Arquivo do mês: fevereiro 2014

Trabalhando com Poesia

“… Não, pra que lamentar? O que aconteceu era de esperar… Se eu lhe dei a mão, foi por me enganar, foi por entender, que amor não pode haver sem compreensão, a desunião tende aparecer… E aí está o que aconteceu, você destruiu o que era seu… Você entrou na minha vida, usou e abusou, fez o que quis e agora se desespera, dizendo que é infeliz… Não foi surpresa pra mim, você começou pelo fim, não me comove o pranto de quem é ruim… E assim, quem sabe essa mágoa passando, você venha se redimir dos erros que tanto insistiu, por prazer, pra vingar-se de mim… Diz que é carente de amor, então você tem que mudar, se precisar, pode me procurar…” Continuar lendo

Anúncios
Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Não, negligência não, se for apanhar meu violão, cuide dele com carinho, toque nas cordas macio e tente cantar samba… Sei que o início até pode ser difícil, mas fazendo um sacrifício, será bem recompensado… Pois o samba marca como um giz, é eterno porque é raiz… Pois o samba marca como um giz, é eterno porque é raiz… Não quero dizer que viver é só sambar, mas sambar é viver, é saber se encontrar, só o samba faz a tristeza se acabar, só o samba é capaz desse povo alegrar…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Por favor, não me olhe assim, se não for viver só para mim… Aliás, se isto acontecer, tanto faz, já me fiz por merecer… Mas cuidado não vá se entregar, nosso caso não pode vazar, é tão bom se querer, sem saber como vai terminar… Onde a lucidez se aninhar, pode deixar. Quando a solidão apertar, olhe pro lado, olhe pro lado, que eu estarei por lá…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Samba, a gente não perde o prazer de cantar, e fazem de tudo pra silenciar a batucada dos nossos tantãs… No seu ecoar, o samba se refez, seu canto se faz reluzir, podemos sorrir outra vez… Samba, eterno delírio do compositor, que nasce da alma, sem pele, sem cor, com simplicidade, não sendo vulgar… Fazendo da nossa alegria, seu habitat natural, o samba floresce do fundo do nosso quintal… Este samba é pra você, que vive a falar, a criticar, querendo esnobar, querendo acabar com a nossa cultura popular…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… O ar que se respira agora expira novos tempos, e sonhos meus e os teus decoram o nosso apartamento… Lá fora a sorte trama, enquanto aqui reflete a lua em nossa cama, e a vida segue assim, tão docemente vista da sacada da varanda, eterna, plena, adormecida sobre as ondas… E eu vizinho de uma estrela, adoro vê-la iluminando o meu pedaço… Foi Deus quem me mandou seguir seus passos. Pensando bem, a lua tem seus traços. E o céu desaba em nosso corredor, esse é o nosso amor…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Eu já não sei mais, por que vivo a sofrer, pois eu nada fiz para merecer… Te dei carinho, amor, em troca ganhei ingratidão. Não sei porquê, mas acho que é falta de compreensão… Você me tem como réu, o culpado e o ladrão, por tentar ganhar seu coração… Te dei carinho, amor, em troca ganhei ingratidão. Não sei porquê, mas acho que é falta de compreensão… Você me tem como réu, o culpado e o ladrão, por tentar ganhar seu coração… Todo mundo erra! Todo mundo erra sempre, todo mundo vai errar… Não sei porquê, meu Deus, sozinho eu vivo a penar… Não tenho nada a pedir, também não tenho nada a dar, por isso é que eu vou me mandar…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Você já disse que me quer, pra toda a vida, eternidade… Quando está distante de mim, fica louca de saudade… Que a razão do seu viver, sou eu… Está tudo bem, eu acredito! Eu não tô duvidando disso… Só que eu tenho muito medo de me apaixonar. Esse filme já passou na minha vida e, você tá me ajudando a superar… Eu não quero ser um mal na sua vida!… Deixa acontecer naturalmente, eu não quero ver você chorar, deixa que o amor encontre a gente, nosso caso vai eternizar…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Coração blindado não pega feitiço, o amor constrói a força da paixão. Vai incomodar, mas, não ligue pra isso. Não escute os fofoqueiros de plantão… Vai daqui, dali, aos trancos e barrancos, quanta coisa que a gente superou? O tesouro bem maior que conquistamos, vem com a quantidade imensa de amor… Mas tem gente que não pode, não pode, ver ninguém feliz, que sofre, sofre…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Fala baixinho que ninguém pode saber que a gente tá aqui. Xiii… Vamos com calma, devagar, que