Trabalhando com Poesia

“… Pretinha, Uuuu Uuuu faço tudo pelo nosso amor, faço tudo pelo bem do nosso bem, meu bem, a saudade é minha dor, e anda arrasando com o meu coração… E não duvide que um dia eu te darei o céu, o meu amor junto com um anel, pra gente se casar, no cartório ou na igreja, se você quiser, se não quiser, tudo bem, meu bem… Mas tente compreender, morando em São Gonçalo você sabe como é: Hoje a tarde a ponte engarrafou, e eu fiquei a pé… Tentei ligar pra você, o orelhão da minha rua estava escangalhado, o meu cartão tava zerado, mas você crê se quiser… Pretinha, Uuuu Uuuu faço tudo pelo nosso amor, faço tudo pelo bem do nosso bem, meu bem, a saudade é minha dor, e anda arrasando com o meu coração… E não duvide que um dia eu te darei o céu, o meu amor junto com um anel, pra gente se casar, no cartório ou na igreja, se você quiser, se não quiser, tudo bem, meu bem… Mas tente compreender, morando em São Gonçalo você sabe como é: Hoje a tarde a ponte engarrafou, e eu fiquei a pé… Tentei ligar pra você, o orelhão da minha rua estava escangalhado, o meu cartão tava zerado, mas você crê se quiser… Mas tente compreender, morando em São Paulo você sabe como é: Hoje a marginal engarrafou, e eu fiquei a pé… Tentei ligar pra você, o orelhão da minha rua estava escangalhado, o meu cartão tava zerado, mas você crê se quiser… Mas você crê se quiser… Mas você crê se quiser… Mas você crê se quiser… Mas você crê se quiser.…” (Seu Jorge – Pretinha – Comp.: Seu Jorge)

 

“… Tive razão, posso falar. Não foi legal, não pegou bem, que vontade de chorar, dói, em pensar que ela não vem só dói… Mas pra mim tá tranquilo, eu vou zuar, o clima é de partida, vou dar sequência na minha vida… De bobeira é que eu não estou, e você sabe como é que é, eu vou, mas poderei voltar quando você quiser… Demorou, vai ser melhor… Demorou, vai ser melhor… Tive razão, posso falar. Não foi legal, não pegou bem, que vontade de chorar, dói, em pensar que ela não vem só dói… Mas pra mim tá tranquilo, eu vou zuar, o clima é de partida, vou dar sequência na minha vida… De bobeira é que eu não estou, e você sabe como é que é, eu vou, mas poderei voltar quando você quiser… Demorou, vai ser melhor… Demorou, vai ser melhor…(Seu Jorge – Tive razão – Comp.: Seu Jorge)


 

“… Minha cabeça bem confusa, só de ver ela passar, só de ver ela sem mim… Ainda usa a mesma blusa, com o broche que eu lhe dei, combinando com o colar, eu fico imaginando coisas… Me pego imaginando coisas… Eu fico imaginando coisas… Me pego imaginando coisas… Lembranças de um tempo bom, que a gente se amava em paz, que pena que eu vacilei, agora que não dá mais, você não me deu perdão, não tem problema… Espero que esteja bem, feliz como eu fui feliz, o tempo é quem vai dizer, a vida quem quis assim… Não sou capaz de entender, como saí de cena, não dá pra mim… Eu vou voar… Melhor assim Minha cabeça bem confusa, só de ver ela passar, só de ver ela sem mim… Ainda usa a mesma blusa, com o broche que eu lhe dei, combinando com o colar, eu fico imaginando coisas… Me pego imaginando coisas… Eu fico imaginando coisas… Me pego imaginando coisas… Lembranças de um tempo bom, que a gente se amava em paz, que pena que eu vacilei, agora que não dá mais, você não me deu perdão, não tem problema… Espero que esteja bem, feliz como eu fui feliz, o tempo é quem vai dizer, a vida quem quis assim… Não sou capaz de entender, como saí de cena, não dá pra mim… Eu vou voar… Melhor assim(Seu Jorge – Cuidar de mim – Comp.: Seu Jorge / Gabriel Moura / Rogê)

