o-do-Direito-no-Brasil.htm

Barbosa e a partidarização do STF – O analista Paulo Vannuchi entende que a prisão de réus da Ação Penal 470, o mensalão, não pode ser lida como uma refundação da política nacional, como defendem figuras da oposição ao PT, mas como a reafirmação de uma postura parcial do Judiciário brasileiro. Em seu comentário de hoje (18) na Rádio Brasil Atual, ele afirmou que está “carregada de ódio” a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, de determinar em pleno feriado de Proclamação da República as prisões do ex-ministro José Dirceu e do ex-deputado José Genoino.

http://altamiroborges.blogspot.com.br/2013/11/barbosa-e-partidarizacao-do-stf.html

“FALTA ALGUÉM NA PAPUDA” – Em artigo exclusivo para o 247, o jornalista Breno Altman, diretor do Opera Mundi, defende que o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, responda pelas ilegalidades cometidas nas primeiras prisões da Ação Penal 470; “Não há crime maior, na democracia, que a violação da Constituição e de direitos dos cidadãos por autoridades que têm obrigação de zelar e proteger o bem público”, diz ele; Altman classifica Barbosa como um “fora-da-lei” por ter submetido condenados ao semiaberto à prisão em regime fechado; “Se a coragem fosse um atributo da vida política brasileira, esse homem deveria estar respondendo por seus malfeitos”, diz o jornalista, que acompanhou José Dirceu, quando ele se entregou à Polícia Federal; leia a íntegra

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e&cod=12789

Genoino doente, e preso, comove e causa revolta nas redes sociais – Genoino é levado para cumprir prisão fechada, quando condenado na AP 470 a cumprir pena em regime semiaberto – Embora sem nenhuma declaração pública e oficial, de qualquer autoridade federal ou do próprio partido a que pertençam, o PT, de apoio ou de preocupação com a integridade física do deputado José Genoino e do ex-ministro José Dirceu, ambos acordaram, nesta segunda-feira, presos em regime fechado no Complexo Penitenciário da Papuda. No Ministério da Justiça, nenhuma orientação em vista para algum pronunciamento do ministro José Eduardo Cardozo sobre o estado de saúde do ex-presidente da legenda pela qual ocupou o posto de coordenador da campanha da presidenta Dilma Rousseff.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/brasil/genoino-doente-e-preso-comove-e-causa-revolta-nas-redes-sociais/663226/

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/18/trabalhando-com-poesia-540

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Segunda-feira abençoada por Deus e repleta da energia positiva.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

A BAILARINA Cecília Meireles

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.
Não conhece nem dó nem ré
mas sabe ficar na ponta do pé.
Não conhece nem mi nem fá
mas inclina o corpo para cá e para lá.
Não conhece nem lá nem si,
mas fecha os ohos e sorri.
Roda, roda, roda com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do lugar.
Põe no cabelo uma estrela e um véu
e diz que caiu do céu.
Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.
Mas depois esquece todas as danças,
e também quer dormir como as outras crianças

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Minha garganta estranha quando não te vejo, me vem um desejo doido de gritar… Minha garganta arranha a tinta e os azulejos, do teu quarto, da cozinha, da sala de estar… Minha garganta arranha a tinta e os azulejos do teu quarto, da cozinha, da sala de estar… Venho madrugada perturbar teu sono, como um cão sem dono, me ponho a ladrar… Atravesso o travesseiro, te reviro pelo avesso, tua cabeça enlouqueço, faço ela rodar… Atravesso o travesseiro, te reviro pelo avesso, tua cabeça enlouqueço, faço ela rodar… Sei que não sou santa, às vezes vou na cara dura, às vezes ajo com candura, pra te conquistar… Mas não sou beata, me criei na rua, e não mudo minha postura só pra te agradar… Mas não sou beata, me criei na rua, e não mudo minha postura só pra te agradar… Vim parar nessa cidade, por força da circunstância, sou assim desde criança, me criei meio sem lar… Aprendi a me virar sozinha, e se eu tô te dando linha, é pra depois te… Han!… Aprendi a me virar sozinha, e se eu tô te dando linha, é pra depois te abandonar… Aprendi a me virar sozinha, e se eu tô te dando linha, é pra depois te abandonar… Aprendi a me virar sozinha, e se eu tô te dando linha, é pra depois te abandonar… Aprendi a me virar sozinha, e se eu tô te dando linha, é pra depois te abandonar… Minha garganta estranha… Aprendi a me virar sozinha, e se eu tô te dando linha, é pra depois te abandonar… Aprendi a me virar sozinha, e se eu tô te dando linha, é pra depois te abandonar…” (Ana Carolina – Garganta – Comp.: Totonho Villeroy)

“… O tempo vai passar você vai ver, então por que já não saber de vez? Você está tão longe de entender, o que eu falo bem diante de você… Você diz tudo bem, depois faz diferente. Diz que vai sumir e sempre volta atrás… Enquanto a sua imagem vai e vem, aonde posso ir se você não está… O sol me reconforta e eu ando só, e sei que você anda por aí… Eu nunca mais te vi ao meu redor, nem sei se me encontrei ou te perdi… Talvez eu siga sem você daqui pra frente. A vida tem caminhos muito desiguais!… Disseram que você só fala em mim, agora veja como a gente foi ficar… Não mandei você ir embora, nem falei que podia me esquecer… Vou sorrir pra tristeza agora, vou viver os meus dias sem você… O sol me reconforta e eu ando só, e sei que você anda por aí… Eu nunca mais te vi ao meu redor, nem sei se me encontrei ou te perdi… Talvez eu siga sem você daqui pra frente. A vida tem caminhos muito desiguais!… Disseram que você só fala em mim, agora veja como a gente foi ficar… Não mandei você ir embora, nem falei que podia me esquecer… Vou sorrir pra tristeza agora, vou viver os meus dias sem você… Não mandei você ir embora, nem falei que podia me esquecer… Vou sorrir pra tristeza agora, vou viver os meus dias sem você…” (Ana Carolina – Só Fala em mim – Comp.: Ana Carolina / Celso Fonseca / Totonho Villeroy)

“… A canção tocou na hora errada, e eu que pensei que eu sabia tudo, mas, se é você eu não sei nada… Quando ouvi a canção, era madrugada, eu vi você, até senti tua mão e achei até que me caia bem como uma luva, mas veio a chuva e ficou tudo tão desigual… A canção tocou no rádio agora, mas, você não pode ouvir, por causa do temporal… Mas guardei tuas cartas com letras de fôrma… Mas já não sei de que forma mesmo você foi embora… Mas já não sei de que forma mesmo você foi embora… A canção tocou na hora errada… Mas não tem nada não, eu até lembrei das rosas que dão no inverno… Mas não tem nada não, eu até lembrei das rosas que dão no inverno… Mas guardei tuas cartas com letras de fôrma… Mas já não sei de que forma mesmo você foi embora… Mas já não sei de que forma mesmo você foi embora… A canção tocou na hora errada… Mas não tem nada não, eu até lembrei das rosas que dão no inverno… Mas não tem nada não, eu até lembrei das rosas que dão no inverno… Mas já não sei de que forma mesmo você foi embora Mas já não sei de que forma mesmo você foi embora… Mas já não sei de que forma mesmo você foi embora… Mas já não sei de que forma mesmo você foi embora… Mas já não sei de que forma mesmo você foi embora …” (Ana Carolina – A canção tocou na hora errada – Comp.: Ana Carolina)

Confira outros sucessos de Ana Carolina:

“Não critique! Procure antes colaborar com todos, sem fazer críticas. A crítica fere, e ninguém gosta de ser ferido. E a criatura que gosta de criticar, aos poucos, se vê isolada de todos. Se vir alguma coisa errada, fale com amor e carinho, procurando ajudar. Mas, sobretudo, procure corrigir os outros, através de seu próprio exemplo.” (Minutos de Sabedoria Pg. 001)

Bom dia pessoal,

Mais um final de semana chegando e com ele a nossa expectativa de momentos de tranquilidade e de paz. Mais uma noite de tristeza para a torcida tricolor. Jogando pessimamente, com direito às falhas de sempre o time de Cristovão Borges frequenta pela primeira vez a zona perigosa da tabela. Time tem mais quatro partidas, sendo duas em casa e duas fora e terá que tirar leite de pedra para não cair para a segunda divisão. É hora da Torcida mostrar ainda mais amor pelo time. Só termina no último apito. #BoraBaheaMinhaPorra

Impossível para o “Trabalhando com Poesia” não repercutir o acontecimento histórico de ontem em homenagem ao Ex-Presidente João Goulart.

Eleito duas vezes vice-presidente da República, em 1955 e 1960, João Goulart tornou-se Presidente da República em agosto de 1961 com a renúncia de Jânio Quadros. Em sua posse, em 7 de setembro de 1961, Jango afirmou que todo o país deveria se mobilizar na luta pela emancipação econômica, contra a pobreza e contra o subdesenvolvimento.

“Reclamamos a união do povo brasileiro e por ela lutaremos com toda a energia, para, sob a inspiração da lei e dos direitos democráticos, mobilizar todo o País para a única luta interna em que nos devemos empenhar, que é a luta pela nossa emancipação econômica, que é a luta contra o pauperismo, a luta contra o subdesenvolvimento”, afirmou.
Já em 13 de março de 1964, em meio às tensões sociais e à pressão externa, o presidente discursou na Central do Brasil, no Rio de Janeiro, para um público estimado de 150 mil pessoas. Na ocasião, Jango anunciou as reformas agrária, tributária e eleitoral. Ele ainda afirmou contar com a “compreensão e o patriotismo” das Forças Armadas.

“Reafirma os seus propósitos inabaláveis de lutar com todas as suas forças pela reforma da sociedade brasileira.

Não apenas pela reforma agrária, mas pela reforma tributária, pela reforma eleitoral ampla, pelo voto do analfabeto, pela elegibilidade de todos os brasileiros, pela pureza da vida democrática, pela emancipação econômica, pela justiça social e pelo progresso do Brasil”, disse.

Depois da cerimônia de chegada de João Goulart com honras militares, o filho dele, João Vicente Goulart, avaliou que o processo de exumação, exames e perícias para constatar a causa da morte do pai é um primeiro passo para resgatar a história do ex-presidente e do país. Para João Vicente, é importante refletir sobre as reformas de base propostas por Jango.

“Acho que se nós queremos reformar o Estado brasileiro, pensar na reforma de nossa previdência, na reforma agraria, temos que voltar a 1964 para estudar, para ver realmente o que foi 1964 e qual foram, dentro das reformas que foram enviadas a mensagem para o Congresso Nacional em 1964. Acho que a importância de rever Jango é a importância de rever o Brasil. Temos que avançar. Estamos dando o primeiro grande passo, não será o último”, comentou.
Rosa Maria Cardoso, que foi coordenadora da Comissão Nacional da Verdade e trabalha diretamente em processos que envolvem a história de Jango, afirmou que, para o país, é importantíssimo saber o que de fato aconteceu ao ex-presidente.

“Primeiro, é importante para a própria família que tem procurado desde que ele morreu saber as causas dessa morte, saber o significado político, também o envolvimento político dele, desde que a família sabia que o Jango era permanentemente vigiado por representantes de órgãos de informação e repressão. […] Desvendar tudo isso é muito importante”, avaliou Rosa Maria.

O cineasta Sílvio Tendler, que dirigiu o documentário “Jango”, lembrou que o local da solenidade, a Base Aérea, foi o último em que João Goulart esteve em Brasília, antes de viajar para Porto Alegre, e em seguida para o exílio. Ele também reconheceu o significado da homenagem com honras dignas de um chefe de estado ao ex-presidente.

“Quase 50 anos depois desses fatos que estou narrando, quer dizer, vai fazer 50 anos, ele volta com todas as honras dignas de um chefe de estado. Volta para poder receber a justa homenagem dele, numa iniciativa da presidenta Dilma Rousseff, na qual estarão presentes os outros chefes de estado, então acho que se faz justiça, e posso dizer que meu filme está quase pronto e acabado”, disse Sílvio.

Nas nossas sugestões de leitura de hoje, dois textos do site Brasil 247. Vale a pena conferir:
Lula: “Como eu posso comentar decisão do STF?” – Ex-presidente Lula diz que “quem tem de discordar ou não” sobre a determinação de prisão imediata dos réus da Ação Penal 470 “são os advogados, que juridicamente têm de saber se pode fazer ou não”; “Quem sou eu para fazer qualquer insinuação ou julgamento da Suprema Corte?”, questionou Lula, em Brasília, onde participou nesta manhã de cerimônia que recebeu os restos mortais do ex-presidente João Goulart; na sessão de hoje, os ministros do STF não discutiram os mandatos de prisão, que devem ser expedidos na próxima semana; condenados, como o ex-ministro José Dirceu, ganham alguns dias (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/120860/Lula-Como-eu-posso-comentar-decis%C3%A3o-do-STF.htm

O grito de um blogueiro contra a prisão de Genoino – No artigo “Preto, pobre, prostituta e petista”, Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania, expressa sua indignação com a prisão de uma das principais lideranças da esquerda brasileira, José Genoino, que deve acontecer nas próximas horas; “isso está acontecendo em um país em que um político como Paulo Maluf, cujas provas de corrupção se avolumam há décadas, jamais foi condenado à prisão”, diz ele, que ilustra seu texto com uma imagem da “mansão de Genoino” (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/120813/O-grito-de-um-blogueiro-contra-a-pris%C3%A3o-de-Genoino.htm

Petistas cobram que STF julgue mensalão tucano – “O esquema de pagamento de mensalidades foi criado pelo PSDB em Minas Gerais cinco anos antes. Não tem nem data para julgamento e corre o risco de prescrever. Não se pode ter dois pesos e duas medidas”, disse o senador Jorge Viana; já o também Eduardo Suplicy disse que o STF assumiu o “compromisso” de julgar o mensalão tucano, por isso tem que cumprir seu papel; “é um compromisso que eles assumiram de analisar o caso que ocorreu com o PSDB. É natural que isso aconteça. Não dá para ter dois pesos e duas medidas”, afirmou (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/120884/Petistas-cobram-que-STF-julgue-mensal%C3%A3o-tucano.htm

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/15/3802/

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma sexta-feira abençoada por Deus e coberta pela paz do Alá de Oxalá! Bom final de semana e até segunda feira.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

Portas – Içami Tiba

Se você abre uma porta,
você pode ou não entrar em uma nova sala.
Você pode não entrar e ficar observando a vida.
Mas se você vence a dúvida, o temor, e entra, dá um grande passo:
Nesta sala vive-se!
Mas, também, tem um preço…
São inúmeras outras portas que você descobre.
Às vezes curte-se mil e uma.
O grande segredo é saber quando e qual porta deve ser aberta.
A vida não é rigorosa,
ela propicia erros e acertos.
Os erros podem ser transformados em acertos quando com eles se aprende.
Não existe a segurança do acerto eterno.
A vida é generosa, a cada sala que se vive, descobre-se tantas outras portas.
E a vida enriquece quem se arrisca a abrir novas portas.
Ela privilegia quem descobre seus segredos e generosamente oferece afortunadas portas.
Mas a vida também pode ser dura e severa.
Se você não ultrapassar a porta, terá sempre a mesma porta pela frente.
É a repetição perante a criação,
é a monotonia monocromática perante a multiplicidade das cores,
é a estagnação da vida…
Para a vida, as portas não são obstáculos, mas diferentes passagens!

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Espera aí! Nem vem com essa história, eu nem quero ouvir. Não dá pra te esquecer agora, como assim? ‘Cê disse que me amava tanto ontem, eu juro que ouvi… Calma aí! Que diabo você tá dizendo agora? Que onda é essa de outro lance pra viver? Você nem pode tá falando sério… Vivi pra você, morri pra você… Pois então vai! A porta esteve aberta o tempo todo, sai! Quem tá lhe segurando? Você sabe voar… Pois então vai! A porta na verdade nem existe, sai! O que está esperando? Você sabe voar… Então tá bom! Senta e conta logo tudo devagar, não minta, não me faça suportar, você caindo nesse abismo enorme, tão fora de mim… Tá legal! É, e eu faço o quê com a nossa vida genial? ‘Cê vai viver pra outra vida e eu fico aqui, na vida que ficou em minha vida, Tão perto de mim, tão longe de mim… Pois então vai! A porta esteve aberta o tempo todo, sai! Quem tá lhe segurando? Você sabe voar… Pois então vai! A porta na verdade nem existe, sai! O que está esperando? Você sabe voar… De volta pra mim… De volta pra mim… Pois então vai! A porta esteve aberta o tempo todo, sai! Quem tá lhe segurando? Você sabe voar… Pois então vai! A porta na verdade nem existe, sai! O que está esperando? Você sabe voar… De volta pra mim… De volta pra mim…” (Ana Carolina – Vai – Comp.: Simone Saback)

“…Qualquer distância entre nós, vira abismo sem fim. Quando estranhei sua voz, eu te procurei em mim. Ninguém vai resolver problemas de nós dois… Se tá tão difícil agora, se um minuto a mais demora, nem olhando assim mais perto, consigo ver por que tá tudo tão incerto… Será que foi alguma coisa que eu falei? Ou algo que fiz que te roubou de mim? Sempre que eu encontro uma saída, você muda de sonho e mexe na minha vida… O meu amor conhece cada gesto seu. Palavras que o seu olhar só diz pro meu… Se pra você a guerra está perdida, olha que eu mudo os meus sonhos, pra ficar na sua vida!… Se tá tão difícil agora, se um minuto a mais demora, nem olhando assim mais perto, consigo ver por que tá tudo tão incerto… Será que foi alguma coisa que eu falei? Ou algo que fiz que te roubou de mim? Sempre que eu encontro uma saída, você muda de sonho e mexe na minha vida… O meu amor conhece cada gesto seu. Palavras que o seu olhar só diz pro meu… Se pra você a guerra está perdida, olha que eu mudo os meus sonhos, pra ficar na sua vida!… O meu amor conhece cada gesto seu. Palavras que o seu olhar só diz pro meu… Se pra você a guerra está perdida, olha que eu mudo os meus sonhos, pra ficar na sua vida!…” (Ana Carolina – Problemas – Comp.: Ana Carolina / Dudu Falcão / Chiara Civello)

“… Se ficar assim me olhando, me querendo, procurando, não sei não, eu vou me apaixonar!… Eu não tava nem pensando, mas você foi me pegando, e agora não importa aonde vá: me ganhou, vai ter que me levar!… Você me vê assim, do jeito que eu sou. É, e faz de mim o que bem quer… Eu que sei tão pouco de você! E você que teima em me querer!… Se ficar assim me olhando, me querendo, procurando, não sei não, eu vou me apaixonar!… Eu não tava nem pensando, mas você foi me pegando, e agora não importa aonde vá: me ganhou, vai ter que me levar!! Com você é bom qualquer lugar!!… The way you’re looking at me, You go with me?, you want me, Can’t help myself I gotta be in love… I wasn’t even thinking, and now you got me sinking, I need you baby, I can’t get enough You got me… That’s where I’ll always be, I know you see me just the way I am, But just think of me… What you want me to be, I know you found the moment that we met, It’s giving me a love I won’t forget… Se ficar assim me olhando, me querendo, procurando, não sei não, eu vou me apaixonar!… Eu não tava nem pensando, mas você foi me pegando… I need you baby I can’t get enough, You got me, that’s where I’ll always be, ‘ll go there, go anywhere with you!… Se ficar assim me olhando, me querendo, procurando, não sei não, eu vou me apaixonar!… I wasn’t even thinking, and now you got me sinking! I need you baby, I can’t get enough!… Me ganhou, vai ter que me levar!!…” (Ana Carolina – Entreolhares – Comp.: Ana Carolina / Dudu Falcão / Chiara Civello)

“Não acumule em seu coração desejos de vingança, detritos do mal. Jogue-os fora, relevando e esquecendo o que lhe fizeram de mal, em palavras, atos e maledicências, calúnias e injustiças. Esqueça! Uma única pessoa lucrará com o seu perdão: você mesmo, que libertará seu coração do peso da mágoa e do ódio. Seja inteligente: perdoe e esqueça, para ser feliz.” (Minutos de Sabedoria Pg. 288)

Bom dia pessoal,

O Cruzeiro é o Campeão Brasileiro de Futebol da Série A. O time mineiro venceu o time de Canabrava pelo placar de 3×1 e abriu uma vantagem para o segundo colocado (Atlético PR), matematicamente impossível de ser eliminada. O Atlético perdeu por 2×1 para o Criciúma e viu as chances de superar o Cruzeiro voar pelas mãos. Hoje, o Bahia enfrenta o Santos em São Paulo pressionado pela posição na tabela. Um triunfo do Fluminense obriga o tricolor baiano a pelo menos empatar para não entrar na Zona do Rebaixamento.

Cotas para negros não acabam com a meritocracia nos concursos públicos, diz ministra – No “Fala, Ministra”, a titular da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Luiza Bairros, afirmou que o projeto de lei que reserva 20% das vagas do serviço público federal para a população negra não acaba com a meritocracia nos concursos públicos. Ela ressaltou que não haverá uma flexibilização de critérios para poder beneficiar os negros e que a medida é necessária para acelerar a participação desta população nos lugares de prestígio do mercado de trabalho.

“Daí a necessidade de estabelecer essa cota de 20% de maneira que, nos próximos 10 anos, nós possamos aproximar o percentual de ingressantes no serviço público ao percentual total da população negra no Brasil. Desta forma, nós estaremos fazendo aquilo que se espera de uma sociedade democrática, que é abrir oportunidades para todos os seus cidadãos e cidadãs, independentemente da cor da pele ou de qualquer outra condição”. Luiza Bairros disse ainda que o objetivo das cotas é passar um recado para a população negra: “não deixe que o racismo limite as suas expectativas de participação na sociedade brasileira”. Leia abaixo os principais trechos da entrevista:
Por que é necessário fixar cotas raciais para o serviço público federal?

As cotas nos concursos públicos são necessárias como um meio de acelerar a participação da população negra nos lugares de prestígio do mercado de trabalho. Para vocês terem uma ideia, no levantamento que foi feito pelo Ministério do Planejamento, entre 2004 e 2013, o ingresso de pessoas negras no serviço público variou de 22% a 29%, quase 30%. Isso significa que é uma taxa de ingresso muito inferior à participação dos negros no total da população brasileira, que, de acordo com a última PNAD, já chega a 53%. Daí a necessidade de estabelecer essa cota de 20% de maneira que, nos próximos 10 anos, nós possamos aproximar o percentual de ingressantes no serviço público ao percentual total da população negra no Brasil. Desta forma, nós estaremos fazendo algo que é aquilo que se espera de uma sociedade democrática, que é abrir oportunidades para todos os seus cidadãos e cidadãs, independentemente da cor da pele ou de qualquer outra condição.

As cotas acabariam com a meritocracia no concurso público?
As cotas nos concursos públicos não acabam com a meritocracia porque todas as pessoas que vão entrar estarão sujeitas a todas as provas que são pedidas: provas teóricas, provas de títulos, a depender do caso, também se submeterão à entrevistas. Isso quer dizer que os critérios vão permanecer. Não haverá uma flexibilização de critérios para poder beneficiar os negros. O que se quer com essa medida é dar um recado para a população negra no Brasil: não deixe que o racismo limite as suas expectativas de participação na sociedade brasileira.

A iniciativa do governo pode estimular o setor privado a promover a diversidade em seus quadros?
A adoção de cotas nos concursos públicos no governo federal, eu tenho certeza, que vai servir de efeito demonstração também para outros setores. Para vocês terem uma ideia da amplitude dessa medida que foi tomada por iniciativa da presidenta Dilma, além da administração direta, também estarão envolvidas as autarquias, as fundações, as empresas públicas. Portanto, é uma medida com impacto extremamente grande, que certamente vai influenciar as empresas privadas, que ainda são mais tímidas, do ponto de vista de iniciativas como essas. Porque o que está também por trás dessa decisão do governo é o fato de que a diversidade de uma maneira geral, e a diversidade racial, mais especificamente, é algo que agrega valor para o ambiente de trabalho, agrega valor para as decisões que são tomadas e, sem dúvida alguma, as empresas privadas não vão querer ficar atrás em termos da possibilidade de que elas também têm de fazer da diversidade um ativo importante na sua atuação.