desse jeito ninguém vai dormir… Sabe que a gente não escolhe hora e nem lugar, junta a fome com a vontade de comer, você me olha, morde os lábios pra me seduzir e acende a luz pra ver desejo em minha cara… Segura a fera, tem que ser devagarinho pra ninguém ouvir… Vou pôr a mão na tua boca pro rugido não escapulir… Se alguém nos pega é sacanagem, quebrar o clima dessa viagem, o nosso filme não pode queimar você… Mas quando bate a tentação, a gente fica sem noção e perde a linha sem querer saber, aí é outra dimensão, quatro paredes e nós dois e nada fica pra depois…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“…Nunca vi chorar tanto por alguém que não quis, deixa estar! Que ele vai voltar louco para te ver, então verá, que você cresceu, que apareceu, tem seu lugar e hoje está louca para sair, sem saber que horas vai voltar…. Eu quero mais é te ver na pista, da vida, dançando sem parar, eu quero mais é sumir com as pistas de onde ele foi parar… Eu quero mais é te ver na pista, da vida, dançando sem parar, eu quero mais é sumir com as pistas de onde ele foi parar…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Então escuta, então entenda, não há nada mais pra se pensar, então me diga que está voltando e, eu vou te mostrar o quanto eu posso fazer por nós dois… Agora que você ouviu, o que eu te disse até aqui, só você vai me fazer feliz, se quiser eu posso repetir…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Se você pensa que meu coração é de papel, não vá pensando pois não é… Ele é igualzinho ao seu, e sofre como eu, por que fazer chorar assim a quem lhe ama?… Se você pensa em fazer chorar a quem lhe quer, a quem só pensa em você…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Calma, tenha calma, minha previsão do tempo diz que hoje não vai chover… Alma, minha alma voa leve pelo vento e me leva até você… Você me faz bem, quando chega perto, com esse seu sorriso aberto… Muda o meu olhar, meu jeito de falar, junto de você fica tudo bem, tudo certo… Sei, eu sei que vejo mais do que eu deveria, mas é que eu sou mesmo assim… Sinto, eu sinto tanto a sua falta todo dia, volta e traz você pra mim… Quem mandou você passar pelo meu caminho? Quantas vezes eu vou ter que repetir? Quantas vezes ?…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… As grades do condomínio são pra trazer proteção, mas também trazem a dúvida se é você que tá nessa prisão… Me abrace e me dê um beijo, faça um filho comigo, mas não me deixe sentar na poltrona, no dia de domingo, domingo!… Procurando novas drogas de aluguel, neste vídeo coagido, é pela paz que eu não quero seguir admitindo…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Moço, peço licença, eu sou novo aqui, não tenho trabalho, nem passe, eu sou novo aqui, não tenho trabalho, nem classe, eu sou novo aqui… Sou novo aqui… Sou novo aqui… Eu tenho fé, fé, que um dia vai … Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“…Vem maluco, vem madame, vem Maurício, vem atriz pra comprar comigo… Tô vendendo ervas que curam e acalmam… Tô vendendo ervas, que aliviam e temperam… Tô vendendo ervas que curam e acalmam… Tô vendendo ervas, que aliviam e temperam… Mas eu não sou autorizado, quando o Rappa chega, eu quase sempre escapo… Quem me fornece é que ganha mais, a clientela é vasta, eu sei!… Porque os remédios normais, nem sempre amenizam a pressão… Amenizam a pressão… Amenizam a pressão…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… Essa é a luz que eu preciso, luz que ilumina, cria e nos dá juízo… Luz que ilumina, cria e nos dá juízo… Voltar com a maré, sem se distrair, tristeza e pesar, sem se entregar… Mal, mal vai passar, mal vou me abalar… Mal, mal vai passar, mal vou me abalar… Esperando verdades de criança, um momento bom, como voltar com a maré, sem se distrair… Navegar é preciso, senão a rotina te cansa… Tristeza e pesar, sem se entregar…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário

Trabalhando com Poesia

“… … Em algum lugar, pra relaxar, eu vou pedir pros anjos cantarem por mim, pra quem tem fé, a vida nunca tem fim… Não tem fim… É… Se você não aceita o conselho, te respeito, resolveu seguir, ir atrás, cara e coragem… Só que você sai em desvantagem, se você não tem fé, se você não tem fé… Te mostro um trecho, uma passagem de um livro antigo, pra te provar e mostrar que a vida é linda, dura, sofrida, carente em qualquer continente, mas boa de se viver em qualquer lugar…” Continuar lendo

Publicado em Livros | Marcado com | Deixe um comentário