 

Se alguém diz que ama a Deus, mas não ama a seu semelhante, é mentiroso’. Isto foi escrito pelo apóstolo São João, e expressa uma grande verdade. Deus está dentro de todas as criaturas. Então, se temos raiva de alguém, isto atinge o próprio Deus que nele habita. Demonstraremos nosso Amor a Deus, que não vemos, sabendo amar as criaturas que vemos e que vivem em torno de nós.” (Minutos de Sabedoria Pg. 180)

Bom dia pessoal,

O “Trabalhando com Poesia” hoje sai direto de Ipirá, onde estamos para participar do III Seminário de Direitos da Pessoa com Deficiência – “Avanços e desafios na Implementação da Política de Direito da Pessoa com Deficiência”, realizado pelo COMPEDE de Ipirá, presidido pelo amigo Valdenor Oliveira, atual Vice- Presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Os avanços conquistados até o momento e as perspectivas da luta das Pessoas com Deficiência será o alvo da nossa abordagem.

Em nossa sugestão de leitura para o “Trabalhando com Poesia” de hoje textos dos blogs de Marcelo Auler e Leonardo Sakamoto. Vale a pena conferir:

 

EBC: Nada com o que se espantar – A EBC deve ser tratada como empresa pública, e não como órgão de um governo. Para tal, a lei que a criou, preve mandato dos seuus oprincipais diretores não coincidente com o do presidente da República, que os nomeia. Isto deve mudar? Arnaldo César (*) De abril a outubro de 2007, um grupo formado por acadêmicos em comunicação, engenheiros especializados em televisão, jornalistas, gestores públicos, economistas, advogados e programadores de TV reuniu-se, em Brasília, no gabinete do então ministro Franklin Martins para formatar um modelo de comunicação pública para valer…

http://www.marceloauler.com.br/ebc-nada-com-o-que-se-espantar/

 

 

Compartilho: “Fascista, o vento será tua herança”. Por Marcelo Auler – Compartilho com os leitores artigo do procurador do Estado de São Paulo, Márcio Sotelo Felippe, publicado sábado, dia 14, no site justificando.com.br pela brilhante análise do momento em que vivemos. Vale ainda pelas comparações com o período da ditadura militar. Como ele demonstra, na época do governo militar se teve mais respeito às leis, na hora de desocupar a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, do que o governo do estado de São Paulo no recente episódio da retomada de algumas escolas ocupadas por alunos…

http://www.marceloauler.com.br/compartilho-fascista-o-vento-sera-tua-heranca/

 

The Guardian: “velha elite (brasileira) dá um golpe na diversidade” – Reprodução do artigo na página do The Guardian – Bem mais ágil do que essa nossa imprensa tradicional, que participou ativamente do golpe para destituir a presidente eleita com 54 milhões de votos, os jornalistas internacionais estão atento aos detalhes que mostram a diferença deste governo interino. Com o auxilio da nossa colega, quase que uma correspondente de muitos de nós bloqueiros e informante assídua do Facebook, Florencia Costa, uma brasileira com nacionalidade indiana pelo muito tempo que passou lá, publicamos o artigo do The Guardian apontando a volta das velhas oligarquias ao poder…

http://www.marceloauler.com.br/the-guardian-velha-elite-brasileira-da-um-golpe-na-diversidade/

 

Dr. Janot, Temer deu foro especial a envolvidos na Lava Jato: não vai impedir? Por Marcelo Auler – (matéria reeditada à 10H00 de sábado, 14/05, para acréscimo de informação sobre a iniciativa do deputado Paulo Pimenta). No dia 7 de abril, em uma mudança de posição radical, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot recomendou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que anulasse a nomeação do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva para o cargo de ministro chefe da Casa Civil do governo Dilma Rousseff. Ele não aceitou a explicação de que Lula foi convocado para ajudar Dilma. Alegou que a indicação visava apenas dar ao ex-presidente o foro especial, para não ser investigado pelo juiz Sérgio Moro…

http://www.marceloauler.com.br/dr-janot-temer-deu-foro-especial-a-envolvidos-na-lava-jato-nao-vai-impedir/