Confira a fala da nossa Ministra:

A presidenta Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira (13), em sua conta no Twitter, que recebe hoje, no Palácio do Planalto, os líderes dos partidos que integram a base aliada na Câmara dos Deputados para dialogar e discutir as demandas da sociedade.

“O princípio da democracia é o diálogo. Ter visões distintas de um assunto faz parte da democracia. Sentar numa mesa para dialogar, esclarecer dúvidas, propor soluções e buscar consenso em prol do país é o que nos faz aliados. Por isso, mantenho essas reuniões regulares com os líderes no Congresso. Nenhum presidente democrático governa sozinho. Governa, isso sim, dialogando e respeitando Judiciário e Legislativo e traduzindo demandas da sociedade em políticas públicas e ações concretas”, disse.

Iniciada exumação dos restos mortais do ex-presidente João Goulart – Peritos e a ministra Maria do Rosário, de Direitos Humanos, se reúnem com familiares durante a exumação do corpo de Jango. Foto: Claudio Fachel/ Palácio Piratini – A equipe de peritos coordenada pelo governo federal deu início na manhã desta quarta-feira (13), no Cemitério Municipal de São Borja, aos trabalhos de exumação do corpo do ex-presidente João Goulart. Entre eles há profissionais de Brasil, Argentina, Cuba e Uruguai. A família de Jango e os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, acompanharão o procedimento, que deve levar algumas horas. O corpo do ex-presidente será levado a Brasília, onde receberá honras de chefe de Estado nesta quinta-feira (14). Essa será uma forma de homenagear o ex-presidente que, na época, não contou com esse ritual concedido aos chefes da Nação.

http://blog.planalto.gov.br/iniciada-exumacao-dos-restos-mortais-do-ex-presidente-joao-goulart/

Na nossa sugestão de leitura de hoje artigos do Site Correio do Brasil. Vale a pena conferir:

STF determina a prisão imediata dos réus condenados na Ação Penal 470 – O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou, nesta quarta-feira, os embargos de declaração apresentados por todos os réus da Ação Penal (AP) 470, entre eles o ex-diretor de marketing do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, e determinou que eles comecem a cumprir a pena imediatamente. Os mandados de prisão deverão ser expedidos dentro das próximas horas. Pizzolato é o primeiro condenado no processo da Ação Penal 470, conhecido como ‘mensalão’, a receber uma pena restritiva de direitos. O réu foi apenado em 12 anos e sete meses, em um presídio fluminense. Pizzolato mora no Rio de Janeiro e quer cumprir pena na capital do Estado, segundo pedido de seu advogado, Marthius Sávio. Ele alegou que seu cliente não pode dividir cela com criminosos perigosos porque foi condenado por um crime menor.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/politica/stf-determina-a-prisao-imediata-dos-reus-condenados-na-acao-penal-470/662318/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131114

Educação na ‘Nuestra América’ de José Martí – José Julían Martí y Pérez (1853-1895) nasceu na cidade de Havana em 1853. Desde jovem, já havia começado a se envolver na luta pela independência de Cuba contra a Espanha. Com apenas dezesseis anos de idade, foi preso por sua participação no movimento independentista. Foi deportado para a Espanha, tendo vivido lá entre 1871 e 1874 e se formado em Direito, Filosofia e Letras na Universidade de Madrid e Saragoça.

http://correiodobrasil.com.br/educacao/educacao-na-nuestra-america-de-jose-marti/662332/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131114

Oi sofre queda anual de 70,7% no lucro líquido no terceiro trimestre – A Oi sofreu uma queda anual de 70,7% no lucro líquido do terceiro trimestre, mas sinais de melhora operacionais da operadora de telecomunicações faziam as ações do grupo subirem nesta quarta-feira. A empresa comandada desde junho pelo presidente-executivo português Zeinal Bava teve lucro líquido de R$ 172 milhões entre julho e setembro, revertendo o prejuízo de R$ 124 milhões sofrido no segundo trimestre deste ano.

http://correiodobrasil.com.br/economia-4/oi-sofre-queda-anual-de-707-no-lucro-liquido-no-terceiro-trimestre/662220/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131114

Confira outras notícias do site Correio do Brasil:

http://correiodobrasil.com.br/

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/14/trabalhando-com-poesia-539

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma quinta-feira abençoada por Deus e coberta de paz e protegida pelo Caçador de uma flecha só. Okearô Odé!!

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

“Não adianta ter bom senso. É preciso INFORMAÇÃO e conhecimento, é preciso praticar ser pai. Não é só o bom senso, pois o bom senso leva ao que está acontecendo, que é o filho ser uma colcha de retalhos de educação e não o resultado de um projeto educativo. Cada hora se faz de um jeito e os pais pensam que acertaram, mas no fundo ainda estão fazendo cada um de uma forma: o pai, a mãe, a avó, a babá – e ainda querem que os filhos tenham equilíbrio. Deve haver um planejamento, um projeto educativo. A educação é um projeto, é algo que tem um caminho, que não pode ser simplesmente de qualquer forma. Deve ser muito elaborada, pois é o futuro do filho e da família que estão em jogo…” (Frases e Pensamentos de Içami Tiba)

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… É isso aí, como a gente achou que ia ser, a vida tão simples é boa, quase sempre… É isso aí, os passos vão pelas ruas, ninguém reparou na lua, a vida sempre continua… Eu não sei parar de te olhar, eu não sei parar de te olhar, não vou parar de te olhar, eu não me canso de olhar, não sei parar de te olhar… É isso aí, há quem acredite em milagres, há quem cometa maldades, há quem não saiba dizer a verdade… É isso aí, um vendedor de flores, ensinar seus filhos a escolher seus amores… Eu não sei parar de te olhar, não sei parar de te olhar, não vou parar de te olhar, eu não me canso de olhar, não vou parar de te olhar… É isso aí, há quem acredite em milagres, há quem cometa maldades, há quem não saiba dizer a verdade… É isso aí, um vendedor de flores, ensinar seus filhos a escolher seus amores… Eu não sei parar de te olhar, não sei parar de te olhar, não vou parar de te olhar, eu não me canso de olhar, não vou parar de te olhar…” (Ana Carolina e Seu Jorge – É Isso Aí – Comp.: Damien Rice ‘versão Ana Carolina’)

Versão original de The Blower’s Daughter, com Damien Rice:

“… Olha. Será que ela é moça? Será que ela é triste? Será que é o contrário? Será que é pintura o rosto da atriz?… Se ela dança no sétimo céu, se ela acredita que é outro país, e se ela só decora o seu papel, e se eu pudesse entrar na sua vida… Olha, Será que é de louça? Será que é de éter? Será que é loucura? Será que é cenário a casa da atriz?… Se ela mora num arranha-céu, e se as paredes são feitas de giz, e se ela chora num quarto de hotel, e se eu pudesse entrar na sua vida… Sim, me leva para sempre Beatriz, me ensina a não andar com os pés no chão… Para sempre é sempre por um triz, ah, diz quantos desastres tem na minha mão, diz se é perigoso a gente ser feliz… Olha, Será que é uma estrela? Será que é mentira? Mentira, mentira, mentira… Será que é comédia? Será que é divina a vida da atriz?… Se ela um dia despencar do céu, e se os pagantes exigirem bis, e se um arcanjo passar o chapéu, e se eu pudesse entrar na sua vida…” (Ana Carolina – Beatriz – Comp.: Chico Buarque / Edu Lobo)

“… É mágoa! Já vou dizendo de antemão. Se eu encontrar com você, tô com três pedras na mão… Eu só queria distância da nossa distância, saí por aí procurando uma contramão… Acabei chegando na sua rua, na dúvida de qual era a sua janela. Lembrei que era pra cada um ficar na sua, mas é que até a minha solidão tava na dela… Atirei uma pedra na sua janela, e logo correndo me arrependi. Foi o medo de te acertar, mas, era pra te acertar! e disso eu quase me esqueci… Atirei outra pedra na sua janela, uma que não fez o menor ruído, não quebrou, não rachou, não deu em nada. E eu pensei: talvez você tenha me esquecido… Eu só não consegui foi te acertar o coração, porque eu já era o alvo. De tanto que eu tinha sofrido, aí nem precisava mais de pedra, minha raiva quase transpassa a espessura do seu vidro… É mágoa! O que eu choro é água com sal, se der um vento é maremoto, se eu for embora não sou mais eu… Água de torneira não volta, e eu vou embora… Adeus…” (Ana Carolina – É Mágoa – Comp.: Ana Carolina)

“Faça diariamente, ao despertar, afirmações positivas de alegria e de vitória, procurando construir em torno de si um ambiente de serenidade e de harmonia. Aprenda a sorrir de coração para todos: parentes, amigos, conhecidos, de tal forma que basta a sua presença, para que a alegria penetre no coração das criaturas que lhe chegam perto. E verifique a felicidade que isto olhe causará.” (Minutos de Sabedoria Pg. 287)

Bom dia pessoal,

Na nossa vida há sempre os momentos em que é necessário arriscar, mesmo que à luz dos olhos do homem médio essa seja a pior alternativa. Sempre que me deparo com esses momentos me vem sempre à mente as palavras do poema “Todo Risco”, do grande Damário da Cruz. Escreveu ele: “A possibilidade de arriscar é que nos faz homens. Vôo perfeito, no espaço que criamos. Ninguém decide sobre os passos que evitamos. Certeza de que não somos pássaros e que voamos. Tristeza de que não vamos, por medo dos caminhos”.

Neste momento quero agradecer aos que confiaram em mim, como se velhos amigos fossemos, que depositaram em minha palavra e na minha crença em que as coisas se resolveriam. Quero agradecer também aos que fizeram possível o cumprimento da minha palavra e com isso, que eu pudesse honrar a palavra dada. Vamos em frente, pois, muitas lutas ainda hão de vir em nossa caminhada. Como sempre costumo dizer: #VamoQueVamo

A presidenta Dilma Rousseff afirmou, na coluna Conversa com a Presidenta desta terça-feira (12), que o governo federal tem investido maciçamente em portos, sobretudo a partir da entrada em vigor do novo marco regulatório do setor. Ao responder à pergunta de Jorge Haile Lima, morador de Candeias (BA), Dilma informou que foram investidos cerca de R$ 40 milhões na recuperação do Porto de Aratu. Ela também ressaltou a inauguração da via expressa que liga a BR-324 ao Porto de Salvador e os investimentos no Porto de Paranaguá (PR) como importantes medidas para impulsionar o setor.

“Isso [o novo marco regulatório dos portos] significará novos investimentos, agora também da iniciativa privada, o que demonstra a importância que o governo atribui a esses portos”, afirmou a presidenta.
Dilma também falou sobre a autorização concedida pelo governo para a migração das rádios AM para FM, garantindo melhor qualidade de transmissão.

“Essa migração significa um salto tecnológico que vai ajudar a manter e até aumentar a audiência dessas rádios. Para muitas emissoras pequenas, esse avanço pode significar, inclusive, sua sobrevivência […] Tenho a certeza de que, com a tecnologia avançando, cada emissora vai encontrar seu caminho, continuando a prestar um enorme serviço à população e ajudando a integrar, cada vez mais, este nosso enorme País”, afirmou Dilma

Visita ao Peru

Em brinde durante almoço oferecido pelo presidente do Peru, Ollanta Humala, Dilma Rousseff afirmou que a integração entre Brasil e Peru não vai excluir a população dos dois países do processo de criação de riquezas. Segundo Dilma, os 10 anos da aliança entre Brasil e Peru não se restringiram aos governos, mas também incluíram empresários, trabalhadores, intelectuais e estudantes.

“O Brasil e o Peru serão países que, a partir desse processo de integração que está em desenvolvimento, das empresas brasileiras que aqui estão, das empresas peruanas que estão lá no Brasil, das nossas relações comerciais, e cada vez relações comerciais mais livres, nós conseguiremos o desenvolvimento para os nossos povos. E que através das nossas políticas sociais nós tenhamos certeza que no nosso novo momento, que é esse momento que nós inauguramos neste século, as nossas populações não ficarão à parte, não ficarão fora do processo de criação de riqueza do nosso país e que isso se dará através da educação, da ciência e tecnologia e, também, da ida e vinda de brasileiros e peruanos por essa fronteira afora”, disse.

Para Dilma, o Brasil fez uma aposta acertada há dez anos ao estabelecer uma aliança estratégica com o Peru. Dilma lembrou que durante muitos anos o Brasil viveu de costas para a América Latina, mas que essa situação mudou a partir de 2003.

“O presidente Humala disse uma coisa, hoje, para mim, muito rica, me disse o seguinte: nós estamos voltados para o Pacífico, vocês estão voltados para o Atlântico. Tradicionalmente, isso significava que nós estivéssemos de costas uns para os outros. A mudança de perspectiva estratégica é ser capaz de olhar para o Pacífico e olhar para o Atlântico e perceber que a nossa integração nos dá um outro potencial, porque nos dá um novo horizonte, um horizonte em que brasileiros olhem para o Pacífico, peruanos olhem para o Atlântico e, sobretudo, para que nós, em conjunto, olhemos para esse grande continente, que tem imenso potencial na infraestrutura, na agroindústria, na indústria, na produção de serviços, na sua integração através de banda larga, de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos”, afirmou.

Confira alguns momentos da cerimônia:

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje textos do blog Correio do Brasil. Vale a pena conferir:

Investigações sobre propinoduto tucano avançam com delações em série
– Serra e Alckmin, dentro em breve, precisarão responder, publicamente, acerca do escândalo de obras superfaturadas em suas gestões à frente do Estado de São Paulo – Agentes da Polícia Federal (PF) têm incentivando os suspeitos no caso do propinoduto tucano a fazerem acordo de delação premiada no escândalo do cartel formado em relação às obras do metrô paulistano. Em troca de eventual redução de pena e outros benefícios, eles se tornam “investigados colaboradores” e revelam o que sabem do relacionamento criminoso entre os funcionários públicos e as empresas multinacionais contratadas durante os governos Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin, todos do PSDB, entre 1998 e 2008.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/politica/investigacoes-sobre-propinoduto-tucano-avancam-com-delacoes-em-serie/661523/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131112

Felipe Massa assina contrato de três anos com a Williams – Dois meses após anunciar sua saída da Ferrari, Felipe Massa revelou seu destino na Fórmula 1. A partir de 2014, o piloto inicia contrato de três anos com a Williams, substituindo o venezuelano Pastor Maldonado. Seu companheiro será o finlandês Valtteri Bottas, cuja permanência também foi oficializada pela escuderia inglesa.

http://correiodobrasil.com.br/destaque-do-dia/felipe-massa-assina-contrato-de-tres-anos-com-a-williams/661610/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131112

Plantio de soja no Brasil atinge 59% da área prevista – O plantio da soja no Brasil atingiu 59% da área prevista na atual temporada, incremento de 11 pontos percentuais na semana, com o avanço dos trabalhos nos principais Estados produtores aproximando-se da etapa final, informou a AgRural.

http://correiodobrasil.com.br/economia-4/plantio-de-soja-no-brasil-atinge-59-da-area-prevista/661599/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131112

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/13/trabalhando-com-poesia-538

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma quarta-feira abençoada por Deus e repleta da força da rainha dos ventos e trovões. Eparrey Oyá.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 1: apio.nascimento@sedesba.ba.gov.br
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

“O sucesso e a felicidade não dependem somente de uma pessoa fazer o que gosta. Entendendo que esta pessoa seja competente, disciplinada, ética, criativa, com iniciativa e cidadã. O sucesso e a felicidade dependem também da pessoa saber lidar com o que não gosta. Pois o que a pessoa gosta traz também algo que ela não gosta. Se as pessoas largarem o que gostam por não saberem lidar com o que não gostam, elas vão restringindo cada vez mais os seus campos de ação. Pessoas de sucesso e felizes não têm portas fechadas à sua frente. Acompanhando os jovens percebo que eles são capazes de largar uma faculdade por não conseguir superar suas dificuldades com uma ou outra matéria, outros largam seus sonhos por não conseguir estabelecer uma estratégia de realização. Esses são algumas das consequências de uma educação muito permissiva que aceita que os filhos não cumpram suas tarefas até o fim. Os pais destes jovens tomaram para si a responsabilidade de deixarem os filhos fazerem o que tiverem vontade. Assim, deixaram de preparar os filhos para a vida. O sucesso não é o que a própria pessoa se apregoa. O sucesso é o reconhecimento que outras pessoas lhe dão. Felicidade é uma sensação interior que se aprende a desenvolver, curtindo o que tem, sem ficar chorando pelo que não tem…” (Frases e Pensamentos de Içami Tiba)

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Nas ruas de outono os meus passos vão ficar. E todo abandono que eu sentia vai passar, as folhas pelo chão, que um dia o vento vai levar, meus olhos só verão que tudo poderá mudar… Eu voltei, por entre as flores da estrada, pra dizer que sem você, não há mais nada… Quero ter você bem mais que perto, com você eu sinto o céu aberto… Daria pra escrever um livro, se eu fosse contar tudo que passei antes de te encontrar… Pego sua mão e peço pra me escutar, seu olhar me diz que você quer me acompanhar… Eu voltei, por entre as flores da estrada, pra dizer que sem você, não há mais nada… Quero ter você bem mais que perto, com você eu sinto o céu aberto… Quero ter você bem mais que perto, com você eu sinto o céu aberto…” (Ana Carolina – Ruas de Outono – Comp.: Ana Carolina e Totonho Villeroy)

“… Confesso acordei achando tudo indiferente. Verdade, acabei sentindo cada dia igual, quem sabe isso passa, sendo eu tão inconstante, quem sabe o amor tenha chegado ao final… Não vou dizer que tudo é banalidade. Ainda há surpresas, mas, eu sempre quero mais… É mesmo exagero ou vaidade, eu não te dou sossego, eu não me deixo em paz… Não vou pedir, a porta aberta é como olhar pra trás… Não vou mentir, nem tudo que falei eu sou capaz! Não vou roubar teu tempo, eu já roubei demais… Tanta coisa foi acumulando em nossa vida, eu fui sentindo falta de um vão pra me esconder… Aos poucos fui ficando mesmo sem saída, perder o vazio é empobrecer… Não vou querer ser o dono da verdade, também tenho saudade, mas, já são quatro e tal… Talvez eu passe um tempo longe da cidade, quem sabe eu volte cedo ou não volte mais… Não vou pedir, a porta aberta é como olhar pra trás… Não vou mentir, nem tudo que falei eu sou capaz! Não vou roubar teu tempo, eu já roubei demais… Não vou querer ser o dono da verdade, também tenho saudade, mas, já são quatro e tal… Talvez eu passe um tempo longe da cidade, quem sabe eu volte cedo ou não volte mais…” (Ana Carolina – Confesso – Comp.: Ana Carolina / Totonho Villeroy)

“… Hoje eu tô sozinha, e não aceito conselho, vou pintar minhas unhas e meu cabelo de vermelho… Hoje eu tô sozinha, não sei se me levo ou se me acompanho… Mas, é que se eu perder, eu perco sozinha, mas, é que se eu ganhar, aí é só eu que ganho… Hoje eu não vou falar mal nem bem de ninguém… Hoje eu não vou falar bem nem mal de ninguém… Logo agora que eu parei, parei de te esperar, de enfeitar nosso barraco, de pendurar meus enfeites, de fazer o café fraco, parei, de pegar o carro correndo, de ligar só pra você, de entender sua família e te compreender… Hoje eu tô sozinha, e tudo parece maior, mas, é melhor ficar sozinha, que é pra não ficar pior… Hoje eu não vou falar mal nem bem de ninguém… Logo agora que eu parei, parei de te esperar, de enfeitar nosso barraco, de pendurar meus enfeites, de fazer o café fraco, parei, de pegar o carro correndo, de ligar só pra você, de entender sua família e te compreender… Hoje eu tô sozinha, e tudo parece maior, mas, é melhor ficar sozinha, que é pra não ficar pior… Logo agora que eu parei, parei de te esperar, de enfeitar nosso barraco, de pendurar meus enfeites, de fazer o café fraco, parei, de pegar o carro correndo, de ligar só pra você, de entender sua família e te compreender… Hoje eu tô sozinha, e tudo parece maior, mas, é melhor ficar sozinha, que é pra não ficar pior… E já que eu tô só, não sei se me levo, ou se me acompanho, mas, é que se eu perder, eu perco sozinha, mas, é que se eu ganhar, aí é só eu que ganho…” (Ana Carolina – Hoje eu tô Sozinha – Comp.: Ana Carolina)

“Espalhe por todos, a alegria que vive dentro de você. Seja sua alegria contagiante e viva, a fim de expulsar a tristeza de todos os que o cercam. A alegria é uma tocha de luz que deve permanecer sempre acesa, iluminando todos os nossos atos e servindo de guia aos que se chegam a nós. Se em você houver luz e você deixar abertas as janelas de sua alma, por meio da alegria, todos os que passarem pela estrada em trevas serão iluminados por sua luz.” (Minutos de Sabedoria Pg. 286)

Bom dia pessoal,

Mais um dia de trabalho e quero desejar a cada um (a) de vocês um dia super especial. Que a luz em sua mais alta essência possa estar em nossos caminhos.

Que consigamos enxergar para além do trivial e do rotineiro em nosso cotidiano. Procurar os defeitos alheios é uma missão fácil, mas, o que nos acrescenta como pessoas? O crescimento pessoal está mais próximo de uma tarefa mais difícil, porém, mais nobre: conhecer-se a fundo, qualidades e defeitos, sabendo o que potencializar e o que minimizar, em sua medida exata. Essa é minha dica para hoje.

Nas nossas sugestões de leitura de hoje, alguns textos do blog Pátria Latina. Vale a pena conferir:
Morador de rua está preso há meses por levar produto de limpeza – No dia do protesto em que Vieira foi preso, prevaleceu a imagem da festa na Candelária. (Agência Brasil) – Por isso, segue no complexo presidiário de Japeri, município na região metropolitana do Rio, quase cinco meses após ser levado.

