Trabalhando com Poesia

Vida louca vida, vida breve. Já que eu não posso te levar, quero que você me leve… Vida louca vida, vida imensa. Ninguém vai nos perdoar, nosso crime não compensa… Se ninguém olha quando você passa, você logo acha “Eu tô carente”, “Eu sou manchete popular”. Tô cansado de tanta babaquice, tanta caretice, desta eterna falta do que falar… Se ninguém olha quando você passa, você logo acha, que a vida voltou ao normal. Aquela vida sem sentido, volta sem perigo, é a mesma vida sempre igual… Se alguém olha quando você passa, você logo diz “Palhaço”, você acha que não tá legal. Perde todos os sentidos a não ser o perigo, você passa mal… Vida louca vida, vida breve. Já que eu não posso te levar, quero que você me leve… Vida louca vida, vida imensa. Ninguém vai nos perdoar, nosso crime não compensa… Se ninguém olha quando você passa, você logo acha “Eu tô carente”, “Eu sou manchete popular”. Tô cansado de tanta babaquice, tanta caretice, desta eterna falta do que falar… Vida louca vida, vida breve. Já que eu não posso te levar, quero que você me leve… Vida louca vida, vida imensa. Ninguém vai nos perdoar, nosso crime não compensa… Vida louca vida, vida breve. Já que eu não posso te levar, quero que você me leve… Leve, leve, leve, leve, me leve…” (Cazuza – Vida louca vida – Comp.: Bernardo Vilhena / Cazuza)


           

Meu partido é um coração partido. E as ilusões estão todas perdidas. Os meus sonhos foram todos vendidos, tão barato, que eu nem acredito. Ah! Eu nem acredito… Que aquele garoto, que ia mudar o mundo, mudar o mundo, frequenta agora as festas do “Grand Monde”… Meus heróis morreram de overdose, meus inimigos estão no poder… Ideologia! Eu quero uma pra viver… Ideologia! Eu quero uma pra viver… O meu prazer, agora é risco de vida, meu sex and drugs, não tem nenhum rock ‘n’ roll… Eu vou pagar a conta do analista, pra nunca mais ter que saber quem eu sou. Ah! Saber quem eu sou… Pois aquele garoto que ia mudar o mundo, mudar o mundo, agora assiste a tudo em cima do muro… Em cima do muro!… Meus heróis morreram de overdose, meus inimigos estão no poder… Ideologia! Eu quero uma pra viver… Ideologia! Eu quero uma pra viver… Pois aquele garoto que ia mudar o mundo, mudar o mundo, agora assiste a tudo em cima do muro… Em cima do muro!… Meus heróis morreram de overdose, meus inimigos estão no poder… Ideologia! Eu quero uma pra viver… Ideologia! Eu quero uma pra viver… Ideologia! Pra viver… Ideologia! Eu quero uma pra viver…(Cazuza – Ideologia – Comp.: Cazuza / Roberto Frejat)

 

 

Disparo contra o sol, sou forte, sou por acaso, minha metralhadora cheia de mágoas, eu sou um cara… Cansado de correr na direção contrária, sem pódio de chegada ou beijo de namorada, eu sou mais um cara… Mas se você achar que eu tô derrotado, saiba que ainda estão rolando os dados, porque o tempo, o tempo não para… Dias sim, dias não, eu vou sobrevivendo sem um arranhão, da caridade de quem me detesta… A tua piscina tá cheia de ratos, tuas ideias não correspondem aos fatos, o tempo não para… Eu vejo o futuro repetir o passado, eu vejo um museu de grandes novidades, o tempo não para… Não para, não, não para… Eu não tenho data pra comemorar, às vezes os meus dias são de par em par, procurando agulha num palheiro… Nas noites de frio é melhor nem nascer, nas de calor, se escolhe: é matar ou morrer, e assim nos tornamos brasileiros… Te chamam de ladrão, de bicha, maconheiro, transformam o país inteiro num puteiro, pois assim se ganha mais dinheiro… A tua piscina tá cheia de ratos, tuas ideias não correspondem aos fatos, o tempo não para… Eu vejo o futuro repetir o passado, eu vejo um museu de grandes novidades, o tempo não para… Não para, não, não para… Dias sim, dias não, eu vou sobrevivendo sem um arranhão, da caridade de quem me detesta… A tua piscina tá cheia de ratos, tuas ideias não correspondem aos fatos, o tempo não para… Eu vejo o futuro repetir o passado, eu vejo um museu de grandes novidades, o tempo não para… Não para, não, não para…(Cazuza – O tempo não para – Comp.: Arnaldo Brandao)