 

 

Governo Temer começa retaliando servidores do Planalto. Por Marcelo Auler – As fotos oficias da presidente Dilma Rousseff foram retiradas dos gabinetes como se ela já não fosse mais presidente. Diante da reclamação de servidores, elas retornaram às paredes. No primeiro dia do governo interino de Michel Temer, os novos administradores do Palácio do Planalto agiram de forma semelhante aos antigos feitores dos escravos, libertados pela princesa Isabel, em um mesmo 13 de maio, há 128 anos: retaliaram em cima de servidores que nada têm com as disputas políticas, alguns deles lotados ali desde o governo de Fernando Henrique Cardoso. As vagas foram abertas para acomodar os apadrinhados da nova administração…

http://www.marceloauler.com.br/governo-temer-comeca-retaliando-servidores-do-planalto/

 

A única certeza de Temer sobre a Cultura é que deve ser rebaixada” – Leonardo Sakamoto – “A única certeza de Temer sobre a Cultura é que deve ser rebaixada.” A avaliação é de João Brant, secretário executivo do Ministério da Cultura até a saída do ministro Juca Ferreira e o rebaixamento da área pelo novo governo na última quinta (12). “Isso parece ter menos a ver com economia de custos e mais com a combinação de um fetiche pela diminuição de ministérios e de um desprezo pela pauta.’ Uma das primeiras ações tomadas pelo presidente interino Michel Temer foi extinguir o Ministério da Cultura, subordinando-o ao da Educação…

 

http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2016/05/15/a-unica-certeza-de-temer-sobre-a-cultura-e-que-deve-ser-rebaixada/

 

 

Discutir a CLT é válido. Usá-la para embrulhar peixe que é o problema – Leonardo Sakamoto – A sociedade mudou, a estrutura do mercado de trabalho mudou, a expectativa de vida mudou. Portanto, as regras que regem as relações trabalhistas e a Previdência Social podem e devem passar por discussões de tempos em tempos. E, caso se encontrem pontos de convergência que não depreciem a vida dos trabalhadores, não mudem as regras do jogo no meio de uma partida e atendam a essas mudanças, elas podem passar também por uma modernização. Contudo, essa discussão não pode ser conduzida de forma autoritária ou em um curto espaço de tempo. Pois essas medidas não devem servir para salvar o caixa público, o pescoço de um governo e o rendimento das classes mais abastadas, mas a fim de readequar o país diante das transformações sem tungar ainda mais o andar de baixo…

 

http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2016/05/13/discutir-a-clt-e-valido-usa-la-para-embrulhar-peixe-que-e-o-problema/

 

 

Primeiro dia do governo Temer: Um “eu te disse” não vai ser suficiente – Leonardo Sakamoto – Com base no conteúdo postado nas redes sociais da esquerda durante o primeiro dia do governo de Michel, é possível dizer que o descontentamento e a raiva, feito leite aquecido além do ponto, transbordaram. E não sei quanto tempo vai levar para que a fervura baixe ou mesmo se é possível que o leite derramado volte à panela. Nem sei se haverá panela, que desapareceu após a queda de Dilma…

 

http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2016/05/13/primeiro-dia-do-governo-temer-um-eu-te-disse-nao-vai-ser-suficiente/

 

 

 

Lema de Temer será “Ordem e Progresso”. Melhor seria “Um Governo de Cuecas” – Leonardo Sakamoto -Quando o segundo governo Dilma Rousseff lançou o lema “Pátria Educadora”, que considerei muito ruim na época,  achei que o marqueteiro João Santana havia nos levado ao fundo do poço. A utilização do termo “pátria” em qualquer processo que remeta a uma construção simbólica junto ao público me dá calafrios por evocar um nacionalismo tosco. Daqueles utilizados por regimes autoritários a fim de promover o sentimento de amor à terra, mesmo que essa terra te torture. Mas daí veio Michel mostrando que, no fundo do poço, tem um alçapão que dá para um mundo novo de possibilidades…