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=9afa24d3da745fd5606e7d710a0763eb&cod=12747

O Acre de Chico Mendes, por Frei Beto – Conheci Chico Mendes no início da década de 1980, quando ainda a esquerda encarava a questão ecológica com preconceito, sem compreender sua ilimitada força política, na medida em que supera partidarismos e agrega pessoas de todas as classes sociais, inclusive crianças. Há 25 anos assassinaram Chico Mendes (1944-1988). Pagou com a vida a defesa da Amazônia, a integração entre o homem e a natureza, a criação de reservas extrativistas que, hoje, evitam que a floresta reine como santuário intocável ou sofra derrubadas vítima da ambição do capital.

http://www.patrialatina.com.br/colunaconteudo.php?idprog=2ecd2bd94734e5dd392d8678bc64cdab&codcolunista=43&cod=3136

Sucessão 2014: tripé social x tripé neoliberal, A oposição, adepta do tripé neoliberal, está sem discurso social – ATAQUE ESPECULATIVO MIDIÁTICO CONTRA DILMA PARA LEVANTAR OPOSIÇÃO SEM BANDEIRA. – A oposição, adepta do tripé neoliberal -meta inflacionária, câmbio flutuante e superavit primário -, está sem discurso social. Resta a ela, associada aos banqueiros, dizer que o governo Dilma não tem obra relevante para mostrar, mas apenas deficit fiscal a lhe prejudicar. O contrapolo do déficit fiscal, porém, se revela como superavit social – valorizaçao salarial, previdência social para todos e programas sociais -, que o tripé neoliberal não deixava acontecer.

http://www.patrialatina.com.br/colunaconteudo.php?idprog=8c9a14ffebb7677d033ffce847991293&codcolunista=36&cod=3137

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele
você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/12/trabalhando-com-poesia-537

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Terça-feira abençoada por Deus.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

“Muitos pais, em nome do amor, deixam de cobrar coisas que precisam cobrar e ficam poupando os filhos; o amor é poupar, nessa linguagem de excesso de amor estraga. O verdadeiro amor tem que educar a outra pessoa e, para educar, muitas vezes, é preciso ajudar a organizar a vida, ajudar o filho a fazer o que ele é capaz. Mas os pais ficam poupando e acabam estragando seus filhos, em vez de ajudá-los…” (Frases e Pensamentos de Içami Tiba)

Publicado em Livros | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Fiz de você meu combustível, meu horizonte, meu abrigo e num momento mais sensível, quis ter você sempre comigo… Não vou deixar cair o nível, te transformando num castigo, eu que pensei ser invencível, não me dei conta do perigo… Sei que fui fanática, suicida, abri mão da própria vida, fui refém e fui bandida, por querer te amar demais… Quase entrei num beco sem saída, mas depois da despedida, volto ao ponto de partida, pra encontrar o amor… Não tenho mais alternativa, esqueça o que você me deve, não quero mais ter recaída, melhor pensar que não me serve… Me machuquei, mas estou viva, tudo que é seu vou devolver, embora eu esteja prevenida, preciso parar de te ver… Sei que fui fanática, suicida, abri mão da própria vida, fui refém e fui bandida, por querer te amar demais… Quase entrei num beco sem saída, mas depois da despedida, volto ao ponto de partida, pra encontrar o amor… Fiz de você meu combustível, meu horizonte, meu abrigo e num momento mais sensível, quis ter você sempre comigo… Não vou deixar cair o nível, te transformando num castigo, eu que pensei ser invencível, não me dei conta do perigo… Sei que fui fanática, suicida, abri mão da própria vida, fui refém e fui bandida, por querer te amar demais… Quase entrei num beco sem saída, mas depois da despedida, volto ao ponto de partida, pra encontrar o amor… Sei que fui fanática, suicida, abri mão da própria vida, fui refém e fui bandida, por querer te amar demais… Quase entrei num beco sem saída, mas depois da despedida, volto ao ponto de partida, pra encontrar o amor em paz… Pra encontrar o amor em paz… Pra encontrar o amor…” (Ana Carolina – Combustível – Comp.: Ana Carolina/ Edu Krieger)

“… Simplesmente aconteceu, não tem mais você e eu no jardim dos sonhos, no primeiro raio de luar… Simplesmente amanheceu, tudo volta a ser só eu, nos espelhos, nas paredes de qualquer lugar… Não tem segredo, não tenha medo de querer voltar… A culpa é minha! Eu tenho vício de me machucar, de me machucar… Lentamente aconteceu, seu olhar largou do meu, sem destino, sem caminho certo pra voltar… Não tem segredo, não tenha medo de querer voltar… A culpa é minha! Eu tenho vício de me machucar, de me machucar… Ninguém ama porque quer. O amor nos escolheu, você e eu… Não tem segredo, não tenha medo de querer voltar… A culpa é minha! Eu tenho vício de me machucar, de me machucar… Simplesmente aconteceu, quem ganhou e quem perdeu, não importa agora…” (Ana Carolina – Simplesmente aconteceu – Comp.: Chiara Civello)

“… Ouvi dizer que você tá bem, que já tem um outro alguém. Encontrei moedas pelo chão, mas não vi ninguém pra me abraçar, me dar a mão… Eu chorei sem disfarçar, quando vi seu carro passar, vi todo o amor, que em mim ainda não passou, eu já não sei bem aonde vou, mas agora eu vou… Tentei falar, mas, você não soube ouvir, tente admitir! Tentei voltar e pude ver o quanto errei. Te amei mais que a mim, bem mais que a mim… Ouvi dizer que você tá bem, que já tem um outro alguém. Encontrei moedas pelo chão, mas não vi ninguém pra me abraçar, me dar a mão… Eu chorei sem disfarçar, quando vi seu carro passar, vi todo o amor, que em mim ainda não passou, eu já não sei bem aonde vou, mas agora eu vou… Tentei falar, mas, você não soube ouvir, tente admitir! Tentei voltar e pude ver o quanto errei. Te amei mais que a mim, bem mais que a mim… É, mais que a mim… Tentei falar, mas, você não soube ouvir, tente admitir! Tentei voltar e pude ver o quanto errei. Te amei mais que a mim, bem mais que a mim… É, mais que a mim…” (Ana Carolina – Mais que a mim – Comp.: Ana Carolina /Chiara Civello)

“Cada dia, nova etapa de trabalho é iniciada. Lembre-se de agradecer ao Pai o ensejo do repouso que lhe concedeu, e prepare-se para executar as tarefas, de que está encarregado, com alegria e boa vontade. Agradeça também, o trabalho que lhe proporciona o pão de cada dia, e procure executá-lo da melhor forma de que for capaz. O trabalho bem executado traz-nos a alegria do dever cumprido.” (Minutos de Sabedoria Pg. 285)

Bom dia pessoal,

Como foram de final de semana? Espero que bem. Mais uma semana se inicia e com ela se renovam as nossas expectativas de novas conquistas, de realizações e de sucesso.

O Trabalhando com Poesia retorna após duas semanas de descanso forçado. Agora com o computador ajustado e a internet normalizada, estamos de volta. Esta semana, as reflexões de Içami Tiba serão prefaciadas pelas belas canções de Ana Carolina. Espero que gostem.

O fim de semana foi sentimentos distintos para o torcedor baiano. O Time de Canabrava venceu a Ponte Preta por 3×0, em Campinas, alcançou os 51 pontos e está na sexta posição. Já o Bahia perdeu mais uma oportunidade em casa de se distanciar da zona de perigo do campeonato empatando com o Atlético MG por 0x0, mantendo sua diferença para o Z4 em 3 pontos e agora é o 15º colocado. Na próxima quarta-feira o Bahia enfrenta o Santos na Vila Belmiro e o time de Canabrava enfrenta o já praticamente campeão Cruzeiro, em Salvador.

Durante todo o dia de ontem, os filiados e filiadas do PT foram mais uma vez às urnas, com o intuito de eleger suas novas direções partidárias, em todas as instâncias. Após as 17 horas a Commissão Eleitoral apurou os votos, obtendo os seguintes resultados:

Presidente Nacional:
110 – Marcos Sokol: 8 votos
120 – Valter Pomar: 5 votos
140 – Paulo Teixeira: 144 votos
170 – Renato Simões: 1 voto
180 – Rui Falcão: 114 votos
190 – Serge Goulart: 2 votos
Votos em branco: 51
Votos Nulos: 10

Chapa Nacional:
210 – Terra Trabalho e Soberania: 6 votos
220 – A Esperança é Vermelha: 4 votos
240 – Mensagem ao partido: 142 votos
250 – Partido é para todos: 46 votos
260 – Contraponto Socialista: 3 votos
270 – É pela Esquerda que Queremos o Brasil: 0 votos
280 – O Partido que Muda o Brasil: 72 votos
290 – Virar à Esquerda! Reatar com o Socialismo: 1 voto
Votos em branco: 50
Votos Nulos: 11

Na disputa nacional, o candidato apoiado e a chapa da qual participa a Ex-Prefeita e atual Secretária Moema Gramacho foram os vencedores da eleição no município, obtendo 52,6% e 51,8% dos votos válidos respectivamente. A nível de proporcionalidade a votação da chapa Mensagem ao Partido e do Candidato Paulo Teixeira apoiados por Moema em Lauro de Freitas foi mais significativa que a recebida por ambos na capital do estado. Apesar desta performance local de Paulo e da Mensagem, os primeiros números apontam para uma ampla e folgada vitória de Rui Falcão para seguir conduzindo o PT Nacional.

Presidente Estadual:
310 – Lourival “Tranquilo”: 3 votos
320 – Hipólito Brito: 1 votos
330 – Everaldo Anunciação: 214 votos
350 – Ernesto Marques: 85 votos
370 – Wanderson Pimenta: 1 voto
Votos em branco: 26
Votos Nulos: 5

Chapa Estadual:
410 – Terra Trabalho e Soberania: 3 votos
420 – O Partido é a Militância: 5 votos
430 – Partido de Lutas e Mudanças: 209 votos
450 – Partido Mais Forte: 83 votos
470 – Militância Socialista: 2 voto
Votos em branco: 27
Votos Nulos: 6

Na disputa estadual o candidato Everaldo Anunciação e sua Chapa “Partido de Lutas e Mudanças”, que tinha além de Moema apoiadores nas três chapas, obtiveram maioria esmagadora, com 70,4% e 69,2% dos votos válidos respectivamente. Everaldo deve se eleger com ampla margem de votos como sucessor de Jonas Paulo na direção estadual do PT Bahia.

Presidente Municipal:
513 – Lourdinha Lobo: 90 votos
530 – Naide Brito: 155 votos
550 – Reginaldo Leite: 83 votos
Votos em branco: 0
Votos Nulos: 7

Chapa Municipal:
613 – Independência, Luta e Respeito às diversidades: 92 votos
630 – O Partido dos Trabalhadores se Constrói na Luta: 149 votos
650 – Resgatando Sonhos: 75 votos
Votos em branco: 14
Votos Nulos: 5

A disputa pela presidência Municipal será decidida em segundo turno entre as companheiras Naide Brito, que obteve 47,26 % e Lourdinha Lobo, que obteve 27,44 % dos votos válidos. A nova eleição ocorre no próximo dia 24/11, na sede do Diretório Municipal.

Na composição das instâncias partidárias, a chapa de Naide brito preencherá 47,15% das vagas, a chapa de Lourdinha 29,11% e a chapa de Reginaldo 23,74%.

Na nossa sugestão de leitura do “Trabalhando com Poesia” de hoje, três textos do site Brasil 247. Vale a pena conferir:

Carvalho: Haddad abriu a “caixa de Pandora” em SP – Ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho diz que governos do prefeito Fernando Haddad e do ex-presidente Lula são exemplos de gestões que levam investigações contra corrupção adiante; no caso da Prefeitura paulista, onde ação conjunta da administração com o MP desmantelou uma quadrilha que fraudava o ISS, foi a abertura da “caixa da Pandora”, diz Carvalho, segundo quem o PT “corta na própria carne” nesses casos; na mitologia grega, a caixa de Pandora era um jarro que continha todos os males do mundo (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/120457/Carvalho-Haddad-abriu-a-%E2%80%9Ccaixa-de-Pandora%E2%80%9D-em-SP.htm

Oposição a ACM quer a cabeça de Mauro Ricardo – Situação do secretário ‘importado’ tem tirado o sono de ACM Neto; o Bahia 247 apurou que vereadores da oposição articulam movimento para pedir que o prefeito de Salvador exonere Mauro Ricardo, acusado de ter mandado arquivar denúncia de corrupção na arrecadação de ISS na Prefeitura de São Paulo durante a gestão de Gilberto Kassab; argumentos serão de ‘evidências’ de que ele sabia do esquema e não tomou providências e decreto assinado por ACM instituindo ‘ficha limpa’ para pessoas que ocupam cargos no Executivo (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/bahia247/120435/Oposi%C3%A7%C3%A3o-a-ACM-quer-a-cabe%C3%A7a-de-Mauro-Ricardo.htm

Armínio, guru de Aécio, fala em mudar quase tudo – Presidente do Banco Central no governo FHC, Armínio Fraga defende mudanças “ao que foi feito nos últimos seis anos”, ou seja, desde que Guido Mantega se tornou ministro da Fazenda; isso significa, por exemplo, fim das desonerações e ajuste fiscal; em entrevista, ele se mostra favorável ao aumento da taxa de juros e alerta que “a coisa está ficando perigosa”; ao falar sobre BNDES, propõe um banco menor; economista defende ainda uma entrega maior do Estado e conta que contribuirá nas discussões econômicas do pré-candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB); “Dessa discussão eu faço parte sim”, diz (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/economia/120425/Arm%C3%ADnio-guru-de-A%C3%A9cio-fala-em-mudar-quase-tudo.htm

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/11/11/trabalhando-com-poesia-536

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Segunda-feira abençoada por Deus e repleta da energia positiva.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

Branco e vermelho – Içami Tiba

Eu sou branco. Você é vermelho.
Quando estamos juntos somos rosa.
Antes de eu conhecer você, eu não sabia o que era rosa.
Até que eu vivia bem sozinho: comia o que e na hora que eu queria; saía na hora quando bem entendia para ir ao lugar que tinha vontade de ir,numa liberdade, independência e auto-suficiência.
Quando eu vi você, fiquei vermelho de paixão e nem me incomodei com os meus brancos.
Até perceber-me que eu já não era mais o branco.
Foi quando o vermelho começou a me sufocar e então, brancamente, me protegi.
Mas às vezes eu me irritava e brigava com você.
No fundo, era porque você era vermelha e não branca igualzinho a mim.
Percebi-me em alguns variados momentos querendo mudar a sua cor. Ainda bem que você soube permanecer-se vermelha,
ter suas próprias emoções, sentimentos, comportamentos e pontos de vista.
Caso contrário, você seria também branca.
Mas tive minhas reticências, pois estava acostumado ao meu ritmo e modo de vida branco.
Temi perder minha individualidade.
Mas aos poucos fui descobrindo que o branco para se transformar em rosa
não é perder, desestruturar-se e desaparecer, mas é completar-se com o vermelho.
O rosa me atemorizou, mas hoje vejo quanto é gostoso conviver, relacionar-me, amar e ser amado.
Dá mais trabalho porque nem tudo pode e deve ser feito brancamente, mas sem dúvida tudo pode ser mais gostoso e rico com o vermelho.
Freqüentemente, um bom lanche branco não é tão agradável quanto um singelo jantar rosa.
Um mundo muito Cor de Rosa a todos…

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Quem já passou por essa vida e não viveu, pode ser mais, mas sabe menos do que eu, porque a vida só se dá pra quem se deu, pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu… Ah, quem nunca curtiu uma paixão nunca vai ter nada, não, não há mal pior do que a descrença, mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão, abre os teus braços, meu irmão, deixa cair, pra que somar se a gente pode dividir, eu francamente já não quero nem saber, de quem não vai porque tem medo de sofrer, ai de quem não rasga o coração, esse não vai ter perdão…” (Vinicius de Moraes – Como Dizia o Poeta – Comp.: Vinicius de Moraes / Toquinho)

“…Maria era uma boa moça prá turma lá do Gantois, era Maria vai com as outras, Maria de cozer, Maria de casar, porém o que ninguém sabia é que tinha um particular: Além de cozer, além de rezar, também era Maria de pecar… Tumba é caboclo, tumba lá e cá, tumba é guerreiro, tumba lá e cá, tumba é meu pai, tumba lá e cá, não me deixe só… Tumba é caboclo, tumba lá e cá, tumba é guerreiro, tumba lá e cá, tumba é meu pai, tumba lá e cá, não me deixe só… Maria que não foi com as outras, Maria que não foi pro mar, no dia dois de fevereiro, Maria não brincou na festa de Iemanjá, não foi jogar água de cheiro, nem flores pra sua Orixá, aí Iemanjá pegou e levou o moço de Maria para o mar… Tumba é caboclo, tumba lá e cá, tumba é guerreiro, tumba lá e cá, tumba é meu pai, tumba lá e cá, não me deixe só… Tumba é caboclo, tumba lá e cá, tumba é guerreiro, tumba lá e cá, tumba é meu pai, tumba lá e cá, não me deixe só… Até hoje ainda se fala, das rodas lá do Gantois, que triste era de ver Maria, na sala onde ela ia, pra se manifestar, a gente ainda se admira, seu gira-gira sem parar. Maria girou! deixaram girar e a turma não parava de cantar:.. Tumba é caboclo, tumba lá e cá, tumba é guerreiro, tumba lá e cá, tumba é meu pai, tumba lá e cá, não me deixe só… Tumba é caboclo, tumba lá e cá, tumba é guerreiro, tumba lá e cá, tumba é meu pai, tumba lá e cá, não me deixe só…” (Vinicius de Moraes – Maria Vai Com As Outras – Comp.: Toquinho/Vinícius)

“…Acabou nosso carnaval, ninguém ouve cantar canções, ninguém passa mais brincando feliz e nos corações saudades e cinzas foi o que restou. Pelas ruas o que se vê é uma gente que nem se vê, que nem se sorri, se beija e se abraça e sai caminhando, dançando e cantando cantigas de amor e no entanto é preciso cantar, mais que nunca é preciso cantar é preciso cantar e alegrar a cidade… A tristeza que a gente tem qualquer dia vai se acabar, todos vão sorrir, voltou a esperança é o povo que dança contente da vida, feliz a cantar, porque são tantas coisas azuis e há tão grandes promessas de luz. Tanto amor para amar de que a gente nem sabe… Quem me dera viver pra ver e brincar outros carnavais, com a beleza dos velhos carnavais, que marchas tão lindas é o povo cantando seu canto de paz, seu canto de paz… (Vinicius de Moraes – Marcha De Quarta-Feira De Cinzas – Comp.: Vinicius de Moraes / Carlos Lyra)

“… Vai tua vida, teu caminho é de paz e amor, vai tua vida é uma linda canção de amor, abre os teus braços e canta a última esperança, a esperança divina de amar em paz… Se todos fossem iguais a você, que maravilha viver, uma canção pelo ar, uma mulher a cantar, uma cidade a cantar, a sorrir, a cantar, a pedir a beleza de amar, como o sol, como a flor, como a luz, amar sem mentir, nem sofrer… Existiria verdade, verdade que ninguém vê, se todos fossem no mundo iguais a você…”(Vinicius de Moraes – Se todos fossem iguais a você – Comp.: Tom Jobim e Vinícius de Moraes)

“… De tudo, ao meu amor serei atento, antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto, que mesmo em face do maior encanto, dele se encante mais meu pensamento. Quero vivê-lo em cada vão momento e em seu louvor hei de espalhar meu canto e rir meu riso e derramar meu pranto, ao seu pesar ou seu contentamento e assim, quando mais tarde me procure, quem sabe a morte, angústia de quem vive, quem sabe a solidão, fim de quem ama, eu possa me dizer do amor (que tive): Que não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure…” (Vinicius de Moraes – Soneto de fidelidade – Comp.: Vinicius de Moraes / Capiba)

Confira outros sucessos de Vinicius de Moraes:

“Controle o tom de sua voz! Já verificou como é desagradável quando alguém se dirige a você em tom áspero? Pois, faça aos outros o que gosta que os outros façam a você. Mesmo quando repreender, faça-o com voz calma e educada, como gostaria que o repreendessem quando você erra. Lembre-se de que, em geral, somos odiados ou amados, de acordo com o tom de voz que empregamos.” (Minutos de Sabedoria Pg. 284)

Bom dia pessoal,

Mais um final de semana chegando e com ele a nossa expectativa de momentos de tranquilidade e de paz. Mais uma noite de tristeza para a torcida tricolor. Jogando pessimamente, com direito a duas cobranças perdidas (pessimamente cobradas por sinal) e sofrer pressão do adversário por todo segundo tempo, o Bahia foi desclassificado da Copa Sul Americana, após vencer a partida nos 90 minutos iniciais por 1×0. O Nacional de Medelin além de merecer vencer no tempo normal foi mais competente nas cobranças da marca do penalty.

A presidenta Dilma Rousseff anunciou, nesta quinta-feira (24), no Palácio do Planalto, os 310 projetos de pavimentação e saneamento selecionados para receber investimentos do governo federal no âmbito da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento. Os investimentos vão beneficiar 1,2 mil municípios. São R$ 13,5 bilhões no total, dos quais R$ 10,5 bilhões para saneamento, e R$ 3 bilhões para pavimentação. Segundo a presidenta, é um volume expressivo de recursos e um investimento legítimo.

“Esgoto não é magnífico na aparência, tem que estar enterrado, tratado, bem coletado e se traduz em projetos técnicos de alta qualidade. Nesses dois anos e meio, um pouco mais, investimos R$ 39 bilhões e vamos continuar investindo sistematicamente, porque tanto tratamento de esgoto como acesso a água de qualidade são duas questões essenciais”, afirmou.

Os recursos serão para pavimentação de 7,5 mil quilômetros de vias e recapeamento e implantação de ciclovias, além de 15 mil quilômetros de calçadas, sinalização, acessibilidade e faixas de pedestres. Na área de saneamento, os recursos serão para obras de sistemas de drenagem de águas pluviais, redes de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Antes da cerimônia, no Twitter, a presidenta afirmou que “colocar tanto dinheiro em saneamento e pavimentação seria impensável uma década atrás”. Dilma lembrou, já na cerimônia, que, em 2005, o valor disponível para investimento na área, em todo o Brasil, era limitado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), em R$ 500 milhões.

“Lutávamos dia sim outro também para aumentar o investimento na área de saneamento. Tínhamos consciência de que não tinha investimento, e os problemas eram imensos. (…) Era essa a realidade, para investir em todo o Brasil. Essa era a realidade dos saneamento. porque, se o governo não tinha dinheiro, se o estado ou o município não tinham, não tinha projeto, engenheiro e não se fazia obra de saneamento”, destacou.

Confira o vídeo da cerimônia:

Nas nossas sugestões de leitura de hoje, dois textos do site Brasil 247. Vale a pena conferir:

Dilma leva em um turno nos quatro cenários Ibope – No quadro atual, não tem pra ninguém: a presidente Dilma Rousseff venceria as eleições presidenciais de 2014 em primeiro turno nos quatro cenários pesquisados pelo Ibope; contra Aécio Neves e Eduardo Campos, cenário mais provável, ela teria 41%, contra 14% do tucano e 10% do socialista; contra os “reservas” Marina Silva e José Serra, briga seria mais dura, mas ela venceria com 39%, contra 21% da ex-senadora e 16% do ex-governador paulista (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/118767/Dilma-leva-em-um-turno-nos-quatro-cen%C3%A1rios-Ibope.htm

PT de “alma guerreira” fatura Bolsa Família na TV – Com a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula no centro do filme do partido que vai ao ar nesta quinta-feira 24, PT comemora 10 anos do programa social que transfere renda do Estado para os cidadãos mais pobres; Mais Médicos merece destaque como novo marco de realização social da legenda; produzidos pela equipe do marqueteiro João Santana, seus dez minutos começam comparando desemprego e estagnação econômica na Europa com criação de postos de trabalho no Brasil; “Brasil fez, faz e fará”, diz Dilma; tendência é oposição se morder; vídeo (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/118756/PT-de-alma-guerreira-fatura-Bolsa-Fam%C3%ADlia-na-TV.htm

Mantega: FMI é “equivocado e incoerente” – Ministro da Fazenda bate duro no relatório do FMI que critica a política fiscal brasileira e mereceu destaque alarmista na imprensa brasileira. “Em 2009, o FMI uniu-se a nós no G20 para enfrentar essa crise e recomendou que os países concedessem estímulos fiscais. Depois houve uma recaída. O Brasil continuou dando estímulos fiscais, mas outros países não deram. O que aconteceu? Os países europeus caíram numa recessão”, disse o ministro. “O FMI continuou reclamando, dizendo que os países exageraram no ajuste fiscal. Então me parece absolutamente incoerente o relatório.” (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/economia/118764/Mantega-FMI-%C3%A9-equivocado-e-incoerente.htm

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/10/24/trabalhando-com-poesia-535

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma sexta-feira abençoada por Deus e coberta pela paz do Alá de Oxalá! Bom final de semana e até segunda feira.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

ANTIGUIDADES – Cora Coralina

Quando eu era menina
bem pequena,
em nossa casa,
certos dias da semana
se fazia um bolo,
assado na panela
com um testo de borralho em cima.

Era um bolo econômico,
como tudo, antigamente.
Pesado, grosso, pastoso.
(Por sinal que muito ruim.)