 

“… Amor da minha vida, daqui até a eternidade, nossos destinos foram traçados na maternidade… Paixão cruel, desenfreada, te trago mil rosas roubadas, pra desculpar minhas mentiras, minhas mancadas… Exagerado. Jogado aos teus pés, eu sou mesmo exagerado, adoro um amor inventado… Eu nunca mais vou respirar, se você não me notar, eu posso até morrer de fome, se você não me amar… E por você eu largo tudo, vou mendigar, roubar, matar, até nas coisas mais banais, pra mim é tudo ou nunca mais… Exagerado. Jogado aos teus pés, eu sou mesmo exagerado, adoro um amor inventado… E por você eu largo tudo, carreira, dinheiro, canudo… Até nas coisas mais banais, pra mim é tudo ou nunca mais… Exagerado. Jogado aos teus pés, eu sou mesmo exagerado, adoro um amor inventado… Jogado aos teus pés, com mil rosas roubadas, exagerado, eu adoro um amor inventado…” (Cazuza – O tempo não para – Comp.: Cazuza / Ezequiel Neves / Leoni)

 

Não existem pessoas realmente más. Ou são enfermos ou não têm conhecimento da grande lei de que recebemos exatamente aquilo que damos. Quem é enfermo precisa ser curado. Quem pratica o mal precisa ser elucidado. Mas de modo algum podemos agir com ódio e maldade. Procure ensinar aos outros pelo seu próprio exemplo, compreendendo que a maldade é uma situação transitória do homem.” (Minutos de Sabedoria Pg. 235)

 

Bom dia pessoal,

 

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje textos do Blog do Miro. Vale a pena conferir:

Temer, Macri e Cartes sabotam o Mercosul. Por Jeferson Miola – A regra do Mercosul é clara quanto ao sistema rotativo para o exercício da presidência pro tempore deste organismo regional. A despeito disso, os governos reacionários da Argentina, Brasil e Paraguai simplesmente desrespeitam as normas vigentes para impedir que o governo da Venezuela assuma temporariamente a presidência do bloco. Com o impasse criado, atingem o objetivo principal, de paralisar e enfraquecer o Mercosul. O Tratado de Assunção [1991] é o documento fundacional do bloco. No artigo 12, ele estabelece que “A Presidência do Conselho se exercerá por rotação dos Estados Partes e em ordem alfabética, por períodos de seis meses”. O Protocolo de Ouro Preto, firmado em 1994 na cidade brasileira de mesmo nome, no artigo 5º especifica que “A Presidência do Conselho do Mercado Comum será exercida por rotação dos Estados Partes, em ordem alfabética, pelo período de seis meses”…

http://altamiroborges.blogspot.com.br/2016/08/temer-macri-e-cartes-sabotam-o-mercosul.html

 

Os quatro assuntos explosivos de agosto. Por Ricardo Kotscho – O temido agosto de 2016 chegou, finalmente. E o problema agora é saber como vai acabar… Os quatro explosivos assuntos listados nesta coluna podem mudar a cara do País quando o mês chegar ao fim. Como será, ninguém sabe. Por enquanto, o clima está carregado de incertezas, indefinições, receios, tensões, elucubrações, ameaças variadas – um campo fértil para analistas políticos, gerenciadores de crise, advogados e especialistas em segurança…

 

http://altamiroborges.blogspot.com.br/2016/08/os-quatro-assuntos-explosivos-de-agosto.html