 

http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2016/05/12/lema-de-temer-sera-ordem-e-progresso-melhor-seria-um-governo-de-cuecas/

 

 

No último dia, governo lança portaria que recria “lista suja” da escravidão – Leonardo Sakamoto – O governo federal assinou, nesta quarta (11), uma nova portaria interministerial que recria o cadastro de empregadores flagrados com mão de obra análoga à de escravo. A “lista suja” do trabalho escravo, como ficou conhecida, está suspensa por decisão do Supremo Tribunal Federal desde dezembro de 2014, atendendo a um pedido de uma associação de incorporadoras imobiliárias. Publicada e atualizada semestralmente pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social desde novembro de 2003, a “lista suja” garante transparência aos nomes de pessoas físicas e jurídicas flagradas com trabalho escravo por equipes de fiscalização do governo federal…

 

http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2016/05/11/no-ultimo-dia-governo-lanca-portaria-que-recria-lista-suja-da-escravidao/

 

 

Veja a versão de hoje e as anteriores do “Trabalhando com Poesia”, no nosso blog “Espaço de Sobrevivência”. Nele você pode acessar links dos principais sites institucionais e de informações para seu uso. Visite, comente, indique:

 

https://oipa2.wordpress.com/2016/05/17/trabalhando-com-poesia-719
Abraços nos amigos beijos nas amigas e nos filhos, com os desejos de muito axé, energias positivas e que a vida e a paz possam sempre reinar em nossos corações e na nossa rotina. Uma Terça-feira abençoada por Deus e protegida pela força guerreira de Ogum. Ogunhê!!!

 

Apio Vinagre Nascimento

e-mail: apiovinagre.adv@gmail.com

e-mail 1: apio.vinagre @pedraevinagre.adv.br

e-mail 2: oipa2@hotmail.com

e-mail 3: apioptlf@yahoo.com.br

site: http://www.pedraevinagre.adv.br
Blog: https://oipa2.wordpress.com
Twitter: http://www.twitter.com/a_vinagre
Facebook: http://www.facebook.com/apio.vinagre
Flickr:
http://www.flickr.com/photos/a_vinagre
Skype: a_vinagre1
Youtube:
http://www.youtube.com/user/sobreviventeapio 
Fones: (71) 98814-5332 / 99154-0168 / 99982-7223 / 98214-0894

Vens a mim e eu te recebo! – Cassandra Rios

Viestes!
Eu mal pude acreditar!
Fiquei calada
com receio de que o sonho se acabasse
e tu me deixasses!
Ouvi tua voz, chamando-me
e meu coração pulsou mais forte!
Depois…
foste embora novamente!

Fiquei observando o teu modo de andar,
enquanto te afastavas!

Meu olhar nos teus olhos – Cassandra Rios

Meu olhar nos teus olhos
tua boca em minha boca
teus seios em minhas mãos
tuas mãos em meu rosto:
São os primeiros solfejos!
Meu rosto em teus cabelos
tua voz em meus ouvidos
meus braços em teu corpo
teu corpo colado ao meu:
vibram as cordas dos sentidos
é a sinfonia que arrebata
ao som de gemidos e palavras!
Resvalo em fuga para me esconder
entre as pilastras do teu corpo
mãos espalmadas sobre teu ventre
…e a fonte em minha voz!

Fizemos amor!
Não esqueço!
É cena parada em minha mente!

…e continuamos,
repetindo tudo:
tua boca em minha boca
minhas mãos em teus cabelos
[emaranhadas
e os nossos corações pulsando juntos.
É o êxtase!
Eis o final!
A sinfonia estertora
ao ranger de dentes e lábios que silvam
na contorção vertiginosa
do corpo infiltrando-se pela alma!

É o gozo que aniquila!
A música do amor que termina ou faz pausa para repetição!

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros, Notícias e política e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s