Eu era menina em crescimento.
Gulosa,
abria os olhos para aquele bolo
que me parecia tão bom
e tão gostoso.

A gente mandona lá de casa
cortava aquele bolo
com importância.
Com atenção. Seriamente.
Eu presente.
Com vontade de comer o bolo todo.

Era só olhos e boca e desejo
daquele bolo inteiro.
Minha irmã mais velha
governava. Regrava.
Me dava uma fatia,
tão fina, tão delgada…
E fatias iguais às outras manas.
E que ninguém pedisse mais!
E o bolo inteiro,
quase intangível,
se guardava bem guardado,
com cuidado,
num armário, alto, fechado,
impossível.

Era aquilo, uma coisa de respeito.
Não pra ser comido
assim, sem mais nem menos.
Destinava-se às visitas da noite,
certas ou imprevistas.
Detestadas da meninada.

Criança, no meu tempo de criança,
não valia mesmo nada.
A gente grande da casa
usava e abusava
de pretensos direitos
de educação.

Por dá-cá-aquela-palha,
ralhos e beliscão.
Palmatória e chineladas
não faltavam.
Quando não,
sentada no canto de castigo
fazendo trancinhas,
amarrando abrolhos.
“Tomando propósito”.
Expressão muito corrente e pedagógica.

Aquela gente antiga,
passadiça, era assim:
severa, ralhadeira.

Não poupava as crianças.
Mas, as visitas…
– Valha-me Deus !…
As visitas…
Como eram queridas,
recebidas, estimadas,
conceituadas, agradadas !

Era gente superenjoada.
Solene, empertigada.
De velhas conversar
que davam sono.
Antiguidades…

Até os nomes, que não se percam:
D. Aninha com Seu Quinquim.
D. Milécia, sempre às voltas
com receitas de bolo, assuntos
de licores e pudins.
D. Benedita com sua filha Lili.
D. Benedita – alta, magrinha.
Lili – baixota, gordinha.
Puxava de uma perna e fazia crochê.
E, diziam dela línguas viperinas:
“- Lili é a bengala de D. Benedita”.
Mestre Quina, D. Luisalves,
Saninha de Bili, Sá Mônica.
Gente do Cônego Padre Pio.

D. Joaquina Amâncio…
Dessa então me lembro bem.
Era amiga do peito de minha bisavó.
Aparecia em nossa casa
quando o relógio dos frades
tinha já marcado 9 horas
e a corneta do quartel, tocado silêncio.
E só se ia quando o galo cantava.

O pessoal da casa,
como era de bom-tom,
se revezava fazendo sala.
Rendidos de sono, davam o fora.
No fim, só ficava mesmo, firme,
minha bisavó.

D. Joaquina era uma velha
grossa, rombuda, aparatosa.
Esquisita.
Demorona.
Cega de um olho.
Gostava de flores e de vestido novo.
Tinha seu dinheiro de contado.
Grossas contas de ouro
no pescoço.

Anéis pelos dedos.
Bichas nas orelhas.
Pitava na palha.
Cheirava rapé.
E era de Paracatu.
O sobrinho que a acompanhava,
enquanto a tia conversava
contando “causos” infindáveis,
dormia estirado
no banco da varanda.
Eu fazia força de ficar acordada
esperando a descida certa
do bolo
encerrado no armário alto.
E quando este aparecia,
vencida pelo sono já dormia.
E sonhava com o imenso armário
cheio de grandes bolos
ao meu alcance.

De manhã cedo
quando acordava,
estremunhada,
com a boca amarga,
– ai de mim –
via com tristeza,
sobre a mesa:
xícaras sujas de café,
pontas queimadas de cigarro.
O prato vazio, onde esteve o bolo,
e um cheiro enjoado de rapé.

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… A noite no dia, a vida na morte, o céu no chão, pra ele, vingança dizia muito mais que o perdão. O riso no pranto, a sorte no azar, o sim no não, pra ele, o poder valia muito mais que a razão… Quando o sol da manhã vem nos dizer, que o dia que vem pode trazer o remédio pra nossa ferida, abre o meu coração, logo o vento da noite vem lembrar, que a morte está sempre a esperar em um canto qualquer desta vida, quer queira, quer não… O espanto na calma, coragem no medo, vai e vem, o corpo sem alma, ainda na noite o mal e o bem, a noite no dia, a vida na morte, o céu no chão Pra ele, vingança dizia muito mais que o perdão…” (Vinicius de Moraes – O Bem-Amado -Comp.: Vinicius de Moraes / Toquinho)

“…Vai meu irmão, pegue esse avião, você tem razão de correr assim desse frio, mas beija o meu Rio de Janeiro, antes que um aventureiro lance mão… Pede perdão pela duração dessa temporada, mas não diga nada que me viu chorando e pr’os da pesada diz que eu vou levando… Vê como é que anda aquela vida à tôa e se puder me manda uma notícia boa… Vai meu irmão, pegue esse avião, você tem razão de correr assim desse frio, mas beija o meu Rio de Janeiro, antes que um aventureiro lance mão… Pede perdão pela duração dessa temporada, mas não diga nada que me viu chorando e pr’os da pesada diz que eu vou levando… Vê como é que anda aquela vida à tôa e se puder me manda uma notícia boa… Vai meu irmão pegue esse avião, você tem razão, mas não diga nada que me viu chorando e pr’os da pesada diz que eu vou levando… Pede perdão pela duração dessa temporada, vê como é que anda aquela vida à tôa e se puder me manda uma notícia boa…” (Vinicius de Moraes – Samba de Orly – Comp.: Chico Buarque/Toquinho/Vinicius de Moraes)

“… Ele era um menino valente e caprino, um pequeno infante, sadio e grimpante. Anos tinha dez e asas nos pés, com chumbo e bodoque, era plic e ploc… O olhar verde gaio parecia um raio, para tangerina, pião ou menina, seu corpo moreno vivia correndo, pulava no escuro, não importa que muro… Saltava de anjo, melhor que marmanjo e dava o mergulho, sem fazer barulho, em bola de meia, jogando de meia-direita ou de ponta, passava da conta, de tanto driblar… Amava era amar, amava Leonor, menina de cor, amava as criadas, varrendo as escadas, amava as gurias da rua, vadias, amava suas primas, com beijos e rimas, amava suas tias, de peles macias, amava as artistas, das cine-revistas, amava a mulher, a mais não poder… Por isso fazia seu grão de poesia, e achava bonita a palavra escrita, por isso sofria de melancolia, sonhando o poeta, que quem sabe um dia poderia ser…” (Vinicius de Moraes – O Poeta Aprendiz – Comp.: Vinicius de Moraes / Toquinho)

“… Em meio a um cristal de ecos, o poeta vai pela rua, seus olhos verdes de éter abrem cavernas na lua. A lua volta de flanco, eriçada de luxúria, o poeta, aloucado e branco palpa as nádegas da lua… Entre as esferas nitentes tremeluzem pêlos fulvos, o poeta, de olhar dormente entreabre o pente da lua. Em frouxos de luz e água palpita a ferida crua… O poeta todo se lava de palidez e doçura. Ardente e desesperada, a lua vira em decúbito, a vinda lenta do espasmo aguça as pontas da lua… O poeta afaga-lhe os braços e o ventre que se menstrua, a lua se curva em arco, num delírio de volúpia. O gozo aumenta de súbito, em frêmitos que perduram a lua vira o outro quarto, e fica de frente, nua… O orgasmo desce do espaço, desfeito em estrelas e nuvens, nos ventos do mar perspassa um salso cheiro de lua, e a lua, no êxtase, cresce, se dilata e alteia e estua… O poeta se deixa em prece, ante a beleza da lua. Depois a lua adormece e míngua e se apazigua… O poeta desaparece envolto em cantos e plumas, enquanto a noite enlouquece, no seu claustro de ciúmes…” (Vinicius de Moraes – O Poeta e a Lua – Comp.: Vinicius de Moraes)

“… Ao ver uma rosa branca o poeta disse: Que linda! Cantarei sua beleza, como ninguém nunca ainda!… Qual não é sua surpresa, ao ver, à sua oração, a rosa branca ir ficando rubra de indignação… É que a rosa, além de branca, diga-se isso a bem da rosa… Era da espécie mais franca e da seiva mais raivosa… – Que foi? – balbucia o poeta, e a rosa; – Calhorda que és! Pára de olhar para cima! Mira o que tens a teus pés!… E o poeta vê uma criança, suja, esquálida, andrajosa, comendo um torrão da terra, que dera existência à rosa… – São milhões! – a rosa berra. Milhões a morrer de fome, e tu, na tua vaidade, querendo usar do meu nome!… E num acesso de ira, arranca as pétalas, lança-as fora, como a dar comida a todas essas crianças… O poeta baixa a cabeça. – É aqui que a rosa respira… Geme o vento, morre a rosa. E um passarinho que ouvira, quietinho toda a disputa, tira do galho uma reta e ainda faz um cocozinho, na cabeça do poeta…” (Vinicius de Moraes – O Poeta e a Rosa – Comp.: Vinicius de Moraes)

“Trabalho é sinônimo de nobreza. Não desdenhe o trabalho que lhe coube realizar na vida. O trabalho enobrece aquele que o faz com entusiasmo e amor. Não existem trabalhos humildes. Só se distinguem por serem bem ou mal realizados. Dê valor ao seu trabalho, fazendo com todo o amor e carinho, e estará desta maneira dando valor a si mesmo.” (Minutos de Sabedoria Pg. 283)

Bom dia pessoal,

A Câmara Municipal de Salvador aprovou ontem a tarde o projeto de lei do executivo que estabelece isenção de ISS para as obras de retomada do empreendimento do metrô de Salvador. A votação aconteceu depois de um acordo firmado no final da manhã no gabinete do prefeito ACM Neto (DEM) com os vereadores Carlos Muniz, do PTN, Henrique Carballal, do PT, e Joceval Rodrigues, líder do governo na Câmara. Há cerca de um mês o projeto bloqueava a pauta de votações na Câmara. Alegando que não faz sentido dar isenção de impostos a empresas, quando a Prefeitura eleva os valores do IPTU para a população, votaram contra a isenção os vereadores Hilton Coelho (Psol), Ana Rita Tavares (PV) e Soldado Prisco, do PSDB.

A presidenta Dilma afirmou, em formatura de 2 mil alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em Belo Horizonte, nesta quarta-feira (23), que o desenvolvimento do Brasil depende de trabalhadores técnicos qualificados. “A cada um [dos formandos] quero dizer que encontraram um caminho, e começaram a percorrer”, disse.

“Quero dizer que a formação técnica, profissional é um grande caminho, porque um país como o nosso, para crescer, se desenvolver, se transformar numa nação rica, tem que qualificar tecnicamente seus trabalhadores. Precisa dar importância pra eles, porque não existe país desenvolvido sem trabalho técnico qualificado”, destacou Dilma.
Criado em 2011, o programa tem o objetivo de expandir, interiorizar e democratizar a educação profissional e tecnológica, com a meta de ofertar oito milhões de vagas até 2014. Em Minas Gerais já foram realizadas 189,5 mil matrículas em cursos da Bolsa-Formação ofertados pelos serviços nacionais de aprendizagem, pela Rede Federal e pela Rede Estadual de Educação Profissional e Tecnológica. Apenas este ano, mais de 130 mil matrículas foram realizadas em todo o estado.

Confira alguns momentos da atividade:

Na nossa sugestão de leitura de hoje artigos do Site Correio do Brasil. Vale a pena conferir:

Relator propõe votação do marco civil da internet mesmo sem consenso – Relator do marco civil da internet, o deputado Alessandro Molon (PT-RJ) defendeu a votação da proposta em Plenário, mesmo sem consenso. Molon participou de um videochat, transmitido pelo portal e pela TV Câmara. Ele respondeu a perguntas da população sobre o projeto, que tramita em regime de urgência constitucional e trancará a pauta do Plenário se não for votado até o dia 28.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/politica/relator-propoe-votacao-do-marco-civil-da-internet-mesmo-sem-consenso/656144/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131023

Anistia acusa EUA de cometerem crimes de guerra no Paquistão – A Anistia Internacional (AI) acusou nesta terça-feira os Estados Unidos de violarem o direito internacional e, em alguns casos, cometerem crimes de guerra, através de seus ataques com aviões não tripulados (drones) no Paquistão. A entidade acusa também a Alemanha de colaborar com os bombardeios.

http://correiodobrasil.com.br/ultimas/anistia-acusa-eua-de-cometerem-crimes-de-guerra-no-paquistao/656253/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131023

Brasil é um dos países com o maior superávit primário, segundo Mantega – O Brasil é um dos países com o maior superávit primário, economia para pagamento de juros da dívida pública, disse nessa terça-feira o ministro da Fazenda, Guido Mantega. “Mesmo em momento de crise, mantivemos um desempenho fiscal satisfatório”, destacou.

http://correiodobrasil.com.br/economia-4/brasil-e-um-dos-paises-com-o-maior-superavit-primario-segundo-mantega/656241/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131023

Confira outras notícias do site Correio do Brasil:

http://correiodobrasil.com.br/

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/10/24/trabalhando-com-poesia-534

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma quinta-feira abençoada por Deus e coberta de paz e protegida pelo Caçador de uma flecha só. Okearô Odé!!

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

O PASSADO – Cora Coralina

O salão da frente recende a cravo.
Um grupo de gente moça
se reúne ali.
“Clube Literário Goiano”.
Rosa Godinho.
Luzia de Oliveira.
Leodegária de Jesus,
a presidência.

Nós, gente menor,
sentadas, convencidas, formais.
Respondendo à chamada.
Ouvindo atentas a leitura da ata.
Pedindo a palavra.
Levantando idéias geniais.

Encerrada a sessão com seriedade,
passávamos à tertúlia.
O velho harmônio, uma flauta, um bandolim.
Músicas antigas. Recitativos.
Declamavam-se monólogos.
Dialogávamos em rimas e risos.

D. Virgínia. Benjamim.
Rodolfo. Ludugero.
Veros anfitriões.
Sangrias. Doces. Licor de rosa.
Distinção. Agrado.

O Passado…

Homens sem pressa,
talvez cansados,
descem com leva
madeirões pesados,
lavrados por escravos
em rudes simetrias,
do tempo das acutas.
Inclemência.
Caem pedaços na calçada.
Passantes cautelosos
desviam-se com prudência.
Que importa a eles o sobrado?

Gente que passa indiferente,
olha de longe,
na dobra das esquinas,
as traves que despencam.
-Que vale para eles o sobrado?

Quem vê nas velhas sacadas
de ferro forjado
as sombras debruçadas?
Quem é que está ouvindo
o clamor, o adeus, o chamado?…
Que importa a marca dos retratos na parede?
Que importam as salas destelhadas,
e o pudor das alcovas devassadas…
Que importam?

E vão fugindo do sobrado,
aos poucos,
os quadros do Passado.

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Eu não ando só, só ando em boa companhia. Com meu violão, minha canção e a poesia… Para viver um grande amor, preciso é muita concentração e muito siso, muita seriedade e pouco riso, para viver um grande amor. Para viver um grande amor, mister é ser um homem de uma só mulher, pois ser de muitas – poxa! – é pra quem quer, nem tem nenhum valor. Para viver um grande amor, primeiro é preciso sagrar-se cavalheiro e ser de sua dama por inteiro, seja lá como for. Há de fazer do corpo uma morada, onde clausure-se a mulher amada e postar-se de fora com uma espada, para viver um grande amor… Eu não ando só, só ando em boa companhia. Com meu violão, minha canção e a poesia… Para viver um grande amor direito, não basta apenas ser um bom sujeito. É preciso também ter muito peito, peito de remador é sempre necessário ter em vista, um crédito de rosas no florista, muito mais, muito mais que na modista. Para viver um grande amor, conta ponto saber fazer coisinhas, ovos mexidos, camarões, sopinhas, molhos, filés com fritas, comidinhas, para depois do amor e o que há de melhor que ir pra cozinha e preparar com amor uma galinha, com uma rica e gostosa farofinha, para o seu grande amor? Eu não ando só, só ando em boa companhia. Com meu violão, minha canção e a poesia… Para viver um grande amor, é muito, muito importante viver sempre junto e até ser, se possível, um só defunto, pra não morrer de dor, é preciso um cuidado permanente, não só com o corpo, mas também com a mente, pois qualquer “baixo” seu a amada sente e esfria um pouco o amor. Há de ser bem cortês sem cortesia, doce e conciliador sem covardia, saber ganhar dinheiro com poesia. Não ser um ganhador, mas tudo isso não adianta nada, se nesta selva escura e desvairada, não se souber achar a grande amada, para viver um grande amor! Eu não ando só, só ando em boa companhia. Com meu violão, minha canção e a poesia…” (Vinicius de Moraes – Para Viver Um Grande Amor – Comp.: Vinicius de Moraes / Toquinho)

“… Quando a luz dos olhos meus e a luz dos olhos teus resolvem se encontrar, ai, que bom que isso é, meu Deus, que frio que me dá o encontro desse olhar, mas se a luz dos olhos teus resiste aos olhos meus, só pra me provocar, meu amor, juro por Deus, me sinto incendiar… Meu amor, juro por Deus que a luz dos olhos meus já não pode esperar. Quero a luz dos olhos meus na luz dos olhos teus sem mais lararará, Pela luz dos olhos teus eu acho, meu amor e só se pode achar, que a luz dos olhos meus precisa se casar…” (Vinicius de Moraes – Pela Luz Dos Olhos Teus – Comp.: Vinicius de Moraes)

“…Despedi o grande amor de mim dizendo assim: grande amor não se esqueça de voltar, porque a dor do amor que teve fim, que foi ruim, sei que sim, outro amor há de apagar e há de ser sempre assim: Minha casa aberta e na mesa posta um talher a mais, um cinzeiro a mais e no seu lugar a mesma mulher a esperar, a mesma mulher pronta pra dizer entre, por favor, quando alguém surgir, quando alguém chegar, pode ser o amor, pode ser a dor, pode ser… Preciso ter muitas rosas para receber o grande amor, quando for sua hora de voltar…” (Vinicius de Moraes – Canção Para O Grande Amor – Comp.: Vinicius de Moraes / Marília Medalha)

“Um corpo saudável reflete atitudes corretas e perfeitas da mente. Alimente seu cérebro com pensamentos saudáveis, para que seu corpo possa refletir saúde. Equilibre seus pensamentos num clima de bondade e com preensão, para que seus órgãos funcionem com regularidade. Mantenha viva a sensação da presença de Deus dentro de você, para que seu corpo irradie otimismo e amor.” (Minutos de Sabedoria Pg. 282)

Bom dia pessoal,

Quero agradecer a todas as interações recebidas, a partir da reflexão feita no “Trabalhando com Poesia” de ontem. Hoje, trago algumas informações sobre ações do nosso Governo Federal nos últimos dias, inicialmente falo sobre o pronunciamento da Presidenta na noite da segunda feira, abordando o Leilão de Libra, em seguida, abordo a sanção à Lei que institui o Mais Médicos no Brasil. A fonte de ambas as discussões é o Blog do Planalto. Boa leitura:

A presidenta Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira (21), em pronunciamento à nação, que 85% de toda a renda a ser produzida pelo Campo de Libra vão pertencer ao Estado brasileiro. Para Dilma, o leilão representa um marco na história do Brasil, com um ganho para o país que supera R$ 1 trilhão. Segundo a presidenta, nos próximos 35 anos, Libra pagará os seguintes valores: R$ 270 bilhões em royalties; R$ 736 bilhões a título de excedente de óleo sob o regime de partilha; e R$ 15 bilhões, pagos como bônus de assinatura do contrato.

“Pelos resultados do leilão, 85% de toda a renda a ser produzida no Campo de Libra vão pertencer ao Estado brasileiro e à Petrobras. Isto é bem diferente de privatização. As empresas privadas parceiras também serão beneficiadas, pois, ao produzir essa riqueza, vão obter lucros significativos, compatíveis com o risco assumido e com os investimentos que estarão realizando no país. Não poderia ser diferente. As empresas petroleiras são parceiras que buscam investir no país, gerar empregos e renda e, naturalmente, obter lucros com esses investimentos. O Brasil é – e continuará sendo – um país aberto ao investimento, nacional ou estrangeiro, que respeita contratos e que preserva sua soberania”, disse.

Dilma explicou que todo o dinheiro dos royalties e metade do excedente em óleo que integra o Fundo Social, resultando em R$ 736 bilhões, serão investidos exclusivamente em educação e saúde. O restante dos rendimentos do fundo – R$ 368 bilhões – será aplicado no combate à pobreza e em projetos de cultura, esporte, ciência e tecnologia, meio ambiente, e da mitigação e adaptação às mudanças climáticas.

“Por tudo isso, o leilão de Libra representa um marco na história do Brasil. Seu sucesso vai se repetir, com certeza, nas futuras licitações do pré-sal. Começamos a transformar uma riqueza finita, que é o petróleo, em um tesouro indestrutível que é a educação de alta qualidade. Estamos transformando o pré-sal no nosso passaporte para uma sociedade futura mais justa e com melhor distribuição de renda”, afirmou.

Confira a íntegra do pronunciamento da Presidenta

A presidenta Dilma Rousseff sancionou, nesta terça-feira (22), a lei que institui o programa Mais Médicos. Segundo Dilma, até abril de 2014 serão 13 mil profissionais atuando pelo programa e cobrindo uma população de 46 milhões de brasileiros. Ela agradeceu aos médicos formados no país e aos que vieram de outros países, “ajudando, apoiando e demonstrando imenso carinho”.

“Até abril de 2014, pretendemos ter em torno de 13 mil médicos participando do programa. Com isso, nós chegaremos a garantir cerca de 46 milhões de brasileiros e brasileiras com atendimento médico de qualidade nos municípios do Brasil afora. Talvez, essa participação de vocês seja a mais perfeita, a mais completa, não só forma de integração da América Latina e outros países, mas também atestado de cidadania brasileira. Muito obrigada”, afirmou.
Segundo a presidenta, o programa, além de tratar da questão da desigualdade no acesso aos serviços de saúde, ainda estrutura o Sistema Único de Saúde, classificado por Dilma como uma grande conquista brasileira. Para ela, a aprovação do Mais Médicos pelo Congresso Nacional reconhece a importância do SUS, dando mais força ao sistema e funcionando como uma coluna vertebral de sustentação.

“Mais médicos nos postos de saúde e na atenção básica vai significar sempre menos doença, e é essa a equação básica fundamental. O Mais Médicos veio efetivamente para mudar esse quadro de distribuição do acesso ao médico. (…) Mas também estamos ampliando a infraestrutura, e tudo isso está sendo feito em parceria com os municípios. Essa estrutura na qual investimos quase R$ 13 bilhões”, completou.