 

Merval, a voz globotucana, veta Temer-2018. Por Fernando Brito – O sistema reagiu em bloco contra a pretensão – que, como a água benta, cada um usa quanto quer – de Michel Temer de candidatar-se em 2018. Merval Pereira (ouça ao final do post) diz que o presidente interino está cometendo “um erro brutal”. E deixa claro que não foi para isso que o levaram á Presidência…

 

http://altamiroborges.blogspot.com.br/2016/08/merval-voz-globotucana-veta-temer-2018.html

 

Temer, o interino, rebaixa o Exército. Por Paulo Moreira Leite – Ninguém tem o direito de se mostrar surpreso diante da prolongada rebelião de Natal, comandada por quadrilhas instaladas no interior do sistema penitenciário do Rio Grande do Norte. Revoltas dessa natureza já ocorreram em São Paulo, Tocantins, Alagoas e outros estados brasileiros. Continuarão a se repetir enquanto nenhuma autoridade tiver disposição de enfrentar as mazelas de nosso sistema carcerário, que reserva aos condenados um tratamento inferior àquele assegurado aos animais enjaulados em circos e zoológicos. Muito mais surpreendente, no caso, foi a reação do interino Michel Temer, ao autorizar o uso de tropas do Exército no esforço para conter a rebelião. Parece um gesto natural. Não é. Representa uma grande regressão política e institucional…

 

http://altamiroborges.blogspot.com.br/2016/08/temer-o-interino-rebaixa-exercito.html

 

 

Temer é vaiado até em ensaio da Olimpíada. Por Altamiro Borges – Saiu na coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo deste domingo (31): “Num dos ensaios da semana passada para o espetáculo de abertura da Olimpíada, no Maracanã, Michel Temer foi ruidosamente vaiado por vários grupos de participantes. Os apupos aconteceram justamente na hora que o locutor informa ao público a presença de Temer no estádio”. A “ruidosa vaia” até mereceria uma cobertura jornalística mais caprichada. Mas ficou apenas nesta notinha para não atiçar os senadores que estão prestes a votar o impeachment de Dilma. A famiglia Marinho, dona do jornal, de tevês e de inúmeros veículos de comunicação, tem feito de tudo para abafar os protestos contra o Judas Michel Temer. Ela foi protagonista do “golpe dos corruptos” e mantém a coerência ao apoiar o covil golpista…

 http://altamiroborges.blogspot.com.br/2016/08/temer-e-vaiado-ate-em-ensaio-da.html

 

Veja a versão desta terça feira, bem como as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

 

https://oipa2.wordpress.com/2016/08/02/trabalhando-com-poesia-773
Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Terça-feira abençoada por Deus e protegida pela força guerreira de Ogum. Ogunhê!!!

 

Apio Vinagre Nascimento

e-mail: apiovinagre.adv@gmail.com

e-mail 1: apio.vinagre @pedraevinagre.adv.br

e-mail 2: oipa2@hotmail.com

e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br

site: http://www.pedraevinagre.adv.br
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr:
http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Skype: a_vinagre1
Youtube:
http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio 
Fones: (71) 98814-5332 / 99154-0168 / 99982-7223 / 98214-0894

 

Romance – I – Guimarães Rosa

 

No cinzeiro cheio

de cigarros fumados

os restos de uma carta…

Egoísmo

Se fosse só eu

a chorar de amor,

sorriria…

Mundo pequeno

O albatroz prepara

breve passeio

de Pólo a Pólo…

 

Romance – II   – Guimarães Rosa

 

Bem na frente

de um retrato empoeirado,

uma aliança esquecida…

 

Infinito   – Guimarães Rosa

 

Ó múmia longa,

ante os teus séculos,

eu durmo ainda…

Evocação

Lagosta púrpura

uma galera a remos

conduzindo um César…

Turismo sentimental

Viajei toda a Ásia

ao alisar o dorso

da minha gata angorá…

Turbulência

O vento experimenta

o que irá fazer

com sua liberdade…

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros, Notícias e política e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s