Confira alguns momentos da cerimônia:

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje textos do blog Pátria Latina. Vale a pena conferir:

“DESASTRE IDEOLÓGICO: UMA NAÇÃO DE CRISTÃOS FUNDAMENTALISTAS”, por Lawrence Davidson – No século 18, o ocidente mudou, do mercantilismo para o capitalismo. O mercantilismo era o sistema econômico que dava aos governos amplos poderes regulatórios sobre o comércio, sobretudo para garantir um equilíbrio comercial favorável. Também permitia que se organizassem poderosas guildas de trabalhadores, e protegia as indústrias domésticas. Mas a Revolução Industrial pôs fim ao mercantilismo e trouxe ao poder uma categoria de comerciantes que desejavam poder operar livremente, sem qualquer supervisão pelos governos…

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e&cod=12628

“Poder econômico domina o Congresso”, Do sítio Vermelho: O Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) alerta sobre movimentação de empresários, ruralistas e evangélicos para voltar renovadas e em número bem maior no pleito de 2014. Será necessária uma forte articulação entre partidos e entidades diversas, como os sindicatos, para que o tamanho da bancada dos trabalhadores não fique cada vez menor na Câmara dos Deputados e no Senado…

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=0d9d154fb5b905d3f6d606f8b6cbb750&cod=12632

“Brasil distancia-se dos EUA”, por Darío Pignotti, Pagina/12, Buenos Aires – As edições eletrônicas do Wall Street Journal e do Financial Times dedicarão amanhã uma cobertura agitada, recolhendo repercussões minuto a minuto do leilão a realizar-se no Brasil, do campo de petróleo Libra, de 1.500 km2, com cerca de 12 milhões de barris em águas profundas a 183 km da costa do Rio de Janeiro, e que, em alguns anos, pode estar produzindo 1,4 milhões de barris/dia, volume equivalente a 70% do que o país produz hoje…

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=1879d84e181b6262704e95372dc9f4dc&cod=12627

Emiliano José: Mais e mais médicos – Confesso: a reação de entidades médicas ao programa “Mais Médicos” me impressionou pelo conservadorismo, pelo desprezo às populações desassistidas, pelos preconceitos, pela ausência completa de espírito público. A pretensão do governo, absolutamente correta, era e é fazer chegar a atenção do médico a áreas desprovidas de quaisquer cuidados. E oferece uma remuneração absolutamente condigna, de fazer inveja a milhões de trabalhadores brasileiros. De que doenças sofrem as nossas entidades médicas, algumas notoriamente de direita, algumas dirigidas por correntes de esquerda? Sim, classifico politicamente porque elas se revelaram ao longo do debate – especialmente as de direita, empenhadas em abertamente combater o governo federal e suas políticas de saúde…

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=1b31a4f23c784d5b162a3066fa9aaf4f&cod=12612

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/10/23/trabalhando-com-poesia-533

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma quarta-feira abençoada por Deus e repleta da força da rainha dos ventos e trovões. Eparrey Oyá.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 1: apio.nascimento@sedesba.ba.gov.br
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

VELHO SOBRADO – Cora Coralina

Um montão disforme. Taipas e pedras,
abraçadas a grossas aroeiras,
toscamente esquadriadas.
Folhas de janelas.
Pedaços de batentes.
Almofadados de portas.
Vidraças estilhaçadas.
Ferragens retorcidas.

Abandono. Silêncio. Desordem.
Ausência, sobretudo.
O avanço vegetal acoberta o quadro.
Carrapateiras cacheadas.
São-caetano com seu verde planejamento,
pendurado de frutinhas ouro-rosa.
Uma bucha de cordoalha enfolhada,
berrante de flores amarelas
cingindo tudo.
Dá guarda, perfilado, um pé de mamão-macho.
No alto, instala-se, dominadora,
uma jovem gameleira, dona do futuro.
Cortina vulgar de decência urbana
defende a nudez dolorosa das ruínas do sobrado
— um muro.

Fechado. Largado.
O velho sobrado colonial
de cinco sacadas,
de ferro forjado,
cede.

Bem que podia ser conservado,
bem que devia ser retocado,
tão alto, tão nobre-senhorial.
O sobradão dos Vieiras
cai aos pedaços,
abandonado.
Parede hoje. Parede amanhã.
Caliça, telhas e pedras
se amontoando com estrondo.
Famílias alarmadas se mudando.
Assustados – passantes e vizinhos.
Aos poucos, a ” fortaleza ” desabando.

Quem se lembra?
Quem se esquece?

Padre Vicente José Vieira.
D. Irena Manso Serradourada.
D. Virgínia Vieira
– grande dama de outros tempos.
Flor de distinção e nobreza
na heráldica da cidade.
Benjamim Vieira,
Rodolfo Luz Vieira,
Ludugero,
Angela,
Débora, Maria…
tão distante a gente do sobrado…

Bailes e saraus antigos.
Cortesia. Sociedade goiana.
Senhoras e cavalheiros…
-tão desusados…
O Passado…

A escadaria de patamares
vai subindo… subindo…
Portas no alto.
À direita. À esquerda.
Se abrindo, familiares.

Salas. Antigos canapés.
Cadeiras em ordem.
Pelas paredes forradas de papel,
desenho de querubins, segurando
cornucópia e laços.
Retratos de antepassados,
solenes, empertigados.
Gente de dantes.

Grandes espelhos de cristal,
emoldurados de veludo negro.
Velhas credências torneadas
sustentando
jarrões pesados.
Antigas flores
de que ninguém mais fala!
Rosa cheirosa de Alexandria.
Sempre-viva. Cravinas.
Damas-entre-verdes.
Jasmim-do-cabo. Resedá.
Um aroma esquecido
– manjerona.

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… É comum a gente sonhar, eu sei, quando vem o entardecer, pois eu também dei de sonhar um sonho lindo de morrer. Vejo um berço e nele eu me debruçar, com o pranto a me correr e assim, chorando, acalentar o filho que eu quero ter… Dorme, meu pequenininho, dorme que a noite já vem, teu pai está muito sozinho, de tanto amor que ele tem. De repente o vejo se transformar num menino igual a mim, que vem correndo me beijar, quando eu chegar lá de onde vim. Um menino sempre a me perguntar, um porquê que não tem fim, um filho a quem só queira bem e a quem só diga que sim… Dorme, menino levado, dorme que a vida já vem, teu pai está muito cansado, de tanta dor que ele tem. Quando a vida enfim me quiser levar, pelo tanto que me deu, sentir-lhe a barba me roçar, no derradeiro beijo seu. E ao sentir também sua mão vedar meu olhar dos olhos seus, ouvir-lhe a voz a me embalar, num acalanto de adeus… Dorme, meu pai, sem cuidado, dorme que ao entardecer, teu filho sonha acordado, com o filho que ele quer ter…” (Paulinho da Viola – O Filho Que Eu Quero Ter – Comp.: Vinicius de Moraes / Toquinho)

“… Eu sem você não tenho porque, porque sem você não sei nem chorar, sou chama sem luz, jardim sem luar, luar sem amor, amor sem se dar. E eu sem você sou só desamor, um barco sem mar, um campo sem flor, tristeza que vai, tristeza que vem, sem você meu amor eu não sou ninguém… Ah que saudade, que vontade de ver renascer nossa vida, volta querida, os meus braços precisam dos teus, teus abraços precisam dos meus, estou tão sozinho tenho os olhos cansados de olhar para o além, vem ver a vida, sem você meu amor eu não sou ninguém, sem você meu amor eu não sou ninguém…” (Vinicius de Moraes & Maria Creuza – Samba em Prelúdio – Comp.: Baden Powell e Vinícius de Moraes)

“… Mulher mais adorada! Agora que não estás, deixa que rompa o meu peito em soluços, te enrustiste em minha vida, e cada hora que passa é mais por que te amar a hora derrama o seu óleo de amor em mim, amada. E sabes de uma coisa? Cada vez que o sofrimento vem, essa vontade de estar perto, se longe ou estar mais perto se perto, que é que eu sei? Este sentir-se fraco, o peito extravasado, o mel correndo, essa incapacidade de me sentir mais eu, Orfeu; tudo isso que é bem capaz de confundir o espírito de um homem. Nada disso tem importância quando tu chegas com essa charla antiga, esse contentamento, esse corpo e me dizes essas coisas que me dão essa força, esse orgulho de rei. Ah, minha Eurídice, meu verso, meu silêncio, minha música. Nunca fujas de mim. Sem ti, sou nada. Sou coisa sem razão, jogada, sou pedra rolada. Orfeu menos Eurídice: coisa incompreensível! A existência sem ti é como olhar para um relógio só com o ponteiro dos minutos. Tu és a hora, és o que dá sentido e direção ao tempo, minha amiga mais querida! Qual mãe, qual pai, qual nada! A beleza da vida és tu, amada. Milhões amada! Ah! Criatura! Quem poderia pensar que Orfeu, Orfeu cujo violão é a vida da cidade e cuja fala, como o vento à flor despetala as mulheres – que ele, Orfeu, Ficasse assim rendido aos teus encantos? Mulata, pele escura, dente branco, vai teu caminho que eu vou te seguindo no pensamento e aqui me deixo rente quando voltares, pela lua cheia, para os braços sem fim do teu amigo. Vai tua vida, pássaro contente, vai tua vida que estarei contigo…” (Vinicius de Moraes – Monólogo de Orfeu – Composição: Vinicius de Moraes / Antonio Carlos Jobim)

“Por que tem medo de que a riqueza não chegue para você? A riqueza pertence a todos, no universo. Se existem pessoas mais prósperas que outras, não pense que se trata de injustiça ou desequilíbrio da Lei. Se eles conseguiram essa abundância, você também poderá obtê-la. Não procure enriquecer tirando dos outros: busque-a na Energia Cósmica, no universo, que dá a todos oportunidades de acordo com as capacidades de cada um.” (Minutos de Sabedoria Pg. 281)

Bom dia pessoal,

Muitas vezes me pego pensando no motivo de viver de certas pessoas. Comentava com um colega que deu uma demonstração super nobre na noite de sábado, que lamentavelmente neste nosso mundo de hoje, atitudes belas como as dele lamentavelmente são anormais. Confesso ainda me surpreender negativamente com as atitudes de irmãos, filhos, etc que, deveriam ser amorosos com os seus, mas, que lamentavelmente se entregam de corpo e alma à cultura do ter em detrimento do ser. Não sei quem falou certa feita, que quanto mais convivia com os homens, mas, se apaixonava por seus cachorros. Me perdoem o desabafo, mas, certas coisas que nos angustiam e que em respeito a pedidos de pessoas amadas, não podemos dar o tratamento que a situação merece e, sendo assim, para desopilar o coração e a alma, me ao poeta, ou ao mero escritor de ocasião como é o caso deste sobrevivente, só restam as letras e o desktop do computador.

Não pestaneje em dedicar amor aos seus amigos, irmãos, pais, avós, parentes enfim. A vida é curta e nenhum de nós sabe ao certo o que ela nos reserva na próxima esquina, que demora frações de segundos para nos alcançar. Amar não custa nada, muito menos ainda custa ser feliz. É minha dica de hoje. Abraços a todos (as).

Nas nossas sugestões de leitura de hoje, alguns textos do blog Brasil 247. Vale a pena conferir:

“Libra cria novo eixo de forças no petróleo” – Associada a duas gigantes privadas e duas estatais, Petrobras cria oportunidade para intensa troca de tecnologias em torno da exploração do campo de Libra; vitória do consórcio formado pela estatal brasileira (40%), a holandesa Shell (20%), a francesa Total (20%) e as chinesas CNOOC (10%) e CNC (10%) derrota arautos da fracassomania; especulações contra o modelo de exploração da maior jazida de petróleo do País gastaram muita tinta e papel da mídia tradicional, mas eis que, na batida do martelo, a verdade apareceu; exploração do pré-sal, agora, passa a mudar o mapa de poder entre as gigantes desse setor cercado por intrigas e interesses
http://www.brasil247.com/pt/247/economia/118416/Libra-cria-novo-eixo-de-for%C3%A7as-no-petr%C3%B3leo.htm

“Tijolaço: FHC leiloou Libra por apenas R$ 250 mil” – Área onde está o poço de Libra já havia sido leiloada no passado, quando a Agência Nacional do Petróleo era comandada por David Zylbertajn, genro do ex-presidente FHC; bônus de assinatura foi irrisório; “era tão barato que, mesmo com esse preço, a Agip arrematou a área por R$ 134 milhões, ágio de 53.564%”, diz o texto de Fernando Brito
http://www.brasil247.com/pt/247/economia/118459/Tijola%C3%A7o-FHC-leiloou-Libra-por-apenas-R$-250-mil.htm

“Nova vitória: Dilma sanciona hoje Mais Médicos” – Um dia depois do leilão de Libra, a presidente tem mais um motivo para sorrir; ela sanciona a lei, já aprovada na Câmara e no Senado, que beneficia um total de 577 municípios e 3,5 milhões de pessoas; a cerimônia ocorre no Palácio do Planalto e deve contar com a presença do presidente do Senado, Renan Calheiros, e do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que vai apresentar um balanço do programa
http://www.brasil247.com/pt/247/saudeebemestar/118451/Nova-vit%C3%B3ria-Dilma-sanciona-hoje-Mais-M%C3%A9dicos.htm
“Dilma rumo à reeleição” – por JOSÉ GUIMARÃES – A presidente Dilma Rousseff não precisará de nenhum truque, factoide, aliança milagrosa, bandeira mágica ou manobra esperta para pleitear sua reeleição na disputa do próximo ano
A presidente Dilma Rousseff não precisará de nenhum truque, factoide, aliança milagrosa, bandeira mágica ou manobra esperta para pleitear sua reeleição na disputa do próximo ano. Sua candidatura decorre de uma trajetória de vida dedicada à luta ininterrupta pela democracia, materializada na resistência inarredável à ditadura e na dedicação integral à execução do projeto democrático e popular que chegou ao governo em 1º de janeiro de 2003, que cumpriu oito anos com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e prossegue com o governo Dilma, já prestes a concluir seu terceiro ano. Sua candidatura à reeleição surge, portanto, absolutamente natural.
http://www.brasil247.com/pt/247/artigos/118380/Dilma-rumo-%C3%A0-reelei%C3%A7%C3%A3o.htm
Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:
https://oipa2.wordpress.com/2013/10/22/trabalhando-com-poesia-532

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Terça-feira abençoada por Deus.
Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

O CÂNTICO DA TERRA – Cora Coralina

Eu sou a terra, eu sou a vida.
Do meu barro primeiro veio o homem.
De mim veio a mulher e veio o amor.
Veio a árvore, veio a fonte.
Vem o fruto e vem a flor.

Eu sou a fonte original de toda vida.
Sou o chão que se prende à tua casa.
Sou a telha da coberta de teu lar.
A mina constante de teu poço.
Sou a espiga generosa de teu gado
e certeza tranqüila ao teu esforço.
Sou a razão de tua vida.
De mim vieste pela mão do Criador,
e a mim tu voltarás no fim da lida.
Só em mim acharás descanso e Paz.

Eu sou a grande Mãe Universal.
Tua filha, tua noiva e desposada.
A mulher e o ventre que fecundas.
Sou a gleba, a gestação, eu sou o amor.

A ti, ó lavrador, tudo quanto é meu.
Teu arado, tua foice, teu machado.
O berço pequenino de teu filho.
O algodão de tua veste
e o pão de tua casa.

E um dia bem distante
a mim tu voltarás.
E no canteiro materno de meu seio
tranqüilo dormirás.

Plantemos a roça.
Lavremos a gleba.
Cuidemos do ninho,
do gado e da tulha.
Fartura teremos
e donos de sítio
felizes seremos.

Publicado em Livros | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Uma casinha qualquer no colo da serra, um palmo de terra, pra se plantar. O colo de uma mulher, uma companheira, uma brasileira, pra se amar… Se eu tiver que lutar , vou é lutar por ela, se eu tiver que morrer, vou é morrer por ela e se eu tiver que ser feliz, você vai ter que ser feliz também! Homens vieram da noite em gritos de guerra, feriram a terra, o céu e o mar. Homens ficaram no chão, mirando as estrelas, mas sem poder vê-las, no céu brilhar… E o que mais prometer aos herdeiros da vida? E que versos fazer à mulher concebida? E quando alguém morrer assim, vai ser a morte para mim também! E que versos fazer à mulher concebida? Se eu tiver que morrer, vou morrer pela vida! Se eu tiver que morrer, vou morrer pela vida!…” (Vinicius de Moraes – No Colo Da Serra – Comp.: Vinicius de Moraes / Toquinho)

“… Quando a madrugada entrou eu estendi o meu peito nu sobre o teu peito, estavas trêmula e teu rosto pálido e tuas mãos frias e a angústia do regresso morava já nos teus olhos. Tive piedade do teu destino que era morrer no meu destino, quis afastar por um segundo de ti o fardo da carne, quis beijar-te num vago carinho agradecido. mas quando meus lábios tocaram teus lábios, eu compreendi que a morte já estava no teu corpo e que era preciso fugir para não perder o único instante, em que foste realmente a ausência de sofrimento, em que realmente foste a serenidade…” (Vinicius de Moraes – Receita de mulher – Comp.: Vinicius de Moraes)

“… Atotô, Obaluaiê, Atotô, babá, Atotô, Obaluaiê, Atotô, babá… Vem das águas de Oxalá essa mágoa que me dá, ela parecia o dia a romper da escuridão, linda no seu manto todo branco em meio à procissão e eu, que ela nem via, ao Deus pedia amor e proteção: Meu pai Oxalá é o rei, venha me valer, meu pai Oxalá é o rei, venha me valer, o velho Omulu Atotô, Obaluaiê, o velho Omulu, Atotô, Obaluaiê… Que vontade de chorar, no terreiro de Oxalá, quando eu dei com a minha ingrata, que era filha de Iansã, com a sua espada cor-de-prata, em meio à multidão, cercando Xangô num balanceio cheio de paixão… Meu pai Oxalá é o rei, venha me valer, meu pai Oxalá é o rei, venha me valer, o velho Omulu Atotô, Obaluaiê, o velho Omulu, Atotô, Obaluaiê… Atotô, Obaluaiê, Atotô, babá, Atotô, Obaluaiê, Atotô, babá…” (Vinicius de Moraes – Meu pai Oxalá – Composição: Vinicius de Moraes / Toquinho)

“Não permaneça preso ao passado nem a recordações tristes. Não remexa uma ferida que está cicatrizada. Não revolva dores e sofrimentos antigos. O que passou, passou! Deste momento em diante, procure construir uma vida nova, na direção do alto, caminhando para a frente, sem olhar para trás. Faça como o sol que se ergue a cada novo dia, sem lembrar-se da noite que passou.” (Minutos de Sabedoria Pg. 280)

Bom dia pessoal,

Como foram de final de semana? Espero que bem. Mais uma semana se inicia e com ela se renovam as nossas expectativas de novas conquistas, de realizações e de sucesso.

O Trabalhando com Poesia se soma aos que comemoram o centenário de nascimento do “Poetinha”, Vinicius de Moraes. Durante essa semana desfilaremos seus poemas cantados, em conjunto com a poesia da magnifica Cora Coralina. Espero que gostem.

O fim de semana não foi bom para o futebol baiano. O Time de Canabrava empatou com a Portuguesa em 1×1, no Canindé, caindo para a sétima posição na tabela. Já o Bahia perdeu para o São Paulo por 1×0, viu sua diferença para o Z4 cair para 3 pontos e agora é o 16º colocado. Time baiano precisará se desdobrar para não se ver de novo na segunda divisão do brasileiro.

Na semana passada o Programa Vida Melhor Urbano recebeu duas visitas importantes. A primeira, na quarta feira, trouxe dois técnicos do MDS, que vieram conhecer melhor o Programa, que foi escolhido entre as 12 experiências brasileiras no âmbito do Programa Brasil Sem Miséria, alvos de Prêmio comemorativo pelos 10 anos do Bolsa Família. Nossa experiência está entre as 3 promovidas por governos estaduais. Na Sexta feira, recebemos a visita do Secretário Nacional de Combate à Pobreza Thiago Falcão, que também veio conhecer melhor o nosso Programa. Naturalmente que cresce entre nós as expectativas, não apenas da captação de novos recursos para o Programa, mas, acima de tudo, a possibilidade de ver uma experiência do Governo da Bahia, tornar-se, assim como o foi o Água para Todos, se tornar um Programa Nacional.

Como parte integrante do Vida Melhor desde Agosto, quero parabenizar a nossa equipe, nas pessoas das colegas Marta Rodrigues, Siciliana Chaves, Jéssica Jabar, Elisama Melhor, Teresinha Bugarim, Aos nossos Estagiários Marcondes e Michele Galiza, a todos os agentes e técnicos das UNIS, nas pessoas de Zé Carlos, João, Haroldo, Adriano e Ana Mônica, coordenadores das nossas cinco unidades, às Organizações Sociais, parceiras e sem as quais o trabalho não seria possível, nas pessoas de Raimilton, do MCPS e de Hilberto do ICI, enfim, a todos os que fizeram e fazem o Vida Melhor no seu caminhar cotidiano. Não poderia deixar de fazer uma menção especial a Ailton Florêncio, Ex-Coordenador do Programa e atual Assessor Especial da Secretária Moema e figura importante na concepção e no andamento do Programa. Parabéns a todos (as). Sigamos em frente!

Na nossa sugestão de leitura do “Trabalhando com Poesia” de hoje, três textos do site Brasil 247. Vale a pena conferir:

“Ao El País, Lula lembra passado para renovar PT” – Poucas vezes um chefe político foi tão claro numa mensagem ao seu partido, para efeito de mudanças de comportamento, correção de rotas e setas para o futuro quanto o ex-presidente Lula acaba de fazer por meio de entrevista ao tablóide espanhol El País; “Gente mais ideológica trabalhava de graça, de manhã, tarde, noite”, lembrou ele sobre o início do PT, nos anos 80; “Agora você faz uma campanha e todo mundo quer cobrar. Algumas pessoas querem muito um lugar no Congresso, outras um cargo público…”, lamentou; como tem feito, elogiou as mídias digitais; “A internet expandiu o acesso à informação”…

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/118327/Ao-El-Pa%C3%ADs-Lula-lembra-passado-para-renovar-PT.htm

Bresser Pereira aponta ocaso do neoliberalismo – “Sem alarde, sem discursos ideológicos, o que vemos é o abandono do liberalismo econômico e o fortalecimento do desenvolvimentismo. Em lugar do agressivo laissez faire neoliberal, os Estados voltam a se preocupar em defender suas empresas e promover o desenvolvimento”, diz o cientista político…

http://www.brasil247.com/pt/247/economia/118353/Bresser-Pereira-aponta-ocaso-do-neoliberalismo.htm

Lula joga a sua rede, por LEONARDO ATTUCH – Ao exortar o PT a ocupar a internet e as redes sociais, ele apontou o campo que pode decidir o jogo de 2014 – Luiz Inácio Lula da Silva é hoje um meio de comunicação de massas. Sua página no Facebook tinha, até a semana passada, 378 mil fãs. Quando acerta a mão em alguma de suas postagens, o ex-presidente consegue fazer com que seu recado seja curtido, compartilhado e comentado por milhares de pessoas – todos de carne e osso, com quem é possível interagir, ao contrário do que ocorre em outras redes sociais, infestadas de perfis falsos. Como cada um desses fãs também possui seus próprios amigos, o público potencial de Lula, na sua comunicação direta com os internatuas, sem intermediários e com controle total da mensagem, é da ordem de 50 milhões de pessoas…

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/118260/Lula-joga-a-sua-rede.htm

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/10/21/trabalhando-com-poesia-531

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Segunda-feira abençoada por Deus e repleta da energia positiva.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

MEU DESTINO – Cora Coralina

Nas palmas de tuas mãos
leio as linhas da minha vida.
Linhas cruzadas, sinuosas,
interferindo no teu destino.
Não te procurei, não me procurastes –
íamos sozinhos por estradas diferentes.
Indiferentes, cruzamos
Passavas com o fardo da vida…
Corri ao teu encontro.
Sorri. Falamos.
Esse dia foi marcado
com a pedra branca
da cabeça de um peixe.
E, desde então, caminhamos
juntos pela vida…

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Feira da Fraternidade da Paroquia de Santo Amaro de Ipitanga

Feira da Fraternidade

Chegou o grande momento!!! Feira da Fraternidade movimentando o nosso município de Lauro de Freitas. Neste final de semana acontecerá na Paroquia Santo Amaro de Ipitanga mais um momento para a nossa comunidade, que promove mais uma edição da Feira da Fraternidade, a qual ocorrerá no Espaço João Paulo II, no Centro Comunitário, situado na Praça da Matriz, em Lauro de Freitas.

Nossa Feira contará com barracas de comidas típicas, bebidas, jogos, bazar e livraria, que estarão movimentando o nosso evento, que traz um ambiente seguro e familiar, com atividades para todas as idades. Na sexta-feira vamos curtir os shows do Grupo de Casais, Banda Tempero Baiano, DJ Bk com músicas de todo gosto e abrindo a nossa Feira… E no Sábado! O que teremos? Teremos mais músicas para a nossa comunidade com os shows das bandas Prata da Casa, Isaias Sampaio, Samba de Momento, Eduardo Cachaça e Vozes S.A( Santo Amaro)…grandes nomes que alegrarão o nosso dia. E quem pensa que acabou!!! Domingo ainda tem mais com mais músicas e animações contando com a presença marcante de MPB com Lizandra e Aglaia, Demétrio, Junior Cardozo, Animação palhaço Amendoim, Banda Haniel, Estrada Iluminada, Banda Seu Lauro, Valdir Junior.

Para quem ainda não adquiriu o seu ingresso, ainda está em tempo… os ingressos antecipados estão sendo vendidos até o dia 18 de outubro no valor de 3 por R$ 10,00. O ingresso individual e no dia do evento estes estarão sendo vendidos por R$ 5,00. Estamos esperando vocês! Não deixem de comparecer e convidar sua família e amigos para este grande momento. Venham, participem e nos conheçam.

Fonte: Ana Cristina Silva

Confiram a programação cultural da Feira:

Feira da Fraternidade 2

Publicado em Música | Marcado com , | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… É isso ai, como a gente achou que ia ser, a vida tão simples é boa, quase sempre… É isso ai, os passos vão pelas ruas, ninguém reparou na lua, a vida sempre continua… E eu não sei parar de te olhar, eu não sei parar de te olhar, não vou parar de te olhar, eu não me canso de olhar, não sei parar, de te olhar… É isso ai, há quem acredita em milagres, há quem cometa maldade, há quem não saiba dizer a verdade… É isso ai, um vendedor de flores, ensinar seus filhos a escolher seus amores… Eu não sei parar de te olhar, não sei parar de te olhar, não vou parar de te olhar, eu não me canso de olhar, não vou parar de te olhar… É isso ai, há quem acredita em milagres, há quem cometa maldade, há quem não saiba dizer a verdade… É isso ai, um vendedor de flores, ensinar seus filhos a escolher seus amores… Eu não sei parar de te olhar, não sei parar de te olhar, não vou parar de te olhar, eu não me canso de olhar, não vou parar de te olhar…” (Seu Jorge & Ana Carolina – É isso aí – Comp.: Damien Rice / Versão brasileira: Ana Carolina)

“… Vou ficar a noite em claro sem pegar no sono, meditando sobre o que de fato aconteceu, eu até pensei que fosse terminar na cama, como era de costume entre você e eu… Eu fiz de tudo, mas era tarde, foi o que eu podia dar, você não entendeu… Eu quis ir fundo e você com medo, tirou onda, pois agora quem não quer sou eu… É… Quem não quer sou eu… Quem não quer sou eu! Pois é… E vai a noite, vem o dia e eu aqui pensando, um cigarro atrás do outro e, eu fumo sem parar… Da janela eu vejo o trânsito congestionado, no meu peito, o coração parece buzinar… Eu fiz de tudo, mas era tarde, foi o que eu podia dar você não entendeu… Eu quis ir fundo e você com medo, tirou onda, pois agora quem não quer sou eu… É… Quem não quer sou eu… Quem não quer sou eu… Pois é… Vou ficar a noite em claro sem pegar no sono, meditando sobre o que de fato aconteceu, eu até pensei que fosse terminar na cama, como era de costume entre você e eu… Eu fiz de tudo, mas era tarde, foi o que eu podia dar, você não entendeu… Eu quis ir fundo e você com medo, tirou onda, pois agora quem não quer sou eu… É… Quem não quer sou eu… Quem não quer sou eu! Pois é… E vai a noite, vem o dia e eu aqui pensando, um cigarro atrás do outro e, eu fumo sem parar… Da janela eu vejo o trânsito congestionado, no meu peito, o coração parece buzinar… Eu fiz de tudo, mas era tarde, foi o que eu podia dar você não entendeu… Eu quis ir fundo e você com medo, tirou onda, pois agora quem não quer sou eu… É… Quem não quer sou eu… Quem não quer sou eu… Pois é…” (Seu Jorge – Quem não quer sou eu – Comp.: Seu Jorge, Gabriel Moura e Adriano Trindade)

“…De repente a dor de esperar terminou e, o amor veio enfim… Eu que sempre sonhei, mas não acreditei muito em mim… Vi o tempo passar, o inverno chegar, outra vez, mas desta vez, todo pranto sumiu, um encanto surgiu, meu amor… Você é mais do que sei, é mais que pensei, é mais que esperava, baby… Você é algo assim, é tudo pra mim, é como eu sonhava, baby… Sou feliz agora, não não vá embora não, não não não não não… Não não vá embora… Não não vá embora… Não não vá embora… Não não vá embora… Vou morrer de saudade… Vou morrer de saudade… Vou morrer de saudade… Não vá embora… Não vá embora… Não vá embora… Vou morrer de saudade… Vou morrer de saudade… Não vá embora… Não vá não vá… Vou morrer de saudade… Vou morrer de saudade…” (Seu Jorge – Você – Comp.: Tim Maia)

“… Fé que você pode, você tem, você consegue! De onde é seu congá? Quem é seu orixá? O que importa é ser feliz! Um dia novo sempre vem e, isso vai passar… O que existe é o Sol, o resto é invenção… Fé que você pode, você tem, você consegue!… Não deixe de sorrir, não deixe de dançar, essa é uma boa reza… Dê esperança a quem precisa e, o tempo vai cuidar de você e de todos nós… Essa é uma BOA REZA! Fé que você pode, você tem, você consegue!… Oxum, Oxossi, Axé… Oxumaré, Ogum, iansã, Omolu… Vem dançar… Vem no meu baile, eu sei como levar você para um lugar melhor do que está…” (Seu Jorge & Vanessa da Mata – Boa reza – Comp.: Vanessa da Mata)

Confira outros sucessos do Seu Jorge:

“Procure viver mais sua vida interior. A agitação da vida não deve atingir nosso eu verdadeiro, nossa alma. Não deve fazer esquecer a coisa mais importante. A Centelha Divina é que é nosso eu real, do qual nosso corpo é apenas um reflexo. Portanto, procure viver mais intensamente sua vida interior, a vida de seu eu verdadeiro, de sua alma.” (Minutos de Sabedoria Pg. 279)

Bom dia pessoal,

Não há coisa mais complicada do que você não saber como agir com as pessoas. Cada um interpreta os fatos como bem lhe convém e isso, por diversas vezes gera conflitos pessoais. Ser verdadeiro, creio que será sempre o melhor caminho. Defenda sempre seu ponto de vista, com respeito às demais posições, é evidente, mas, sem perder o norte da sua opinião. Ninguém perde ninguém, já que efetivamente ninguém possui ninguém. As pessoas se encontram e se desencontram, se afinam e desafinam ao sabor da vida, essa louca aventura, que cada vez mais vale a pena, na medida em que nos deixa em dúvidas quanto à maneira e direção que ela se dará no próximo milésimo de segundo. Siga em frente, hoje, amanhã, sempre!!!

Com essa reflexão quero desejar a cada um de vocês um final de semana de paz e repleta de energias positivas em sua vida e de todos os seus!

Hoje completam-se 37 anos que, numa tarde de sol de segunda feira, um anjo que conviveu conosco por 1 ano e 3 meses nos deixou, no plano material. Sempre me pego relembrando de momentos de extrema felicidade que vivi ao lado da nossa Priscila, os pequenos, mas, marcantes detalhes daqueles 15 meses. O tempo passou, mas, ainda guardo seu olhar e sua alegria em meus pensamentos minha irmãzinha, minha linda estrela cadente.

O que na época nos parecia uma marca dura da vida, hoje se apresenta em minha objetiva como algo efetivamente do criador de tudo: Amanhã, dia 19 se completam 40 anos que outro anjo maravilhoso veio a esse mundo e que segue nos alegrando com seu humor, nos inundando de sentimentos bons, com sua arte musical. Que bom minha amada irmã Patti Vinagre, que tenho você em minha vida, em verdade um pouco menos egoisticamente, que bom que nossa família tem você em seu meio. Te amo muito. Como não temos o “Trabalhando com Poesia” amanhã, resolvi te homenagear hoje, aqui no Blog e nas redes. Feliz Aniversário! Que o 19 de Outubro seja sempre motivos de celebração em sua vida e certamente nas nossas vidas. Deus te abençoe!!!

Sempre que ouço “Smell Like teen spririt” me lembro da primeira vez que ouvi vc soltando a voz a cantando e, adoro essas lembranças. Beijos mil!!

Nas nossas sugestões de leitura de hoje, dois textos do site Brasil 247. Vale a pena conferir:

Fator previdenciário, seguros, empréstimos – O idoso quer respeito – Os idosos são maltratados continuamente, de forma metódica, como se fosse uma estratégia cujo propósito é afastar os nossos pais e avós da convivência social. O Brasil realmente não trata bem seus idosos — os mais velhos. É como se eles tivessem perdido seus direitos civis pelo motivo de ser mais velhos, de parar de trabalhar ou simplesmente ficar doentes, por causa do cansaço dos muitos dias vividos, que se transformaram em desconsideração, desrespeito, descompromisso, ingratidão e dor…

http://www.brasil247.com/pt/247/artigos/118104/Fator-previdenci%C3%A1rio-seguros-empr%C3%A9stimos—O-idoso-quer-respeito.htm

Tropa de elite da Folha desembarca em Recife – Diretor Otavio Frias Filho, acompanhado da equipe de direção do jornal, tem hoje encontro de gala com o governador de Pernambuco e pré-candidato à presidência, Eduardo Campos; além de conversa de horas, estão marcadas visitas a obras em Pernambuco, como ao porto de Suape; visita acontece um dia depois de a Folha publicar reportagem acusando a presidente Dilma de entregar casas sem água e luz na Bahia; em tempo: não foi Campos quem desembarcou na Barão de Limeira, mas o dono do maior jornal do País quem levou sua equipe à capital pernambucana, incluindo o editor-executivo da Folha, Sérgio Dávila, o colunista Vinicius Torres Freire e o secretário de redação Rogério Gentile…

http://www.brasil247.com/pt/247/pernambuco247/118086/Tropa-de-elite-da-Folha-desembarca-em-Recife.htm

Justiça russa adia julgamento de pedido de liberdade de bióloga – A bióloga brasileira e ativista do Greenpeace Ana Paula Maciel, 31, está presa desde o dia 19 de setembro, por protesto no Ártico contra a estatal russa de gás e petróleo Gazprom; julgamento ocorreria nesta quinta-feira (17), mas foi adiado por falta de intérprete de português…

http://www.brasil247.com/pt/247/mundo/118150/Justi%C3%A7a-russa-adia-julgamento-de-pedido-de-liberdade-de-bi%C3%B3loga.htm

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/10/18/trabalhando-com-poesia-530

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma sexta-feira abençoada por Deus e coberta pela paz do Alá de Oxalá! Bom final de semana e até segunda feira.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

Para Não Dizer que Não Falei das Flores – Geraldo Vandré

Caminhando e cantando e seguindo a canção
Somos todos iguais, braços dados ou não
Nas escolas, nas ruas, campos, construções
Caminhando e cantando e seguindo a canção
Vem, vamos embora que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora não espera acontecer
Vem, vamos embora que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora não espera acontecer
Pelos campos a fome em grandes plantações
Pelas ruas marchando indecisos cordões
Ainda fazem da flor seu mais forte refrão
E acreditam nas flores vencendo canhão
Há soldados armados, amados ou não
Quase todos perdidos de armas na mão
Nos quartéis lhes ensinam uma antiga lição
De morrer pela pátria e viver sem razão
Vem, vamos embora que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora não espera acontecer
Vem, vamos embora que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora não espera acontecer
Nas escolas, nas ruas, campos, construções
Somos todos soldados, armados ou não
Caminhando e cantando e seguindo a canção
Somos todos iguais, braços dados ou não
Os amores na mente, as flores no chão
A certeza na frente, a história na mão
Caminhando e cantando e seguindo a canção
Aprendendo e ensinando uma nova lição
Vem, vamos embora que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora não espera acontecer
Vem, vamos embora que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora não espera acontecer

Publicado em Livros | Marcado com , | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Vai no cabeleireiro, no esteticista, malha o dia inteiro, pinta de artista… Saca dinheiro, vai de motorista, com seu carro esporte, vai zoar na pista… Final de semana, na casa de praia, só gastando grana, na maior gandaia… Vai pra balada, dança bate estaca, com a sua tribo, até de madrugada… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Só no filé… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Tem o que quer… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Do croissant… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Suquinho de maçã… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Vai no cabeleireiro, no esteticista, malha o dia inteiro, pinta de artista… Saca dinheiro, vai de motorista, com seu carro esporte, vai zoar na pista… Final de semana, na casa de praia, só gastando grana, na maior gandaia… Vai pra balada, dança bate estaca, com a sua tribo, até de madrugada… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Só no filé… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Tem o que quer… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Do croissant… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha… Suquinho de maçã… Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha…” (Seu Jorge – Burguesinha – Comp.: Seu Jorge / Gabriel Moura / Pretinho da Serrinha)

“… Tava pensando em nós dois, buscando um jeito inédito pra falar de amor, nem reparei que o tempo passou… Sonhando, pensando, querendo, meus olhos caçando você… Pensando, sonhando, querendo, minha boca mirando você… Já é, suficientemente especial, posso dizer, que encontrei a cara metade que eu sempre busquei… Basta olhar pra você, pra minha boca querer um beijo bis, tenho a sorte de ter alguém como você, sou feliz… Basta olhar pra você, pra minha boca querer um beijo bis, tenho a sorte de ter alguém como você, sou feliz… Tava pensando em nós dois, buscando um jeito inédito pra falar de amor, nem reparei que o tempo passou… Pensando, sonhando, querendo, minha boca mirando você, sonhando, pensando, querendo, meus olhos caçando você… Já é, suficientemente especial, posso dizer, que encontrei a cara metade que eu sempre busquei… Basta olhar pra você, pra minha boca querer um beijo bis, tenho a sorte de ter alguém como você, sou feliz… Basta olhar pra você, pra minha boca querer um beijo bis, tenho a sorte de ter alguém como você, sou feliz… Basta olhar pra você, pra minha boca querer um beijo bis, tenho a sorte de ter alguém como você, sou feliz… Basta olhar pra você, pra minha boca querer um beijo bis, tenho a sorte de ter alguém como você, sou feliz…” (Seu Jorge & Ivete Sangalo – Pensando em nós dois – Comp.: Samir Seadi)

“… Tô namorando aquela mina, mas não sei se ela me namora, mina maneira do condomínio, lá do bairro onde eu moro… Tô namorando aquela mina, mas não sei se ela me namora, mina maneira do condomínio, lá do bairro onde eu moro… Seu cabelo me alucina, sua boca me devora, sua voz me ilumina, seu olhar me apavora… Me perdi no seu sorriso, nem preciso me encontrar, não me mostre o paraíso, que se eu for, não vou voltar… Pois eu vou, eu vou, eu vou, eu vou… Eu digo “oi” ela nem nada, passa na minha calçada, dou bom dia ela nem liga… Se ela chega eu paro tudo, se ela passa eu fico doido, se vem vindo eu faço figa… Eu mando um beijo ela não pega, pisco olho ela se nega, faço pose ela não vê… Jogo charme ela ignora, chego junto ela sai fora, eu escrevo ela não lê… Minha mina, minha amiga, minha namorada, minha gata, minha sina do meu condomínio, minha musa, minha vida, minha monalisa, minha vênus, minha deusa, quero seu fascínio… Minha mina, minha amiga, minha namorada, minha gata, minha sina do meu condomínio, minha musa, minha vida, minha monalisa, minha vênus, minha deusa, quero seu fascínio… Tô namorando aquela mina, mas não sei se ela me namora, mina maneira do condomínio, lá do bairro onde eu moro… Tô namorando aquela mina, mas não sei se ela me namora, mina maneira do condomínio, lá do bairro onde eu moro… Seu cabelo me alucina, sua boca me devora, sua voz me ilumina, seu olhar me apavora… Me perdi no seu sorriso, nem preciso me encontrar, não me mostre o paraíso, que se eu for, não vou voltar… Pois eu vou, eu vou, eu vou, eu vou… Eu digo “oi” ela nem nada, passa na minha calçada, dou bom dia ela nem liga… Se ela chega eu paro tudo, se ela passa eu fico doido, se vem vindo eu faço figa… Eu mando um beijo ela não pega, pisco olho ela se nega, faço pose ela não vê… Jogo charme ela ignora, chego junto ela sai fora, eu escrevo ela não lê… Minha mina, minha amiga, minha namorada, minha gata, minha sina do meu condomínio, minha musa, minha vida, minha monalisa, minha vênus, minha deusa, quero seu fascínio… Minha mina, minha amiga, minha namorada, minha gata, minha sina do meu condomínio, minha musa, minha vida, minha monalisa, minha vênus, minha deusa, quero seu fascínio… Minha namorada, do meu condomínio, minha monalisa, quero seu fascínio… Minha namorada, do meu condomínio, minha monalisa, quero seu fascínio… Minha namorada, do meu condomínio, minha monalisa, quero seu fascínio…” (Seu Jorge – Mina do Condominio – Comp.: Seu Jorge / Gabriel Moura / Pretinho da Serrinha / Pierre Aderne)

“Seja o que você deseja ser. Não dê importância ao que os outros dizem. Você é filho de Deus, e como tal tem o direito à sua liberdade. Não desanime diante dos impedimentos e das dores. Fique certo de que você, unicamente você, terá de dar contas de seus atos… Portanto, busque dentro de si mesmo a luz divina, e seja exatamente o que você deseja ser: subindo sempre.” (Minutos de Sabedoria Pg. 278)

Bom dia pessoal,

O dia de ontem trouxe a feliz notícia do nascimento da filha dos amigos Adriano Ramos e Paula Barros. Boas vindas a Paloma, com desejos de felicidades, saúde e vida longa e de muita sabedoria aos pais para uma boa criação.

Durante todo o dia de ontem, Técnicos do MDS visitaram as instalações do Programa Vida Melhor Urbano, selecionado entre as 12 práticas governamentais exitosas no Prêmio Rosani Cunha. Reproduzo abaixo a nota da Assessoria de Comunicação da SEDES sobre o tema:

As Unidades de Inclusão Socioprodutivas (Unis), do Programa Vida Melhor Urbano, receberam, nesta quarta (16), a visita de técnicos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), para averiguar in loco as experiências concorrentes ao Prêmio Rosani Cunha de Desenvolvimento Social: Edição Especial – Bolsa Família 10 Anos. O objetivo é validar as informações prestadas na ficha de inscrição e levantar subsídios para a Comissão Julgadora do Prêmio, que selecionará as quatro práticas vencedoras.

De acordo com o coordenador de condicionalidades do MDS e membro da comissão de visitação às experiências, Marcos Maia, a importância do prêmio para o Programa Bolsa Família e o Brasil Sem Miséria é a difusão das boas práticas em nível nacional. “O Rosani Cunha tem alguns critérios de avaliação, como a sustentabilidade, a replicabilidade, criatividade e intersetorialidade. E foi por atender a esses requisitos que o Vida Melhor Urbano foi um dos escolhidos dentro das práticas estaduais inscritas”, explicou Maia.

Reconhecimento – Para o coordenador do Programa Vida Melhor Urbano, Apio Vinagre, quando o Governo Federal reconhece essa experiência, a expectativa, tanto do Estado quanto dos agentes e empreendedores, é de viabilizar e ampliar as ações do programa. “Esperamos que a prática da Bahia se transforme no esboço de programa nacional, dentro da estratégia do Brasil Sem Miséria”, ressaltou Vinagre. “Nós iniciamos uma política pública que ainda não tinha referência no Brasil, mas, nos apoiamos na vontade do governo e na perspectiva de que ia dar certo”, completou o ex-coordenador do programa, Ailton Florêncio. (Fonte ASCOM SEDES)

Confiram algumas fotos do evento: https://www.facebook.com/apio.vinagre/media_set?set=a.10200744697236671.1073741839.1139376304&type=3

Em partida, pela Série A do Campeonato Brasileiro, no Maracanã, o Bahia perdeu para o Flamengo por 2×1, em partida movimentada. Com o resultado Bahia manteve os 4 pontos de frente para o Z4, mas, se distancia cada vez mais da zona de conforto da tabela.

Na nossa sugestão de leitura de hoje artigos do Site Correio do Brasil. Vale a pena conferir:

Investigações sobre propinoduto tucano não avançam em São Paulo – A corregedoria do governo de São Paulo já ouviu 23 pessoas, mas ainda não apresentou nenhuma conclusão sobre a atuação das empresas do grupo ou seu envolvimento com funcionários públicos no escândalo do cartel formado pelas empresas multinacionais Alstom e Siemens. As investigações, que não têm prazo para terminar, segundo o governador paulista, Geraldo Alckmin, serviriam como prova de que o Estado foi vítima das empresas do cartel e agora se empenha para esclarecer como elas fraudaram as concorrências do Estado.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/politica/investigacoes-sobre-propinoduto-tucano-nao-avancam-em-sao-paulo/654068/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131016

Professores contam como é educar para a diversidade – Em 2012, o Brasil tinha 2,3 milhões de professores. Entre eles, 415 mil (20%) se dedicam à educação para a diversidade, como para indígenas, quilombolas, pessoas com deficiência (educação especial) e privadas de liberdade. O número desses profissionais cresceu 1,5% de 2011 para 2012, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

http://correiodobrasil.com.br/educacao/professores-contam-como-e-educar-para-a-diversidade/654057/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131016

Forte terremoto atinge ilhas turísticas nas Filipinas – Um forte terremoto de magnitude 7,2 atingiu ilhas turísticas populares das Filipinas nesta terça-feira, deixando ao menos 74 mortos, alguns enquanto rezavam em igrejas com séculos de construção, disseram autoridades.

http://correiodobrasil.com.br/destaque-do-dia/forte-terremoto-atinge-ilhas-turisticas-nas-filipinas/654159/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131016

Confira outras notícias do site Correio do Brasil:

http://correiodobrasil.com.br/

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/10/17/trabalhando-com-poesia-529

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma quinta-feira abençoada por Deus e coberta de paz e protegida pelo Caçador de uma flecha só. Okearô Odé!!

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

Canção da Despedida – Geraldo Azevedo e Geraldo Vandré

Já vou embora, mas sei que vou voltar
Amor não chora, se eu volto é pra ficar
Amor não chora, que a hora é de deixar
O amor de agora, pra sempre ele ficar
Eu quis ficar aqui, mas não podia
O meu caminho a ti, não conduzia
Um rei mal coroado,
Não queria
O amor em seu reinado
Pois sabia
Não ia ser amado
Amor não chora, eu volto um dia
O rei velho e cansado já morria
Perdido em seu reinado
Sem Maria
Quando eu me despedia
No meu canto lhe dizia

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… No serviço de auto-falante do morro do Pau da Bandeira, quem avisa é o Zé do Caroço, amanhã vai fazer alvoroço, alertando a favela inteira… Aí como eu queria que fosse em mangueira, que existisse outro Zé do Caroço, pra falar de uma vez pra esse moço, carnaval não é esse colosso, nossa escola é raiz, é madeira… Mas é o Morro do Pau da Bandeira, de uma Vila Isabel verdadeira… E o Zé do Caroço trabalha e, o Zé do Caroço batalha e, que malha o preço da feira… E na hora que a televisão brasileira, destrói toda gente com a sua novela, é que o Zé bota a boca no mundo, ele faz um discurso profundo, ele quer ver o bem da favela… Está nascendo um novo líder, no morro do Pau da Bandeira… Está nascendo um novo líder, no morro do Pau da Bandeira, no morro do Pau da Bandeira, no morro do Pau da Bandeira… Lelelelê Lelelelelelelelelê, Lelelelê Lelelelelelelelelê… No serviço de auto-falante do morro do Pau da Bandeira, quem avisa é o Zé do Caroço, amanhã vai fazer alvoroço, alertando a favela inteira… Aí como eu queria que fosse em mangueira, que existisse outro Zé do Caroço, pra falar de uma vez pra esse moço, carnaval não é esse colosso, nossa escola é raiz, é madeira… Mas é o Morro do Pau da Bandeira, de uma Vila Isabel verdadeira… E o Zé do Caroço trabalha e, o Zé do Caroço batalha e, que malha o preço da feira… E na hora que a televisão brasileira, destrói toda gente com a sua novela, é que o Zé bota a boca no mundo, ele faz um discurso profundo, ele quer ver o bem da favela… Está nascendo um novo líder, no morro do Pau da Bandeira… Está nascendo um novo líder, no morro do Pau da Bandeira, no morro do Pau da Bandeira, no morro do Pau da Bandeira… Lelelelê Lelelelelelelelelê, Lelelelê Lelelelelelelelelê…” (Seu Jorge – Zé do caroço – Comp.: Leci Brandão)

“…Ela é amiga da minha mulher, pois é, pois é, mas vive dando em cima de mim, enfim, enfim… Ainda por cima é uma tremenda gata, pra piorar minha situação, se fosse mulher feia tava tudo certo, mulher bonita mexe com meu coração, se fosse mulher feia tava tudo certo, mulher bonita mexe com meu coração… Não pego, eu pego, não pego, eu pego, eu não pego não… Não pego, eu pego, não pego, eu pego, eu não pego não… Minha mulher me perguntou até: qual é, qual é? Eu respondi que não tô nem aí, menti, menti… De vez em quando eu fico admirando, é muita areia pro meu caminhão , se fosse mulher feia tava tudo certo, mulher bonita mexe com meu coração, se fosse mulher feia tava tudo certo, mulher bonita mexe com meu coração… Não pego, eu pego, não pego, eu pego, eu não pego não… Não pego, eu pego, não pego, eu pego, eu não pego não… O meu cunhado já me avisou, que se eu der mole ele vai me entregar, a minha sogra me orientou, isso não tá certo é melhor parar… Falei, ela não quis ouvir, pedi, ela não respeitou, eu juro! a carne é fraca mas nunca rolou… Falei, ela não quis ouvir, pedi, ela não respeitou, eu juro! a carne é fraca mas nunca rolou… Não pego, eu pego, não pego, eu pego, eu não pego não.. Não pego, eu pego, não pego, eu pego, eu não pego não… Não pego, eu pego, não pego, eu pego, eu não pego não.. Não pego, eu pego, não pego, eu pego, eu não pego não… Não pego, eu pego, não pego, eu pego, eu não pego não.. Não pego, eu pego, não pego, eu pego, eu não pego não… Não pego, eu pego, não pego, eu pego, eu não pego não.. Não pego, eu pego, não pego, eu pego, eu não pego não…” (Seu Jorge – Amiga da minha mulher – Comp.: Gabriel Moura e Seu Jorge)

“… Carolina é uma menina bem difícil de esquecer, andar bonito e um brilho no olhar, tem um jeito adolescente que me faz enlouquecer e um molejo que não vou te enganar… Maravilha feminina, meu docinho de pavê, inteligente, ela é muito sensual, te confesso que estou apaixonado por você… Ô Carolina isso é muito natural! Ô Carolina eu preciso de você! Ô Carolina eu não vou suportar não te ver! Carolina eu preciso te falar! Ô Carolina eu vou amar você!… De segunda a segunda eu fico louco pra te ver, quanto eu te ligo você quase nunca está… Isso era outra coisa que eu queria te dizer, não temos tempo então melhor deixar pra lá… A princípio no Domingo o que você quer fazer? faça um pedido que eu irei realizar, olha aí amigo eu digo que ela só me dá prazer, essa mina Carolina é de abalar, ô… Ô Carolina eu preciso de você! Ô Carolina não vou suportar não te ver! Carolina eu preciso te falar! Ô Carolina eu vou amar você! Carolina, Carolina… Carolina, preciso te encontrar! Carolina, me sinto muito só1 Carolina, preciso te dizer! Ô Carolina eu só quero amar você! Carolina, Carolina… Carolina, preciso te encontrar! Carolina, me sinto muito só1 Carolina, preciso te dizer! Ô Carolina eu só quero amar você!… Carolina é uma menina bem difícil de esquecer, andar bonito e um brilho no olhar… Tem um jeito adolescente que me faz enlouquecer e um molejo que não vou te enganar… Maravilha feminina, meu docinho de pavê, inteligente, ela é muito sensual, te confesso que estou apaixonado por você… Ô Carolina eu preciso de você! Ô Carolina não vou suportar não te ver! Carolina eu preciso te falar! Ô Carolina eu vou amar você… Eu vou amar você, pois eu vou te dar muito carinho; Vou te dar beijinho no cangote., oi Carolina, menina bela, menina bela… Carolina, preciso te encontrar! Carolina, me sinto muito só! Carolina, preciso te dizer! Ô Carolina eu só quero amar você… Ô Carolina eu preciso de você! Ô Carolina não vou suportar não te ver! Carolina eu preciso te falar! Ô Carolina eu vou amar você… Eu vou amar você, pois eu vou te dar muito carinho; Vou te dar beijinho no cangote., oi Carolina, menina bela, menina bela… Carolina, preciso te encontrar! Carolina, me sinto muito só! Carolina, preciso te dizer! Ô Carolina eu só quero amar você… Ô Carolina eu preciso de você! Ô Carolina não vou suportar não te ver! Carolina eu preciso te falar! Ô Carolina eu vou amar você… Eu vou amar você, pois eu vou te dar muito carinho; Vou te dar beijinho no cangote., oi Carolina, menina bela, menina bela… Carolina, preciso te encontrar! Carolina, me sinto muito só! Carolina, preciso te dizer! Ô Carolina eu só quero amar você… Carolina, Carolina… Carol, Carol, Carol” (Seu Jorge – Carolina – Comp.: Seu Jorge)

“A vida é alegria, quando espalhamos apenas otimismo e amor em redor de nós. Busque sempre ajudar e ser vir, derramando felicidade em torno de você, e a alegria voltará para você mesmo. Procure viver integrado na Energia Cósmica, que se dá igualmente a todos, e você verá que sua vida se transformará num ato de puro amor e num paraíso de felicidades sem limites.” (Minutos de Sabedoria Pg. 277)

Bom dia pessoal,
Dia de tensão e emoção para a torcida do Bahia, que enfrenta hoje o Flamengo no Rio de Janeiro, pelo brasileirão da série A. o time baiano encontra-se na 12ª posição, necessitando de um triunfo para escapar do Z4.

A presidenta Dilma Rousseff, em anúncio de investimentos para mobilidade urbana em Salvador, nesta terça-feira (15), destacou a importância de se oferecer qualidade, preço de tarifas adequado e integração entre os diferentes modais disponíveis. Dilma reforçou a necessidade de se investir na construção de linhas de metrô em grandes cidades, como a capital baiana, que receberá do governo federal R$ 2,3 bilhões para construção do sistema metroviário.
“Essa obra mostra um novo momento no tratamento da mobilidade urbana do país. (…) Olharemos também as condições em que as pessoas são transportadas, se tem segurança rapidez e conforto. Temos de olhar a modicidade tarifária, se as pessoas estão pagando adequadamente. (…) O que vem acontecendo no Brasil é que temos que ter a concepção de que o metro, em grandes cidades é fundamental”, afirma.
A presidenta defendeu a integração do transporte para melhorar a acessibilidade e para diminuir a tarifa cobrada do usuário, com soluções como o bilhete único. Dilma lembrou que, além de pesar menos no orçamento das famílias, medidas como essa ainda devolvem tempo para as pessoas, que podem ter acesso a mais lazer, mais tempo em casa e para estudar.
“Os corredores de ônibus, o monotrilho, a barca, todas essas modalidades têm de ser integradas. Achei muito bom que apresentação aqui mostra a integração dos diferentes tipos de transporte. Uma cidade sempre é um campo em que as desigualdades sociais aparecem. (…) Fazer transporte transversal, que permita que todos os bairros sejam acessíveis, é fundamental para o transporte urbano”, completa.

(Fonte: http://blog.planalto.gov.br/dilma-metro-de-salvador-mostra-novo-momento-no-trato-da-mobilidade-urbana-do-pais/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=dilma-metro-de-salvador-mostra-novo-momento-no-trato-da-mobilidade-urbana-do-pais)

Confira o vídeo com o discurso da Presidenta Dilma:

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje textos de alguns importantes blogs. Vale a pena conferir:

Vox: Dilma vence em todos os cenários no 1º turno – Na simulação em que a presidente vence de maneira mais apertada, o resultado é de 41% para ela contra 40% da soma entre as intenções para a ex-ministra Marina Silva (21%) e o ex-governador José Serra (19%); Instituto Vox Populi realizou pesquisa nacional que aponta vitória da presidente Dilma Rousseff no primeiro turno das eleições de 2014 contra todos os seus adversários; todas as simulações foram testadas; Dilma versus o tucano Aécio Neves e o socialista Eduardo Campos; a presidente contra a ex-ministra Marina Silva e o ex-governador José Serra; ou enfrentando Aécio e Marina ou Campos e Serra; também foram testados todos os cenários possíveis de segundo turno; confira os índices (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/117914/Vox-Dilma-vence-em-todos-os-cen%C3%A1rios-no-1%C2%BA-turno.htm

Campos deu carona ao escorpião?, Por Fernando Brito, no blog Tijolaço: – Mesmo na política brasileira, onde o interesse pessoal, com tanta frequência, é o centro das razões políticas, é difícil entender porque Eduardo Campos entregou sua candidatura, de maneira tão evidente, às mãos de harpia de Marina Silva. Porque parece evidente que não havia entre ambos, até a semana passada, sequer uma relação de proximidade, quanto mais uma identidade política, passo inicial de qualquer lealdade política.

http://altamiroborges.blogspot.com.br/2013/10/campos-deu-carona-ao-escorpiao.html#more

O FANTASMA DA PROLETARIZAÇÃO ATEMORIZA OS MÉDICOS – Mercado e saúde não têm se revelado uma boa combinação: custos elevados, mau atendimento, negativas de exames e de cirurgias. O setor público não se sai melhor. O corporativismo e uma política deliberada de privatização contribuem para isso. É nesse contexto que as reações ao Mais Médicos precisam ser analisadas, por Paulo de Tarso Soares, Ana Paula Paulino da Costa, José Paulo Guedes Pinto, para Le Monde Diplomatique – O que ocorre na medicina não é diferente do que ocorre no resto da economia capitalista. A luta entre patrão e empregado, a tal luta de classes, faz que o trabalho direto seja substituído pelas máquinas. E esse processo não é indolor.

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=ff47afc1bc40f685b0982f6b0e40248b&cod=12592

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/10/16/trabalhando-com-poesia-528

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma quarta-feira abençoada por Deus e repleta da força da rainha dos ventos e trovões. Eparrey Oyá.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 1: apio.nascimento@sedesba.ba.gov.br
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

Disparada – Geraldo Vandré

Prepare o seu coração
Prás coisas
Que eu vou contar
Eu venho lá do sertão
Eu venho lá do sertão
Eu venho lá do sertão
E posso não lhe agradar…

Aprendi a dizer não
Ver a morte sem chorar
E a morte, o destino, tudo
A morte e o destino, tudo
Estava fora do lugar
Eu vivo prá consertar…

Na boiada já fui boi
Mas um dia me montei
Não por um motivo meu
Ou de quem comigo houvesse
Que qualquer querer tivesse
Porém por necessidade
Do dono de uma boiada
Cujo vaqueiro morreu…

Boiadeiro muito tempo
Laço firme e braço forte
Muito gado, muita gente
Pela vida segurei
Seguia como num sonho
E boiadeiro era um rei…

Mas o mundo foi rodando
Nas patas do meu cavalo
E nos sonhos
Que fui sonhando
As visões se clareando
As visões se clareando
Até que um dia acordei…

Então não pude seguir
Valente em lugar tenente
E dono de gado e gente
Porque gado a gente marca
Tange, ferra, engorda e mata
Mas com gente é diferente…

Se você não concordar
Não posso me desculpar
Não canto prá enganar
Vou pegar minha viola
Vou deixar você de lado
Vou cantar noutro lugar

Na boiada já fui boi
Boiadeiro já fui rei
Não por mim nem por ninguém
Que junto comigo houvesse
Que quisesse ou que pudesse
Por qualquer coisa de seu
Por qualquer coisa de seu
Querer ir mais longe
Do que eu…

Mas o mundo foi rodando
Nas patas do meu cavalo
E já que um dia montei
Agora sou cavaleiro
Laço firme e braço forte
Num reino que não tem rei

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Temos rotas a seguir, podemos ir daqui pro mundo, mas, quero ficar porque, quero mergulhar mais fundo… Só de me encontrar no seu olhar, já muda tudo! Posso respirar você e, posso te enxergar no escuro… Tem muito tempo na estrada, muito tem! E como quem não quer nada, você vem… Depois da onda pesada, a onda zen e, namorar na almofada e dormir bem… Foi o seu olhar o que me encantou, quero um pouco mais desse seu amor… Foi o seu olhar o que me encantou, quero um pouco mais desse seu amor… Temos rotas a seguir, podemos ir daqui pro mundo, mas, quero ficar porque, quero mergulhar mais fundo… Só de me encontrar no seu olhar, já muda tudo! Posso respirar você e, posso te enxergar no escuro… Tem muito tempo na estrada, muito tem! E como quem não quer nada, você vem… Depois da onda pesada, a onda zen e, namorar na almofada e dormir bem… Foi o seu olhar o que me encantou, quero um pouco mais desse seu amor… Foi o seu olhar o que me encantou, quero um pouco mais desse seu amor…” (Seu Jorge – Seu Olhar – Comp.: Seu Jorge)

“… Minha cabeça bem confusa, só de ver ela passar, só de ver ela sem mim, ainda usa a mesma blusa, com o broche que eu lhe dei, combinando com o colar… Eu fico imaginando coisas, me pego imaginando coisas, eu fico imaginando coisas, me pego imaginando coisas… Lembranças de um tempo bom, que a gente se amava em paz, que pena que eu vacilei, agora que não dá mais, você não me deu perdão, não tem problema, espero que esteja bem, feliz como eu fui feliz… O tempo é quem vai dizer, a vida quem quis assim! Não sou capaz de entender, como saí de cena, não dá pra mim, eu vou voar, melhor assim… . Minha cabeça bem confusa, só de ver ela passar, só de ver ela sem mim, ainda usa a mesma blusa, com o broche que eu lhe dei, combinando com o colar… Eu fico imaginando coisas, me pego imaginando coisas, eu fico imaginando coisas, me pego imaginando coisas… Lembranças de um tempo bom, que a gente se amava em paz, que pena que eu vacilei, agora que não dá mais, você não me deu perdão, não tem problema, espero que esteja bem, feliz como eu fui feliz… O tempo é quem vai dizer, a vida quem quis assim! Não sou capaz de entender, como saí de cena, não dá pra mim, eu vou voar, melhor assim…” (Seu Jorge & Paula Lima – Cuidar de mim – Comp.: Seu Jorge / Gabriel Moura / Rogê)

“… Sou morador da favela, também sou filho de Deus, não sou de chorar mazelas, mas meu amor se perdeu… Sou operário da vida, da vida que Deus me deu, mas se eu chego atrasado, o meu alguém já comeu… João, José, Jesus, Mané, Tião, Lelé, Xangô, Bené… É a Cidade de Deus, só que Deus esqueceu de olhar, a essa gente que não cansa de apanhar… Não vem dizer que a situação é uma questão de trabalhar, que vai ter nego querendo te advogar… João, José, Jesus, Mané, Tião, Lelé, Xangô, Bené… João, José, Jesus, Mané, Tião, Lelé, Xangô, Bené… João, José, Jesus, Mané, Tião, Lelé. Xangô, Bené… João, José, Jesus, Mané, Tião, Lelé, Xangô, Bené…” (Seu Jorge – Convite para a vida – Comp.: Seu Jorge)

“Evite acusar e criticar. Procure, antes, colaborar, sobretudo com seu exemplo digno e nobre. Tudo tem sua razão de ser na vida, embora nem sempre saibamos compreender, porque não temos uma visão completa, já que só podemos ver a superfície das pessoas e coisas. Deixe o julgamento Aquele que vê os corações e que está dentro de cada um de nós, lendo os mais secretos pensamentos e intenções.” (Minutos de Sabedoria Pg. 276)

Bom dia pessoal,

O meu abraço nesta terça feira é dirigido a todos os professores e professoras, pela passagem do seu dia. Que a cada momento de suas vidas, a responsabilidade que lhes recai sobre os ombros seja, além de positivamente cumprida, seja digna e respeitosamente recompensada. Parabéns!

A Presidenta Dilma Roussef estará na Bahia nesta terça feira. Em Vitória da Conquista entrega formalmente quatro empreendimentos do Programa Minha Casa Minha Vida, no Bairro Senhorinha Cairo, contemplando 1740 famílias. Em parceria entre a SEDES, a SEDUR e a Prefeitura Municipal, um grupo de mulheres moradoras deste empreendimento receberam equipamentos de costura, do Programa Vida Melhor Urbano. As unidades habitacionais dos Residenciais Acácia (500 unidades), Ipê (366 unidades), Pau-Brasil (374 unidades) e Jequitibá (500 unidades) são destinados às famílias com renda de até R$ 1,6 mil (Faixa I). A entrega das moradias acontecerá no Loteamento Miro Cairo, bairro Senhorinha Cairo, e contará com a presença da presidenta Dilma Rousseff; do governador da Bahia, Jaques Wagner; do prefeito Guilherme Menezes; do presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda; entre outras autoridades.
Em Salvador a Presidenta assinará, Juntamente com o Governador Jaques Wagner, no Grand Hotel Stella Maris. Dilma irá participar da ordem de serviço de conclusão da Linha 1 e da construção da Linha 2 do metrô, que vai da Paralela até o Aeroporto, seguindo para Lauro de Freitas, além de anunciar outros investimentos do PAC Mobilidade em Salvador.

Segundo a Secretaria estadual de Desenvolvimento Urbano, com a assinatura do contrato da Parceria Público-Privada, a Linha 1 será concluída e a Linha 2 implantada. Ainda de acordo com a pasta, o trecho do metrô que vai da estação da Lapa até a estação Retiro entrará em funcionamento em junho de 2014. No mês de janeiro de 2015, será iniciada a operação comercial para o trecho Lapa a Pirajá.

A proposta apresentada pela CCR prevê um valor de R$ 127,6 milhões por ano, como contrapartida do Estado para o sistema metroviário. O que representa um deságio de 5,05% em relação ao teto estabelecido no edital de licitação do empreendimento (R$ 136 milhões).

Pensador – O edital de licitação do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas foi lançado em maio. Na ocasião, o governador da Bahia Jaques Wagner ressaltou o trabalho do senador Walter Pinheiro (PT-BA) para viabilizar o projeto: “Pinheiro participou de todo este trabalho como nosso secretário do Planejamento e hoje cumpre a tarefa de nos apoiar atuando em Brasília. Ele é pensador de todo este projeto que estamos fazendo”.
A implantação da Avenida 29 de Março e a duplicação da Avenida Gal Costa também tiveram a contribuição direta de Pinheiro. Quando assumiu, em 2009, a Secretaria de Planejamento a convite do governador, ele participou do nascedouro destas e outras soluções de mobilidade urbana da capital baiana.

São da lavra de Pinheiro a construção do acesso direto entre a Av. Luís Eduardo e a BR-324, e intervenções com viadutos e novas vias de acesso em locais de grande engarrafamento de veículos: Av. ACM (em frente ao Hiperposto); no cruzamento das avenidas Garibaldi e Vasco da Gama; na região de fluxo do Parque da Cidade, com um novo entroncamento da Av. Juracy Magalhães com a Av. ACM; no entroncamento da Vasco da Gama com a Centenário (na Rótula dos Barris); no Costa Azul, interligando a orla à Av. Magalhães Neto; e melhoria da ligação entre o Iguatemi e a Paralela. (Fonte: Site PT Bahia)

Nas nossas sugestões de leitura de hoje, três textos do blog Brasil 247. Vale a pena conferir:

“Reinaldo tem razão: JB desmoralizou o mensalão” – Pela primeira vez em muito tempo, Reinaldo Azevedo, blogueiro de Veja.com, acertou; em artigo publicado nesta segunda-feira, ele afirma que o discurso político de Joaquim Barbosa solapa a credibilidade do Supremo Tribunal Federal; “Não dá! Alguém imagina um membro da Suprema Corte dos EUA a especular sobre a própria candidatura? Ou da Alemanha? Ou da França? Ou aqui pertinho, do Chile? Isso é coisa típica, lamento constatar, de republiqueta, em que as autoridades não se dão conta do papel de que estão investidas e não prestam atenção ao peso que têm suas respectivas funções”, diz ele; na prática, ao se colocar como presidenciável, Barbosa deixa no ar a dúvida: virou político agora ou já era quando conduzia o processo do chamado mensalão e fazia demagogia com a toga?

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/117807/Reinaldo-tem-raz%C3%A3o-JB-desmoralizou-o-mensal%C3%A3o.htm

Padilha: “torço para que Mais Médicos não seja usado como tema eleitoral” – Ministro da Saúde afirma que programa foi uma ação “de todos os prefeitos, de todos os partidos” e ressalta que se oposição atacar o programa vai cometer “um erro duplo”; para Padilha, a população saberá reconhecer o esforço da presidente Dilma na implantação do projeto; “não é qualquer presidente que tem a coragem que ela teve de lançar um programa como o Mais Médicos, enfrentando interesses da categoria”

http://www.brasil247.com/pt/247/saudeebemestar/117802/Padilha-tor%C3%A7o-para-que-Mais-M%C3%A9dicos-n%C3%A3o-seja-usado-como-tema-eleitoral.htm

“Não há por que Dilma temer qualquer adversário” – Como dublê de candidato a presidente em 2014, Lula fala ao jornal Página 12, da Argentina, cobrindo a frente externa para a presidente Dilma Rousseff, mas sem descuidar dos adversários eleitorais; “A maioria da população vê Dilma como a única capaz de garantir o aprofundamento das reformas sem permitir retrocesso”, disse ele; às vésperas de uma conferência em Buenos Aires, Lula bateu duro nos Estados Unidos; “O Alca não era um processo de integração econômica, mas de anexação da América Latina aos Estados Unidos”, disse; perguntado pelo jornalista Martín Granovsky se sua candidatura no lugar de Dilma é uma hipótese “absolutamente descartada” para 2014, Lula apenas respondeu com elogios a Dilma; leia íntegra:

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/117757/%27N%C3%A3o-h%C3%A1-por-que-Dilma-temer-qualquer-advers%C3%A1rio%27.htm

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/10/15/trabalhando-com-poesia-527

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Terça-feira abençoada por Deus.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

A Maré Encheu – Geraldo Vandré

A maré encheu
A maré vazou
Os cabelos da Morena
O riacho carregou

Era tão bonito a gente amando
Hoje vou sozinho vou lembrando
Ela que partiu, partiu chorando
Eu não sei chorar, vivo cantando

A maré encheu
A maré vazou
Os cabelos da Morena
O riacho carregou

Vida sem amor não vele nada
Samba só se faz com batucada
Triste só tem vez de madrugada
Ou mais, meu amor com minha amada

A maré encheu
A maré vazou
Os cabelos da Morena
O riacho carregou

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Tive razão, posso falar, não foi legal, não pegou bem! Que vontade de chorar, dói em pensar que ela não vem, só dói, mas pra mim tá tranquilo, eu vou zoar, o clima é de partida, vou dar sequência na vida!… E de bobeira é que eu não estou e você sabe como é que é, eu vou, mas poderei voltar quando você quiser! demorô vai ser melhor… Tive razão, posso falar, não foi legal, não pegou bem! Que vontade de chorar, dói em pensar que ela não vem, só dói, mas pra mim tá tranquilo, eu vou zoar, o clima é de partida, vou dar sequência na vida!… E de bobeira é que eu não estou e você sabe como é que é, eu vou, mas poderei voltar quando você quiser! demorô vai ser melhor… Tive razão, posso falar, não foi legal, não pegou bem! Que vontade de chorar, dói em pensar que ela não vem, só dói, mas pra mim tá tranquilo, eu vou zoar, o clima é de partida, vou dar sequência na minha vida!… E de bobeira é que eu não estou e você sabe como é que é, eu vou, mas poderei voltar quando você quiser! demorô vai ser melhor…” (Seu Jorge – Tive Razão – Comp.: Seu Jorge)

“…Pretinha, Uuuu Uuuu faço tudo pelo nosso amor, faço tudo pelo bem do nosso bem, meu bem, a saudade é minha dor e anda arrasando com o meu coração e não duvide que um dia eu te darei o céu… O meu amor junto com um anel, pra gente se casar, no cartório ou na igreja, se você quiser, se não quiser tudo bem, meu bem, mas tente compreender, morando em São Gonçalo você sabe como é, hoje a tarde a ponte engarrafou e eu fiquei a pé… Tentei ligar pra você, o orelhão da minha rua estava escangalhado, o meu cartão tava zerado, mas você crê se quiser… Mas tente compreender, morando em São Paulo você sabe como é, hoje a marginal engarrafou e eu fiquei a pé… Tentei ligar pra você, o orelhão da minha rua estava escangalhado, o meu cartão tava zerado, mas você crê se quiser, mas você crê se quiser, mas você crê se quiser, mas você crê se quiser, mas você crê se quiser…” (Seu Jorge – Pretinha – Comp.: Seu Jorge)

“…Ela sabe que eu quero, muito lhe espero, mas agora o assunto é particular, não acabou o amor, só o compromisso e isto não é banal, está com um novo amor e batalhou por isso, isto é muito pessoal… Ela sabe que eu quero, quanto tempo for espero, me desejo, me derreto com seu jeito de me olhar, porque o seu amor já virou meu vício, eu posso até me dar mal, por não ser seu amor, ou não ter compromisso, isto é particular… Agora eu vou lhe dá uma dica, uma dica, o mundo é tão lindo, ainda tem eu aqui te querendo, querendo, acordei pensando nisso… E o bom da vida é viver bem, estar bem, querer bem, deixa eu namorar… Viver bem, estar bem, querer bem, não é nada mau, viver bem, estar bem é particular… E o bom da vida é viver bem, estar bem, querer bem, deixa eu namorar… Viver bem, estar bem, querer bem, não é nada mau, viver bem, estar bem é particular…Ela sabe que eu quero, muito lhe espero, mas agora o assunto é particular, não acabou o amor, só o compromisso e isto não é banal, está com um novo amor e batalhou por isso, isto é muito pessoal… Ela sabe que eu quero, quanto tempo for espero, me desejo, me derreto com seu jeito de me olhar, porque o seu amor já virou meu vício, eu posso até me dar mal, por não ser seu amor, ou não ter compromisso, isto é particular… Agora eu vou lhe dá uma dica, uma dica, o mundo é tão lindo, ainda tem eu aqui te querendo, querendo, acordei pensando nisso… E o bom da vida é viver bem, estar bem, querer bem, deixa eu namorar… Viver bem, estar bem, querer bem, não é nada mau, viver bem, estar bem é particular… E o bom da vida é viver bem, estar bem, querer bem, deixa eu namorar… Viver bem, estar bem, querer bem, não é nada mau, viver bem, estar bem é particular…” (Seu Jorge – Pessoal particular – Comp.: Peu Meurray / Leonardo Reis / Seu Jorge)

“Mantenha-se calmo e sereno. Confie na Força Cósmica que enche todo o universo, inclusive sua própria pessoa. Focalize sua confiança em Deus que habita dentro de você e dentro de todas as criaturas. Liberte-se do medo, caminhe com segurança e procure ouvir as palavras de orientação, dita das, no mais profundo de seu coração, por Deus que habita dentro de você.” (Minutos de Sabedoria Pg. 275)

Bom dia pessoal,

Como foram de final de semana? Espero que bem. Mais uma semana se inicia e com ela se renovam as nossas expectativas de novas conquistas, de realizações e de sucesso.

Na nossa sugestão de leitura do “Trabalhando com Poesia” de hoje, três textos do site Pátria Latina. Vale a pena conferir:

“Marina empurra PSB para a direita”, Por Wanderley Guilherme dos Santos, no blog O Cafezinho: Em 48 horas de fulminante trajetória a ex-senadora Marina Silva provocou inesperados solavancos no panorama das eleições em 2014. Renegando o que há meses dizia professar aderiu ao sistema partidário que está aí, mencionou haver abrigado o PSB como Plano C, sem mencioná-lo a desapontados seguidores, e declarou guerra a um suposto chavismo petista. De quebra, prometeu enterrar a aniversariante república criada pela Constituição de 88, desprezando-a por ser “velha”. Haja água benta para tanta presunção.

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=21a38ed2ee0c2c081c31286d29db2acc&cod=12590

Pesquisador demonstra impactos do Bolsa Família na aprendizagem – Para o especialista em políticas públicas Armando Simões, de 47 anos, está na hora de começar a imaginar o que a redução da pobreza pode fazer pela educação. Simões investigou se o Bolsa Família, maior programa de transferência condicionada de renda do mundo, influenciaria positivamente a aprendizagem dos alunos cujas famílias recebem o benefício.

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=a7ea034186e14fb5f7b37cf664893cd2&cod=12586

AS MENTIRAS DO GOOGLE E DA MICROSOFT, por Dan Schiller/Le Monde Diplomtique – TESTEMUNHOS NO DEPARTAMENTO DE COMÉRCIO DOS EUA – Ao cancelar a visita de Estado que faria a Washington, a presidente Dilma destacou a responsabilidade da Casa Branca no caso Snowden. Por outro lado, as transnacionais da internet – parte integrante do sistema de vigilância orquestrado pelos serviços secretos dos Estados Unidos –são frequentemente poupadas das críticas.

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e&cod=12576

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/10/13/trabalhando-com-poesia-526

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Segunda-feira abençoada por Deus e repleta da energia positiva.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

Fabiana – Geraldo Vandré

Desde os tempos distantes de criança
Numa força sem par do pensamento,
Tem sentido infinito e resultante
Do que sempre será meu sentimento;
Todo teu, todo amor e encantamento,
Vertente, resplendor e firmamento.
Vive em tuas asas, todo o meu viver;
Meu sonhar marinho, todo amanhecer.
Como a flor do melhor entendimento,
A certeza que nunca me faltou,
Na firmeza do teu querer bastante,
Seja perto ou distante é meu sustento;
De lamentos não vive o que é querente
Do teu ser, no passado e no presente.
Vive em tuas asas, todo meu viver;
Meu sonhar marinho, todo amanhecer
Do futuro direi que sabem gentes,
De todos os rincões e continentes,
Que só tu sabes do meu querer silente,
Porque só tu soubeste, enquanto infante,
Das luzes do luzir mais reluzente,
Pertencer ao meu ser mais permanente.
Vive em tuas asas, todo o meu viver;
Meu Sonhar marinho, todo amanhecer.

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“…Tire suas mãos de mim, eu não pertenço a você! Não é me dominando assim, que você vai me entender. Eu posso estar sozinho, mas eu sei muito bem onde estou, você pode até duvidar, acho que isso não é amor… Será só imaginação? Será que nada vai acontecer? Será que é tudo isso em vão? Será que vamos conseguir vencer?… Nos perderemos entre monstros da nossa própria criação… Serão noites inteiras, talvez por medo da escuridão. Ficaremos acordados, imaginando alguma solução, pra que esse nosso egoísmo? Não destrua nosso coração… Será só imaginação? Será que nada vai acontecer? Será que é tudo isso em vão? Será que vamos conseguir vencer?… Brigar pra quê? Se é sem querer. Quem é que vai nos proteger? Será que vamos ter que responder, pelos erros a mais, eu e você?…” (Legião Urbana – Será – Comp.: Renato Russo/Dado Villa-Lobos)

“…De tarde quero descansar, chegar até a praia e ver se o vento ainda está forte e vai ser bom subir nas pedras… Sei que faço isso pra esquecer, eu deixo a onda me acertar, e o vento vai levando tudo embora… Agora está tão longe ver, a linha do horizonte me distrai… Dos nossos planos é que tenho mais saudade: quando olhávamos juntos, na mesma direção… Aonde está você agora, além de aqui, dentro de mim?… Agimos certo sem querer, foi só o tempo que errou, vai ser difícil sem você, porque você está comigo o tempo todo… E quando vejo o mar, existe algo que diz que a vida continua e se entregar é uma bobagem… Já que você não está aqui, o que posso fazer, é cuidar de mim… Quero ser feliz ao menos, lembra que o plano era ficarmos bem? Bem… Olha só o que eu achei: cavalos-marinhos… Sei que faço isso pra esquecer, eu deixo a onda me acertar, e o vento vai levando tudo embora…“ (Legião Urbana – Vento no Litoral – Comp.: Renato russo/Dado Villa-Lobos)

“…Uma menina me ensinou quase tudo que eu sei, era quase escravidão, mas ela me tratava como um rei… Ela fazia muitos planos, eu só queria estar ali, sempre ao lado dela, eu não tinha aonde ir… Mas, egoísta que eu sou, me esqueci de ajudar a ela como ela me ajudou, e não quis me separar… Ela também estava perdida, e por isso se agarrava a mim também, e eu me agarrava a ela, porque eu não tinha mais ninguém… E eu dizia, ainda é cedo, cedo, cedo, cedo, cedo… E eu dizia, ainda é cedo, cedo, cedo, cedo, cedo… E eu dizia, ainda é cedo, cedo, cedo, cedo, cedo… E eu dizia, ainda é cedo… Sei que ela terminou o que eu não comecei, e o que ela descobriu, eu aprendi também, eu sei… Ela falou: “Você tem medo.”, aí eu disse: “Quem tem medo é você.” Falamos o que não devia, nunca ser dito por ninguém… Ela me disse: “Eu não sei mais o que eu sinto por você, vamos dar um tempo, um dia a gente se vê.”… E eu dizia, ainda é cedo, cedo, cedo, cedo, cedo… E eu dizia, ainda é cedo, cedo, cedo, cedo, cedo… E eu dizia, ainda é cedo, cedo, cedo, cedo, cedo… E eu dizia, ainda é cedo…” (Legião Urbana – Ainda é cedo – Comp.: Ico-Ouro Preto / Dado Villa-Lobos / Renato Russo / Marcelo Bonfá)

Confira outros sucessos do Legião Urbana:

“Cultive a alegria em dose máxima. Alegria, porém, não é barulho: é um estado de alma de quem sente em si a plenitude da vida. A alegria provem de dentro de nós mesmos, da consciência tranquila, do cumprimento exato de nossos deveres, e vibra em nós apesar de todos os sofrimentos, calúnias e injustiças. Seja alegre sempre e, quando a tristeza quiser encobrir o sol de sua vida, entoe um cântico de louvor ao Pai, e a luz brilhara novamente em você.” (Minutos de Sabedoria Pg. 274)

Bom dia pessoal,

Dias seguem corridos e me impedindo de fazer o “Trabalhando com Poesia” com a amplitude que gosto, mas, vamo que vamo. Só não pode parar. A nossa homenagem às crianças, inclusive as que existem dentro de cada um (a) de nós.

Logo mais, às 8:30, estaremos na OAB Bahia, acompanhando um debate sobre Proposições que versam sobre redução da maioridade penal aceitando o convite do amigo Jerônimo Mesquita.

Nas nossas sugestões de leitura de hoje, dois textos do site Correio do Brasil. Vale a pena conferir:

Um único Brasil e dois projetos em disputa – Em 2014 o povo brasileiro novamente elegerá uma opção entre dois projetos – Com o fim da peregrinação esotérica e “sonhática” de Marina Silva, fica provisoriamente desanuviado o cenário eleitoral de 2014. Como vem acontecendo em todas as eleições presidenciais desde o fim da ditadura militar, em 2014 o povo brasileiro novamente elegerá uma opção entre dois projetos e duas visões de país inteiramente distintas entre si. Será outra vez uma polarização sem matizes, sem relativismos, sem “terceiras-vias” e sem subterfúgios. Uma confrontação, enfim, de duas perspectivas frontalmente diferentes para o Brasil.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/opiniao/um-unico-brasil-e-dois-projetos-em-disputa/653040/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131011

Haddad instala um ciclo a mais para alunos paulistanos no ano que vem – O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), assinou nesta quinta-feira os decretos que implementam o Mais Educação São Paulo – O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), assinou nesta quinta-feira os decretos que implementam o Mais Educação São Paulo, uma proposta de reforma curricular e estrutural na rede municipal, que foi apresentada há dois meses e esteve em consulta pública até 15 de setembro. Com a aprovação, o ensino fundamental da cidade passará a ter três ciclos no lugar dos dois atuais, já a partir do ano que vem.

http://correiodobrasil.com.br/educacao/haddad-instala-um-ciclo-a-mais-para-alunos-paulistanos-no-ano-que-vem/653016/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131011

Lula se transforma em ‘candidato substituto’, enquanto Dilma não vem – Lula está em plena campanha, Brasil afora, pedindo votos para a presidenta Dilma Rousseff, candidata à reeleição, no ano que vem – Ex-presidente da República e um dos líderes políticos mais influentes do país, o antigo líder sindical Luiz Inácio Lula da Silva colocou, mais uma vez, o pé na estrada. Ele segue a estratégia que chama de “candidato dublê” da presidenta Dilma Rousseff. Na manhã desta quinta-feira, Lula subiu falou durante mais de 40 minutos à 3ª Conferência Global sobre Trabalho Infantil, em Brasília, para reforçar sua associação ao Programa Bolsa Família, atacar a ajuda dos países ricos ao setor financeiro internacional e aproveitou para mandar recados aos adversários.

http://correiodobrasil.com.br/noticias/politica/lula-se-transforma-em-candidato-substituto-enquanto-dilma-nao-vem/653001/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20131011

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/10/11/3748/

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma sexta-feira abençoada por Deus e coberta pela paz do Alá de Oxalá! Bom final de semana e até segunda feira.

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

Samba da Pessoa Que Quer Ser Feliz (Chico César)

a pessoa que quer ser feliz
que quer e que sempre quis
merece
que os deuses escutem sua prece
até o que nunca acontece
aconteça

que a longa noite amanheça
que a felicidade apareça
na forma disforme da luz
e amor que é ausência
e razão de sofrer
transforme-se em bem-querer
então esse bem-querer cresça

cresça como a flor
cresce no mangue em meio ao
manguezal / manguetown
cresça e fique imenso querer bem
até que essa pessoa esqueça o mal

Sonho de Curumim (Chico César)

Cunhã
Eu tive um sonho ruim
Sonhei que era de manhã
E um índio cherokee
Raptou você de mim
Cunhã
Tróia no xingu
Guerra das nações
Tacape atômico baixa no soho
E o grito de socorro é universal
Tróia no xingu
Guerra das nações
Reteso o arco da nova aliança
Dor signo flecha cruza o céu da aldeia global
A esperança é que no fim do episódio
Após o ódio
Vem o carnaval

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“…Aquele gosto amargo do teu corpo, ficou na minha boca por mais tempo; de amargo, então salgado ficou doce, assim que o teu cheiro forte e lento, fez casa nos meus braços e ainda leve, forte, cego e tenso, fez saber que ainda era muito e muito pouco… Faço nosso o meu segredo mais sincero, e desafio o instinto dissonante, a insegurança não me ataca quando erro, e o teu momento passa a ser o meu instante… E o teu medo, de ter medo, de ter medo, não faz da minha força confusão… Teu corpo é meu espelho, e em ti navego, e eu sei que a tua correnteza não tem direção… Mas, tão certo quanto o erro de ser barco a motor, e insistir em usar os remos, é o mal que a água faz quando se afoga, e o salva-vidas não está lá porque não vemos…” (Legião Urbana – Daniel na cova dos leões – Comp.: Renato russo)

“…Quem me dera, ao menos uma vez, ter de volta todo o ouro que entreguei a quem conseguiu me convencer que era prova de amizade, se alguém levasse embora até o que eu não tinha… Quem me dera, ao menos uma vez, esquecer que acreditei que era por brincadeira, que se cortava sempre um pano de chão de linho nobre e pura seda… Quem me dera ao menos uma vez, explicar o que ninguém consegue entender, que o que aconteceu ainda está por vir, e o futuro não é mais como era antigamente… Quem me dera, ao menos uma vez, provar que quem tem mais do que precisa ter, quase sempre se convence que não tem o bastante, fala demais por não ter nada a dizer… Quem me dera, ao menos uma vez, que o mais simples fosse visto como o mais importante, mas nos deram espelhos, e vimos um mundo doente… Quem me dera, ao menos uma vez, entender como um só Deus ao mesmo tempo é três, e esse mesmo Deus foi morto por vocês, sua maldade, então, deixaram Deus tão triste… Eu quis o perigo e até sangrei sozinho, entenda! Assim pude trazer você de volta pra mim. Quando descobri que é sempre só você, que me entende do início ao fim… E é só você que tem a cura, pro meu vício de insistir nessa saudade que eu sinto de tudo que eu ainda não vi… Quem me dera, ao menos uma vez, acreditar por um instante em tudo que existe, e acreditar que o mundo é perfeito, e que todas as pessoas são felizes… Quem me dera, ao menos uma vez, fazer com que o mundo saiba que seu nome, está em tudo e mesmo assim, ninguém lhe diz ao menos, obrigado… Quem me dera ao menos uma vez, como a mais bela tribo, dos mais belos índios, não ser atacado por ser inocente… Eu quis o perigo e até sangrei sozinho, entenda! Assim pude trazer você de volta pra mim. Quando descobri que é sempre só você, que me entende do início ao fim… E é só você que tem a cura, pro meu vício de insistir nessa saudade que eu sinto, de tudo que eu ainda não vi… Nos deram espelhos e vimos um mundo doente… Tentei chorar e não consegui… “ (Legião Urbana – Indios – Comp.: Renato russo)

“…Gosto de ver você dormir, que nem criança com a boca aberta, o telefone chega sexta-feira, aperto o passo por causa da garoa, me empresta um par de meias, a gente chega na sessão das dez, hoje eu acordo ao meio-dia, amanhã é a sua vez… Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver, o mundo anda tão complicado, que hoje eu quero fazer tudo por você… Temos que consertar o despertador, e separar todas as ferramentas, que a mudança grande chegou, com o fogão e a geladeira e a televisão, não precisamos dormir no chão, até que é bom, mas a cama chegou na terça e na quinta chegou o som… Sempre faço mil coisas ao mesmo tempo, e até que é fácil acostumar-se com meu jeito, agora que temos nossa casa, é a chave que sempre esqueço… Vamos chamar nossos amigos, a gente faz uma feijoada, esquece um pouco do trabalho e fica de bate-papo, temos a semana inteira pela frente, você me conta como foi seu dia e a gente diz um pro outro: – Estou com sono, vamos dormir!… Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver, o mundo anda tão complicado, que hoje eu quero fazer tudo por você… Quero ouvir uma canção de amor, que fale da minha situação, de quem deixou a segurança de seu mundo por amor…” (Legião Urbana – O mundo anda tão complicado – Comp.: Renato russo/Dado Villa-Lobos)

“Procure amar a tudo e a todos indistintamente. O amor é uma doação perene de luz e de felicidade, sem buscar retribuições e compensações. Em todas às criaturas está Deus que habita dentro de cada um de nós. Ame a Deus, amando a seu próximo tanto quanto a si mesmo. Distribua compreensão e paz, para que a felicidade possa morar definitivamente em seu coração.” (Minutos de Sabedoria Pg. 273)

Boa noite pessoal,

As atividades do dia não me permitiram uma maior formulação no “Trabalhando com Poesia” de hoje.

Na nossa sugestão de leitura de hoje artigos do Blog Brasil 247. Vale a pena conferir:

Lula aconselha Dilma após pacto Campos-Marina – Presidente e ex tiveram reunião de cerca de quatro horas com as presenças do presidente nacional do PT, Rui Falcão, do publicitário João Santana, do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e do ex-ministro da Secretaria de Comunicação Social, Franklin Martins; encontro discutiu “Mais Médicos”, discurso da presidente na Assembleia Geral da ONU, reforma política, mas as as eleições de 2014 foram o prato principal; “em relação às eleições, a avaliação que foi feita é que nós temos muito tempo ainda”, disse Mercadante; “foco principal para quem é governo é a qualidade do governo. Isso que trará nossa vitória, nisso que nós estamos seguros”, completou (…)

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/117454/Lula-aconselha-Dilma-ap%C3%B3s-pacto-Campos-Marina.htm

Juventude radical testa limites da ação política – Da ambientalista Ana Paula Maciel ao casal de namorados Luana e Humberto, novas gerações radicalizam em nome de causas objetivas e difusas; brasileira do Greenpeace virou questão de Estado, ao despertar apoio da presidente Dilma Rousseff diante do governo da Rússia, onde está presa sob acusação de pirataria; jovens paulistanos ressuscitam involuntariamente Lei de Segurança Nacional, na qual foram enquadrados por depredação de instalações militares nos últimos protestos em São Paulo; enquanto isso, invasão da Reitoria da USP tem pedido de reintegração de posse negado pela Justiça; até onde se pode ir?

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/117441/Juventude-radical-testa-limites-da-a%C3%A7%C3%A3o-pol%C3%ADtica.htm

Siemens aceita devolver verba de cartel ao governo – Presidente da companhia no Brasil, Paulo Ricardo Stark declarou aos vereadores da CPI dos Transportes da Câmara Municipal de São Paulo, nesta tarde, que “a Siemens está disposta a discutir acordo para ressarcimento de eventuais danos causados aos cofres públicos”, em decorrência do cartel formado por ela e outras 18 empresas em licitações do Metrô e trens do Estado; empresa é delatora de todo o suposto conluio por meio de acordo com o Cade; hoje, porém, Stark falou apenas em “indícios” do esquema; “A Siemens apurou indícios de possível formação de cartel que deverão ser apurados pelas autoridades competentes”; CPI ainda colhe depoimentos de representantes de outras empresas supostamente envolvidas

http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/117439/Siemens-aceita-devolver-verba-de-cartel-ao-governo.htm

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

https://oipa2.wordpress.com/2013/10/10/trabalhando-com-poesia-525

Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma quinta-feira abençoada por Deus e coberta de paz e protegida pelo Caçador de uma flecha só. Okearô Odé!!

Apio Vinagre Nascimento
e-mail 2: oipa@uol.com.br
e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br
msn: oipa2@hotmail.com
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr: http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9196573284471271823
Skype: a_vinagre1
Youtube: http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio
Fones: (71) 8814-5332 / 9154-0168 / 9982-7223 / 8251-9282

Menos de Doer Mais de Doar (Carlos Careqa e Chico César)

Havia algo no ar
Um Zeppelim de paixão
Mais leve que o avião
Que acabou de passar

Havia algo no ar
Como uma pedra de gás
Gota, bolha e sinal
Havia algo e há

Havia algo no ar
Escureceu no meu quintal
Pra lá de Guiné Bissau
Não era rio e nem mar

Havia algo no ar
Que a solidão festejou
Pegar um barco em Manaus
Pegar um trem pra Moscou

Havia algo no ar
Feito o relógio do Sol
Caminho pro Pantanal
Havia e era total

Publicado em Livros | Marcado com , , | Deixe um comentário